Universidade Federal de Sergipe
Centro de Ciências Exatas e Tecnologia
Departamento de Computação
Sistemas de Informação

...
André Vieira Machado
Diego Mecenas de Farias
José Adriano Andrade Santos

PETIC da Sede da UO-SEAL

PETIC

–

Planejamento...
SUMÁRIO

1

Apresentação ........................................................................................ 04

1.1
...
4

1. Apresentação
O PETIC – Planejamento Estratégico de Tecnologia de Informação e
Comunicação possibilita às empresas um...
5

1.4. Contribuição da UO-SEAL (Razão de SER) à Missão da Petrobras: “Explorar
e produzir óleo e gás, de forma segura e c...
6

1.7 A TIC na Sede da UO-SEAL
As atividades das TIC estão presentes desde a fundação da Petrobras. Em
1953, a partir da ...
7

1.8. Estado da Arte em TIC
Considerando os processos analisados destacamos os seguintes aspectos: O
BR Office está inst...
8

No dia da entrevista, os membros da GETIC foram recebidos na Sede da
Unidade da Petrobras pelo Gerente da TIC Agilidade...
9

1.10. Cenário Desejado para a TIC
Com base nas avaliações realizadas nos processos de TIC da UO-SEAL,
conclui-se o cená...
10

2. Desenvolvimento
2.1.

Dados
Os dados de uma organização são elementos muito importantes para à

própria organização...
11

TABELA 1 – ANALISE DOS PROCESSOS DE DADOS
Subárea

ID

Processo

Maturidade

Objetivos

Importância

2.1.1.1

Administ...
12

2.2.

Hardware

O cenário da área de hardware também tem maturidade satisfatória, pois a
empresa possui política de li...
13

TABELA 2 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE HARDWARE
2.2.3.1

Processo de

4

2,3

recuperação de

Muito
Importante

desastres...
14

TABELA 2.1 – DIAGRAMA DE GANTT PARA PROCESSOS DE HARDWARE
Ativida
des

Respon

C Ano

sáveis

u Sem
s

Bime

o stre
Ma...
15

2.3.

Software
O cenário atual da Petrobrás a respeito da área de software tem uma

maturidade satisfatória, pois a em...
16

TABELA 3 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE

2.3.3.1

Análise de software

3

2,3,4,5

Muito

com base no negócio
Sup...
17

2.4.

Telecomunicações
Para que os diversos sistemas de dados, vídeo e voz possam funcionar

fluentemente é necessária...
18

A rede Backbone da Petrobras interliga todo o sistema Petrobras com
diversos multiplexadores, comutadores e nós de sin...
19

telecomunicações fosse desvinculada da Petrobras, a empresa seria a segunda
maior empresa de telecomunicações do Brasi...
20

TABELA 4 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE TELECOMUNICAÇÕES

2.4.4.1

Políticas de acesso à

4

2,9

Muito

internet

2.4.4.2...
21

2.5.

Pessoas
O quadro de funcionários da TIC é composto, em sua maioria, por analistas

de sistemas, técnicos em info...
22

necessário. Por meio do correio eletrônico e campanhas, a empresa está sempre
conscientizando os funcionários a ter bo...
23

TABELA 5 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE PESSOAS

2.5.2.1

Política de Treinamento

4

2,3,4,9

Muito
Importante

2.5.2.2

...
24

TABELA 5.1 – DIAGRAMA DE GANTT PARA PROCESSOS DE PESSOAS
Ativida
des

Respon

C Ano

sáveis

u Sem
s

Bime

o stre
Ger...
25

3. Gráfico Custo x Benefício
Hardware
ID -

Ação

H1 -

Rastreabilidade do equipamento

H2 -

Manutenção Preventiva

S...
26

4. Conclusão

O trabalho do PETIC foi feito com a formação de um único grupo devido a
extensão da empresa. Foi feita u...
27

As mudança que a empresa tem interesse são: o treinamento dos
colaboradores da empresa na suíte de escritório BROffice...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Artefato PETIC Final Petrobras UO-SEAL

473 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
71
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artefato PETIC Final Petrobras UO-SEAL

