SUMÁRIO
EDITORIAL – 1
O RETORNO DA NOVA REVISTA DEMOLAY RJ – 1
COM A PALAVRA, O MCE– 2
COM A PALAVRA, O MCEADJ– 3
INSTALAÇ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
#NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil
# N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n ...
Revista demolay rj janeiro 2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista demolay rj janeiro 2015

219 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista demolay rj janeiro 2015

  1. 1. SUMÁRIO EDITORIAL – 1 O RETORNO DA NOVA REVISTA DEMOLAY RJ – 1 COM A PALAVRA, O MCE– 2 COM A PALAVRA, O MCEADJ– 3 INSTALAÇÃO ITAPERUNA MELVIN JONES Nº 518 REGIÃO NOROESTE SURGE NO HORIZONTE – 3 INSTALAÇÃO CAPÍTULO FRATERNIDADE NOROESTE Nº756 – 4 SOBRE A IDEIA DE CRIAR UM TORNEIO ESTADUAL DE FILANTROPIA – 5 O TEFPELOS QUATRO CANTOS DO RIO DE JANEIRO – 6 COMO DEIXAR MEU CAPITULO REGULAR EM 2015? – 7 TIO MANSUR, UM VISIONÁRIO ALÉM DE SUA ÉPOCA – 8 10 - VOCÊ SABIA? 10 - #NOVAREVISTADEMOLAYRJ 10 - DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO DEMOLAY 11 - 3 INICIÁTICOS, 3 PERGUNTAS, INÚMERAS CONCLUSÕES 12 - CURIOSIDADE DEMOLAY 13 - MEU CAPÍTULO TEM DIFICULDADES PARA MANTER OS INICIÁTICOS FREQUENTANDO, O QUE FAZER? 15 - PARA QUE SERVE A ALUMNI NA PRÁTICA? 15 - DEMOSSAUROS 16 - QUEM SÃO OS CHEVALIERS? 16 - HUMOR DEMOLAY 17 - EXEMPLO DE SUPERAÇÃO 17 -NO RJ O DEMOLAY É NA PELE EQUIPE Editor Chefe: Diego Santa Rosa Editor Adjunto: Igor Masid Editores Associados: Marcelo Junior Yan Alcantara Jorge Augusto Bernardes Akauã Santos Pedro Rocha Revisores: Renan Amorim Pires Raphael Verdan Ícaro Titan Arte e Diagramação: Dirley Rimes Miguel Muller Colaboradores desta Edição: Max Hager Caio César Fabrício Jorge Rodolfo Lima FALE COM A EQUIPE DE EDIÇÃO Quer participar ativamente de nossa revista? Mande suas sugestões de matéria, críticas ou elogios para: novarevistademolayrj@gmail.com “...Enquanto permanecermos fieis a essas promessas, enquanto existir a Ordem Demolay, estaremos unidos!...” Gabinete Estadual da Liderança Juvenil do Rio de Janeiro Janeiro de 2015 – Edição no 08
  2. 2. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 1 EDITORIAL Diego Santa Rosa Santos Cap. Volta Redonda Wilton Cunha no 005 CID 52398 Desafiado pelo Gabinete Estadual da Liderança Juvenil a retornar a periodicidade da Revista Demolay RJ, optei por dar uma cara nova a revista. Idealizamos uma revista voltada para o jovem Demolay, com temas atuais, linguagem fácil e objetiva, sem tirar a ideia da revista adormecida até então. Além do antigo espaço para a Liderança Juvenil, incluímos sessões para o Iniciático, Alumni, Chevaliers, lideranças do SCODB e entrevistas. Humor Demolay, Demossauros, Demolay na Pele, Direto do Túnel do Tempo Demolay, Você Sabia, Curiosidades, Exemplo de Superação Demolay, também são novidades na Nova Revista Demolay RJ. Como sempre digo nas divulgações semanais do Torneio Estadual de Filantropia: os projetos dependem de vocês para funcionar. Portanto, preciso de conteúdo para a revista! Enviem! Para enviar conteúdo, fotos, dúvidas e correções envie um email para novarevistademolayrj@gmail.com (o título do e-mail sugiro ser o nome da sessão da revista onde seu conteúdo se enquadra na revista). Desfrutem da #novarevistademolayrj O RETORNO DA NOVA REVISTA DEMOLAY RJ Raphael Verdan Cap. Duque de Caxias no 229 CID 82365 Sejam bem-vindos de volta! Depois de um longo tempo parada e sem movimentação, a revista DeMolay-RJ retorna das cinzas para cumprir seu dever: informar e divulgar os feitos da nossa amada Ordem. De todos os projetos e serviços que pude participar no gabinete estadual da liderança juvenil no período de 2013- 2014, a revista DeMolay é sem dúvidas o mais difícil, e que demanda competência e compromisso daqueles que assumem obrigações com a diagramação e lançamento da revista. Na minha gestão como Mestre Conselheiro estadual não consegui encontrar irmãos dedicados à nobre causa, e lamentavelmente tivemos que parar as emissões da revista. Contudo, graças aos esforços da atual administração (MCEs e GMEs) conseguimos ânimo e pessoal competente para dar continuidade a esse importante projeto. Gostaria de pedir a todos os MCs, Tios de conselhos consultivos e lideranças regionais para divulgar a revista como ferramenta de nossa fraternidade, para então nunca deixarmos cair no esquecimento esse meio de reunir acontecimentos que servem nossa história. A partir dessa edição poderemos divulgar inúmeras filantropias feitas pelos Capítulos do estado, prêmios, homenagens, raciocínios e informações úteis, que abrilhantam nossos Capítulos e regiões. O compromisso com a revista visa principalmente facilitar os irmãos que trabalham para reunir as informações e diagramar.
