Normas biosseguranca

14.376 visualizações

Publicada em

2 comentários
16 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.376
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
960
Comentários
2
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Normas biosseguranca

  1. 1. Normas de BiossegurançaDanilo Alves de Brito
  2. 2. Conceito• É o conjunto de ações para a prevenção, minimização ou eliminação de riscos visando à saúde do homem, dos animais, a preservação do meio ambiente e a obtenção dos resultados.
  3. 3. Conceito• Processo de aquisição de conhecimentos e habilidades, com o objetivo de preservação da saúde e do meio ambiente.
  4. 4. QUALIDADE em biossegurança visa o homem e o seu bem estarEm biossegurança a PREVENÇÃO é a razão principal; Não pode haver dúvidas – “EU ACHO” não existe em biossegurança !
  5. 5. Bases Legais• CLT – Consolidação das leis trabalhistas – Lei nº 6.514 de 22 de dezembro de 1977• NR – Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho. – Portaria nº 3.214 de 08 de junho de 1978.
  6. 6. Bases LegaisNR 04 – Serviços Especializados em Engenharia e em medicina do Trabalho.NR 05 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA.NR 06 – Equipamento de Proteção IndividualNR 07 – Programa de Controle Médico de Saúde OcupacionalNR 32 – Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde.
  7. 7. Riscos OcupacionaisProbabilidade de consumação de um dano Afetando a saúde ou integridade física do trabalhador
  8. 8. Riscos Ocupacionais• Tipos de risco – 1. Riscos de Acidentes – 2. Riscos Ergonômicos – 3. Riscos Físicos – 4. Riscos Químicos – 5. Riscos Biológicos
  9. 9. Riscos Ocupacionais• Riscos de acidentes:- Colisão- Explosão- Queda- Agressão física
  10. 10. Riscos Ocupacionais• Riscos ergonômicos:- Monotonia e repetividade- Estresse- Carga horária- Exigência de postura inadequada
  11. 11. Riscos Ocupacionais• Riscos físicos:- Ruídos- Vibrações- Calor- Frio
  12. 12. Riscos Ocupacionais• Riscos químicos:- Produtos químicos- Poeira- Gases- Vapores
  13. 13. Risco Biológico
  14. 14. Risco Biológico• Riscos biológicos: Probabilidade da exposição ocupacional a agentes biológicos.Aquisição de microorganismos capazes de causar doenças.
  15. 15. Risco Biológico• Risco aumentado ao se manipular fluidos orgânicos.• Dados norte americanos revelam maior incidência para vírus veiculados pelo sangue.
  16. 16. Risco BiológicoHBV – hepatite BHIV – AIDSHCV – hepatite C
  17. 17. Risco Biológico• Acidente perfuro – cortante.• Contato com pele lesada ou mucosa
  18. 18. Fluidos Orgânicos• Devem ser considerados fluidos biológicos de risco, os seguintes materiais: – Sangue – Sêmen – Secreção vaginal – Líquor e líquidos sinovial, peritoneal, pericárdico e amniótico.• Obs: Suor, lágrima, fezes, urina e saliva são líquidos biológicos com menor risco de transmissão ocupacional do HIV.
  19. 19. Biossegurança• Jamais quebrar, entortar ou reencapar agulhas• Evitar colocar objetos na boca durante o trabalho.• Nunca comer nas unidades de atendimento• Evitar coçar os olhos.• Não atender telefones nem abrir portas com luvas• Precauções com aerossóis, no qual é obrigatório o uso de máscaras N-95 para doenças como sarampo, varicela e tuberculose
  20. 20. Biossegurança• Não usar anéis, brincos e relógios.• Nunca cumprimentar pessoas de luvas.• Atenção para não contaminar objetos de escritório.
  21. 21. Biossegurança• Os perfuro cortantes devem ser descartados em recipientes apropriados• Os resíduos perfuro cortantes constituem a principal fonte potencial de riscos biológicos.
  22. 22. Acidentes de Trabalho - Principais Causas - Condições Inseguras• Inerentes ao ambiente de trabalho: – Aparelhos /Instrumentos com defeito ou sem manutenção – Estrutura física imprópria – Iluminação inadequada – Inexistência de treinamento – Improvisação
  23. 23. Acidentes de Trabalho - Principais Causas - Atos Inseguros• Inerentes ao comportamento profissional: – Exibicionismo/brincadeiras – Falta de atenção – Jeitinho – Pressa – Atuar em trabalho sem está habilitado – Desobediência às normas de biossegurança – Negligência ao uso de EPIs e EPCs.