  1. 1. Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Computação Sistemas de Informação André Vieira Machado Diego Mecenas de Farias José Adriano Andrade Santos PETIC da Sede da UO-SEAL São Cristóvão 2014
  2. 2. André Vieira Machado Diego Mecenas de Farias José Adriano Andrade Santos PETIC da Sede da UO-SEAL PETIC – Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação, apresentado a disciplina Gestão da Informação ministrada pelo professor PhD Rogério P. C. do Nascimento. São Cristóvão 2014
  3. 3. SUMÁRIO 1 Apresentação ........................................................................................ 04 1.1 Apresentação Formal da Organização ................................................. 04 1.2 Visão da Petrobras ............................................................................... 04 1.3 Missão da Petrobras ............................................................................. 04 1.4 Contribuição da UO-SEAL (Razão de SER) à Missão da Petrobras .... 05 1.5 Valores da Petrobras(UO-SEAL) .......................................................... 1.6 Política de Gestão da UO-SEAL ........................................................... 05 1.7 A TIC na Sede da UO-SEAL ................................................................ 06 1.8 Estado da Arte em TIC ......................................................................... 07 1.9 Metodologia de Análise do PETIC ........................................................ 07 1.10 Cenário Desejado para a TIC ............................................................... 09 2 Desenvolvimento .................................................................................. 10 2.1 Dados .................................................................................................... 10 2.2 Hardware .............................................................................................. 2.3 Software ................................................................................................ 15 2.4 Telecomunicações ................................................................................ 17 2.5 Pessoas ................................................................................................ 21 3 Gráfico Custo x Benefício 25 4 Conclusão ............................................................................................. 26 05 12
  4. 4. 4 1. Apresentação O PETIC – Planejamento Estratégico de Tecnologia de Informação e Comunicação possibilita às empresas uma análise dos processos das TIC (Tecnologia de Informação e Comunicação). 1.1. Apresentação Formal da Organização A UO-SEAL – Unidade de Exploração e Produção de Sergipe e Alagoas é uma unidade da Petrobrás que abrange os estados de Sergipe e Alagoas. Sua sede fica na cidade de Aracaju/Sergipe. Atua na exploração e produção de petróleo, gás natural e GLV-gás liquefeito de petróleo. A atividade de exploração no estado de Sergipe iniciou-se no ano de 1961 com a descoberta do campo terrestre de Riachuelo e em 1963. Foi descoberto o campo de Carmópolis que é o maior campo terrestre descoberto no Brasil. Há uma expectativa de crescimento na produção com a descoberta de óleo de qualidade em águas muito densas. Ele está localizado a aproximadamente 50 km da costa sergipana. A produção atual é de 50.000 bpd (barris por dia) e 4.600 m3 de gás. A UO-SEAL tem 2000 empregados próprios e gera aproximadamente 30.000 empregos indiretos. É a maior empregadora do estado de Sergipe. A missão, visão e valores da UO-SEAL seguem o modelo da Petrobras Corporativa. A política de gestão e contribuição da UO-SEAL estão alinhadas com os modelos corporativos descritos nos próximos itens. 1.2. Visão da Petrobras: “Seremos uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida pelos nossos públicos de interesse". 1.3. Missão da Petrobras: “Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades dos seus clientes e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua”.
  5. 5. 5 1.4. Contribuição da UO-SEAL (Razão de SER) à Missão da Petrobras: “Explorar e produzir óleo e gás, de forma segura e competitiva, com foco na rentabilidade e na responsabilidade social e ambiental". 1.5. Valores da Petrobras (da UO-SEAL): I) Desenvolvimento Sustentável; II) Integração; III) Resultados; IV) Prontidão para mudanças; V) Empreendedorismo e inovação; VI) Ética e transparência; VII) Respeito à vida; VIII) Diversidade humana e cultural; IX) Pessoas; X) Orgulho de ser Petrobras. 1.6. Política de Gestão da UO-SEAL: A UO-SEAL, fundamentada em seus VALORES, está comprometida em: Atuar com responsabilidade socioambiental e respeito ao ser humano; Atender à legislação; Melhorar continuamente seus processos e produtos; Garantir a integridade das instalações; Prevenir acidentes, danos à saúde autossustentável. ou ao meio-ambiente e Promover o desenvolvimento
