A Sociedade Europeia nosSéculos IX a XII
A sociedade medievalera tripartida econstituída por trêsordens, cada qual coma sua função: Clero – os que oravam Nobreza...
 Clero e nobreza – grupos privilegiados, emminoria, eram detentores de poder e riqueza.CleroNobreza
 Povo – era o grupomaioritário e viviapobremente nadependência dosgrupos privilegiados.Povo
 O clero possuía riqueza,prestígio e influência nasociedade. Elementos do povo,nobreza e até reis,faziam-lhe doações det...
 Religiosas – oração, nascimentos, casamentoe morte. Culturais – grupo social mais instruído, tinhaa seu cargo o ensino ...
Até à invenção da imprensa por Gutenberg, por volta de 1450, o fabrico dos livros erafeita à mão, a transcrição dos textos...
 Alto cleroarcebispos, bispos eabades. Baixo cleromonges e sacerdotesque viviam de formamodesta.Alto CleroBaixo Clero
 A acumulação de riqueza e situações deindisciplina de membros do clero, levou, apartir do século X, a um movimento deren...
 No século XI, o Papa passou a serconsiderado a autoridade suprema daCristandade, a quem os próprios reis deviamobediênci...
 Era detentora de riquezae prestígio. Desempenhava funçõesmilitares e de defesa daCristandade. Formavam umaAristocracia...
 A grande nobreza e o alto clero possuíamgrandes propriedades , denominadas pordomínios senhoriais ou senhorios.
O domínio senhorial era constituído por duaspartes: Reserva – terra explorada diretamente pelosenhor através dos servos e...
1 – habitaçãodo senhor2 – reserva3 – moinho4 – floresta5 – casas doscamponeses6 – camposcultivados
Os grandes senhores, passam a gozar, nosseus domínios senhoriais, de poderes quedeveriam ser exclusivos do rei: Cobrança ...
 Nesta época, oscamponeses colocavam-sesob a dependência dossenhores nobres oueclesiásticos em troca deproteção. Entrega...
 Corveias – prestação de trabalho gratuito nareserva do senhor em determinados dias dasemana. Banalidades – uso obrigató...
 Camponeses livres colonos ou vilãos Camponeses não livres servosOs servos trabalhavam na reserva do senhor,a qual não p...
 Conjunto de relações de dependência que seestabeleciam entre os membros da nobreza edo clero, menos poderosos, e os gran...
 Os grandes senhores, por sua vez, eramvassalos do rei, considerado o suserano dossuseranos. Este conjunto de relações o...
 Feudo – terra, cargo ou outro benefícioconcedido pelo rei ou senhor ao vassalo. Vassalo – pessoa que através de um cont...
 O contrato feudo-vassálico unia parasempre vassalo e suserano. O contrato impunha obrigações e direitos aambas as parte...
FimA professoraAna Gouveia
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
A sociedade europeia nos séculos ix a xii
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A sociedade europeia nos séculos ix a xii

1.122 visualizações

Publicada em

historia de portugal

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.122
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A sociedade europeia nos séculos ix a xii