  3. 3. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 2 Se todos nós nos preocuparmos, tenho certeza que ocorrerá a perpetuação do projeto e não ficará um fardo para a administração estadual. O compromisso com os projetos estaduais é de obrigação de todos os DeMolays do estado, principalmente das lideranças Capitulares, que devem estimular os irmãos a relatarem os acontecimentos e enviar ao secretário de comunicações, com o pedido de inclusão na próxima edição da revista. Podemos então concluir que todos precisam trabalhar para que tenhamos essa valiosa ferramenta funcionando, e tenho certeza que teremos o retorno positivo. Grande abraço, Raphael Verdan. COM A PALAVRA, O MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL Yan Alcântara Cap. Guy D’Auvergnie no 027 CID 88070 Depois de mais de 6 meses de trabalho duro, sabemos que a jornada DeMolay é mais do que cansativa e nós, da liderança juvenil, temos feito o possível para estarmos juntos de cada DeMolay , das bases, de cada capítulo, convento, távolas e clube de mães. Sabemos que muita coisa ainda precisa ser mudada e trabalhada, em alguns momentos houveram ausências, porém ainda buscamos um trabalho cada vez mais profundo com cada DeMolay. Andamos nesse período por mais de 20 capítulos, 4 conventos , congresso nacional , Congregação Estadual de Líderes e estaremos na congregação nacional de Jovens Líderes, sabemos que é assim que conhecemos a realidade de cada célula e podemos manter e melhorar o que já fizemos de bom e ainda temos muito a fazer , por isso contamos com o voto de confiança de cada um de vocês, sem decepcionar, sem abandonar a causa. Tenho que agradecer o desempenho de cada um da liderança juvenil e cada DeMolay que participou dos eventos do GCE – RJ , Desfiles de Sete de Setembro, instalações de capítulos , Congregação Estadual Juvenil, EFOC e principalmente por estarem diariamente labutando pela nossa causa. Ainda temos muito mais novidades , congressos regionais e o sempre esperado Congresso Estadual, espero poder estar mais uma vez com cada um de vocês. Lembrando que estaremos nesse GCE-RJ representando a liderança Juvenil e caminhando com vocês “juntos, sempre em frente”. PARABÉNS PARA O PAPAI !!! Esta é uma homenagem ao Irmão Yan Alcântara do Corpo Editorial da NOVA REVISTA DEMOLAY RJ.
  4. 4. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 3 COM A PALAVRA, O MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL ADJUNTO Igor Masid Cap. Volta Redonda Wilton Cunha no 005 CID 89488 Wilton Cunha 005, foi de grande valia. Lá, eu soube aproveitar os ensinamentos passados por ativos e seniores, bem como aplicá-los em minha passagem pelo gabinete juvenil, para representar os DeMolays do Estado do Rio de Janeiro. Alguns podem ir contra ao que fizemos, ou pensar que nada foi feito, mas tenham a certeza que todo o possível foi feito pelo bem de nossa amada Ordem. Eu pessoalmente me doei por inteiro, o que até gerou conflitos em casa. Fiz isso por amor, e por saber que valeria a pena, e nada vale mais a pena do que ver o nosso estado cada vez mais unido e com nossos capítulos cada vez mais fortalecidos. Porque a Ordem Demolay não é minha, não é do mestre Conselheiro estadual, nem dos mestres conselheiros de cada capítulo, mas sim de todos - desde os iniciáticos até os seniores. Um pouco mais da metade da gestão se passou, quase todas as regiões foram visitadas. Conhecemos muitos Demolays diferentes, muitas culturas e o mais importante é que muitas amizades foram construídas. É gratificante saber que por onde andei pude aprender coisas novas, alem de compartilhar o que sei. Pude ver que o aprendizado que tive em meu capítulo, Volta Redonda INSTALAÇÃO ITAPERUNA MELVIN JONES Nº518 REGIÃO NOROESTE SURGE NO HORIZONTE No dia 11 de Outubro de 2014, foi realizada a instalação de mais um filho do Grande Capítulo do Estado do Rio de Janeiro, a região Noroeste Fluminense surge com seu primeiro capítulo e 16 DeMolays que em conjunto com a maçonaria local e o Rotary Club tem já realizado muito pelos Próximos. Contamos com a presença de muitos Tios representantes de loja e inclusive do nosso Tio Vandir – Secretário de Assuntos paramaçônicos do GOB-RJ, o Grande Mestre Estadual – Sérgio Antonio da Silva , Antonio Pena – 2º Grande Mestre Estadual , Yan Alcântara – Mestre Conselheiro Estadual , Carlos André Guimarães – Mestre Conselheiro Regional da Metropolitana 2, Mauricio Henriques – Oficial Executivo Regional da Metropolitana 1,