  6. 6. 6 1.7 A TIC na Sede da UO-SEAL As atividades das TIC estão presentes desde a fundação da Petrobras. Em 1953, a partir da implantação dos sistemas de comunicação telefônica, a área era denominada DITEL (Divisão de Telecomunicações). Atualmente o modelo de atuação da TIC é matricial. As áreas da TIC formam o que se convencionou denominar Agilidades. Faz-se relacionamentos com os clientes da TIC e identifica-se as demandas para provimento de serviços. Esse processo é feito com orientação das áreas de Gestão e Provimento conforme a Figura 1. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO COMUNICAÇÃ O SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO AGILIDADADE TIC EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO GESTÃO ARQUITETURA DE TIC RECURSOS HUMANOS AQUISIÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS PROVIMENTO PLANEJAMENT O E GESTÃO TIC GAS E ENERGIA TIC INTERNACIONA L TIC FINANCEIRA TIC SERVIÇOS TIC CORPORATIVA Figura 1 - Estrutura Organizacional da TIC Petrobras CENTRO DE PROVIMENTO DE SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SOFTWARE CENTRO DE PROVIMENTO DE SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE TELECOMUNIC AÇÕES CENTRO DE PROVIMENTO DE SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE INFRAESTRUTU RA
  7. 7. 7 1.8. Estado da Arte em TIC Considerando os processos analisados destacamos os seguintes aspectos: O BR Office está instalado em todos os computadores da empresa. Existe certa resistência dos usuários na utilização deste pacote de software. O custo de licença do Microsoft Office é alto, contudo, com a substituição pelo BR Office seria equacionado. Na subárea de hardware necessita-se de manutenção preventiva e um sistema de rastreamento de hardware. Esse sistema seria o RFID que daria maior segurança no rastreamento do hardware. Na subárea de telecomunicações seria expandido e divulgado o sistema de VOIP para todos os funcionários da empresa. Na subárea de pessoas seria implantado um sistema de gerenciamento de talentos para bonificar os funcionários com melhor desempenho. Este sistema também aproveitaria os talentos em outras áreas. 1.9. Metodologia de Análise do PETIC Quando PETIC foi apresentado pelo professor Rogério Patrício, espontaneamente foi formada a equipe GTIC-Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação. A mesma tinha como objetivo realizar o planejamento estratégico de TIC de uma empresa com o melhor custo benefício para a organização. Aperfeiçoando os processos com níveis de maturidade satisfatória para ideais e aumentar o nível de maturidade daqueles que trazem riscos para empresa. Executando uma modificação ou atualização na tecnologia ultrapassada e equacionando o melhor resultado para os processos. Após contatos com algumas empresas, a equipe obteve um retorno positivo da Sede da UO-SEAL - (Unidade de Exploração e Produção de Sergipe e Alagoas), através do gerente da TIC Agilidades Carlos Frederico Coelho Lisboa da referida Unidade. Foi aceita a proposta adotada pela metodologia PETIC e agendada uma entrevista.
  8. 8. 8 No dia da entrevista, os membros da GETIC foram recebidos na Sede da Unidade da Petrobras pelo Gerente da TIC Agilidades Carlos Frederico Coelho Lisboa e por Luiz Gustavo Santos e pelo Analista de Sistemas Cirilo. Os dados foram coletados com o auxílio do aplicativo mobiPETIC. Esta ferramenta foi desenvolvida com base em diversas técnicas de análises de processos, as quais permitem definir o grau de maturidade das áreas de tecnologia e informação. A exemplo destas áreas temos: dados, software, hardware, telecomunicações e pessoas. Na sequência, a equipe reuniu-se para avaliar os assuntos abordados durante a entrevista. Surgiram várias dúvidas e uma nova visita a Sede da UO-SEAL foi agenda. Na segunda visita a equipe foi recebida pelo Analista de Sistemas Cirilo e, a maioria das dúvidas foi esclarecida. Identificou-se a situação atual das TIC com os níveis de maturidade dos processos de dados, software, hardware, telecomunicação e pessoas. A responsabilidade pela análise dos processos ficou da seguinte forma: Dados: José Adriano Andrade Santos Hardware: André Vieira Machado Software: Diego Mecenas de Farias Telecomunicações: Equipe Pessoas: Equipe