  1. 1. A Sociedade Europeia nosSéculos IX a XII
  2. 2. A sociedade medievalera tripartida econstituída por trêsordens, cada qual coma sua função: Clero – os que oravam Nobreza – os quelutavam Povo – os quetrabalhavam Sociedade de ordens
  3. 3.  Clero e nobreza – grupos privilegiados, emminoria, eram detentores de poder e riqueza.CleroNobreza
  4. 4.  Povo – era o grupomaioritário e viviapobremente nadependência dosgrupos privilegiados.Povo
  5. 5.  O clero possuía riqueza,prestígio e influência nasociedade. Elementos do povo,nobreza e até reis,faziam-lhe doações deterras, bens e privilégios.
  6. 6.  Religiosas – oração, nascimentos, casamentoe morte. Culturais – grupo social mais instruído, tinhaa seu cargo o ensino ministrado nas igrejas emosteiros. Sociais – prestava assistência aos doentes eaos pobres.
  7. 7. Até à invenção da imprensa por Gutenberg, por volta de 1450, o fabrico dos livros erafeita à mão, a transcrição dos textos era feita pelos copistas e a decoração dosmanuscritos era confiada a vários artistas ou artesãos especializados.
  8. 8.  Alto cleroarcebispos, bispos eabades. Baixo cleromonges e sacerdotesque viviam de formamodesta.Alto CleroBaixo Clero
  9. 9.  A acumulação de riqueza e situações deindisciplina de membros do clero, levou, apartir do século X, a um movimento derenovação da igreja católica, que apelava àpureza e humildade. O movimento partiu dos mosteiros, com acriação de duas ordens religiosasbeneditinas: a Ordem de Cluny e a Ordem deCister.
  10. 10.  No século XI, o Papa passou a serconsiderado a autoridade suprema daCristandade, a quem os próprios reis deviamobediência. Em 1276, foi eleito o único Papa português,Pedro Julião, mais conhecido por PedroHispano. Depois de eleito tomou o nome deJoão XXI.
  11. 11.  Era detentora de riquezae prestígio. Desempenhava funçõesmilitares e de defesa daCristandade. Formavam umaAristocracia guerreira,de cavaleiros quecombatiam na guerra,em auxílio do rei. Recebiam títulos edoações de bens, o quepermitiu o seuenriquecimento.
  12. 12.  A grande nobreza e o alto clero possuíamgrandes propriedades , denominadas pordomínios senhoriais ou senhorios.
  13. 13. O domínio senhorial era constituído por duaspartes: Reserva – terra explorada diretamente pelosenhor através dos servos e dos camponeses. Mansos – pequenas parcelas de terrasarrendadas pelo senhor aos camponeses(mansos livres) ou aos servos(mansos servis),em troca de um conjunto de obrigações.
  14. 14. 1 – habitaçãodo senhor2 – reserva3 – moinho4 – floresta5 – casas doscamponeses6 – camposcultivados
  15. 15. Os grandes senhores, passam a gozar, nosseus domínios senhoriais, de poderes quedeveriam ser exclusivos do rei: Cobrança de impostos às populações; Aplicação da justiça; Cunhagem de moedas; Posse de exército.
  16. 16.  Nesta época, oscamponeses colocavam-sesob a dependência dossenhores nobres oueclesiásticos em troca deproteção. Entregavam as suas terrasa um senhor de quemrecebiam um manso paraexplorar e garantir a suasobrevivência.
  17. 17.  Corveias – prestação de trabalho gratuito nareserva do senhor em determinados dias dasemana. Banalidades – uso obrigatório do moinho, forno elagar do senhor, entregando, como forma depagamento, uma parte daquilo que tinhamproduzido. O pagamento de impostos e rendas - em dinheiroe em géneros.
  18. 18.  Camponeses livres colonos ou vilãos Camponeses não livres servosOs servos trabalhavam na reserva do senhor,a qual não podiam abandonar semautorização do senhor.
  19. 19.  Conjunto de relações de dependência que seestabeleciam entre os membros da nobreza edo clero, menos poderosos, e os grandessenhores, pondo à sua disposição, as suasarmas e homens, tornando-se seus vassalos. Como recompensa dos serviços e fidelidade,recebiam feudos(terras, cargos ou direitosvitalícios) e proteção do senhor.
  20. 20.  Os grandes senhores, por sua vez, eramvassalos do rei, considerado o suserano dossuseranos. Este conjunto de relações originou onascimento da Sociedade Feudal.
  21. 21.  Feudo – terra, cargo ou outro benefícioconcedido pelo rei ou senhor ao vassalo. Vassalo – pessoa que através de um contratose coloca na dependência de outra pessoamais poderosa, ficando abrangida por umconjunto de direitos e de obrigações.
  22. 22.  O contrato feudo-vassálico unia parasempre vassalo e suserano. O contrato impunha obrigações e direitos aambas as partes:1. O vassalo devia ao senhor fidelidade,conselho, ajuda económica e militar.2. O suserano devia ao vassalo proteção esustento através da concessão do feudo.
  23. 23. FimA professoraAna Gouveia

×