Lista de abreviações 2

290 visualizações

Publicada em

Lista de abreviações 2

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lista de abreviações 2

  1. 1. Base para internet –Lista de abreviações2Garcia, Diogo
  2. 2. LISTA DE ABREVIAÇÕESCLIENTE/SERVIDOR – Cliente-servidor é um modelo computacional que separa clientes eservidores, sendo interligados entre si geralmente utilizando-se uma rede de computadores. Cadainstância de um cliente pode enviar requisições de dado para algum dos servidores conectados eesperar pela resposta. Por sua vez, algum dos servidores disponíveis pode aceitar tais requisições,processá-las e retornar o resultado para o cliente. Apesar de o conceito ser aplicado em diversos usos eaplicações, a arquitetura é praticamente a mesma.Muitas vezes os clientes e servidores se comunicam através de uma rede de computador com hardwaresseparados, mas o cliente e servidor podem residir no mesmo sistema.A máquina servidor é um host que está executando um ou mais programas de servidor que partilham osseus recursos com os clientes.Um cliente não compartilha de seus recursos, mas solicita o conteúdo de um servidor ou função deserviço. Os clientes, portanto, iniciam sessões de comunicação com os servidores que esperam assolicitações de entrada.PC – É um computador pessoal (PC) é um computador de uso geral, cujo tamanho, capacidade e preçode venda original o torna útil para os indivíduos, e que se destina a ser operada diretamente por umusuário final com nenhum operador de computador de intervenção. Isto contrastou com o processamentoem lote ou modelos de partilha de tempo, que permitiu que os sistemas maiores, minicomputador maiscaro e mainframe para ser usado por muitas pessoas, normalmente ao mesmo tempo. Grandes sistemasde processamento de dados requerem uma equipe em tempo integral para operar de forma eficiente.HOME OFFICE – Home Office, também conhecido pela sigla SOHO (Small Office and Home Office) quesignifica escritório em casa. O home office é normalmente usado por trabalhadores independentes, alémdisso algumas empresas possui este sistema de trabalho quando os funcionários não precisam ou nãopodem trabalhar no escritório.E-LEANING – O e-learning, ou ensino eletrónico, corresponde a um modelo de ensino não presencialsuportado por tecnologia. Atualmente, o modelo de ensino/aprendizagem assenta no ambiente online,aproveitando as capacidades da Internet para comunicação e distribuição de conteúdos.Outra definição simples para e-learning será "o processo pelo qual o aluno aprende através deconteúdos colocados no computador e/ou Internet e em que o professor, se existir, está à distância,
  3. 3. utilizando a Internet como meio de comunicação (síncrono ou assíncrono) podendo existir sessõespresenciais intermédias"1O sistema que inclui aulas presenciais no sistema de e-learning recebe o nomede blended learning ou b-learning.REFRESH – Recarregar a página.BUSINESS B2B – Identifica pela sigla B2B, é a denominação do comércio estabelecido entreempresas ("de empresa para empresa").Associado a operações de compra e venda, de informações, de produtos e de serviços através daInternet ou através da utilização de redes privadas partilhadas entre duas empresas, substituindo assimos processos físicos que envolvem as transacções comerciais. O B2B pode também ser definido comotroca de mensagens estruturadas com outros parceiros comerciais a partir de redes privadas ou daInternet, para criar e transformar assim as suas relações de negócios.A Internet tem revolucionado os negócios, desempenhando um papel fundamental na transformação domundo em um enorme mercado global, criando assim uma "economia digital". E-Business começa a seruma necessidade cada vez maior para as empresas se manterem competitivas na economia digital dehoje, deixando de ser uma mera questão de escolha. A Internet tem criado oportunidades para asempresas expandirem os seus mercados, reduzindo os custos, aumentando a eficiência e a satisfaçãodos clientes e colaborando com os seus parceiros, bem como com os concorrentes. O comércio B2B éuma área em que tais empresas podem atingir tais níveis de eficiência. Para responder ao desafio daglobalização do comércio electrónico, as empresas precisam de um processo eficaz e eficiente quesatisfaça os negócios da necessidade de comprar e vender produtos de forma mais económica e eficaz.BSC – É o comércio efetuado diretamente entre a empresa produtora, vendedora ou prestadora deserviços e o consumidor final, através da Internet (Note-se: consumidor e não ainda necessariamentecliente, pois o consumidor pode estar ainda apenas a conhecer os produtos e serviços).Sob o ponto de vista do consumidor: define uma imagem de empresa actualizada, demonstrando umaorganização de carácter evolutivo, moderna e apta a oferecer um produto ou serviço de qualidade.TERMO DE USO – Uma licença de software é uma definição de ações autorizadas (ou proibidas), noâmbito do direito de autor de um programador de software de computador concedidas (ou impostas) aousuário deste software. Entende-se por usuário qualquer entidade legal, empresas ou um "usuário final(doméstico)", de onde tem origem o termo em inglês end user license agreement (EULA).
  4. 4. Quando uma licença acrescenta restrições para além das existentes no direito de autor, o usuário temnormalmente de aceitar que lhe sejam impostas estas restrições para poder sequer utilizar o software.Aqui reside a principal diferença entre uma licença de software livre e uma licença de software não-livre:as licenças de software livre acrescentam direitos face aos já concedidos pelo direito de autor, deixandoapenas para o ato de redistribuição as únicas regras que impõem.

×