Release cadeira de rosas n 1 (1)

891 visualizações

Publicada em

Release de estréia do espetáculo "Cadeiras de Rosas" do grupo Musicanoar

Publicada em: Diversão e humor, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
891
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Release cadeira de rosas n 1 (1)

  1. 1. Grupo Musicanaor estréia espetáculo “Cadeiras de Rosas” Novo projeto do grupo Musicanoar foi contemplado pelo programa de fomento á dança da Prefeitura de São Paulo O espetáculo “Cadeiras de Rosas” inicia temporada no dia 7 de julho, no Teatro Coletivo, em São Paulo. No palco, Helena Bastos, idealizadora do projeto, e Raul Rachou – parceiros há17 anos - compartilham a cena e assinam a coreografia. Contemplado pela VI edição do programa de fomento à dança da Prefeitura de São Paulo, “Cadeiras de Rosas é o mais novo projeto do grupo Musicanoar. Helena Bastos e Raul Rachou se apresentam em vários festivais e mostras de dança do País e já receberam diversos prêmios como APCA, Rumos da Dança, Flávio Rangel, entre outros. (Veja lista completa abaixo). O projeto “Cadeiras de Rosas”, no seu processo de criação, contou com a participação dos colaboradores artísticos Ana Teixeira (bailarina e pesquisadora), Eleonora Seligmann (cineasta e pesquisadora) e Sérgio Khair (palhaço e performancer) e de estagiários alunos e ex-alunos do Departamento de Artes Cênicas da USP. Durante os onze meses de criação do espetáculo, foram realizados trabalhos de pesquisa, ensaios, documentação em registros de vídeo, fotos e textos, apresentações públicas e mesas redondas O espetáculo “Cadeiras de Rosas” surge a partir do diálogo entre corpos e cubos com rodas e mostra as possibilidades criadas por estas conexões. Outro viés foi a observação de como as pessoas se organizam no espaço público.“Vemos basicamente três ações: andar, sentar e deitar. Sabemos que a maioria dos fluxos de locomoção acontece sobre rodas. Destas percepções, todo um ambiente foi se delineando”, explica Helena Bastos, que completa com a questão: “neste contexto como um corpo pode se inventar, aderir e se mover?”. Serviço O que: espetáculo de dança “Cadeiras de Rosas” Quando: De 7 a 18 de julho - de quarta a sábado às 21h - domingo às 20h Onde: Teatro Coletivo - Sala 2 Rua da Consolação, 1623 – Centro - telefone: (11)9290.3037 Quanto: R$ 10 e R$ 5 (meia) Faixa Etária: a partir de 10 anos Fotos do espetáculo em baixa e alta: http://www.4shared.com/dir/yOWelWzc/cadeiras_de_rosas.html Dionísio Comunicação Débora Toledo Cristiane Klein Tel: (11) 36 28 67 37/66 48 00 53 Email: dionisiocomunicacao@hotmail.com
  2. 2. Musicanoar O Grupo Musicanoar, fundado em 1992, busca o crescimento e a consolidação de trabalhos artísticos que pesquisem a linguagem contemporânea da dança, com a preocupação de dialogar de alguma maneira com o pensamento científico. Todos os espetáculos criados pelo Musicanoar foram criados a partir da convivência com alguns pensamentos teóricos apresentados pelo programa de Comunicação e Semiótica da PUC/ SP e o programa de pós-graduação das Artes Cênicas da ECA/USP. Espetáculos “A Dama de Bambuluá”, “Gordolinda”, “Sopa de Serpentes”, “Navegança”, “Buracos Brancos”, “Cães”, “Vapor” entre outros. Festivais I Festival de Dança Contemporânea (Galeria Olido/São Paulo: 2008) FID (Belo Horizonte – Minas Gerais/2009/2002/1998); Núcleo de Criação do Dirceu (periferia de Teresina – Piauí/2008); Mostra Rumos Salvador (sala de coro do Teatro Castro Alves – Bahia/2008); Galeria Olido (São Paulo/2007); CENARTE( Maceió – Alagoas/2007), Rumos Dança 2006/2007 (São Paulo); Bienal da Dança (SESC Santos – SP/2007); Circuito 1,2,3 (Caxias do Sul, Uberlândia, Araraquara/2003/2002); Projeto Teorema (São Paulo/2006/2005); Projeto Corpos que Falam (São Paulo/2001); Solos e Duos (Centro Cultural Vergueiro /São Paulo/2001); Tubo de Ensaio (Florianópolis - Santa Catariana/2001); entre outros. Prêmios Flávio Rangel, APCA2001, Rumos-Dança 2003/2004, Rumos-Dança 2006/2007, APCA 2007 Currículos Helena Bastos Idealizadora do Grupo Musicanoar, desde 1984, vem trabalhando de forma sistemática, na área de dança. Participou de vários festivais e mostras, tendo destaques o American
  3. 3. Dance Festival, a Bienal de Lyon, Panorama Contemporâneo, Confort em Dança. Entre bolsas e prêmios se destacam: Bolsa Rede Stagium, Prêmio Flávio Rangel, APCA/2001 de melhor intérprete-criador com o espetáculo “Cães”. Rumos Dança 2006/2007 com o espetáculo “Vapor”. APCA/2007 de melhor intérprete-criador com o espetáculo “Vapor”. Atualmente é profa. Dra. de Dança Contemporânea do Departamento das Artes Cênicas da ECA/USP (Anda), na graduação e na pós graduação. É uma das coordenadoras da primeira Associação Nacional de Dança, criada em 2008. Foi consultora artística para o projeto “pro-posição” selecionado pelo PAC/2008 sob a concepção de Andréia Nhur e Janice Vieira. Raul Rachou Intérprete-criador, com formação moderna e contemporânea. Trabalha com o Musicanoar desde 93, participando de todas as produções desde então. Dirige desde 1979 o Espaço de Dança Ruth Racho. É professor da técnica inspirada no método Pilates, desde 1996. Participa do “Centro de Pesquisa do Corpo”, na PUC/SP, coordenado por Helena Katz. Na sua carreira, se destacam o Prêmio Flávio Rangel, APCA/2001 de melhor intérprete-criador com o espetáculo “Cães”. Rumos Dança 2006/2007 com o espetáculo “Vapor”. APCA/2007 de melhor intérprete-criador com o espetáculo “Vapor”. Ministrou diferentes cursos de História da Dança na Secretaria de Cultura do Município de SP. Foi membro da executiva do movimento “Mobilização Dança”. Colaboradores Ana Teixeira (dançarina, pesquisadora e diretora de dança) Eleonora Seligmann (cineasta e pesquisadora) e Sérgio Khair (palhaço e performaner), além de cinco estagiários: Caio Paduan, Catarina San Martinho, Maria Druck, Marta Estela e Rebeca Oliveira. Estagiários Caio Paduan, Catarina San Martinho, Maria Druck, Marta Estela e Rebeca Oliveira. A música foi composta por Rogério Costa.

×