GEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia

6.646 visualizações

Publicada em

Aula de geografia da Amazônia acerca das suas diferentes feições de relevo e seus variados solos

  • Seja o primeiro a comentar

GEO PSC1 - Solos e Relevo da Amazônia

  1. 1. PSC I - Geografia do AmazonasSOLOS E RELEVO DA AMAZÔNIA Prof. Diego Lopes Morais diegolopes.geo@gmail.com
  2. 2. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia I - Tipos de Solos da Amazôniaa) Solos Sedimentares:Latossolos (gibbsita e goethita [óxido Al], hematita [óxidoFe]); - São mais antigos (formados no período terciário); - Mais consistentes (menos úmido); - Baixa fertilidade (é pobre em minerais essenciaispara a alimentação animal e vegetal); - Alta acidez.
  3. 3. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia TIPO DE SOLO SEDIMENTAR AMAZÔNICO Solo sedimentar de um talude
  4. 4. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazôniab) Solos Arenosos:Gleissolos (esbranquiçados)Chernossolos (levemente azulados ou esverdeados)Podzossolos (acinzentados) - São mais jovens (devido a constante deposição dosrios); - Menos consistentes (mais úmidos); - Alta fertilidade (é rico em minerais essenciais paraa alimentação); - Baixa acidez.
  5. 5. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia TIPO DE SOLO ARENOSO AMAZÔNICO Solo de Várzea
  6. 6. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazôniac) Solos Antropogênicos: * TPI - (Terra Preta de Índio) - Desenvolvidos em áreas onde existiramcomunidades indígenas; - Resultado da queima de fogueiras (madeira, restode alimentos [mandioca]) * Cultura do Pousio - Queima de áreas de campos e/ou floresta para aexpansão agrícola e pastagem de bovinos, suínos, caprinos,ovinos, etc...
  7. 7. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia TIPOS DE SOLOS ANTROPOGÊNICOSLatossolo TPI Terra Preta de Índio Cultura do Pousio
  8. 8. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia GEOLOGIA (PERÍODOS E ERAS)
  9. 9. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia A cor pode variar em função da umidade do soloquando seco e quando úmido. É possível efetuar correlaçõesentre a cor do solo e os processos atuantes nos mesmos edeterminar preliminarmente o grau de erosividade. CORES CORES CORES ESCURAS: VERMELHAS: AMARELADAS: indicam presença indicam Indicam condições de matéria condições de boa de boa drenagem, orgânica. drenagem e mas com regime aeração do solo. mais úmido. CORES CLARAS: CORES Indicam presença ACINZENTADAS: de minerais indicam condições de claros (caulinita e saturação do solo com quartzo). água (redução do ferro e excesso de água).
  10. 10. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia EROSÃO E INTEMPERISMO
  11. 11. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia O perfil do solo éobservado através daabertura de um talude outrincheira, cujo objetivo éreconhecer as principaisvariações, chegandofinalmente na análise dosperfis.
  12. 12. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia II – Classificação de Relevos Relevo A –jovem B e C –maduro D -velho
  13. 13. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia II – Classificação de Relevosa) ESCALA DE ANÁLISE MAIOR – Escala Local: * Platô - áreas mais elevadas do terreno, as quais são atribuídas afunção de separar microbacias de igarapés e outros cursos d’água (divisoresde águas). Podem ser planas, em forma de chapadas ou ter formato decumeeiras. São também conhecidas como interflúvios. Sua altura variaentre 50 a 90 metros. * Vertente - áreas de encostas, que são intermediárias entre oplatô e as áreas mais baixas do terreno. Caracterizado por possuirinclinação (geralmente variada), com graus acentuados entre 30º e até 90º. * Baixio - Também conhecidos como vales, são as partes maisbaixas do terreno, onde geralmente (mas não necessariamente) existemcursos d’água. Naturalmente são caracterizados por serem leitos. Existemos vales encaixados (onde a inclinação do terreno é mais abrupta ou longa,o que lembra uma lagoa seca).
