Laboratório de Comunicação Popular - Aula 6

884 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
884
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
75
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Laboratório de Comunicação Popular - Aula 6

  1. 1. A locuçãoradiofônica
  2. 2. IntroduçãoO rádio é um meio de comunicação puramenteauditivo. No entanto, possui o poder dealimentar a imaginação de tal forma que oouvinte forma em sua mente a imagem dolocutor.Diferentemente da TV, onde o telespectadorassiste às imagens que saem do aparelho, norádio as imagens brotam dentro da imaginaçãodo ouvinte.Nesta apresentação vamos abordar algunsaspectos da voz, cuidados com a locução, eapresentar exercícios que podem ser feitos paraapurar a prática.
  3. 3. Cuidadosimportantes
  4. 4. VozUma analogia interessante de ser feita é comparar oaparelho fonador do locutor a um instrumento musicalque necessita ser cuidado e afinado, já que diariamenteo indivíduo faz uso do mesmo sem a devida atenção.Diversos problemas físicos e emocionais podemcomprometer a qualidade da voz. Doenças, dores emal-estares, problemas emocionais, e até onervosismo, que provoca tensões musculares nosórgãos articuladores, língua, músculos daface, maxilar, pescoço e laringe.Cuide da sua voz. Evite bebidas geladas, nãofume, faça gargarejos. E caso sejam necessários osserviços profissionais de um fonoaudiólogo, não seintimide em procurar um.
  5. 5. Respiração (parte 1)É um dos principais aspectos dalocução, inclusive mais importanteaté do que a potência ou timbre devoz. Para um locutor, respirar émuito mais do que inspirar eexpirar. Para demonstrar essaimportância, vamos a uma rápidaobservação: quando vocêrespira, o que mais se mexe? Opeito ou a barriga?
  6. 6. Se a resposta for barriga, significa quevocê está respirando fundo, levando arnovo a todos os minúsculos alvéolos queformam o tecido dos seus pulmões eretirando deles o gás carbônico queprecisa ser eliminado. Ou seja, estárespirando certo.Se a resposta for peito, você estárespirando só com a parte de cima dospulmões. A parte de baixo ficalá, estagnada, cheia de ar velho e deresíduos. Além disso, é lógico que sóentra a metade do oxigênio que deveriaentrar. Ou seja, está respirando errado.Respiração (parte 2)
  7. 7. Respiração (parte 3)Procure prestar atenção àrespiração, e sempre que lembrarprocure respirar durante pelomenos um minuto inspirando deforma lenta e profunda, e depoisexpirando até sentir a sensaçãode esvaziamento dos pulmões.Assim você irá renovar o ar nosistema respiratório.
  8. 8. A postura melhora a projeção da voz. Sentadocorretamente, o locutor se sente mais seguro parafalar e transmitir informações. Portanto, é importanteque alguns cuidados sejam tomados antes, durantee depois do processo de locução.Faça exercícios para relaxar e preparar sua voz: como rosto, com o diafragma, com as cordas vocais.Sente-se de maneira confortável. Se você estiverincomodado, isso interferirá na qualidade dalocução.Antes de falar, posicione o microfone a uma distânciacorreta para você e para o entrevistado, se for ocaso.Postura
  9. 9. Dicas para teratenção nalocução
  10. 10. São áreas do nosso corpo, geralmente ocas, onde ossons de nossa fala se amplificam e ficam maisperceptíveis não só pela audição, mas também pelotato. Funcionam mais ou menos como caixasacústicas. As áreas mais conhecidas são pulmões(para os sons graves), cabeça (para os sons agudos emédios), região nasal (para sons médios emetálicos), e todo o aparelho respiratório (face, laringee traqueia).Geralmente os tons que ressoam na região nasal sãoos mais aplicados para textos jornalísticos, por seremmais audíveis. Mas é preciso cuidado para nãoexagerar, pois com isso o timbre de voz pode se tornardesagradável. Procure ficar atento às ressonâncias doseu corpo no momento da locução.Áreas de ressonância
  11. 11. Técnica de locuçãoÉ importante que o timbre e o volume davoz não sejam sempre os mesmos, poismesmo que a informação seja deextrema relevância, isso cansa o ouvinte.Procure dar maior ênfase ou destaque apalavras que tenham grandeimportância, para reforçar a ideia centraldo texto jornalístico.Utilizando está técnica, o estilo serámenos tenso e conseguirá produzir umalocução que passará credibilidade edespertará o interesse do ouvinte.Cintia Ribeiro – Super Rádio TUPIMarina Heizer – Rádio Globo
  12. 12. Leitura (parte 1)Quando o locutor tem uma boa técnicavocal e sabe atrair a atenção doouvinte, um erro em sua locução ganhacerto destaque. No entanto, quando atécnica não é tão apurada, o erro torna-sepraticamente um rótulo de falta decompetência. No entanto, errar é umamáxima da profissão de locutor. Todos osgrandes locutores já erraram, e algumasdessas falhas viram inclusive lendas daprofissão.
  13. 13. Leitura (parte 2)Não existe uma fórmula mágica para nãoerrar. No entanto, para diminuir ao máximoas falhas, o único conselho possível é aleitura. E não só da notícia que serádivulgada. Separe pelo menos 15 minutosdo seu dia para praticar a leitura em vozalta, de preferência em frente ao espelho.Diversifique os textos lidos, comjornais, poesias, textospublicitários, narrativas, historinhas decrianças, e outros.E quando for ler um texto no ar, procure lê-lo ao menos duas vezes em voz altaantes, para evitar surpresas em sualocução.
  14. 14. Exercícios
  15. 15. Exercícios (parte 1)- Para treinar articulação, pronúncia e dicção:O PRATO DE PRATA PREMIADO É PRECIOSO E SEM PREÇO. FOIPRESENTE DO PRECEPTOR DA PRINCESA PRIMOGÊNITA, PROBOPRIMAZ, PROCURADOR DA PRÚSSIA.SÓFOCLES SOLUÇANTE CICIOU NO SENADO SUAVES CENSURASSOBRE A INSENSATEZ DE SEUS FILHOS INSENSÍVEIS.- Para ajustar a sibilação:1) Zi ... Si2) Ji ... Chi3) Vi ... Fi
  16. 16. Exercícios (parte 2)- Para treinar diferentes formas de locução:a) A praça é do povo como o céu é do condor.b) Leia a edição extra do jornal.c) Barack Obama ganhou o Prêmio Nobel da paz.d) O deputado garante que a rubrica não é dele.e) A empresa oferece teste gratuito do produto.
  17. 17. Exercícios (parte 3)- Para exercitar a leitura (atenção a pontuação em cada caso):1) DEIXO OS MEUS BENS À MINHA IRMÃ. NÃO AO MEU SOBRINHO;JAMAIS SERÁ PAGA A CONTA DO PADEIRO; NADA DOU AOS POBRES!2) DEIXO OS MEUS BENS À MINHA IRMÃ? NÃO, AO MEU SOBRINHO!JAMAIS SERÁ PAGA A CONTA DO PADEIRO! NADA DOU AOS POBRES.3) DEIXO OS MEUS BENS À MINHA IRMÃ? NÃO! AO MEU SOBRINHO?JAMAIS! SERÁ PAGA A CONTA DO PADEIRO. NADA DOU AOS POBRES.4) DEIXO OS MEUS BENS À MINHA IRMÃ? NÃO! AO MEU SOBRINHO?JAMAIS! SERÁ PAGA A CONTA DO PADEIRO? NADA! DOU AOSPOBRES.

×