  5. 5. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 4 entre outros Tios e Irmãos que puderam desfrutar de muito esforço dos Nossos Tios/Irs. Thiago Rodrigues Ex- Oficial Executivo da Região Noroeste Fluminense e Anselmo Biase agora Oficial Executivo da Região, um sonho de mais de 10 anos que se tornou realidade. No mesmo dia com o surgimento de mais uma região tomou posse o Ir. Jorge A. Mota como Mestre Conselheiro Regional que demonstrou desde o principio empenho e dedicação para a região. Assim no melhor do Espírito DeMolay se foi mais um Desafio do GCE cumprido em parceria da lliderança Adulta e juvenil. Yan Alcântara - Mestre Conselheiro Estadual INSTALAÇÃO CAPÍTULO FRATERNIDADE NOROESTE Nº756 Dia 29/11/2014, após dormir na estrada por causa de muita chuva e neblina e após o pneu do carro furar, sabíamos que nada iria atrapalhar a instalação do capítulo Noroeste Fluminense n 756. Um capítulo diferente de todos, moldado para ser itinerante pelos distritos da cidade de Itaocara onde diversos novos garotos teriam a oportunidade de iniciar na Ordem Demolay. Foi um dia bastante cansativo, mas muito gratificante, aonde começamos a programação pela manhã com cerimônias fechadas da ordem Demolay e em seguida com um cerimônia aberta. Esta contou a Posse do Capítulo e Conselho Consultivo, chave de Zorobabel, Cerimônia de Maioridade para um membro vindo de outro Capítulo e uma cerimônia das flores muito bem executada, que encerrou a noite emocionando a maioria dos presentes. No final de tudo, relembrei todas as cerimônias que passei e vi nos olhos daquelas garotos que conseguimos realizar tudo com sucesso. Para mim foi gratificante! Igor Masid – Mestre Conselheiro Estadual Adjunto
  6. 6. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 5 SOBRE A IDEIA DE CRIAR UM TORNEIO ESTADUAL DE FILANTROPIA Quando fui nomeado Grande Secretário Estadual de Filantropia, eu já tinha em mente a ideia do Torneio Estadual de Filantropia, já imaginava algo grandioso e para montar um projeto duradouro precisava de diferenciais. Para a revisão do projeto precisava de pessoas críticas, e foi aí que escolhi André Willian Chormiak – Sênior do Capítulo Fraternidade Juinense, n551, Mato Grosso - e Renan Amorim Pires – Senior do Capítulo Volta Redonda WIlton Cunha, n005, Rio de Janeiro. O Torneio Estadual de Filantropia do Estado do Rio de Janeiro (TEFRJ) foi criado com o intuito de estimular os capítulos do estado a realizarem filantropias Mensais, de forma regular, sem sobrecarregar a rotina do Capítulo e por meio de tarefas simples. As pontuações são em sua maioria fixas e os Capítulos “menores” disputam de maneira igual com os Capítulos “maiores”. O segredo está na regularidade de ações Filantrópicas e no envolvimento dos Tios e das Ordens Paramaçônicas. Um ranking mensal é divulgado e ao final os capítulos serão premiados. TODOS os Capítulos que alcançarem 300 Pontos receberão o Diploma de Certificação Capítulo Filantropia Nota 10. TODOS os Capítulos que alcançarem 400 Pontos, a Loja Patrocinadora receberá uma Placa Comemorativa agradecendo o patrocínio e apoio ao Capítulo para ser fixada na loja. O Capítulo vencedor receberá a Taça da Solidariedade, taça esta itinerante. Pertencerá ao Capítulo por 1 ano, até que no ano seguinte um novo Capítulo possa conquistá-la. Haverá premiação extra para os 5 Primeiros Capítulos colocados. “O TEFRJ é uma forma de divulgar a Filantropia que os Capítulos já fazem, estimular os que ainda não fazem e envolver a Maçonaria e as mães no trabalho dos Demolays. Lembro sempre que a maior premiação deste torneio é poder ajudar o Próximo! ”, concluiu o sênior Demolay, Diego Santa Rosa. Sempre é possível se inscrever, não importando em que parte do torneio o Capítulo irá iniciar, o importante é se Certificar como Capítulo Filantropia Nota 10. Para se inscrever é só entrar no site http://torneio.demolayrj.com.br, ler o edital e preencher o Formulário de Inscrição.
  7. 7. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 6 O TEF – RJ PELOS QUATRO CANTOS DO RIO DE JANEIRO Pedro Rocha Duque de Caxias nº 229 CID 94656 Em todos os cantos do estado, 18 capítulos participantes. Em apenas quatro meses, um total de 48 filantropias foram realizadas em todo o estado. Talvez não seja o ideal a ideia de uma competição quando o assunto é filantropia, porém nos últimos tempos, poucos capítulos sabiam o que era o hábito de praticar ações de caridade no estado do Rio, já outros possuíam projetos muito bem feitos que não eram conhecidos por outros capítulos que poderiam aplicar os mesmos projetos em sua cidade. O que a meu ver o torneio vem trazendo é essa possibilidade dos capítulos conhecerem os projetos dos outros e, além disso, ele dá um norte aos capítulos que há tempos já não sabiam o que era filantropia. Foi muito interessante ver os capítulos se mobilizando para cumprir as tarefas mensais e também foi ótimo ler os relatos em forma de textos e fotos que os mesmos nos enviaram de volta pois os mesmos mostravam o envolvimento pela atividade e o que eles tinham absorvido de toda experiência. Embora não tenha tido aderência total de todos os capítulos pelos mais diversos motivos, o torneio moveu o estado e com certeza trouxe mais visibilidade para a Ordem Demolay na visão profana. Muitos capítulos realizaram projetos que moveram uma cidade inteira, outros foram simples, mas impactantes, cada um da sua maneira, porém todos em prol da caridade e do bem. Pelo menos a visão que eu tive é que os capítulos não estavam de fato fazendo pela pontuação ou pelos prêmios, mas sim pela causa em si. Quem já fazia apenas nos mostrou e quem não fazia de certa maneira foi levado pela onda que rodeava o estado.