  9. 9. 9 1.10. Cenário Desejado para a TIC Com base nas avaliações realizadas nos processos de TIC da UO-SEAL, conclui-se o cenário desejado nos seguintes processos: O BR Office é utilizado na empresa para documentar algumas informações. Mas de modo geral os colaboradores têm restrições por não conhecerem o pacote de aplicativos. Deveria ser adotada uma política de treinamento do BR Office como pacote de software para escritório. Com isso seriam suprimidos os custos de licença do Microsoft Office. O treinamento poderia ser realizado pela própria empresa. Ela possui profissionais qualificados e centros de treinamentos em todas as unidades. Estes centros são gerenciados pela UP-Universidade Petrobras com sede no Rio de Janeiro. O cenário ideal para a subárea de hardware seria a implantação de uma política de manutenção preventiva de hardware e um melhor rastreamento de hardware com o sistema RFID. O cenário ideal para subárea de telecomunicações seria a expansão do serviço de VOIP para todos os funcionários da empresa. Este serviço iria diminuir o número de ramais telefônicos e reduzir os gastos para a organização. O cenário ideal para a subárea de pessoas seria a implantação de um sistema de gerenciamento de talentos. Este bonificaria os funcionários que prestassem um melhor serviço a empresa. Estes seriam remanejados para outras áreas para que fossem melhor aproveitados. .
  10. 10. 10 2. Desenvolvimento 2.1. Dados Os dados de uma organização são elementos muito importantes para à própria organização. Após seu processamento, formam as informações e agregam valor para à organização. A Petrobras possui um storage que atualmente tem a capacidade de 10,9 petabytes e em breve será acrescentado 2 petabytes. O banco de dados (Database -DB) é o Oracle. Com grande volume de dados sendo manipulado a cada segundo e, o valor das informações processadas para o negócio da empresa é necessário alguns elementos que garantam a segurança, a privacidade e o armazenamento dos dados. Neste sentido, a empresa dispõe de administradores de banco de dados (Database administrator - DBA), os quais são responsáveis pela gestão dos requisitos do Banco de Dados. Com controle de acesso bem definido e encriptação de dados, os DBAs visualizam somente dados com baixo grau de importância. Todos os usuários, através dos diversos softwares que a empresa usa, incluem, consultam dados tendo todo histórico gravado. Com diversos dados sendo inseridos no DB, a empresa dispõe de um Depósito de dados digitais (Data Warehouse), o qual permite aos gestores consultar informações importantes na análise dos processos e tomada de decisão. Em pesquisa feita na internet pôde-se constatar que existem DBs com alguns requisitos mais apropriados que os do Oracle, a exemplo do DB2 e SQL Server, mas, de modo geral, o Oracle atende às necessidades da empresa. Todos os dados são unificados neste DB. Ou seja, qualquer informação da rede Petrobras (unidades nacionais e internacionais). Os processos de dados analisados na sede da UO-SEAL foram identificados com níveis de maturidade ideal em sua maioria. Os custos para manter estes processos são altos, mas os resultados apresentados agregam valor para a empresa. Se fossem substituídos poderiam acarretar algum prejuízo. São processos com o melhor custo benefício para à empresa. O comparativo feito com outros DBs, algumas tecnologias são consideradas melhores em poucos requisitos, no entanto, para o negócio da Petrobras não seriam interessantes.
  11. 11. 11 TABELA 1 – ANALISE DOS PROCESSOS DE DADOS Subárea ID Processo Maturidade Objetivos Importância 2.1.1.1 Administração de banco 4 3 Muito de dados 2.1.1.2 Gerência de Date Importante 3 2,3 Warehouse 2.1.1.3 Unificação do banco de Muito Importante 4 2,3,4,5 dados Muito Importante Armazenamento 2.1.1.4 Disponibilidade do 4 2,3 Servidor 2.1.1.5 Preparação para Muito Importante 4 3 crescimento/Escalabilid Muito Importante ade 2.1.2.1 Disposição de Discos 4 2,3 Rígidos 2.1.2.2 Política de Backup Muito Importante 4 3 Backup Muito Importante 2.1.2.3 Disposição de Mídia de 4 3 Backup 2.1.3.1 Encriptação de dados Muito Importante 4 3 Muito Importante Segurança e 2.1.3.2 Controle de acesso 4 2,3 Privacidade Muito Importante 2.1.3.3 Loggin 4 2,3 Muito Importante
