SlideShare uma empresa Scribd logo
Conceito e classificação
Flexões
E o homem deu nome a todos os seres
vivos, a todas as aves do céu, a todos
os animais campestres.
Gêneses, 2, 20.
- Ah! Os bons velhos tempos!... – os
tempos são sempre bons, os velhos é
que não prestam mais.
Mário Quintana
Conceito
Substantivo é a palavra que dá nome
aos seres e coisas em geral, como
ações, conceitos físicos, afetivos,
socioculturais etc.
Classificação
Aspecto analisado Classificação
Origem Primitivo não se origina de outra palavra
Derivado se origina de outra palavra
Forma Simples constituído por uma única palavra
Composto constituído por mais de uma palavra
Designação Comum nomeia todos elementos de uma mesma
espécie
Próprio nomeia um único ser de uma espécie
Tipo de ser nomeado Concreto nomeia seres de existência própria (real;
imaginária)
Abstrato dá nome a sentimentos, características,
sensações, ações e estado.
Coletivo Conjunto de Coletivo Conjunto de
Alcateia Lobos Fato Cabras
Acervo Obras de arte Fauna Animais de uma
região
Arquipélago Ilhas Flora vegetais
Banca Examinadores,
advogados
Horda Invasores,
aventureiros
Banda Músicos Legião soldados
Bando Aves, malfeitores Leva Trabalhadores
Cáfila Camelos Manada Grandes animais
Caravana Viajantes Matilha cães
Conciliábulo Conspiradores Molho Chaves
Corja Vadios,
vagabundos
Nuvem Insetos voadores
Elenco Atores Quadrilha Assaltantes, ladrões
Se liga, mané!
 Quando o coletivo é específico, ele não
deve vir acompanhado do tipo de ser a
que se refere, pois seria redundância.
“Uma banda de músicos tocou no bar da
esquina”. Errado!
“Uma manada de elefantes vive feliz neste
lago”. Correto!
Flexões
 Gênero
 Número
 Grau
Gênero
 Para seres vivos, o gênero coincide
com o sexo do ser: o gato, a menina;
 Para seres não-vivos, o gênero é
fixado convencionalmente: o
vendaval, a garagem.
 Homem – Mulher
 Cão – Cadela
 Genro – Nora
 Zangão - Abelha
Formação do feminino
Terminação do
masculino
Alteração para
formar o
feminino
Exemplo
O -O +A Menino - menina
E -E +A Mestre - mestra
Consoante +A Cantor - cantora
Ão -Ão +Oa
-Ão +Ã
-Ão +Ona
Leão – leoa
Cidadão – cidadã
Valentão -
valentona
Porém, só pra foder...
 Galo – galinha
 Maestro – maestrina
 Ator – atriz
 Imperador – imperatriz
 Embaixador – embaixatriz/embaixadora
 Ladrão – ladra/ladrona
 Padre – madre
 Frade – freira
Substantivos uniformes
 O/A estudante
 Artista famoso/famosa
 A testemunha (masculino; feminino)
 O cônjuge (masculino; feminino)
 O tatu (masculino; feminino)
 A Pantera (masculino; feminino)
Mudança de sentido
 O capital (bens) – A capital (cidade)
 O cabeça (chefe) – A cabeça (parte do corpo)
 O rádio (aparelho) – A rádio (emissora)
 O guia (pessoa) – A guia (documento)
 O moral (ânimo) – A moral (bons costumes)
Tirando a dúvida, Brasil!
Masculino Feminino
Alvará Alface
Dó (compaixão) Omoplata
Lança perfume Dinamite
Grama Cal
Champanha Grama
Gengibre Apendicite
Formicida Libido
Número
 Singular – nomeia um único ser, ou
coletivo dele; ausência do S;
 Plural – nomeia mais de um ser ou
conjunto de seres; presença do S.
Terminando Plural Exemplo Obs
Vogal ditongo +S Casa - casas
Pônei - pôneis
-
Ão +S
-Ão +Ões
-Ão +Ães
Cidadão - cidadãos
Ilusão - ilusões
Pão - pães
1
R, z +Es Flor - flores 2
M -M +Ns Jovem - jovens
S +Es (oxítonas e
monossílabas)
Ademais, invaria
Freguês - fregueses
Rês - reses
Pires - pires
-
Al
El
Ol
Ul
-L +Is Canal - canais
Túnel - túneis
Anzol - anzóis
Paul – pauis
3
Il -L +S (oxítonas)
-Il +Eis
(paroxítonas)
Barril – barris
Réptil - répteis
4
X Não muda Tórax – tórax -
N +S Hífen – hifens -
Só pra foder...
 1 – muitos substantivos terminados em
“ão” admitem mais de forma:
 Alazão – alazões, alazães
 Aldeão – aldeãos, aldeões, aldeães
 Ancião – anciãos, anciões, aciães
