SlideShare uma empresa Scribd logo

Gdibibliotecas

Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal

1 de 31
Baixar para ler offline
Gestão de Dados de
Investigação e Bibliotecas
em Portugal
estratégias, serviços e competências
Diana Silva, Pedro Príncipe
Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia, Universidade de Aveiro
Serviços de Documentação da Universidade do Minho
1. A premência do novo foco das BES na
Gestão Dados de investigação
2. A ação estratégica para este novo
desafio
3. O universo de serviços a desenvolver
4. A urgência de mais e melhores
competências
Dados de
investigação
Reforço da
Ciência
Aberta
Urgência de
Dados FAIR
Reforço do
papel
Institucional
Gdibibliotecas
Ciência Aberta
- POLÍTICAS E MANDATOS
organismos de financiamento de ciência tem vindo a adotar
políticas relativas à gestão e partilha dos dados produzidos no
âmbito de projetos de investigação.
- redução dos custos associados à recolha de dados
- reprodutibilidade da investigação
Horizonte 2020 uma política de dados abertos que visa
melhorar e maximizar o acesso e a reutilização dos dados.
Ciência Aberta
- POLÍTICAS E MANDATOS
Em Portugal também se assiste ao reforço das políticas de
Ciência Aberta com foco no dados:
- Recomendação da FCT (Maio de 2014).
- Política Nacional de Ciência Aberta em desenvolvimento
(princípios, Grupo de trabalho…).
Anúncio

Recomendados

Poster apresentado na ConfOA 2014 - Plano de intervenção dos Serviços de Docu...
Poster apresentado na ConfOA 2014 - Plano de intervenção dos Serviços de Docu...Poster apresentado na ConfOA 2014 - Plano de intervenção dos Serviços de Docu...
Poster apresentado na ConfOA 2014 - Plano de intervenção dos Serviços de Docu...Pedro Príncipe
 
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Pedro Príncipe
 
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Pedro Príncipe
 
Serviços para suporte à gestão de dados científicos na UMINHO: plano de inter...
Serviços para suporte à gestão de dados científicos na UMINHO: plano de inter...Serviços para suporte à gestão de dados científicos na UMINHO: plano de inter...
Serviços para suporte à gestão de dados científicos na UMINHO: plano de inter...Pedro Príncipe
 
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosPedro Príncipe
 
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...Pedro Príncipe
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Pedro Príncipe
 
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...Pedro Príncipe
 
Springer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisaSpringer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisaSIBiUSP
 
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...Pedro Príncipe
 
Preservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados CientíficosPreservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados CientíficosCariniana Rede
 
Serviço de Referência BE
Serviço de Referência BEServiço de Referência BE
Serviço de Referência BEBCRE
 
Enhanced Publication aspects in Thesis and Dissertations
Enhanced Publication aspects in Thesis and DissertationsEnhanced Publication aspects in Thesis and Dissertations
Enhanced Publication aspects in Thesis and DissertationsFernando de Assis Rodrigues
 
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...Pedro Príncipe
 

Mais procurados (12)

Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
 
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
 
Integrar uma Rede de Repositórios no Ecossistema de Gestão de Ciência Naciona...
Integrar uma Rede de Repositórios no Ecossistema de Gestão de Ciência Naciona...Integrar uma Rede de Repositórios no Ecossistema de Gestão de Ciência Naciona...
Integrar uma Rede de Repositórios no Ecossistema de Gestão de Ciência Naciona...
 
Springer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisaSpringer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisa
 
Oficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecas
Oficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecasOficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecas
Oficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecas
 
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
 
Preservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados CientíficosPreservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados Científicos
 
BV-FAPESP: um modelo de biblioteca virtual para democratização do acesso à in...
BV-FAPESP: um modelo de biblioteca virtual para democratização do acesso à in...BV-FAPESP: um modelo de biblioteca virtual para democratização do acesso à in...
BV-FAPESP: um modelo de biblioteca virtual para democratização do acesso à in...
 