  12. 12. 12 2.2. Hardware O cenário da área de hardware também tem maturidade satisfatória, pois a empresa possui política de licitação de equipamentos anual para aquisição de equipamentos. Há uma alocação de equipamentos satisfatória. Tem bom dimensionamento de utilização do hardware. Existe uma manutenção corretiva satisfatória. Possui uma maturidade satisfatória de redundância de hardware; um seguro suficiente de equipamentos e uma recuperação de desastres com madureza aceitável. Possui uma recuperação contra falha de energia através de nobreak e gerador com maturidade aceitável. Há um rastreamento seguro de equipamentos através de sistema criado pela empresa. Possui computadores (Intel core I5, 4GB) com configuração robusta, os quais superam em alto grau as necessidades habituais de muitos colaboradores. TABELA 2 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE HARDWARE Subárea ID Processo Maturidade Objetivos Importância 2.2.1.1 Política de aquisição de 3 2,3 Muito equipamentos 2.2.1.2 Compras Alocação dos Importante 4 2,3 Importante 4 2,3 Muito equipamentos 2.2.1.3 Dimensionamento da utilização do hardware Importante 2.2.2.1 Manutenção preventiva 1 2,3 Importante 2.2.2.2 Manutenção corretiva 4 2,3 Muito Importante Manutenção 2.2.2.3 Redundância de Hardware 3 2,3 Muito Importante
  13. 13. 13 TABELA 2 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE HARDWARE 2.2.3.1 Processo de 4 2,3 recuperação de Muito Importante desastres 2.2.3.2 Proteção contra 4 2,3 falhas de energia Segurança 2.2.3.3 Seguro de Muito Importante 3 2,3 Importante 2 2,3 Importante equipamentos 2.2.3..4 Rastreabilidade do equipamento Um cenário de maturidade ideal para a empresa na subárea de hardware seria treinar e conscientizar os colaboradores a utilizar as ferramentas de correção preventiva para que as máquinas sempre funcionassem da melhor forma. Haveria um melhor aproveitamento do hardware se os hardwares substituídos de forma anual fossem guardados como redundância de hardware e não doados. A empresa deveria melhorar seus métodos de rastreabilidade de equipamentos. Os métodos embasam-se em alimentação manual do sistema pelos colaboradores. Este método não é satisfatório para a empresa porque um dos colaboradores pode esquecer de carregar no sistema a nova localização do aparelho. A solução seria a implantação do sistema de RFID. Colocaria etiquetas (tags) nos equipamentos para que fossem rastreados pelas antenas de alta frequência e identificados através dos leitores de tags.
  14. 14. 14 TABELA 2.1 – DIAGRAMA DE GANTT PARA PROCESSOS DE HARDWARE Ativida des Respon C Ano sáveis u Sem s Bime o stre Manut enção TIC preven R$ 2.000,00 tiva Implanta Responsá ção do vel Sistema xxxxx de RFID 1 2015 2 1 2016 2 1 2 estre t 2014 R$ 30.000,00 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3
  15. 15. 15 2.3. Software O cenário atual da Petrobrás a respeito da área de software tem uma maturidade satisfatória, pois a empresa possui software para outras áreas relacionadas como: de telecomunicações com o Lotus Notes para e-mails e comunicação instantânea e o VOIP para vídeo conferência. Possui software para área de Help-Desk através da intranet usando o Web881 e através do telefone usando o lig881 estas duas soluções para todos os colaboradores e para os funcionários da TIC. O software de Help-Desk utilizado é o Mentor Web. A empresa possui software com base nos negócios da empresa como o SIG (Sistema de informação de poços de óleo) e o SAG (Sistema de acompanhamento de poços de gás). A empresa conta com suíte de escritório Office original e com política de licenciamento de software. Há o BROffice instalado em todas as máquinas. Utiliza a IDE eclipse e a IDE Visual Studio C# para desenvolvimento de aplicativos para a empresa. Utiliza o software da Oracle para banco de dados e o Jira Atlassian para gerencia de projetos. A maioria dos softwares estão com maturidade satisfatória. TABELA 3 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE Subárea ID Processo Maturidade Objetivos Importância Requerimento 2.3.1.1 Software 3 2,3 Muito De Para área de Outras Telecomunicações Áreas 2.3.1.2 Software para a área Importante 3 2,3,4 de dados Muito Importante 2.3.2.1 Suporte a programas 3 2,3 Importante 2.3.2.2 Suporte a Help-Desk 3 2,3,4 Muito Importante 2.3.2.3 Suporte Política de 3 2,3 Importante 3 2,3,4,5 Muito Licenciamento de software 2.3.2.4 Desenvolvimento de Software Importante