 Corrimão – corrimãos, corrimões
 Guardião – guardiães, guardiões
 Verão – verãos, verões
 Vilão – vilãos, vilões
 Vulcão – vulcões, vulcãos
 2 – o plural do substantivo caráter é
caracteres (té), junior é juniores (ô);
 3 – o substantivo cais não segue a
regra, é invariável
 4 – os substantivos mal e cônsul não
seguem a regra.
Plural com metafonia
 Ocorre quando há mudança de som na
transição singular-plural:
aposto / apostos
caroço / caroços
choco / chocos
corcovo / corcovos
corno / cornos
despojo / despojos
destroço / destroços
esforço / esforços
fogo / fogosforno /
fornos
fosso / fossos
grosso / grossos
imposto / impostos
jogo / jogos
miolo / miolos
morto / mortos
novo / novos
olho / olhos
osso / ossos
povo / povos
reforço / reforços
socorro / socorros
tijolo / tijolos
torto / tortos
troco / trocos
troço / troços
ovo / ovos
poço / poços
porco / porcos
posto / postos
Substantivos sem singular
 Os arredores
 Os Andes
 As férias
 As fezes
 As núpcias
 Os óculos
 Os pêsames
 Os víveres
Mas não é por isso que você
vai dar uma de burro e dizer
que você tem dois lápises
ou que precisa pegar dois
ônibusus para chegar a
casa!
Plural substantivo composto
 Quando não apresenta hífen, é de
boa:
 Aguapés
 Pontapés
 Lobisomens
 Microssaias
 Fotossínteses
Regra geral
O plural de um substantivo
composto com hífen é a
reunião das formas de plural
das palavras que o
constituiem.
Assim...
 Verifique se o primeiro elemento,
sozinho, admite o plural. Se não admitir,
mantenha-o no singular;
 Considere o segundo elemento do
mesmo jeito. E aí, vai um S?!
 Tanrãm, eis o seu plural!
Tipo assim...
Qual o plural de cartão-postal?
Cartão – cartões
Postal – postais
...logo...
Cartões-postais
Atenção, preste muita atenção!
 Se o substantivo composto estiver
ligado por preposição, apenas a
primeira palavra vai para o plural:
 Pé-de-meia – pés de meia
 Pé de moleque – pés de moleque
 Mula sem cabeça – mulas sem cabeça
*mesmo não tendo hífen
...falando nisso...
 Substantivos compostos por três
palavras, sendo uma delas preposições
A e De e conjunção Que, perdem o
hífen, exceto:
água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-
rosa, mais-que-perfeito. pé-de-meia
...
 Substantivos que representem
espécies botânicas ou zoológicas
mantém o hífen, o resto não:
cana-de-açúcar, pimenta-do-reino,
cachorro-do-mato, aranha-de-jardim
Qual era mesmo o assunto?
 Se o segundo elemento do substantivo
composto indica finalidade ou
semelhança do primeiro, podemos:
 Aplicar a regra geral
 Flexionar apenas o primeiro elemento
Tubarão-martelo – tubarões-martelo(s)
Navio escola – navios escola
Continuando...
 Se tem verbo no substantivo composto
ele permanece invariável, óbvio, né?!
 Guarda-chuvas
 Quebra-mares
 Beija-flores
 Os tira-põe
 Se o verbo se repete, temos:
 O pega-pega – os pegas-pegas ou
os pega-pegas
Grau
Sintético Analítico
Junta-se ao substantivo
sufixos aumentativos ou
diminutivos:
+inho
+ão
Livro – livrinho - livrão
Emprega-se palavras
como grande e pequeno
junto ao substantivo:
+ pequeno
+ grande
Grande livro pequeno
Outros sufxos
Sufixo aumentativo Exemplo
-aço jogaço
-alha fornalha
-ão carrão
-anzil corpanzil
-ázio copázio
-orra cabeçorra
-ona salona
...
Sufixo diminutivo Exemplo
-acho riacho
-ulo grânulo
-ebre casebre
-eta mureta
-im flautim
-(z)inho jardinzinho
-ote caixote
Conceitos complementares
 Você pode usar aumentativos e
diminutivos de forma pejorativa
(aproveite!)
 Dá para demonstrar carinho também.
 Há palavras flexionadas em grau que
perderem essa denotação:
 Colchão, caneta, caldeirão, pastilha etc.
Tá.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 13 vozes verbais
Aula 13   vozes verbaisAula 13   vozes verbais
Aula 13 vozes verbais
Flávio Ferreira
 