  14. 14. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia ESCALA DE ANÁLISE MAIOR MANAUS - AMAZONAS PLATÔ VERTENTE BAIXIO
  15. 15. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazôniab) ESCALA DE ANÁLISE INTERMEDIARIA – Dimensão um pouco maiorque o local• Terra Firme - áreas onde não há risco constante de inundação pelos cursos d’água;• Várzea - áreas das margens dos rios parcialmente sujeitas a inundação, que dependem do regime de cheias e vazantes. Características de uma área de várzea: rios com águas barrentas (brancas), vegetação nas margens, taludes e indícios de erosão (terras caídas);• Igapó - áreas das margens dos rios permanentemente inundadas, existindo variada vegetação (lianas, hidrófilas,) Características de um igapó: águas escuras,• Mangue - áreas onde há a influencia das águas do mar, implicando em um ecossistema diferenciado.• Talvegue - leito dos rios.
  16. 16. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazôniac) ESCALA DE ANÁLISE MENOR – Escala Geral• Classificação de Haroldo de Azevedo (Anos 50) - PlanaltoÁreas mais elevadas, com altitude variando entre 200 e 1000 metros. Asprincipais características do terreno são formações de chapadões e serras. Ospontos com alturas mais elevadas são categorizados como montes, picos emontanhas e cordilheiras. - PlanícieÁreas menos elevadas, com altitude variando entre 0 e 200 metros. Sãoterrenos assimilados como planos e mais próximos a cursos d’água, ou seja,são elementos essenciais que compõem as bacias hidrográficas.MEIOS UTILIZADOS PARA DEFINIR A CLASSIFICAÇÃO: - Relatos de habitantes e viajantes (devido à dificuldade de acesso aalgumas localidades); - Documentação e registros de pesquisas; - Roteiros e rotas de embarcações;
  17. 17. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazôniac) ESCALA DE ANÁLISE MENOR – Escala Geral• Classificação de Aziz Ab’Sáber (Anos 70) - Planalto (Altitude entre 500 e 100 metros) - Planície (Altitude entre 0 e 100 metros) - Depressão (Áreas intermediárias [entre as planícies eplanaltos)] com altitude entre 100 e 500 metros).MEIOS UTILIZADOS PARA DEFINIR A CLASSIFICAÇÃO:- Baseada na pesquisa de Haroldo de Azevedo;- Mapas e fotografias aéreas; - Pesquisa de campo.
  18. 18. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazôniac) ESCALA DE ANÁLISE MENOR – Escala Geral* Classificação de Jurandyr Ross (Anos 80) - Planície do rio Amazonas [toda a extensão do rio Amazonas] -Altitudes menores que 100 metros; - Depressão da Amazônia Ocidental [oeste do AM] - Entre 100 e 200metros; - Depressão Marginal Norte Amazônica [à medida que se aproximado planalto das Guianas] - Entre 200 e 300 metros; - Depressão Marginal Sul Amazônica [à medida que se aproxima doplanalto Brasileiro] - Entre 200 e 300 metros; - Planalto da Amazônia Oriental [serra do Cachimbo, do Navio,Carajás] - Entre 400 e 500 metros; - Planaltos Residuais Norte Amazônicos [pontos setentrionais doAM e RR, pico da Neblina e Monte Roraima] - Entre 800 e 1200 metros.MEIOS UTILIZADOS PARA DEFINIR A CLASSIFICAÇÃO: - Resultado do projeto RADAM - Fotografias aéreas e agrimensura;
  19. 19. PSC I – Geografia do Amazonas Solos e Relevo da Amazônia ESQUEMA DO RELEVO AMAZÔNICO (PRINCIPAIS PLANALTOS LIMITROFES) GUIANAS ANDES BRASILEIROFig. 07 - Nascentes dos rios da bacia do AmazonasFonte: LOPES, Diego Lopes, 2012

×