  16. 16. 16 TABELA 3 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE SOFTWARE 2.3.3.1 Análise de software 3 2,3,4,5 Muito com base no negócio Suporte para o 2.3.3.2 Importante Software aplicativo Negócio 3 2,3 Importante 1 2,3,4 Muito para escritório 2.3.3.3 BROffice Importante O cenário desejado seria o treinamento dos funcionários da Petrobrás UOSEAL no BROffice na Faculdade Petrobrás. O treinamento seria gratuito e o tempo seria de três anos. A maturidade deste processo que é 1 na tabela 3 seria elevada a satisfatória. A atividade empregada seria a seleção de grupos para treinamento por profissionais capacitados da própria empresa nos centros de treinamento. TABELA 3.1 – DIAGRAMA DE GANTT PARA PROCESSOS DE SOFTWARE Ativi Resp C Ano dade onsá u Se s veis s me t estr e Trein R$ nto RH BR e Offic TIC e 5.000, 00 1 2015 2 1 2016 2 1 2 stre o Bim ame 2014 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3
  17. 17. 17 2.4. Telecomunicações Para que os diversos sistemas de dados, vídeo e voz possam funcionar fluentemente é necessária uma infraestrutura de telecomunicações que atenda as demandas. Os Processos de voz são compreendidos por ramais telefônicos com 12 centrais telefônicas PABX (a companhia tem 101.446 ramais em utilização). O serviço é disponibilizado pelas operadoras Oi e Embratel. Esses serviços são necessários para o andamento de diversas atividades. Quando os serviços de uma operadora forem interrompidos pressupõe o atendimento pela outra. O serviço de telefonia móvel é prestado pela Vivo. É disponibilizado somente para os funcionários que atuam em atividades onde o contato com a equipe é importante. Telefonia por satélite com diversas estações VSAT e a telefonia IP são recursos existentes na companhia. Facilitam a comunicação utilizando a rede Petrobras das instalações da Empresa. A TV WEB, TV Corporativa são processos existentes com conteúdo gerado pela Empresa. Há o acesso a TV Comercial e a TV por assinatura. O processo de escrita de e-mail e a comunicação instantânea é feita pelo Lotus Notes. Este aplicativo foi desenvolvido pela IBM, a qual também agrega outros serviços importantes. A troca de mensagens pode ser feita interna e externamente a rede da Empresa. O tamanho máximo de anexos são 8 Mb, caso necessite enviar um anexo maior na rede interna poderá ser feita através de uma aplicação chamada área de transferência. Os processos de VOIP disponibiliza o serviço de vídeo conferência corporativa em ambiente público, privativo ou pessoal. Há a comunicação interativa em tempo real de voz e vídeo. São utilizados o PVX que é uma solução completa da Polycom e Reunir da Cisco. O Skype pode ser usado através da rede da companhia somente em equipamentos pessoais ou notebooks da Empresa.
  18. 18. 18 A rede Backbone da Petrobras interliga todo o sistema Petrobras com diversos multiplexadores, comutadores e nós de sincronismo. A rede de transmissão ótica é composta pela rede ótica terrestre e submarina. A extensão é de aproximadamente 8.000 Km de cabos (aproximadamente 249 em Sergipe). Permitindo transmissão de alta velocidade e acompanhamento de diversas atividades em tempo real. Existe o monitoramento do transporte de óleo através de tubos e gasodutos. A extração em mar é feita através dos centros de realidade virtual. Assim como na Sede da UO-SEAL, em todas as unidades, a companhia dispõe de acesso wireless com autenticação, chave e senha para todos os colaboradores. Utiliza-se o tipo 802.11n com suficiente velocidade. Os serviços de rádio comercial, rádio convencional, rádio telex e rádio trunking (1200 rádios em Sergipe), permitem a comunicação em áreas remotas. Esses serviços são disponibilizados em alto-mar, embarcações, plataformas e nos diversos poços de produção terrestre. A rede de comunicação de dados possui um alto número de roteadores e switches. Possui mais de 100.000 pontos de rede e controle de usuários através de senha. Os arquivos e demais recursos são acessados somente por usuários autorizados. O uso da internet é controlado. Existem colaboradores que tem acesso por tempo ilimitado e outros por tempo definido. Em ambos os casos o acesso passa pelo servidor de proxy e firewalls. O dimensionamento da banda é ideal porque permite a transmissão através de download ou upload em alta velocidade. A política de segurança é bem definida. Para todos os processos existem padrões de utilização. Todos os processos, com base no aplicativo de análise de processos mobiPETIC, na área de telecomunicações, existem na sede da UO- SEAL(Petrobras). Há outros além dos citados no mobiPETIC. Existe uma grande integração da empresa. Um grande percentual dos processos são considerados satisfatórios e alguns ideais. Segundo o gerente da TIC, se a área de