Acentuacao
AcentuacaoAcentuacao
Acentuacao
Flávio Ferreira
 
Frase oracao-periodo-aula
Frase oracao-periodo-aulaFrase oracao-periodo-aula
Frase oracao-periodo-aula
emanuelee
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
ADRIANA BORDINHÃO VICIOLI
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINALCONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
MGLAUCIA /LÍNGUA PORTUGUESA
 
Notícia e Reportagem
Notícia e ReportagemNotícia e Reportagem
Notícia e Reportagem
Marcia Facelli
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
Andriane Cursino
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
Andreia Berto
 
Hifen
HifenHifen
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
guest0cbfe
 
Flexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivoFlexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivo
ma.no.el.ne.ves
 
Interjeição
InterjeiçãoInterjeição
Interjeição
Fábio Guimarães
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Claudia Ribeiro
 
Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.
EstudareLegal
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Adjetivos em inglês
Adjetivos em inglêsAdjetivos em inglês
Adjetivos em inglês
lcpicoli
 
Slide onde e aonde
Slide  onde e aondeSlide  onde e aonde
Slide onde e aonde
lahanarafisa
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
Flávio Ferreira
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Lidiane Rodrigues
 
Adverbio
AdverbioAdverbio
Adverbio
Karla Costa
 

Mais procurados (20)

Aula 13 vozes verbais
Aula 13   vozes verbaisAula 13   vozes verbais
Aula 13 vozes verbais
 
Acentuacao
AcentuacaoAcentuacao
Acentuacao
 
Frase oracao-periodo-aula
Frase oracao-periodo-aulaFrase oracao-periodo-aula
Frase oracao-periodo-aula
 
Concordância nominal slides
Concordância nominal slidesConcordância nominal slides
Concordância nominal slides
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINALCONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
 
Notícia e Reportagem
Notícia e ReportagemNotícia e Reportagem
Notícia e Reportagem
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
 
Hifen
HifenHifen
Hifen
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Flexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivoFlexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivo
 
Interjeição
InterjeiçãoInterjeição
Interjeição
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 
Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Adjetivos em inglês
Adjetivos em inglêsAdjetivos em inglês
Adjetivos em inglês
 
Slide onde e aonde
Slide  onde e aondeSlide  onde e aonde
Slide onde e aonde
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
 
