A informação nas tuas mãos:
A RELEVÂNCIA DAS COMPETÊNCIAS DE LITERACIA
DE INFORMAÇÃO NA COMUNIDADE ACADÉMICA
Ana Bela Mart...
ALGUMAS REFLEXÕES
PARA AQUECER
BIBLIOTECAS DA UA:
DEFINIÇÃO DE UMA
ESTRATÉGIA
“A INFORMAÇÃO NAS
TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LI...
ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER
Créditos: https://flic.kr/p/zEham9
ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER
«for education to prepare students for the world they will
need to learn in throughout thei...
ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER
Uma das tendências e linhas de reflexão enunciadas em 2014
pela Association of College & Re...
ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER
A ação das bibliotecas de ensino superior terá que passar pelo
uso adequado das tecnologias...
ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER
Fundamental a complementaridade entre as vertentes presencial, com
sessões de formação adeq...
FATORES CRÍTICOS:
 foco na colaboração
 aposta em redes formais e informais no seio da academia
 reinventar meios adici...
BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE
DE AVEIRO:
definição de
uma estratégia
Créditos: https://flic.kr/p/oAUyPH
18 mil potenciais utilizadores
15 departamentos
1 secção autónoma
4 escolas politécnicas
14 unidades de investigação
4 lab...
A diversidade que caracteriza a comunidade da UA exige…
uma estratégia abrangente com abordagens adequadas em função das n...
reforçar a comunicação e o apoio ao utilizador
desenvolvimento de competências de literacia de informação da
comunidade
in...
A partir de 2010
 uma reflexão e sedimentação de conceitos e temas para reconfiguração dos conteúdos
 reforço da equipa ...
A partir de 2010
Duas vertentes de atuação na área de literacia de informação e formação:
BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE A...
A partir de 2010
SESSÕES EM COLABORAÇÃO COM DOCENTES PARA TURMAS DE ALUNOS DE LICENCIATURA,
MESTRADO E DOUTORAMENTO
 Dota...
A partir de 2010
WORKSHOPS DISPONÍVEIS À COMUNIDADE MEDIANTE INSCRIÇÃO INDIVIDUAL
• Foco nos temas: processo de publicação...
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
o projeto de literacia de
informação das
bibliotecas da UA
Créditos: https://flic.kr/p/8jf4Ui
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
OBJETIVOS
MAIOR ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDOS
E AÇÕES EM FUNÇÃO DAS ÁREAS DE
ESTUDO E INVESTIGAÇÃO E DOS
NÍVEIS DE ENSINO, SOB O LEMA
“ATRI...
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
ATIVIDADES
RECOLHA DE BOAS PRÁTICAS
EXPLORAÇÃO DE NOVAS
FERRAMENTAS DE GESTÃO
DAS INSCRIÇÕES NOS WORKSHOPS
REALIZAÇÃO DE QUESTIONÁRIO...
DEFINIÇÃO DA NOVA OFERTA
FORMATIVA
APOSTA EM NOVOS CONTEÚDOS
ADEQUAÇÃO DAS FORMAÇÕES
À TIPOLOGIA DE UTILIZADORES
ENTREVIST...
FASE 1
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
Créditos: https://flic.kr/p...
Recolha de boas práticas da área da formação e literacia da informação
em outras instituições de ensino superior nacionais...
FASE 2
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
Questionário aos utilizadores METODOLOGIA
Inquérito por questionário (GoogleDocs)
Público-alvo - alunos do 1º, 2º e 3º cic...
Questionário aos utilizadores RESULTADOS
Adquiriram competências para a utilização dos recursos apresentados (89%)
Manifes...
Questionário aos utilizadores RESULTADOS
Consideram útil a gravação e disponibilização das sessões em formato vídeo (83%)
...
FASE 3
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
NOVO FORMULÁRIO para solicitação de sessões de formação por
parte dos docentes
GoogleDocs, recolhe a identificação do doce...
Exploração de novas ferramentas de GESTÃO DAS INSCRIÇÕES nos
workshops
Análise de funcionalidades de sistemas ou aplicaçõe...
Exploração de novas ferramentas de GESTÃO DAS INSCRIÇÕES nos
workshops
Seleção do software Libcal da Springshare, de utili...
Entrevistas aos docentes METODOLOGIA
Inquérito por entrevista semiestruturada
Público-alvo - docentes e diretores de curso...
