Portaria nº 3275 (2)

3.733 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.733
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
107
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portaria nº 3275 (2)

  1. 1. AMBIENTAÇÃO PROFISSIONAL Adrielle, Igor, Joana, Tayná e Lais Turma: 0189 Professor Júlio César 05 de outubro de 2012
  2. 2. A PORTARIA Nº 3.275 Foipublicada em 22/09/1989 pelo D.O.U.; Esta portaria rege, basicamente, as responsabilidades de um Técnico em Segurança do Trabalho; É embasada no art. 6°do Decreto 92.530 ( art. 3° );
  3. 3. DISPOSIÇÕES Segundo art. 1° da portaria nº3.275 as atividades de um Técnico são as seguintes:I – Orientar empregador, mediante parecer técnico, sobre riscos existentes;II – Informar os trabalhadores sobre os ricos de suas atividades;III – Analisar os processos de trabalho e identificar riscos propondo eliminação;IV – Executar procedimentos de segurança e higiene avaliando as melhorias;
  4. 4. V - Executar programas de prevenção de trabalho;VI – Promover palestrar, podendo fazer uso de panfletos para a divulgação das normas e seus cumprimentos;VII – Executar as normas de segurança referentes a construções e manutenções observando as condições de segurança e higiene do trabalho;VIII – Encaminhar aos setores responsáveis documentos e estatísticas para melhor autodesenvolvimento do trabalhador;
  5. 5. IX – Indicar, solicitar e inspecionar equipamentos de proteção contra incêndio, além de recursos visuais ;X- Cooperar com as atividades relacionadas ao meu ambiente, orientando sobre os resíduos industriais;XI - Orientar as atividades prestadas por empresas contratadas sobre a higiene e segurança no trabalho;XII - Trabalhar o foco do risco, evitando acidentes e mantendo a integridade do trabalhador;XIII – Apresentar dados estatísticos afim de
  6. 6. XIV - Cooperar com o setor de RH apresentando resultados de estatísticas, levantamentos e documentos;XV - Informar ao colaborador e ao empregador sobre insalubridade, periculosidade, riscos e possíveis soluções;XVI - Avaliar as condições trabalhistas e emitir parecer técnico;XVII - Articular-se e colaborar com os órgãos e entidades ligadas à prevenção de acidentes;XVIII - Participar de seminários, palestras e congressos afim de aperfeiçoar-se profissionalmente;
  7. 7.  Art. 2º : Os casos que não se encaixarem no art. 1° serão dirigidos pela secretária de Segurança e Medicina do Trabalho. Art. 3°: Essa portaria entra em vigor na data da publicação.
  8. 8. NÃO BRINQUE COM A SUA VIDA, VOCÊ TEM UMA ÚNICA CHANCE.Siga a Reta da Segurança para não entrar na curva do acidente.

×