Adverbio
AdverbioAdverbio
Adverbio
 

Semelhante a Substantivo

Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
Nilberte
 
preparatorio de oficiais para concurso publico
preparatorio de oficiais para concurso publicopreparatorio de oficiais para concurso publico
preparatorio de oficiais para concurso publico
MarcosSilvaMontelo1
 
Morfologia flexão nominal - substantivo 2
Morfologia   flexão nominal - substantivo 2Morfologia   flexão nominal - substantivo 2
Morfologia flexão nominal - substantivo 2
Bruna Noronha
 
Substantivos
SubstantivosSubstantivos
Substantivos
7 de Setembro
 
Substantivos Slidesadasdasdsa
Substantivos  SlidesadasdasdsaSubstantivos  Slidesadasdasdsa
Substantivos Slidesadasdasdsa
Lucas Budal
 
Substantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivoSubstantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivo
labrant
 
Pp substantivo
Pp substantivoPp substantivo
Pp substantivo
labrant
 
Estudo do substantivo
Estudo do substantivoEstudo do substantivo
Estudo do substantivo
Thiago Lucius Alvarez Amaral
 
Nome
NomeNome
O substantivo
O substantivoO substantivo
O substantivo
ma.no.el.ne.ves
 
Cel Nome - Bruno
Cel Nome - BrunoCel Nome - Bruno
Cel Nome - Bruno
bloggerfph
 
Cel nome - Bruno
Cel nome - BrunoCel nome - Bruno
Cel nome - Bruno
bloggerfph
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
lucivane cangussú
 
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria ISubstantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
Tio Hatiro
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Liliane França
 
Mofologia substantivos e adjetivos
Mofologia   substantivos e adjetivosMofologia   substantivos e adjetivos
Mofologia substantivos e adjetivos
iamraphael
 
Revisão português.ppt
Revisão português.pptRevisão português.ppt
Revisão português.ppt
Leniomar Morais
 
Agente Penitenciário - Aula 7 Morfologia - substantivo
Agente Penitenciário - Aula 7   Morfologia - substantivoAgente Penitenciário - Aula 7   Morfologia - substantivo
Agente Penitenciário - Aula 7 Morfologia - substantivo
ProfFernandaBraga
 
O nome ficha informativa completa
O nome   ficha informativa completaO nome   ficha informativa completa
O nome ficha informativa completa
Ana Tapadinhas
 
Aulas: Substantivos
Aulas: SubstantivosAulas: Substantivos
Aulas: Substantivos
Adilson P Motta Motta
 

Semelhante a Substantivo (20)

Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
 
preparatorio de oficiais para concurso publico
preparatorio de oficiais para concurso publicopreparatorio de oficiais para concurso publico
preparatorio de oficiais para concurso publico
 
Morfologia flexão nominal - substantivo 2
Morfologia   flexão nominal - substantivo 2Morfologia   flexão nominal - substantivo 2
Morfologia flexão nominal - substantivo 2
 
Substantivos
SubstantivosSubstantivos
Substantivos
 
Substantivos Slidesadasdasdsa
Substantivos  SlidesadasdasdsaSubstantivos  Slidesadasdasdsa
Substantivos Slidesadasdasdsa
 
Substantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivoSubstantivo e adjetivo
Substantivo e adjetivo
 
Pp substantivo
Pp substantivoPp substantivo
Pp substantivo
 
Estudo do substantivo
Estudo do substantivoEstudo do substantivo
Estudo do substantivo
 
Nome
NomeNome
Nome
 
O substantivo
O substantivoO substantivo
O substantivo
 
Cel Nome - Bruno
Cel Nome - BrunoCel Nome - Bruno
Cel Nome - Bruno
 
Cel nome - Bruno
Cel nome - BrunoCel nome - Bruno
Cel nome - Bruno
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
 
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria ISubstantivo - Auxiliar de Promotoria I
Substantivo - Auxiliar de Promotoria I
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Mofologia substantivos e adjetivos
Mofologia   substantivos e adjetivosMofologia   substantivos e adjetivos
Mofologia substantivos e adjetivos
 