Entrevistas aos docentes METODOLOGIA
Número de entrevistados - 21
Objeto de análise - perceção das competências de literac...
Entrevistas aos docentes RESULTADOS
Os docentes reconhecem a relevância da ação das bibliotecas da UA para o
desenvolvimen...
Entrevistas aos docentes RESULTADOS
Perceção dos docentes:
Alunos do 1º ciclo – desenvolvimento de competências em literac...
Entrevistas aos docentes RESULTADOS
Perceção dos docentes:
aos docentes e investigadores – atualização e consolidação de c...
Definição da nova OFERTA FORMATIVA
“A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS”
O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
ADEQUAÇÃO das formações à tipologia de utilizadores
Reformulação da tipologia de formação
alunos de formação inicial - “Pr...
ADEQUAÇÃO das formações à tipologia de utilizadores
Para os vários ciclos de ensino são oferecidas as tipologias
Gerir ref...
ADEQUAÇÃO das formações à tipologia de utilizadores
Em 2015 é definida uma nova oferta de workshops:
“Onde estão as minhas...
Aposta em NOVOS CONTEÚDOS
Reforço na conceção de manuais e outros conteúdos de apoio
Estudo, análise e seleção de ferramen...
RESULTADOS E PERSPETIVAS
DE AÇÃO
Créditos: https://flic.kr/p/iw6nRc
Os dados quantitativos relativos às sessões de formação presenciais
demonstram o aumento significativo ao longo dos cinco
...
0
20
40
60
80
100
120
140
160
180
2010 2011 2012 2013 2014
69
95
101
114
164
Número de ações de formação
Número de formaçõ...
A abordagem das bibliotecas de ensino superior ao nível do apoio ao
utilizador no uso e gestão das fontes de informação te...
Tutoriais de apoio em novos formatos e disponíveis em várias
plataformas Web
Aposta nos conteúdos em formato vídeo
realiza...
Disponibilização sistemática e regular de formação em regime
e-learning com recurso a tutoriais vídeo e métodos interativo...
Promoção de workshops acerca de temáticas ligadas a:
estratégias para revisão da literatura,
à gestão do tempo de estudo,
...
CONCLUSÕES
RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA
GLOBAL E CONCERTADA
A REFLEXÃO E CONFIGURAÇÃO
PERIÓDICA DE CONTEÚDOS
E SERVIÇOS
COLABORAÇÃO CO...
APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS
E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO
APROPRIADAS PARA FORNECER
SERVIÇOS INOVADORES
TUTORIAIS DE APOIO
EM N...
OBRIGADA
Ana Bela Martins abela@ua.pt
Diana Silva dianasilva@ua.pt
Susana Dias sdias@ua.pt
SERVIÇOS DE BIBLIOTECA,
INFORMA...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Literacia informação_UAveiro

280 visualizações

Publicada em

Apresentação 12 Congresso BAD

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literacia informação_UAveiro

  1. 1. A informação nas tuas mãos: A RELEVÂNCIA DAS COMPETÊNCIAS DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO NA COMUNIDADE ACADÉMICA Ana Bela Martins, Diana Silva, Susana Dias Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia Universidade de Aveiro 21 outubro de 2015 12º Congresso BAD Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
  2. 2. ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER BIBLIOTECAS DA UA: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  3. 3. ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER Créditos: https://flic.kr/p/zEham9
  4. 4. ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER «for education to prepare students for the world they will need to learn in throughout their lives, it is necessary to shift from a focus on delivery of knowledge to discovery of knowledge.» FARKAS, Meredith - Participatory technologies, pedagogy 2.0 and information literacy. Library Hi Tech. . ISSN 0737-8831. 30:5 (2012) 82–94.
  5. 5. ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER Uma das tendências e linhas de reflexão enunciadas em 2014 pela Association of College & Research Libraries (ACRL) APRENDIZAGEM BASEADA EM COMPETÊNCIAS «that can provide new opportunities for libraries to embed information literacy and research skills and strategies into the fabric of institutional curricula» ACRL RESEARCH PLANNING AND REVIEW COMMITTEE - Top trends in academic libraries: A review of the trends and issues affecting academic libraries in higher education. College & Research Libraries News. 75:6 (2014) 294–302.