Serviço de Referência BE
Serviço de Referência BEServiço de Referência BE
Serviço de Referência BE
 
Enhanced Publication aspects in Thesis and Dissertations
Enhanced Publication aspects in Thesis and DissertationsEnhanced Publication aspects in Thesis and Dissertations
Enhanced Publication aspects in Thesis and Dissertations
 
Diretrizes OpenAire para repositorios
Diretrizes OpenAire para repositorios Diretrizes OpenAire para repositorios
Diretrizes OpenAire para repositorios
 
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
 

Semelhante a Gdibibliotecas

Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015Pedro Príncipe
 
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...Pedro Príncipe
 
Gestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosGestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosPortal de Periódicos UFSC
 
Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecasGestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecasPedro Príncipe
 
Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...
Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...
Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...Pedro Príncipe
 
Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017Cariniana Rede
 
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...Pedro Príncipe
 
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilDesafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilCariniana Rede
 
Preservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificosPreservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificosLiber UFPE
 
Ofinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Ofinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecasOfinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Ofinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecasPedro Príncipe
 
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendênciasBibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendênciasCarlos Lopes
 
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoSituação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoPedro Príncipe
 
Competências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisa
Competências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisaCompetências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisa
Competências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisaProjeto RCAAP
 
Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...
Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...
Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...Pedro Príncipe
 
Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...
Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...
Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...http://bvsalud.org/
 
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...Projeto RCAAP
 

Semelhante a Gdibibliotecas (20)

Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
 
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
 
Gestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosGestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicos
 
Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecasGestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
 
Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...
Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...
Gestão de Dados de Investigação - desafios para o futuro (Conferência "Alexan...
 
Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017
 
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
 
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilDesafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
 
Preservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificosPreservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificos
 
Ofinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Ofinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecasOfinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
Ofinia em Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas
 
A Influência das Revistas Científicas de Acesso Aberto para o Depósito e Publ...
A Influência das Revistas Científicas de Acesso Aberto para o Depósito e Publ...A Influência das Revistas Científicas de Acesso Aberto para o Depósito e Publ...
A Influência das Revistas Científicas de Acesso Aberto para o Depósito e Publ...
 
Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?
Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?
Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?
 
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendênciasBibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
 
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoSituação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
 
Competências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisa
Competências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisaCompetências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisa
Competências dos bibliotecarios na gestão dos dados de pesquisa
 
Dados de pesquisa: compartilhamento e publicação
Dados de pesquisa: compartilhamento e publicaçãoDados de pesquisa: compartilhamento e publicação
Dados de pesquisa: compartilhamento e publicação
 
Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...
Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...
Tendências nas Bibliotecas, infraestruturas de informação e comunicação cient...
 
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
 
Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...
Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...
Compartilhamento de dados de pesquisa na FIOCRUZ: diagnóstico e percepção do ...
 
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
 

Mais de Diana Silva

Forum cidtff2018
Forum cidtff2018Forum cidtff2018
Forum cidtff2018Diana Silva
 
Literacia informação_UAveiro
Literacia informação_UAveiroLiteracia informação_UAveiro
Literacia informação_UAveiroDiana Silva
 
JornadasApdis2014_DianaSilva
JornadasApdis2014_DianaSilvaJornadasApdis2014_DianaSilva
JornadasApdis2014_DianaSilvaDiana Silva
 
Jornadas fccn aveiro2014
Jornadas fccn aveiro2014Jornadas fccn aveiro2014
Jornadas fccn aveiro2014Diana Silva
 
PechaKucha_2EncontroBES_MobileLibrary
PechaKucha_2EncontroBES_MobileLibraryPechaKucha_2EncontroBES_MobileLibrary
PechaKucha_2EncontroBES_MobileLibraryDiana Silva
 
PechaKucha_2EncontroBES_Biblioteca
PechaKucha_2EncontroBES_BibliotecaPechaKucha_2EncontroBES_Biblioteca
PechaKucha_2EncontroBES_BibliotecaDiana Silva
 
RevistasUA_ConfOA13
RevistasUA_ConfOA13RevistasUA_ConfOA13
RevistasUA_ConfOA13Diana Silva
 
RepositorioUA_ConfOA13
RepositorioUA_ConfOA13RepositorioUA_ConfOA13
RepositorioUA_ConfOA13Diana Silva
 
Apoio_bibliotecasUAveiro
Apoio_bibliotecasUAveiroApoio_bibliotecasUAveiro
Apoio_bibliotecasUAveiroDiana Silva
 
Prestígio_revistas_CB2013
Prestígio_revistas_CB2013Prestígio_revistas_CB2013
Prestígio_revistas_CB2013Diana Silva
 
JornadasFCCN_RIA
JornadasFCCN_RIAJornadasFCCN_RIA
JornadasFCCN_RIADiana Silva
 
à procura do contexto
à procura do contextoà procura do contexto
à procura do contextoDiana Silva
 
Confoa2012Aveiro
Confoa2012AveiroConfoa2012Aveiro
Confoa2012AveiroDiana Silva
 

Mais de Diana Silva (16)

Forum cidtff2018
Forum cidtff2018Forum cidtff2018
Forum cidtff2018
 
Perto
PertoPerto
Perto
 
Bibliotecate
BibliotecateBibliotecate
Bibliotecate
 
Literacia informação_UAveiro
Literacia informação_UAveiroLiteracia informação_UAveiro
Literacia informação_UAveiro
 