  8. 8. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 7 Além disso, outro objetivo do torneio ia além da filantropia e buscava o incentivo da parceria da Ordem Demolay com outras ordens paramaçônicas, a própria maçonaria e instituições com caráter semelhante, como os escoteiros. Isso de fato ocorreu. Muitas dessas instituições se juntaram aos capítulos em suas atividades e promoveram, além de um evento de melhor qualidade, a união entre as mesmas. Isso trouxe um aprendizado que foi além da filantropia. Por final, o torneio tem mostrado aos capítulos a capacidade deles de realizarem esse tipo de ação e quem sabe até ir além, tem mostrado a força do estado e como podemos organizar projetos grandiosos e ser impactantes na nossa sociedade, no nosso bairro ou cidade etc. Espero de coração que a experiência trazida pelo torneio dure bastante dentro da ordem Demolay Fluminense. Que os capítulos consigam acordar, escreverem e realizarem seus próprios projetos e fazerem a ordem ser impactante de fato. Alguns erros existiram, porém, vamos evoluindo aos poucos na ideia do torneio e melhorando cada vez mais sua qualidade. Talvez uma próxima edição seja feita, de maneira mais organizada e corrigindo qualquer falha cometida nessa edição. De fato fico muito feliz em estar participando desse projeto e ainda tem muito mais até o CEOD 2015! COMO DEIXAR MEU CAPITULO REGULAR EM 2015? Renan Amorim Pires Volta Redonda – Wilton Cunha nº 005 CID 41289 Um capítulo regular precisa de: 1. 23 membros ativos e regulares; 2. 6 maçons regulares em seu conselho consultivo, indicados pelo corpo patrocinador. Não se esqueça de registrar junto à secretaria do GCE a atual administração de seu capítulo e o conselho consultivo. Fonte: Circular DAG 001/2013
  9. 9. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 8 Max Hager PMCE-RJ PGMN-SCODB TIO MANSUR, UM VISIONÁRIO ALÉM DE SUA ÉPOCA Bs"D Muito já se escreveu sobre Alberto Mansur, muitos falam, muito ainda será escrito e falado, porém, poucos questionam com quais instrumentos e em que realidade, sob quais óbices e que dificuldades, foram suplantados para que tais idéias e ideais se cristalizassem e criassem forma e corpo ! Foi no ano de 1974, que Alberto Mansur assumia o Supremo Conselho do Gr. 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria para a República Federativa do Brasil, por tradição poderia ter morrido no cargo, que desde 1832 teve seus líderes como Ad-Vitam, mas essa marca de mudança e legado, deixou indeléveis mudanças na estrutura e na revolução, que estaria por vir. Neste mesmo ano, tomava conhecimento através da Revista New Age, órgão informativo do Supremo Conselho do Gr 33 da Jurisdição Sul, chamado de Supremo Conselho Mãe do Mundo, da organização que causou-lhe muita curiosidade... a Ordem DeMolay. Já na XI Conferência Internacional de Supremos Conselhos no Mundo, que teve lugar em Indianápolis, USA, entre os dias 01 e 05 de Junho, ele de posse de informações e em busca de mais conteúdo sobre Ordem DeMolay, começou a vislumbrar a implantação no Brasil, desta organização. Procurou outros irmãos americanos e começou a pavimentar o caminho para tal avanço. Porém, como implantar no Brasil uma organização para jovens de 13 aos 21 anos ( era essa a idade, naquela época ), no seio de uma maçonaria com homens tradicionalistas e que em muitas cidades, proibiam até familiares de adentrar à um templo maçônico ?
  10. 10. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 9 As conversas avançavam e neste ínterim, o próprio Supremo Conselho do Gr. 33, precisava dar continuidade aos avanços e progressos que desde que Alberto Mansur, tinha assumido a Inspetoria Litúrgica e após como Membro Efetivo, fomentava tais progressos entre aqueles membros. Nesse meio tempo, o Supremo Conselho, saia de uma sede de 20 metros quadrados e ocupava uma casa em avenida tradicional da cidade ( Paulo de Frontin ), de mais de 200 metros. Não demorou muito, e mais outra mudança, Rua Professor Gabizo, onde hoje funciona a Grande Loja Maçonica do Est. do Rio de Janeiro. Um pouco mais, e chegava a Estrada dos Tres Rios, na Freguesia, Jacarepaguá, e finalmente a área com quase 20.000m2, na Rua Barão, onde está até hoje. De quase 1.000 ( mil ) maçons 'escoceses', para quase 30.000 ( trinta mil ) maçons, esse foi o avanço da instituição quase desconhecida e beirando a irregularidade, que ele construiu. Mas outros eram seus pensamentos, e assim, no dia 16 de Agosto de 1980, tomava início a Ordem DeMolay Brasileira, com a instalação do seu primeiro capítulo, o Rio de Janeiro 001, patrocinado pelo Supremo Conselho, que o Tio Mansur presidia. Entretanto, apesar do passo inicial, tomava corpo uma oposição fanática e ignorante, que dizia ver as Lojas Maçônicas profanadas, pela presença de jovens "não iniciados". Infelizmente, estes ignorantes não sabiam distinguir entre um corpo de maçons reunidos, a loja, e o templo que era utilizado por estes e seria usado também por aqueles jovens. Com proibições do sr. Wilson Filomeno, enfrentava a Ordem DeMolay seus primeiros combates, e eu mesmo em idos de 1988, frequentei capitulos que se reuniam na sala dos passos perdidos, antessala que antecede ao Templo. Junto do avanço contínuo da Ordem DeMolay brasileira, outros planos singravam a mente do visionário Mansur. Em 1985, pelo excelente trabalho e consolidação do avanço dos demolays, o Brasil deixava de ser uma Oficialaria Executiva sob jurisdição dos americanos e ganhava sua própria autonomia e jurisdição. Assim em 12 de Abril daquele anos, nascia o Supremo Conselho da Ordem DeMolay do Brasil, um reconhecimento pelo ousado avanço e expansão da Ordem, feitos pelo desprendimento de um Soberano Grande Comendador. Assim, como já havia planejado anteriormente, em março de 1988, numa cerimônia belíssima no Hotel Glória, era transmitido pela primeira vez em vida, o cargo de Soberano Gr. Comendador. O Ministro e ex Senador da República, Venâncio Pessoa Igrejas Lopes, assumia aquela prestimosa instituição, com o compromisso de fazer a mesma transmissão de cargo dez anos depois e continuar apoiando a Ordem DeMolay, e outras organizações, que já haviam sido procuradas para serem trazidas ao Brasil, pelo mesmo Tio Mansur. Assim um sonho tomava corpo, uma simbiose de nossa estrutura familiar e organizações maçônicas, caminhavam para mutuamente trocar experiências e crescerem untas corroborando umas com as outras. Assim, vieram as 'Filhas de Jó", a "Estrela do Oriente" e por muito pouco não veio, àquela época, os "Shriners". Trabalhar pela Família tradicional e incorpora-la à família maçônica, democratizar uma instituição em que seus líderes 'mumificavam-se' no poder, acreditando terem um poder relativo, e não abrindo mão do mesmo, reconhecendo o Grande Oriente do Brasil, ato que lhes trouxe grandes problemas, na época e que viriam a incomodar posteriormente... Assim foi a vida de um visionário, assim foi a vida de Alberto Mansur.