Revisão português.ppt
Revisão português.pptRevisão português.ppt
Revisão português.ppt
 
Agente Penitenciário - Aula 7 Morfologia - substantivo
Agente Penitenciário - Aula 7   Morfologia - substantivoAgente Penitenciário - Aula 7   Morfologia - substantivo
Agente Penitenciário - Aula 7 Morfologia - substantivo
 
O nome ficha informativa completa
O nome   ficha informativa completaO nome   ficha informativa completa
O nome ficha informativa completa
 
Aulas: Substantivos
Aulas: SubstantivosAulas: Substantivos
Aulas: Substantivos
 

Mais de Daiane Leite

Comunicação social lab p. pedagógicas
Comunicação social   lab p. pedagógicasComunicação social   lab p. pedagógicas
Comunicação social lab p. pedagógicas
Daiane Leite
 
Unit 5
Unit 5Unit 5
Unit 5
Daiane Leite
 
Unit 4
Unit 4Unit 4
Unit 4
Daiane Leite
 
Unit 2
Unit 2Unit 2
Unit 2
Daiane Leite
 
Unit 1
Unit 1Unit 1
Unit 1
Daiane Leite
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
Daiane Leite
 
Pronome parte 4
Pronome parte 4Pronome parte 4
Pronome parte 4
Daiane Leite
 
Pronome parte 3
Pronome parte 3Pronome parte 3
Pronome parte 3
Daiane Leite
 
Pronome parte 2
Pronome parte 2Pronome parte 2
Pronome parte 2
Daiane Leite
 
Pronome – parte 1
Pronome – parte 1Pronome – parte 1
Pronome – parte 1
Daiane Leite
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
Daiane Leite
 
Ortografia iii
Ortografia iiiOrtografia iii
Ortografia iii
Daiane Leite
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral
Daiane Leite
 
Crase
CraseCrase
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
Daiane Leite
 

Mais de Daiane Leite (15)

Comunicação social lab p. pedagógicas
Comunicação social   lab p. pedagógicasComunicação social   lab p. pedagógicas
Comunicação social lab p. pedagógicas
 
Unit 5
Unit 5Unit 5
Unit 5
 
Unit 4
Unit 4Unit 4
Unit 4
 
Unit 2
Unit 2Unit 2
Unit 2
 
Unit 1
Unit 1Unit 1
Unit 1
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
 
Pronome parte 4
Pronome parte 4Pronome parte 4
Pronome parte 4
 
Pronome parte 3
Pronome parte 3Pronome parte 3
Pronome parte 3
 
Pronome parte 2
Pronome parte 2Pronome parte 2
Pronome parte 2
 
Pronome – parte 1
Pronome – parte 1Pronome – parte 1
Pronome – parte 1
 
Pontuação
PontuaçãoPontuação
Pontuação
 
Ortografia iii
Ortografia iiiOrtografia iii
Ortografia iii
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
 

Último

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 

Último (20)