  24. 24. Acidentes de Trabalho - Principais Causas - Atos Inseguros• Inerentes ao comportamento profissional: – Problemas pessoais – Problemas de saúde – Alcoolismo – Consumo de substância tóxica – Conflitos entre membros da equipe
  25. 25.  Como nos proteger durante nosso trabalho?• Lavagem das mãos• Manipulação de materiais e instrumentos• Manipulação de materiais cortantes e de punção• Limpeza e desinfecção de superfícies e equipamentos• Vacinação
  26. 26. Lavagem das mãos As mãos devem ser lavadas imediatamente antes de cada contato direto com o paciente e após qualquer atividade ou contato que potencialmente resulte em nova contaminação. Reduz enormemente as infecções hospitalares
  27. 27. Lavagem das mãos• As mãos devem ser lavadas com técnica adequada que envolve a aplicação de água antes do sabão.• A lavagem deve ser constante.• Dois tipos:- Lavagem básica- Lavagem rigorosa
  28. 28. Lavagem das mãos
  29. 29. Biossegurança • Equipamentos de proteção individual (EPI) • Luvas
  30. 30. Biossegurança Máscaras e protetores respiratórios
  31. 31. BiossegurançaÓculos de proteção
  32. 32. Biossegurança Avental e gorrosMacacão SAMU 192
  33. 33. Biossegurança• Calçados – Sempre fechados, de couro ou sintéticos e antiderrapantes. Preferência para as botas.
  34. 34. Biossegurança• Considerar qualquer material como potencialmente infeccioso.• Bom senso e habilidade.• Higienização do ambiente com cuidado.
  35. 35. Acidentes com Material Biológico•Risco de aquisição de doença infecciosa.
  36. 36. Acidentes com Material Biológico• O risco médio de se adquirir o HIV é de, aproximadamente, 0,3% após exposição percutânea e de 0,09 % após exposição mucocutânea.
  37. 37. Acidentes com Material Biológico• A probabilidade de infecção pelo vírus da hepatite B após exposição percutânea pode atingir até 40% em exposições onde o paciente-fonte apresente sorologia HBsAg reativa.
  38. 38. Acidentes com Material Biológico• Para o vírus da hepatite C, o risco médio é de 1,8%.• É importante ressaltar que não existe intervenção específica para prevenir a transmissão do vírus da hepatite C após exposição ocupacional .
  39. 39. A MELHOR PREVENÇÃO É NÃO SE ACIDENTAR !
  40. 40. Qual é a conduta após um acidente com material biológico?O tempo está passando...Você precisa se proteger...
  41. 41. Conduta após acidente• Abandonar o que está fazendo.• Lavar com água e sabão ou solução anti- séptica detergente.• Notificação à chefia – aciona o centro de apoio.• Análise do acidente e iniciada a quimioprofilaxia – anti-retrovirais (AZT)
  42. 42. Conduta após acidente• Recomendações específicas para imunização contra tétano.• Acompanhamento sorológico para hepatite e HIV.
  43. 43. LEMBRE-SE: NOS ACIDENTESGRAVES, É MELHOR COMEÇAR EPOSTERIORMENTE REAVALIAR AMANUTENÇÃO OU MUDANÇA DO TRATAMENTO.
  44. 44. Informações sobre a quimioprofilaxia• O uso combinado de AZT com lamivudina (3TC) é recomendado nas situações com indicação de uso de quimioprofilaxia.• O uso de indinavir ou nelfinavir deve ser reservado para acidentes graves e possibilidade de resistência viral (paciente-fonte).
  45. 45. Informações sobre a quimioprofilaxia• Vários efeitos colaterais, como: anemia e neutropeniaVômitos e náuseasCefaléiaInsônia
  46. 46. Qual será sua conduta ao assistir um paciente com sintomas de tuberculose?• Tuberculose é transmitida por aerossol. E aí?• Cepa de BK multi – resistente.• Nunca se tornar segunda vítima.
  47. 47. Suspeita de tuberculose• Profissionais utilizam mascara N- 95.• Paciente utiliza mascara comum (cirúrgica)• Isolamento do paciente.
  48. 48. Profissional consciente e preparado• Descarte apropriado de lixo infectante.• Desinfecção dos materiais permanentes.• Conhecer corretamente as formas de processamento dos materiais.
  49. 49. Profissional consciente e preparado• Exames periódicos• Ser criteriosos na execução das atividades.• Cumprir todos os protocolos do serviço.
  50. 50. Biossegurança Pratique as boas normas de biossegurança para sua própriaproteção, proteção dos pacientes e do meio ambiente.

×