Pneus

460 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
460
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pneus

  1. 1. Turma: TMA – FVW 1213 Curso: Mecatrónica Automóvel UFCD: 1527 - Rodas, Pneus e Geometria de Direção Formador – Joaquim Boto Formando – Dinis Dias
  2. 2. [Escreva texto] Página 2 Índice Introdução ______________________________________________Pag 3 História_________________________________________________Pag 4 Tipos de pneus___________________________________________Pag 5;6 Características____________________________________________Pag 7 Imagens________________________________________________Pag 8 Tipos de Fabricantes_______________________________________Pag 9 Conclusão e Bibliografia_____________________________________Pag 10
  3. 3. [Escreva texto] Página 3 Introdução Neste trabalho no âmbito da disciplina de mecânica irei falar um pouco de pneus. Nomeadamente da evolução histórica, tipos de pneus, das suas características, fabricantes e mais alguns pontos de referência.
  4. 4. [Escreva texto] Página 4 História O primeiro pneu com camara de ar surgiu em 1888 desenvolvido por um veterinário, inventor escocês, John Boyd Dunlop, para a bicicleta do seu filho. Antes disso as rodas eram de madeira, ferro, ou materiais compostos o que provocava um desconforto e prejudicava bastante a condução. Para resolver o problema de trepidação, Dunlop inflou alguns tubos de mangueira de latex, utilizando em medicina, através de uma bomba de ar de inflar bolas. Depois, envolveu os tubos com uma manta de lona para proteger e colocou em volta da roda do triciclo. Desde então, a maioria das rodas tinham no máximo rodas maciça de borracha ou madeira, porém, o pneu inflável foi notavelmente sua invenção. Desenvolveu-se a ideia de patente de um pneu com câmara em 7 de dezembro de 1889. Dois anos depois de concedida a patente, Dunlop foi informado que sua patente foi invalidada devido a uma invenção de um escocês chamado Robert William Thomson, que havia patenteado a ideia na França em 1847, e nos Estado Unidos em 1891 Dunlop ganhou a batalha legal contra Robert William Thomson e revalidou sua patente. O desenvolvimento do pneu com câmara foi crucial para a expansão do transporte terrestre, com introdução de novas bicicletas e automóveis.
  5. 5. [Escreva texto] Página 5 Tipos de pneus Pneus de verão Os pneus de verão podem ser utilizados ao longo de todo o ano, se o deslocamento, a utilização do veículo e a zona onde mora o permitir. E importantes os pneus estarem em boas condições, pois para ter uma melhor eficácia se chover ou nevar. Mas por outro lado um pneu de verão num piso seco tem uma aderência muito elevada. Pneus de inverno É recomendada a montagem de pneus de Inverno a partir do mês de novembro ate ao mês de Março. O uso de pneus para o inverno varia consoante as viagens efetuadas e a variação geográfica e do clima da sua localidade. É importante o bom estado dos pneus de inverno pois se isso não acontecer em condições de neve e chuva os pneus não serão nada eficazes. Mas a aderência dos pneus de inverno em piso seco é reduzida.
  6. 6. [Escreva texto] Página 6 Pneus para Todas as Estações O pneu para todas as estações é muito bom se utilizar o seu veículo tanto no verão como no inverno. É um pneu que se adapta a todos os tipos de piso, a sua aderência a piso seco e igual a o de um pneu de verão. A sua aderência em piso em piso de neve é menor, é importante possuir os pneus em bom estado para todas as estações de forma a ter todas as situações. Pneus Run Flat ou Pax Os pneus designados 'antifurto' são, seguinte os fabricantes, por exemplo Run Flat da Pirelli, RFT da Bridgestone ou ainda Pax da Michelin, obrigatórios para certos veículos que não possuem rodas de socorro mas apenas uma bomba para os furos. Se escolher um tipo inadequado de pneu, em caso de rebentamento, a sua jante corre o risco de ficar danificada e a reparação deverá ser, obrigatoriamente, efetuada no local onde se produziu o rebentamento. Note que o pneu antifurto deveria permitir-lhe dirigir-se à estação mais próxima a uma velocidade reduzida (80km/h para cerca de 200 km).
  7. 7. [Escreva texto] Página 7 Características •Uma capa de borracha sintética muito estanque ao ar. Esta capa encontra-se no interior do pneu e funciona como câmara-de-ar. •A carcaça, que é constituída por finos cabos de fibras têxteis dispostas em ângulos rectos e colados na borracha. Estes cabos são um elemento chave da estrutura do pneu e permitem-lhe resistir à pressão. Numa carcaça de pneu de automóvel, existem cerca de 1400 cabos que podem resistir, cada um, a uma força de 15 kg. •Um talão cuja função é transmitir os binários motores e de travagem da jante à área de contacto com o solo. •Os aros de talão servem para fixar o pneu na jante. Podem suportar até 1800 kg sem risco de ruptura. •Os flancos de borracha macia protegem o pneu contra os choques que poderiam causar danos na carcaça, como pequenos choques contra o passeio, buracos, etc. Uma borracha dura assegura a ligação entre o pneu e a jante. •Lonas de reforço, as quais são feitas com cabos de aço muito finos, mas muito resistentes, são cruzadas obliquamente e coladas uma sobre a outra. O cruzamento dos seus fios com os da carcaça forma triângulos indeformáveis. •A banda de rolamento é disposta sobre as lonas de reforço. Esta parte do pneu, que receberá as esculturas, ficará em contacto com a estrada. Na área de contacto com o solo, a banda de rolamento tem que resistir a esforços muito importantes. A mistura que a constitui deve ser aderente em todos os tipos de solos, resistir ao desgaste, à abrasão, e aquecer o menos possível.
  8. 8. [Escreva texto] Página 8 Imagem da constituição de um pneu Indicadores das características do pneu
  9. 9. [Escreva texto] Página 9 Tipos de Fabricantes Algumas marcas de pneus a nível mundial As marcas mais conceituadas do mercado por eleição dos consumidores são: Bridgestone; Good Lear; Dunlop; Michelin; Pirelli e Continental. Todas elas tem vários modelos mais caros e mais baratos para todos os tipos de clientes e para as suas exigências, desde o inicio do pneu até hoje tem aparecido cada vez mais marcas e sempre mais e mais evolução. Não existem pneus que sejam bons em todas as condições que existem a nível de metrologia nem a nível de pavimentos pois para aumentar umas condições temos de reduzir em outras.
  10. 10. [Escreva texto] Página 10 Conclusão Com este trabalho consegui adquirir mais conhecimentos para além daqueles que já tinha em relação a pneus. Algumas curiosidades interessantes que não sabiam ainda e um melhor entendimento em relação as marcam letreais. Mascas de pneus que me eram desconhecidas. Gostei da realização deste trabalho porque é um bem que vou poder utilizar ao longo do meu curso e também depois dele. Bibliografia http://pt.wikipedia.org/wiki/Pneu#Hist.C3.B3ria https://www.google.pt/search?q=fabricantes+de+pneu&source=lnms&sa=X&ei= -- g2U4PCA8aN0AX0goCYCg&ved=0CAUQ_AUoAA&biw=1280&bih=705&dpr=1 #q=marcas++de++pneu+ https://www.google.pt/search?q=fabricantes+de+pneu&source=lnms&sa=X&ei= -- g2U4PCA8aN0AX0goCYCg&ved=0CAUQ_AUoAA&biw=1280&bih=705&dpr=1 #q=+pneu+imagens

×