  11. 11. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 10 VOCÊ SABIA? QUE APÓS a divisão da Maçonaria Brasileira de 1927, a primeira vez que os dois Soberanos Grandes Comendadores da Maçonaria em exercício estiveram juntos em um Templo Maçônico foi durante a fundação do primeiro Convento de Cavaleiros. Os Soberanos comendadores eram Moacyr Arbex Dinamarco e Venancio Igrejas. Este encontro aconteceu no Campo de São Cristóvao-RJ. Neste dia também estavam presentes o SGC antecessor, Alberto Mansur, que antecedeu o tio Venancio e o sucessor do Tio Moacyr, Tio Ney Coelho Soares. Somente a Ordem Demolay para em um dia unir 4 gerações de Comendadores! MOACYR ARBEX DINAMARCO, além de Presidente do Consistório Nº 1, foi Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil e Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito. #NOVAREVISTADEMOLAYRJ A partir de agora vamos selecionar fotos no Instagram de vocês com a #novarevistademolayrj Publique suas fotos junto ao Capítulo, com a família, andando de skate, doando alimentos... Enfim, vamos selecionar as melhores fotos e publicar nesta sessão. Foto postada pelo Irmão Nickolas Fernando onde o Capítulo Duque de Caxias 229, homenageou o Tio Cáritas, um exemplo de Tio para o Capítulo. Nas próximas fotos, não se esqueçam do #novarevistademolayrj Suas fotos podem acabar aqui! DIRETO DO TÚNEL DO TEMPO DEMOLAY Tio Mansur e Tia Célia. Primeira Conferência de Supremos Conselhos. Indianápolis, EUA, 1975. Indianápolis, EUA, 1975.
  12. 12. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 11 3 INICIÁTICOS, 3 PERGUNTAS, INÚMERAS CONCLUSÕES Nome: Pedro Paulo Machado Silveira Souza Idade: 14 anos Capítulo: Volta Redonda - Wilton Cunha nº 005 Iniciação: 02/11/ 2014 1- O você pensava sobre a Ordem ANTES de iniciar? Eu pensava que era um lugar que poderia me ajudar a me tornar uma pessoa melhor, mas também tinha medo, medo de não me aceitarem ou de me acharem estranho. Nome: Saulo da Cunha de Castro Andrade Idade: 14 anos Capítulo: Kleber Alves Rayol N° 149 Iniciação: 18/10/2014 2- O que você pensa sobre a Ordem APÓS iniciar? Penso que sem ela não seria nada, percebo que é muito mais do que uma fraternidade, uma amorosa Família para mim! A Ordem é tudo do ótimo! Nome: Leandro Almeida Bragança Barboza Idade: 18 anos Capítulo: Frank Sherman Land nº 257 Iniciação: 25 /09/2014. 1- O você pensava sobre a Ordem ANTES de iniciar? Era de que era uma organização onde ajuda aos jovens a melhorar como pessoa e como um ser servente a sociedade lutando para manter os princípios básicos de moral e familiar para uma vivencia social basicamente de seres que lideram. 2- O que você pensa sobre a Ordem APÓS iniciar? Eu penso que é um lugar onde eu posso aprender a melhorar como ser-humano, um lugar que me deixa feliz, um lugar onde posso estar com pessoas que eu amo. Também penso que pode me ajudar com a minha família, pode me ajudar a melhorar meu comportamento com eles. 3- Na sua visão, o que poderia melhorar ou mudar para que você se mantenha frequentando? Na verdade, estou muito satisfeito com meu capítulo, principalmente com as filantropias que ocorrem. Amo tudo, atividades, estudos, filantropias e por isso acho que nada precise mudar. 2- O que você pensa sobre a Ordem APÓS iniciar? E uma verdadeira escola de vida e de irmandade ajudando jovens a serem melhores pessoas lideres e seres humanos ,um lugar onde aprendemos a amar pessoas que muitas vezes mal conhecemos pois viver com um mais sincero espírito de união e fraternidade . 3- Na sua visão, o que poderia melhorar ou mudar para que você se mantenha frequentando? Na verdade estou muito satisfeito com meu capitulo com todas as nossas atividades capitulares e nossa vivencia verdadeiramente com uma grande família úmida q se ama acho também que, deveríamos nos empenhar cada vez mais para assumirmos mais as atividades de filantropia 1-O você pensava sobre a Ordem ANTES de iniciar? Pensava em ser simplesmente uma fraternidade, com grandes princípios para minha vida como filho, jovem e cidadão. 3- Na sua visão, o que poderia melhorar ou mudar para que você se mantenha frequentando? A mudança e a melhoria dependem de nós, a união é necessária!