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 

Substantivo

  • 2. E o homem deu nome a todos os seres vivos, a todas as aves do céu, a todos os animais campestres. Gêneses, 2, 20.
  • 3. - Ah! Os bons velhos tempos!... – os tempos são sempre bons, os velhos é que não prestam mais. Mário Quintana
  • 4. Conceito Substantivo é a palavra que dá nome aos seres e coisas em geral, como ações, conceitos físicos, afetivos, socioculturais etc.
  • 5. Classificação Aspecto analisado Classificação Origem Primitivo não se origina de outra palavra Derivado se origina de outra palavra Forma Simples constituído por uma única palavra Composto constituído por mais de uma palavra Designação Comum nomeia todos elementos de uma mesma espécie Próprio nomeia um único ser de uma espécie Tipo de ser nomeado Concreto nomeia seres de existência própria (real; imaginária) Abstrato dá nome a sentimentos, características, sensações, ações e estado.
  • 6. Coletivo Conjunto de Coletivo Conjunto de Alcateia Lobos Fato Cabras Acervo Obras de arte Fauna Animais de uma região Arquipélago Ilhas Flora vegetais Banca Examinadores, advogados Horda Invasores, aventureiros Banda Músicos Legião soldados Bando Aves, malfeitores Leva Trabalhadores Cáfila Camelos Manada Grandes animais Caravana Viajantes Matilha cães Conciliábulo Conspiradores Molho Chaves Corja Vadios, vagabundos Nuvem Insetos voadores Elenco Atores Quadrilha Assaltantes, ladrões
  • 7. Se liga, mané!  Quando o coletivo é específico, ele não deve vir acompanhado do tipo de ser a que se refere, pois seria redundância. “Uma banda de músicos tocou no bar da esquina”. Errado! “Uma manada de elefantes vive feliz neste lago”. Correto!
  • 9. Gênero  Para seres vivos, o gênero coincide com o sexo do ser: o gato, a menina;  Para seres não-vivos, o gênero é fixado convencionalmente: o vendaval, a garagem.
  • 10.  Homem – Mulher  Cão – Cadela  Genro – Nora  Zangão - Abelha
  • 11. Formação do feminino Terminação do masculino Alteração para formar o feminino Exemplo O -O +A Menino - menina E -E +A Mestre - mestra Consoante +A Cantor - cantora Ão -Ão +Oa -Ão +Ã -Ão +Ona Leão – leoa Cidadão – cidadã Valentão - valentona
  • 12. Porém, só pra foder...  Galo – galinha  Maestro – maestrina  Ator – atriz  Imperador – imperatriz  Embaixador – embaixatriz/embaixadora  Ladrão – ladra/ladrona  Padre – madre  Frade – freira
  • 13. Substantivos uniformes  O/A estudante  Artista famoso/famosa  A testemunha (masculino; feminino)  O cônjuge (masculino; feminino)  O tatu (masculino; feminino)  A Pantera (masculino; feminino)
  • 14. Mudança de sentido  O capital (bens) – A capital (cidade)  O cabeça (chefe) – A cabeça (parte do corpo)  O rádio (aparelho) – A rádio (emissora)  O guia (pessoa) – A guia (documento)  O moral (ânimo) – A moral (bons costumes)
  • 15. Tirando a dúvida, Brasil! Masculino Feminino Alvará Alface Dó (compaixão) Omoplata Lança perfume Dinamite Grama Cal Champanha Grama Gengibre Apendicite Formicida Libido
  • 16. Número  Singular – nomeia um único ser, ou coletivo dele; ausência do S;  Plural – nomeia mais de um ser ou conjunto de seres; presença do S.
  • 17. Terminando Plural Exemplo Obs Vogal ditongo +S Casa - casas Pônei - pôneis - Ão +S -Ão +Ões -Ão +Ães Cidadão - cidadãos Ilusão - ilusões Pão - pães 1 R, z +Es Flor - flores 2 M -M +Ns Jovem - jovens S +Es (oxítonas e monossílabas) Ademais, invaria Freguês - fregueses Rês - reses Pires - pires - Al El Ol Ul -L +Is Canal - canais Túnel - túneis Anzol - anzóis Paul – pauis 3 Il -L +S (oxítonas) -Il +Eis (paroxítonas) Barril – barris Réptil - répteis 4 X Não muda Tórax – tórax - N +S Hífen – hifens -
