Os estado nacionais do século XX

3.073 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.073
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os estado nacionais do século XX

  1. 1. Osestadosnacionaisno século XX
  2. 2. O Estado soviético  O Estado soviético decorreu da primeira experiência socialista, iniciada com a Revolução Russa de 1917.  Na Rússia pós-revolucionária, o desafio era criar meios efetivos de participação dos trabalhadores e soldados, desde que fossem organizados no Partido Comunista, que era a estrutura política dominante.
  3. 3. O Estado fascista  O Estado fascista foi organizado nas décadas de 1920 e 1930, primeiro na Itália, depois na Alemanha (com o nazismo) e em vários outros países europeus, com pequenas diferenças.  A participação política significava plena adesão ao regime e a seu líder máximo: ninguém podia fazer críticas ao governo.
  4. 4.  O Estado fascista e o Estado soviético se confrontaram durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).  O Estado soviético aliou-se aos Estados Unidos, Inglaterra e França para derrotar os países do Eixo, grupo do qual os nazifascistas faziam parte.  No fim do conflito os vitoriosos se dividiram em:  bloco socialista  liderado pela URSS;  bloco capitalista  sob comando dos EUA.
  5. 5.  A partir de 1985, a URSS entrou em processo de dissolução. A queda do muro de Berlim, em 1989, assinalou de modo emblemático o fim do Estado soviético.  O regime socialista continua vigente, com variações, em Cuba, no Vietnã, na Coreia do Norte e na China, com a manutenção de um partido único e da planificação central da economia.
  6. 6. O Estado do bem-estar social  O Estado do bem-estar social era uma forma de organização estatal que buscava atender às reivindicações dos trabalhadores, que exigiam melhores condições de vida, e também às necessidades do capital.  As bases teóricas desse modelo foram apresentadas na década de 1930 pelo economista inglês John Maynard Keynes.  Após a Segunda Guerra Mundial, o Estado do bem- estar social se consolidou nos Estados Unidos e em boa parte da Europa.
  7. 7.  O Estado do bem-estar social tinha como finalidade e característica básica a intervenção estatal nas atividades econômicas.  Os capitalistas modernos propunham um mínimo de bem-estar econômico e social: moradia digna, educação básica pública, assistência à saúde, transporte coletivo e lazer.
  8. 8.  O Estado investiu para garantir trabalho à maior parte da população a fim de torná-la consumidora, mantendo a produção sempre elevada. Configurou-se o que alguns chamam de “cidadania do consumidor”, ou seja, a cidadania entendida como um mecanismo de mercado.  Enquanto isso, nos países periféricos, como os da América Latina, o que se viu foi uma variedade de formas governamentais, entre as quais as ditaduras militares.
  9. 9. Equipe:  Adauto Nº: 01 Géssica  Conceição Nº: 04 Sociologia  Darlei Nº: 06 2º Ano “D”  Erlândia Nº: 09  Francisca de Jesus Nº: 10  Samuel Nº: 25
  10. 10. Equipe:  Adauto Nº: 01 Géssica  Conceição Nº: 04 Sociologia  Darlei Nº: 06 2º Ano “D”  Erlândia Nº: 09  Francisca de Jesus Nº: 10  Samuel Nº: 25

×