  13. 13. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 12 CURIOSIDADE DEMOLAY Nine O'clock Interpolation (Interlúdio das 9 horas) Que nossa magnífica Ordem DeMolay possui um belo ritual todos sabemos, da mesma maneira que ele é singular em sua concepção e prática. Dentre tantos detalhes devemos ressaltar não somente a forma como realizamos, o que incorporamos de outros ritos e instituições ou mesmo criamos, mas também devemos estudar aquilo que somente nós realizamos, ou que realizamos de uma maneira realmente nova. Assim podemos tomar como um ótimo exemplo uma cerimônia nomeada como “Nine O'clock Interpolation” ou Interlúdio das 9 horas. Antes de tudo, alguém pare e responda com sinceridade se sabe a real função da cerimônia das 9 horas! Gaste um minutinho de sua vida para refletir, se depois de anos assistindo e mesmo realizando este cerimonial, você de fato sabe qual a sua função. Nossa ordem possui todas as cerimônias principais de uma liturgia, uma para a ababertura dos trabalhos, outra para o encerramento, um serviço especial para instalação de seus oficiais e é claro as iniciações. Mas a cerimônia das nove horas não serve para nenhum destes propósitos. As reuniões refletem o transcorrer de um dia simbólico e ao se atingir as nove horas da noite, ou em momento alegórico disto soam 9 badaladas. Ali encontramos um momento de “breve intervalo em nossas deliberações”, com o intuito de reunir o capítulo em uma intenção em especial. Todos os membros são reunidos ao redor do altar dos juramentos, o lugar mais sagrado, o mais puro e elevado de nossas salas capitulares. As luzes são diminuídas, permanecendo acessas apenas nossas 7 chamas, o que por si anuncia que o ato tem caráter religioso. Sim religioso, não dogmático, mas religioso com certeza. O Mestre Conselheiro relembra o significado tradicional do momento e o Capelão conduz todos em uma prece. Evoca o “Pai nosso”, aquele Deus do coração de cada um de nós, de cada compreensão, de cada credo, mas uno em sua natureza, a ouvir nossas suplicas. Reconhece que todos temos o carinho e amabilidade conforme o que nos é merecido e necessário, continua ao invocar a divina proteção não somente aos nossos pais, o que zela pelo nosso bem, mas “para todos os pais e mães de nossa Pátria e de todo o mundo”, crendo que desta forma contribuímos para melhores gerações. Roga-se ainda pela permanente consciência da nossa condição humana e irmã, tendo em mente a constante necessidade de auxiliar aqueles que estejam menos favorecidos, e ainda mais; a sentir a verdadeira gratificação pessoal ao com alegria servir. Rogamos as bençãos cósmicas aos que laborando edificam nossa sociedade e dignificam seus espíritos. Pedimos a calma e a serenidade aqueles que sofrem suas provações, para que possam suporta-las, e compreender a sublime arquitetura divina. Rogamos ao Altíssimo que ampare os que estejam necessitados, aqueles que estão em perigo e clamam por socorro. Pedimos força, para que nós mesmos consigamos cumprir com nossos votos, e possamos viver com retidão. Reconhecemos que muitos antes de nós serviram, e sacrificaram-se por nossa nação, pelo nosso povo, e por tudo o que valorizamos, e a eles também rogamos as graças celestes. Mais do que uma belíssima oração, a “Interpolazione delle ore nove” como dizem nossos irmãos italianos, é um momento de contato com nossa egrégora espiritual. Onde invocamos as antigas fileiras a conosco vibrarem nossas intenções. Onde suplicamos o amparo aos de nosso circulo, e a todos os que prezamos, mas também a todas as formas de vida. Harmonizamos nossos seres, e nossa ordem como um todo com a criação divina. Nos tornamos engrenagens operantes no plano da evolução, e colaboramos para o alvorecer de uma nova era. A cada realização desta ilustre cerimônia devemos dedicar nossas devoções com sinceridade e pureza, rogando as bençãos aos de nossa estima, pois verdadeiramente eles as receberão, cumprindo a lei da vibroturgia universal. Matheus Noronha, ex-MCNAdj. e ex- Presidente da Comissão de Treinamento do SCODB.