  • 18. Só pra foder...  1 – muitos substantivos terminados em “ão” admitem mais de forma:  Alazão – alazões, alazães  Aldeão – aldeãos, aldeões, aldeães  Ancião – anciãos, anciões, aciães  Corrimão – corrimãos, corrimões  Guardião – guardiães, guardiões  Verão – verãos, verões  Vilão – vilãos, vilões  Vulcão – vulcões, vulcãos
  • 19.  2 – o plural do substantivo caráter é caracteres (té), junior é juniores (ô);  3 – o substantivo cais não segue a regra, é invariável  4 – os substantivos mal e cônsul não seguem a regra.
  • 20. Plural com metafonia  Ocorre quando há mudança de som na transição singular-plural: aposto / apostos caroço / caroços choco / chocos corcovo / corcovos corno / cornos despojo / despojos destroço / destroços esforço / esforços fogo / fogosforno / fornos fosso / fossos grosso / grossos imposto / impostos jogo / jogos miolo / miolos morto / mortos novo / novos olho / olhos osso / ossos povo / povos reforço / reforços socorro / socorros tijolo / tijolos torto / tortos troco / trocos troço / troços ovo / ovos poço / poços porco / porcos posto / postos
  • 21. Substantivos sem singular  Os arredores  Os Andes  As férias  As fezes  As núpcias  Os óculos  Os pêsames  Os víveres
  • 22. Mas não é por isso que você vai dar uma de burro e dizer que você tem dois lápises ou que precisa pegar dois ônibusus para chegar a casa!
  • 23. Plural substantivo composto  Quando não apresenta hífen, é de boa:  Aguapés  Pontapés  Lobisomens  Microssaias  Fotossínteses
  • 24. Regra geral O plural de um substantivo composto com hífen é a reunião das formas de plural das palavras que o constituiem.
  • 25. Assim...  Verifique se o primeiro elemento, sozinho, admite o plural. Se não admitir, mantenha-o no singular;  Considere o segundo elemento do mesmo jeito. E aí, vai um S?!  Tanrãm, eis o seu plural!
  • 26. Tipo assim... Qual o plural de cartão-postal? Cartão – cartões Postal – postais ...logo... Cartões-postais
  • 27. Atenção, preste muita atenção!  Se o substantivo composto estiver ligado por preposição, apenas a primeira palavra vai para o plural:  Pé-de-meia – pés de meia  Pé de moleque – pés de moleque  Mula sem cabeça – mulas sem cabeça *mesmo não tendo hífen
  • 28. ...falando nisso...  Substantivos compostos por três palavras, sendo uma delas preposições A e De e conjunção Que, perdem o hífen, exceto: água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de- rosa, mais-que-perfeito. pé-de-meia
  • 29. ...  Substantivos que representem espécies botânicas ou zoológicas mantém o hífen, o resto não: cana-de-açúcar, pimenta-do-reino, cachorro-do-mato, aranha-de-jardim
  • 30. Qual era mesmo o assunto?  Se o segundo elemento do substantivo composto indica finalidade ou semelhança do primeiro, podemos:  Aplicar a regra geral  Flexionar apenas o primeiro elemento Tubarão-martelo – tubarões-martelo(s) Navio escola – navios escola
  • 31. Continuando...  Se tem verbo no substantivo composto ele permanece invariável, óbvio, né?!  Guarda-chuvas  Quebra-mares  Beija-flores  Os tira-põe  Se o verbo se repete, temos:  O pega-pega – os pegas-pegas ou os pega-pegas
  • 32. Grau Sintético Analítico Junta-se ao substantivo sufixos aumentativos ou diminutivos: +inho +ão Livro – livrinho - livrão Emprega-se palavras como grande e pequeno junto ao substantivo: + pequeno + grande Grande livro pequeno
  • 33. Outros sufxos Sufixo aumentativo Exemplo -aço jogaço -alha fornalha -ão carrão -anzil corpanzil -ázio copázio -orra cabeçorra -ona salona
  • 34. ... Sufixo diminutivo Exemplo -acho riacho -ulo grânulo -ebre casebre -eta mureta -im flautim -(z)inho jardinzinho -ote caixote
  • 35. Conceitos complementares  Você pode usar aumentativos e diminutivos de forma pejorativa (aproveite!)  Dá para demonstrar carinho também.  Há palavras flexionadas em grau que perderem essa denotação:  Colchão, caneta, caldeirão, pastilha etc.
  • 36. Tá.