  6. 6. ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER A ação das bibliotecas de ensino superior terá que passar pelo uso adequado das tecnologias para a conceção e produção de tutoriais online e outros objetos de aprendizagem «we are in a unique position to take advantage of the increasing number of low-cost web resources that are available to help shape responsive, flexible, scalable and sustainable learning landscapes for students in the Digital Age.» KAMMERLOCHER, Lisa et al. - Information literacy in learning landscapes: flexible, adaptable, low-cost solutions. Reference Services Review. 39:3 (2011) 390–400. doi: 10.1108/00907321111161395.
  7. 7. ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER Fundamental a complementaridade entre as vertentes presencial, com sessões de formação adequadas aos vários públicos e online, mediante conteúdos apropriados e plataformas elearning «for many skills and topics, the well-designed online tutorial can effectively provide instruction and assistance to a wide range of library users.» SLEBODNIK, M.; RIEHLE, CF - Creating online tutorials at your libraries: software choices and practical implications. Reference & User Services Quarterly. 2009).
  8. 8. FATORES CRÍTICOS:  foco na colaboração  aposta em redes formais e informais no seio da academia  reinventar meios adicionais de promover o desenvolvimento de competências de literacia de informação ALGUMAS REFLEXÕES PARA AQUECER
  9. 9. BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: definição de uma estratégia Créditos: https://flic.kr/p/oAUyPH
  10. 10. 18 mil potenciais utilizadores 15 departamentos 1 secção autónoma 4 escolas politécnicas 14 unidades de investigação 4 laboratórios associados BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA Química, Física, Matemática, Saúde, Biomedicina, Línguas, Educação, Psicologia, Engenharias, Economia, Gestão, Música, Design, Comunicação
  11. 11. A diversidade que caracteriza a comunidade da UA exige… uma estratégia abrangente com abordagens adequadas em função das necessidades E conteúdos adequados às diversas áreas científicas, disponíveis em diferentes formatos, plataformas e canais BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA
  12. 12. reforçar a comunicação e o apoio ao utilizador desenvolvimento de competências de literacia de informação da comunidade início de uma colaboração mais efetiva com o corpo docente da universidade na promoção de ações de formação para grupos de alunos. BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA Créditos: https://flic.kr/p/q87mdF
  13. 13. A partir de 2010  uma reflexão e sedimentação de conceitos e temas para reconfiguração dos conteúdos  reforço da equipa de trabalho e respetivas competências  aposta na COLABORAÇÃO COM DOCENTES  novo modelo de sessões: workshops de caráter mais prático e temático, destinado especificamente aos investigadores da UA BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA
  14. 14. A partir de 2010 Duas vertentes de atuação na área de literacia de informação e formação: BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA SESSÕES EM COLABORAÇÃO COM DOCENTES PARA TURMAS DE ALUNOS DE LICENCIATURA, MESTRADO E DOUTORAMENTO WORKSHOPS DISPONÍVEIS À COMUNIDADE MEDIANTE INSCRIÇÃO INDIVIDUAL
  15. 15. A partir de 2010 SESSÕES EM COLABORAÇÃO COM DOCENTES PARA TURMAS DE ALUNOS DE LICENCIATURA, MESTRADO E DOUTORAMENTO  Dotar os alunos com competências de literacia de informação relativas à avaliação, seleção de fontes e descoberta e uso de informação científica assim como na gestão de referências bibliográficas.  Reestruturação semestral na adequação dos conteúdos ao nível de ensino e às áreas temáticas de estudo. BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA
  16. 16. A partir de 2010 WORKSHOPS DISPONÍVEIS À COMUNIDADE MEDIANTE INSCRIÇÃO INDIVIDUAL • Foco nos temas: processo de publicação e informação científica, a contagem de citações, as métricas alternativas, os repositórios e Open Access, a identificação de autoria… BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO: DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA
  17. 17. “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” o projeto de literacia de informação das bibliotecas da UA Créditos: https://flic.kr/p/8jf4Ui
  18. 18. “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA OBJETIVOS