  14. 14. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 13 MEU CAPÍTULO TEM DIFICULDADES PARA MANTER OS INICIÁTICOS FREQUENTANDO, O QUE FAZER? Caio César Capítulo: Santos Nº 286 Comissão de Treinamento – SCODB. Moçada do Rio, O Time de Treinamento do SCODB teve a honra de ser incumbido de sinteticamente analisar e trazer soluções simples e práticas para dois dos problemas mais recorrentes na rotina dos Capítulos da Ordem DeMolay: a dificuldade de iniciação de novos membros e a evasão de membros. Vamos lá! INICIAÇÃO DE NOVOS MEMBROS PROJETO 1 INICIA 1 Nesse tópico é importante trazer a conscientização de todos que lêem este texto, de que não se pode exigir de um candidato a Iniciação um perfil que seja igual ou superior em qualidade. E assim não pode ser por uma razão simples: ele ainda não teve a experiência adquirida por nós após a Iniciação através da prática dos trabalhos na Ordem DeMolay. Portanto, o critério para trazer um jovem para, através da Iniciação, aí sim descobrir o seu potencial é um só, como bem traz o nosso Ritual: “Ser garantido com um digno amigo.” Trata-se adiante de um método para captação de membros que se baseia na proposta de, a cada Iniciação, cada Irmão se comprometer a trazer para escrutínio pelo menos um candidato, de modo que, em havendo sucesso, o Capítulo DOBRE de tamanho. Sabemos bem que se trata de tarefa complicada, mas se essa for a meta buscada, com certeza senão todos, 80 % se esforçará para fazer o seu papel, o que certamente já é melhor do que a eventualidade de um ou outro, caso tenha vontade e saiba de alguém, trazê-lo para possível Iniciação. Aí vocês Irmãos cariocas devem estar pensando que estamos malucos e que essa ideia é utópica. Sobre isso vale uma reflexão para viabilizar essa proposta: na medida em que o jovem entra para nossas fileiras, normalmente seu convívio com não iniciados naturalmente diminui, devido a intensidade da amizade e companheirismo com que somos aceitos em nossa fraternidade. Dentre vosso círculo de amizade, quantos Irmãos e não Irmãos vocês convivem? Pois é, por conta disso se torna ainda mais difícil essa tarefa de trazermos para possível Iniciação cada qual um, um jovem. Porém, para aquele que recentemente iniciou, ainda permanece o convívio com possíveis candidatos a Iniciação. Aí, portanto, nasce a outra hipótese desse projeto, ou seja, cada Irmão recém-iniciado na Ordem, caso o Capítulo e eles mesmos concordem, deve convidar um jovem. Enquanto os demais membros tenham por meta levar um possível candidato na posse ou em qualquer reunião aberta anterior a Iniciação, de modo a se comprometer a apresentá-lo e passar o contato deste ao responsável pela sindicância no Capítulo. TÁVOLA DOS ESCUDEIROS Você meu Irmão deve estar se perguntando ao ler esse subtítulo: o que a Távola tem a ver com a dificuldade de Iniciação de novos membros? O SISDM fala melhor que nós: a grande maioria dos Capítulos que patrocinam uma Távola dos Escudeiros está regular. Coincidência? Não meus queridos. Simples: os jovens escudeiros, através da participação nas atividades da Távola, naturalmente estreitam e vislumbram um dia chegar a se tornarem DeMolays, pois enxergam neles seus espelhos. Portanto, partindo da realidade de Iniciação comum de membros de fora nosso círculo, ganhamos nesse texto o seguinte quadro:
  15. 15. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 14 Mesmo assim muitos podem enxergar como utopia. Começamos esse texto sem meta nenhuma. Agora temos um caminho. Que não consigamos sucesso total, mas o sucesso parcial vos garanto que será maior do que a ausência de projeto. Vamos tentar? EVASÃO DE MEMBROS DO CAPÍTULO Não é incomum nos depararmos com a constatação de que muitos Capítulos sofrem com problemas no seu quadro de membros em razão do tamanho da cidade e da necessidade de, ao atingir entre 17 e 18 anos, ser o Irmão obrigado a se deslocar para outra cidade para frequentar uma Universidade. Eis a razão pela qual é nossa obrigação salientar a importância de manter a média de idade do Capítulo menor do que 17 anos. Não se fala aqui em retirar a oportunidade de um jovem iniciar depois disso ou de que não pode ser admitido o fato de Irmãos com idade superior continuar trilhando sua vida DeMolay frequentando o Capítulo ativamente. Trata-se de busca por uma média de idade capaz de manter o Capítulo trabalhando com um bom número de Irmãos sem que esse fato não atrapalhe os trabalhos com uma instabilidade do Quadro de Membros. Muitas podem ser as razões a serem atribuídas, tais como a mudança de cidade para Universidade, a admissão em um emprego que requer trabalho aos sábados, dentre outras. Porém, em grande maioria esse fenômeno se dá pela falta de atrativos que o Capítulo pode acabar tendo para o jovem recém-iniciado. CONFRATERNIZAÇÕES MENSAIS Pensando nessa falta de atrativos, percebemos que soluções simples resolveriam esse problema. Muitas vezes falta o Capítulo ter uma identidade em determinado momento de sua história. E isso normalmente se dá pela falta de uma unidade, com um Time de amigos que se prezam e estão buscando JUNTOS um objetivo. Eis a razão que nos fez trazer a ideia e proposta da Comissão de Eventos mensalmente, por exemplo, realizar confraternizações de entretenimento, tais como futebol, churrasco, jogos eletrônicos em conjunto, viagens, pois essas situações são oportunidades para os Irmãos de trabalho dentro do Capítulo se tornarem grandes amigos não só na Ordem DeMolay, como fora dela. E isso traz a motivação do Irmão em continuar, vale dizer, no fato dele se sentir parte daquele todo chamado Capítulo DeMolay. É aí que se encontra a chave para um Capítulo unido e propenso a tanto manter seus membros quanto a produzir grande feitos, que inclusive também ajudarão nesse processo, como por exemplo, filantropia, razão essencial da existência de nossa Ordem. METAS INDIVIDUAIS Como diz Muricy Ramalho: “Aqui é trabalho!” Só está motivado a trabalhar por algo que se tenha trabalho! Novamente parecemos dizer o óbvio, mas imaginem o seguinte quadro: Comissões Administrativas dos Capítulos deixam ter metas a serem cumpridas não se sabe quando nem por quem em específico para terem metas individuais. Por exemplo: Comissão de Filantropia com 3 membros e são 3 metas. Cada um deve ser responsável por uma meta, e nenhum outro alguém tomará a frente senão ele próprio. A responsabilidade muda. Pelo menos o receio do fracasso diante de todos o faz enxergar aquele projeto com outros olhos. É natural que essa importância que o cumpridor da meta terá para com todos trará reconhecimento de seus pares e consequente vontade de querer mais trabalho. Eis uma forma de trazer maior vínculo e maior participação nas atividades do Capítulo, afastando ou pelo menos minimizando a possibilidade de sua evasão. Trazer pra si a responsabilidade de fazer grandes eventos, como Congressos Estaduais, Jogos Esportivos Estaduais da Ordem também ajudam nesse processo.