  19. 19. 19 telecomunicações fosse desvinculada da Petrobras, a empresa seria a segunda maior empresa de telecomunicações do Brasil. TABELA 4 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE TELECOMUNICAÇÕES Subárea ID Processo Maturidade Objetivos Importância 2.4.1.1 Ramais telefônicos 4 2,3 Muito Importante 2.4.1.2 Serviço de telefonia 4 2,3 móvel Voz 2.4.1.3 Serviço de telefonia fixa Muito Importante 4 2,3 Muito Importante 2.4.1.4 Serviço de VoIP 2 2,3 Muito Importante 2.4.2.1 Utilização de e-mail 4 2,3 Muito Importante Escrita 2.4.2.2 Comunicadores 4 2,3 instantâneos 2.4.3.1 Controle de usuários Muito Importante 4 2,3 Muito Importante 2.4.3.2 Controle de acesso à 4 2,3 arquivos e recursos Rede 2.4.3.3 Estrutura da Importante 4 2,3 rede física 2.4.3.4 Estrutura de rede sem fio Muito Muito Importante 4 2,3 Muito Importante
  20. 20. 20 TABELA 4 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE TELECOMUNICAÇÕES 2.4.4.1 Políticas de acesso à 4 2,9 Muito internet 2.4.4.2 Importante Firewalls 4 2 Muito Internet Importante 2.4.4.3 Dimensionamento de 4 2 Muito banda 2.4.4.4 Importante Política de segurança 4 2,9 Muito Importante 2.4.4.5 Servidor de Proxy 4 2 Muito Importante 2.4.4.6 Disponibilidade do 4 3 Muito servidor Importante O cenário desejado seria elevar o grau da maturidade 2 (Seguro) do processo de VOIP para 4 (Ideal) que se encontra na tabela 6 a ideal. Devido somente alguns funcionários seletos usarem esse serviço satisfatoriamente, há a necessidade de se expandir esse serviço a todos os funcionários para diminuir custos com ramais telefônicos. TABELA 4.1 – DIAGRAMA DE GANTT PARA PROCESSOS DE TELECOMUNICAÇÕES Ativida des Respon C Ano sáveis u Sem s Bime o stre Expan são do serviço de VOIP 1 2015 2 1 2016 2 1 2 estre t 2014 TIC - 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3
  21. 21. 21 2.5. Pessoas O quadro de funcionários da TIC é composto, em sua maioria, por analistas de sistemas, técnicos em informática, engenheiros de telecomunicações e técnicos em telecomunicações. Os funcionários têm suas atribuições bem definidas em cada cargo que ocupa. Isto está explícito no plano de cargo e salários, o qual permite o avanço de nível dentro de cada categoria. Inicia-se na categoria júnior, em seguida vem à categoria pleno e por último a categoria sênior. Ocorre anualmente com 18 ou 24 meses, podendo obter de um até três níveis. Para o avanço de nível são utilizadas diversas ferramentas como à avaliação de desempenho. Não existe uma política de gerenciamento de talentos, mas na prática isto ocorre, quando constatadas as habilidades de um funcionário, estas podem ser aproveitadas. Os treinamentos dos colaboradores são planejados no final de cada ano através PDRH-Planejamento de desenvolvimento de Recursos Humanos. Onde o funcionário pode selecionar os cursos necessários para o seu desenvolvimento ou os cursos são indicados pela gerência. A empresa também possibilita aos funcionários fazer cursos de atualização profissional através de convênios com entidades de ensino. As instalações são adequadas às atividades desenvolvidas, como boa estrutura ergonômica o que oferece conforto e segurança para os empregados. O recrutamento de funcionários é feito através de concurso público e oferece salários atrativos. A remuneração comparada com salários pagos por outras empresas é satisfatória. O comparativo foi feito através dos editais de concursos e pesquisas em sites especializados em mercado de trabalho. Duas vezes por semana há prática de ginastica laboral na sede da UO-SEAL. Há uma academia a disposição dos funcionários para iniciar as atividades físicas. É necessária uma avaliação com profissionais da saúde. É feito exames médicos periódicos. Em caso de algum problema, o funcionário é orientado no tratamento