  19. 19. MAIOR ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDOS E AÇÕES EM FUNÇÃO DAS ÁREAS DE ESTUDO E INVESTIGAÇÃO E DOS NÍVEIS DE ENSINO, SOB O LEMA “ATRIBUIR CONTEXTO, CRIAR VALOR” TECNOLOGIAS EMERGENTES PARA A CRIAÇÃO E DISPONIBILIZAÇÃO DE CONTEÚDOS DE APOIO ACOMPANHAR AS TENDÊNCIAS ATUAIS NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO ACADÉMICO PROMOVER JUNTO DA COMUNIDADE ACADÉMICA COMPETÊNCIAS DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO QUE FACILITEM OS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM E INVESTIGAÇÃO EM CONTEXTO ACADÉMICO
  20. 20. “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA ATIVIDADES
  21. 21. RECOLHA DE BOAS PRÁTICAS EXPLORAÇÃO DE NOVAS FERRAMENTAS DE GESTÃO DAS INSCRIÇÕES NOS WORKSHOPS REALIZAÇÃO DE QUESTIONÁRIO AOS UTILIZADORES FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE SESSÕES DE FORMAÇÃO POR DOCENTES
  22. 22. DEFINIÇÃO DA NOVA OFERTA FORMATIVA APOSTA EM NOVOS CONTEÚDOS ADEQUAÇÃO DAS FORMAÇÕES À TIPOLOGIA DE UTILIZADORES ENTREVISTAS A DOCENTES E DIRETORES DE CURSO
  23. 23. FASE 1 “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA Créditos: https://flic.kr/p/zEham9
  24. 24. Recolha de boas práticas da área da formação e literacia da informação em outras instituições de ensino superior nacionais ou estrangeiras e Pesquisa bibliográfica e estado de arte “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  25. 25. FASE 2 “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  26. 26. Questionário aos utilizadores METODOLOGIA Inquérito por questionário (GoogleDocs) Público-alvo - alunos do 1º, 2º e 3º ciclo, docentes e investigadores que participaram em sessões de formação e workshops durante 2011/2012 e 2012/2013 Número de entrevistados - 3652 (247 respostas obtidas) Objeto de análise - competências adquiridas e avaliação geral das sessões “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  27. 27. Questionário aos utilizadores RESULTADOS Adquiriram competências para a utilização dos recursos apresentados (89%) Manifestaram interesse em sessões de formação em regime e-learning (72%) “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  28. 28. Questionário aos utilizadores RESULTADOS Consideram útil a gravação e disponibilização das sessões em formato vídeo (83%) Tipologias mais necessárias: “Gerir referências bibliográficas” e “Seleção de fontes de informação científica” “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  29. 29. FASE 3 “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  30. 30. NOVO FORMULÁRIO para solicitação de sessões de formação por parte dos docentes GoogleDocs, recolhe a identificação do docente e da turma de alunos, o nível de competências dos mesmos e temas de trabalhos académicos em curso. Dados permitem ao formador uma melhor adequação dos conteúdos em cada sessão. “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  31. 31. Exploração de novas ferramentas de GESTÃO DAS INSCRIÇÕES nos workshops Análise de funcionalidades de sistemas ou aplicações Web destinados à gestão de eventos com inscrições “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  32. 32. Exploração de novas ferramentas de GESTÃO DAS INSCRIÇÕES nos workshops Seleção do software Libcal da Springshare, de utilização gratuita “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  33. 33. Entrevistas aos docentes METODOLOGIA Inquérito por entrevista semiestruturada Público-alvo - docentes e diretores de curso Amostragem por conveniência “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  34. 34. Entrevistas aos docentes METODOLOGIA Número de entrevistados - 21 Objeto de análise - perceção das competências de literacia de informação dos vários públicos Análise de resultados - metodologia qualitativa (webQDA) “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  35. 35. Entrevistas aos docentes RESULTADOS Os docentes reconhecem a relevância da ação das bibliotecas da UA para o desenvolvimento de competências em literacia da informação Referem a necessidade de criação de uma modalidade diferente de formação, prática e de modo continuado “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  36. 36. Entrevistas aos docentes RESULTADOS Perceção dos docentes: Alunos do 1º ciclo – desenvolvimento de competências em literacia de informação seleção e avaliação da informação regras de ética científica Alunos do 2º e 3º ciclo – desenvolvimento de competências em literacia de informação na seleção da informação científica adequada à sua área de investigação no domínio dos gestores de referências bibliográficas “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  37. 