  16. 16. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 15 Se você persistiu e chegou até o fim desse texto, parabéns! Além de você mostrar que tem interesse em mudar ou melhorar ainda mais o Capítulo, você está comprometido e agora com soluções bastante simples e concretas para ser um instrumento de transformação não somente de seu Capítulo, mas da sociedade, de modo “a provar a todos os homens, que as nossas cerimônias não são fórmulas vazias.” Vamos Juntos! PARA QUE SERVE A ALUMNI NA PRÁTICA? Rodolfo Lima Presidente da Associação Alumni do Estado do Rio de Janeiro A Associação DeMolay Alumni tem a simples finalidade de congregar os Seniores DeMolays. Isso facilita o encontro dos "mais velhos" em eventos como congressos regionais, estaduais, nacionais, ou até mesmo relembrar os tempos de Demolay ativo em um churrasco ou futebol. Eventualmente, os seniores DeMolays liderados pela Associação Alumni estadual realizam ações sociais, ou ajudam diretamente nos trabalhos dos Capítulos ou Conventos por onde passaram. A Associação DeMolay Alumni poderá viabilizar estrategicamente e nos bastidores os trabalhos dos DeMolays Ativos. Entretanto, os Sêniores DeMolays devem ter a sensibilidade em saber até onde podem avançar nos trabalhos, de modo a não retirar a autonomia dos Demolays ativos ou atrapalhar seus trabalhos. Em uma reunião os Seniores tem direito a voz, podem opinar livremente, demonstrar suas experiências, contudo não tem direito a voto. Para os Demolays ativos, tenham os Seniores sempre como uma referência, muitas vezes eles já viveram suas dificuldades hoje e podem te ajudar. Para os Seniores, orientar o Capítulo é essencial! Sua experiência de vida e dentro da Ordem certamente faz a diferença. Tome cuidado para não impor sua ideia, o aprendizado da Ordem Demolay provem de erros e acertos constantes. DEMOSSAUROS Já viram a coleção de CIDS do Irmão Fabrício Jorge? Ele é do Capítulo Grande Rio 025 e foi iniciado no ano 2000. Reparem que as primeiras Carteiras de Identificação Demolay se chamavam Demolay Card. Este nome era um resquício de quando éramos subordinados ao Supremo Conselho Internacional.
  17. 17. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 16 QUEM SÃO OS CHEVALIERS? Fabrício Jorge GCC da Corte de Chevaliers Grão Mestre Arlindo dos Santos N° 001 Chevaliers são DeMolays que receberam a mais alta condecoração do Supremo Conselho por relevantes serviços prestados dentro e fora da Ordem DeMolay. O candidato a receber a honraria só pode ser indicado pelo Conselho Consultivo de seu Capítulo e deve possuir os seguintes requisitos: Ser um DeMolay ativo ou sênior regular, possuir no mínimo 19 anos de idade, ter no mínimo 4 anos de iniciado, 3 anos de regularidade consecutivos nos 4 anos que precedem a indicação e preenchimento de um formulário onde será feito um currículo do candidato e lá constará os depoimentos de 2 lideranças adultas falando sobre o trabalho realizado pelo DeMolay. Em resumo, o Chevalier é um DeMolay que foi reconhecido pelo seu Capítulo por todo o seu trabalho prestado, mas que nunca deve esquecer que se rededicou novamente ao trabalho pela Ordem DeMolay e que deve ser sempre um modelo de conduta e que deve estar pronto para auxiliar a Ordem DeMolay sempre que for necessário. Corte Grão Mestre Arlindo dos Santos N° 001 Corte Saldanha Marinho N° 003 HUMOR DEMOLAY FONTE: https://www.facebook.com/HumorDeMolay
  18. 18. #NOVAREISTADEMOLAYRJ Janeiro, 2015 – Gabinete Estadual da Liderança Juvenil # N O V A R E V I S T A D E M O L A Y R Y - n o v a r e v i s t a d e m o l a y r j @ g m a i l . c o m 17 EXEMPLO DE SUPERAÇÃO Cid Motta Sênior Demolay do Capítulo Moacyr Arbex Dinamarco Emagreceu 20 kg nos 10 primeiros meses de atividade física e dieta e outros 10kg nos outros 2 anos de vida regrada. Exemplo de superação Demolay! Parabéns Cid, que você sirva de exemplo! NO RJ O DEMOLAY É NA PELE Há cerca de 8 anos os seniores do Cap. Volta Redonda Wilton Cunha 005 tatuaram na pele o Brasão da Ordem Demolay que vigorou de 1920 a 1931. Você também possui uma tatuagem Demolay? Mande sua foto! Ir. Átila Goulart Paiva Ribeiro – CID 92998 – Cap. Volta Redonda Wilton Cunha 005 Ir. Humberto Rosa – Cap. Volta Redonda Wilton Cunha 005 Ir. André Sauka – CID 89487 - Cap. Volta Redonda Wilton Cunha 005

×