  22. 22. 22 necessário. Por meio do correio eletrônico e campanhas, a empresa está sempre conscientizando os funcionários a ter boas práticas de saúde. Devido a extensão da empresa se faz necessário uma integração entre os setores que é um dos valores da Petrobras. As pessoas e equipes colaboram entre si na execução de atividades. Durante o período junino há comemorações alusivas as festas juninas e no final de ano existe confraternização entre equipes e gerências. A grande área de pessoas tem seus processos com maturidade satisfatória ou ideal, conforme as características citadas e a tabela 5. TABELA 5 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE PESSOAS Subárea ID Processo Maturidade Objetivos Importância 2.5.1.1 Divisão clara de 4 3,9 Muito atribuições e Importante responsabilidade 2.5.1.2 Recrutamento e seleção 4 3,9 Muito Importante 2.5.1.3 Plano de carreira 4 2,6,9,10 Muito Importante 2.5.1.4 Integração entre setores 4 2,3,6,8,9 Cargos Muito Importante 2.5.1.5 Remuneração 4 3,9 Muito Importante 2.5.1.6 Liderança e gestão de equipe 3 3,4,9 Muito Importante
  23. 23. 23 TABELA 5 – ANÁLISE DOS PROCESSOS DE PESSOAS 2.5.2.1 Política de Treinamento 4 2,3,4,9 Muito Importante 2.5.2.2 Avaliação de 3 2,3,6,9 desempenho 2.5.2.3 Gerenciamento de Muito Importante 1 3,9 Importante 4 3,4,9 Importante 4 2,7,9 Muito talento 2.5.2.4 Incentivo a atualização profissional 2.5.3.1 Ergonomia das instalações 2.5.3.2 Incentivo a manutenção Importante 4 2,7,9 da saúde 2.5.3.3 Bem Estar Ambiente de Importante 4 2,3,9 colaboração 2.5.3.4 Ambiente de Muito Muito Importante 4 2,8,9,10 Importante confraternização O cenário ideal para a área de pessoas seria um desenvolvimento de um plano de gerenciamento de talentos. Neste gerenciamento, poderia ser dada uma bonificação ao funcionário que prestasse um serviço com melhor qualidade. Este funcionário também passaria por testes para ser reaproveitado em uma área que aproveitasse melhor seus talentos.
  24. 24. 24 TABELA 5.1 – DIAGRAMA DE GANTT PARA PROCESSOS DE PESSOAS Ativida des Respon C Ano sáveis u Sem s Bime o stre Geren ciar talento s Gerências e RH 1 2015 2 1 2016 2 1 2 estre t 2014 R$ 0,00 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3 1 2 3
  25. 25. 25 3. Gráfico Custo x Benefício Hardware ID - Ação H1 - Rastreabilidade do equipamento H2 - Manutenção Preventiva Software ID - Ação S1 - Treinamento BROffice Telecomunicações ID - Ação T1 - Expansão do serviço de VOIP Obs.: O cálculo do custo não foi realizado Pessoas ID - Ação P1 - Gerenciar talentos Gráfico Custo x Importância Importância 3 H2 2 S1 P1 H1 1 0 0 10000 20000 Custo (R$) 30000
  26. 26. 26 4. Conclusão O trabalho do PETIC foi feito com a formação de um único grupo devido a extensão da empresa. Foi feita uma entrevista com o gerente de TIC e o analista de sistemas. Como a empresa já mostrava seus processos bem satisfatórios, não foram feitas muitas alterações nestes. Na subárea de dados seus processos são satisfatórios pois utilizam um banco de dados conceituado. Tem uma política de back-up conforme os melhores padrões e uma recuperação de dados respeitável. Na subárea de software a empresa apresenta-se de forma satisfatória pois possui softwares específicos para todas subáreas. Possui softwares para escritório originais e com política de licenciamento. Ela tem desenvolvimento de software interno e softwares para seus negócios. Na subárea de hardware a UO-SEAL possui uma maturidade suficiente para a política de aquisição de equipamentos, alocação e dimensionamento de hardware. A empresa possui uma satisfatória manutenção corretiva e redundância de hardware. Ela tem uma maturidade suficiente no processo de recuperação de desastres. Uma boa prática contra falhas de energia; um bom seguro de equipamentos e um processo com maturidade segura de rastreabilidade de equipamentos. Na subárea telecomunicações a empresa possui muitos aplicativos voltados para essa área como: o Lotus Notes para e-mails e o Lotus Sometime para mensagem instantânea. Possui o VOIP para videoconferência e o PVX para teleconferência. Possui servidor web Apache; telefonia fixa e móvel; internet wifi; TelefoneIP; Soft fone e tv corporativa. Na subárea pessoas a empesa possui um bom plano de carreira. Os cargos tem funções bem definidas. Não há um plano de gerenciamento de talentos, apesar de a empresa da oportunidade a quem se destaca. O recrutamento é feito através de concurso. Há um treinamento e atualização anual. Existe uma avaliação de desempenho. A empresa possui políticas de manutenção da saúde e festas de confraternização.
  27. 27. 27 As mudança que a empresa tem interesse são: o treinamento dos colaboradores da empresa na suíte de escritório BROffice; implantar um gerenciamento de talentos; implantar uma manutenção preventiva de hardware; implantar um melhor serviço de rastreabilidade de hardware e expandir o serviço de VOIP a todos os funcionários.

×