37. Entrevistas aos docentes RESULTADOS Perceção dos docentes: aos docentes e investigadores – atualização e consolidação de competências em relação a pesquisa em bases de dados bibliometria publicação científica visibilidade na web gestão de referências bibliográficas escrita científica “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  38. 38. Definição da nova OFERTA FORMATIVA “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  39. 39. ADEQUAÇÃO das formações à tipologia de utilizadores Reformulação da tipologia de formação alunos de formação inicial - “Procurar, descobrir e usar informação“ alunos do segundo e terceiro ciclo - “Seleção de fontes de informação científica” “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  40. 40. ADEQUAÇÃO das formações à tipologia de utilizadores Para os vários ciclos de ensino são oferecidas as tipologias Gerir referências bibliográficas Pesquisa de informação estatística “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  41. 41. ADEQUAÇÃO das formações à tipologia de utilizadores Em 2015 é definida uma nova oferta de workshops: “Onde estão as minhas citações? Ferramentas e dicas”; “Literatura cinzenta, ou nem por isso?” “Acesso globalizado ao formato digital de teses e dissertações” ”O admirável mundo dos livros eletrónicos” “Não stresses, usa o Mendeley!” “Scopus ou Web of Science? Tirar o melhor partido na pesquisa de informação” “ORCID: as suas publicações num único identificador”. “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  42. 42. Aposta em NOVOS CONTEÚDOS Reforço na conceção de manuais e outros conteúdos de apoio Estudo, análise e seleção de ferramentas para a vídeos com captura de ecrã e animação - tutoriais em formato vídeo “A INFORMAÇÃO NAS TUAS MÃOS” O PROJETO DE LITERACIA DE INFORMAÇÃO DAS BIBLIOTECAS DA UA
  43. 43. RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO Créditos: https://flic.kr/p/iw6nRc
  44. 44. Os dados quantitativos relativos às sessões de formação presenciais demonstram o aumento significativo ao longo dos cinco anos em análise, resultado da adequação de algumas das ações descritas, levadas a cabo no âmbito do projeto de literacia de informação RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  45. 45. 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 2010 2011 2012 2013 2014 69 95 101 114 164 Número de ações de formação Número de formações RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO Ano Número de sessões de formação 2010 69 2011 95 2012 101 2013 114 2014 164
  46. 46. A abordagem das bibliotecas de ensino superior ao nível do apoio ao utilizador no uso e gestão das fontes de informação terá que passar pelo uso adequado das tecnologias para a conceção e produção de tutoriais online e outros objetos de aprendizagem. RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  47. 47. Tutoriais de apoio em novos formatos e disponíveis em várias plataformas Web Aposta nos conteúdos em formato vídeo realização dos guiões para os vídeos e outros conteúdos complementares realização dos vídeos reforço da estratégia de partilha, disseminação e comunicação de conteúdos e tutoriais Web RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  48. 48. Disponibilização sistemática e regular de formação em regime e-learning com recurso a tutoriais vídeo e métodos interativos RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  49. 49. Promoção de workshops acerca de temáticas ligadas a: estratégias para revisão da literatura, à gestão do tempo de estudo, à gestão do stress, ao pensamento crítico, à escrita científica, entre outras. RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  50. 50. CONCLUSÕES RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO
  51. 51. DEFINIÇÃO DE UMA ESTRATÉGIA GLOBAL E CONCERTADA A REFLEXÃO E CONFIGURAÇÃO PERIÓDICA DE CONTEÚDOS E SERVIÇOS COLABORAÇÃO COM O CORPO DOCENTE A ATENÇÃO PERMANENTE À EVOLUÇÃO DAS NECESSIDADES DOS PÚBLICOS RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CONSTANTE DA EQUIPA E RESPETIVA CAPACIDADE DE ADAPTAÇÃO
  52. 52. APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO APROPRIADAS PARA FORNECER SERVIÇOS INOVADORES TUTORIAIS DE APOIO EM NOVOS FORMATOS E DISPONÍVEIS EM VÁRIAS PLATAFORMAS WEB DISPONIBILIZAÇÃO DE RECURSOS MAIS RELEVANTES E ACESSÍVEIS EM TEMPO ÚTIL E ATRAVÉS DOS CANAIS ADEQUADOS RESULTADOS E PERSPETIVAS DE AÇÃO FOCO NA DIMENSÃO DA APRENDIZAGEM BASEADA EM COMPETÊNCIAS E CENTRADA NO UTILIZADOR
  53. 53. OBRIGADA Ana Bela Martins abela@ua.pt Diana Silva dianasilva@ua.pt Susana Dias sdias@ua.pt SERVIÇOS DE BIBLIOTECA, INFORMAÇÃO DOCUMENTAL E MUSEOLOGIA UNIVERSIDADE DE AVEIRO Créditos: https://flic.kr/p/zEham9

×