Outras medidas
cautelares
Art. 319 do CPP
Medidas cautelares
alternativas à prisão
• Instituídas pela Lei 12.403/2011
• Objetivo: evitar os males da prisão provisór...
I – comparecimento periódico
em Juízo para justificar
atividades
• Já existe como condição do sursis, do livramento
condic...
II – proibição de acesso ou
frequência a lugares
• Já existe em outros benefícios; é pena alternativa.
• Problema: impossi...
III– proibição de contato com
pessoa
• Estende instituto da Lei Maria da Penha a outras
situações
• Fiscalização da vítima
IV– proibição de ausentar-se da
Comarca quando a permanência
seja conveniente para a instrução
• Acompanhar a instrução é ...
V– recolhimento domiciliar no
período noturno
• Requisito: residência e trabalho fixos
• Difere da “prisão preventiva domi...
VI – suspensão de função pública ou
atividade econômica ou financeira
• Risco de sua utilização para a prática de infraçõe...
VII – internação provisória
• “Medida de segurança provisória”
• Crimes praticados com violência ou grave ameaça
• Inimput...
VIII – fiança
IX – monitoração eletrônica
• Saídas temporárias
• Depende de implementação pelos Estados
• Deve ser cumulada com outras m...
CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO (art.
282)
• Necessidade e adequação
• Isolada ou cumulativamente
• Quanto possível, contraditóri...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares

411 visualizações

Publicada em

DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DPP II - Aula 5 - outras medidas cautelares

  1. 1. Outras medidas cautelares Art. 319 do CPP
  2. 2. Medidas cautelares alternativas à prisão • Instituídas pela Lei 12.403/2011 • Objetivo: evitar os males da prisão provisória • Em caso de descumprimento, pode o juiz decretar a preventiva • Problemas de implementação e fiscalização
  3. 3. I – comparecimento periódico em Juízo para justificar atividades • Já existe como condição do sursis, do livramento condicional e da própria liberdade provisória • Prazo: a lei diz “periódico”; razoabilidade • Objetivo: exercer controle sobre o acusado
  4. 4. II – proibição de acesso ou frequência a lugares • Já existe em outros benefícios; é pena alternativa. • Problema: impossibilidade de fiscalização • Papel da vítima (Maria da Penha)
  5. 5. III– proibição de contato com pessoa • Estende instituto da Lei Maria da Penha a outras situações • Fiscalização da vítima
  6. 6. IV– proibição de ausentar-se da Comarca quando a permanência seja conveniente para a instrução • Acompanhar a instrução é um direito, e não uma obrigação • Suspeita de fuga (aplicação da lei penal)
  7. 7. V– recolhimento domiciliar no período noturno • Requisito: residência e trabalho fixos • Difere da “prisão preventiva domiciliar” (art. 318)
  8. 8. VI – suspensão de função pública ou atividade econômica ou financeira • Risco de sua utilização para a prática de infrações • Prova do justo receio de cometimento de novas infrações
  9. 9. VII – internação provisória • “Medida de segurança provisória” • Crimes praticados com violência ou grave ameaça • Inimputável ou semi-imputável • Risco de reiteração
  10. 10. VIII – fiança
  11. 11. IX – monitoração eletrônica • Saídas temporárias • Depende de implementação pelos Estados • Deve ser cumulada com outras medidas
  12. 12. CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO (art. 282) • Necessidade e adequação • Isolada ou cumulativamente • Quanto possível, contraditório • Substituição e caso de descumprimento • Revogação e nova decretação

×