JornadasApdis2014_DianaSilva
JornadasApdis2014_DianaSilvaJornadasApdis2014_DianaSilva
JornadasApdis2014_DianaSilva
 
Jornadas fccn aveiro2014
Jornadas fccn aveiro2014Jornadas fccn aveiro2014
Jornadas fccn aveiro2014
 
PechaKucha_2EncontroBES_MobileLibrary
PechaKucha_2EncontroBES_MobileLibraryPechaKucha_2EncontroBES_MobileLibrary
PechaKucha_2EncontroBES_MobileLibrary
 
PechaKucha_2EncontroBES_Biblioteca
PechaKucha_2EncontroBES_BibliotecaPechaKucha_2EncontroBES_Biblioteca
PechaKucha_2EncontroBES_Biblioteca
 
RevistasUA_ConfOA13
RevistasUA_ConfOA13RevistasUA_ConfOA13
RevistasUA_ConfOA13
 
RepositorioUA_ConfOA13
RepositorioUA_ConfOA13RepositorioUA_ConfOA13
RepositorioUA_ConfOA13
 
CTDI_Vila_Conde
CTDI_Vila_CondeCTDI_Vila_Conde
CTDI_Vila_Conde
 
Apoio_bibliotecasUAveiro
Apoio_bibliotecasUAveiroApoio_bibliotecasUAveiro
Apoio_bibliotecasUAveiro
 
Prestígio_revistas_CB2013
Prestígio_revistas_CB2013Prestígio_revistas_CB2013
Prestígio_revistas_CB2013
 
JornadasFCCN_RIA
JornadasFCCN_RIAJornadasFCCN_RIA
JornadasFCCN_RIA
 
à procura do contexto
à procura do contextoà procura do contexto
à procura do contexto
 
Confoa2012Aveiro
Confoa2012AveiroConfoa2012Aveiro
Confoa2012Aveiro
 

Último

Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 

Gdibibliotecas

  • 1. Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal estratégias, serviços e competências Diana Silva, Pedro Príncipe Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia, Universidade de Aveiro Serviços de Documentação da Universidade do Minho
  • 2. 1. A premência do novo foco das BES na Gestão Dados de investigação 2. A ação estratégica para este novo desafio 3. O universo de serviços a desenvolver 4. A urgência de mais e melhores competências
  • 3. Dados de investigação Reforço da Ciência Aberta Urgência de Dados FAIR Reforço do papel Institucional
  • 5. Ciência Aberta - POLÍTICAS E MANDATOS organismos de financiamento de ciência tem vindo a adotar políticas relativas à gestão e partilha dos dados produzidos no âmbito de projetos de investigação. - redução dos custos associados à recolha de dados - reprodutibilidade da investigação Horizonte 2020 uma política de dados abertos que visa melhorar e maximizar o acesso e a reutilização dos dados.
  • 6. Ciência Aberta - POLÍTICAS E MANDATOS Em Portugal também se assiste ao reforço das políticas de Ciência Aberta com foco no dados: - Recomendação da FCT (Maio de 2014). - Política Nacional de Ciência Aberta em desenvolvimento (princípios, Grupo de trabalho…).
  • 7. Dados FAIR - Princípios FAIR para os dados
  • 8. Dados de investigação- Melhorar o potencial de reproducibilidade da ciência
  • 10. Dados de investigação- Requisitos dos editores para disponibilização dos dados Um número significativo de revistas científicas apresenta uma política específica de disponibilização dos dados ou de arquivo de dados. - Enviar dataset para o editor - Depositar dataset num repositório confiável - Providenciar a informação de contacto
  • 12. Dados de investigação Tornar o processo de investigação mais fácil Salvaguardar os dados Partilhar os dados para reutilização Obter ganhos e créditos por isso Evitar acusações de fraude ou má ciência
  • 13. Ação estratégica É fundamental que as bibliotecas promovam uma ação efetiva e de valor acrescentado neste domínio Criação de serviços de apoio e consultoria, focados nas necessidades concretas da comunidade e mediante uma cultura de proximidade e flexibilidade.
  • 14. Ação estratégica Cabe às BES facilitar - a implementação de sistemas e serviços de suporte à gestão de dados de investigação e para o cumprimento das exigências dos organismos financiadores da ciência (gestão e partilha)
  • 15. Ação estratégica Reforço do papel Institucional Objetivo: desenvolver um conjunto de boas práticas para a gestão de dados no contexto universitário. Âmbito: dados gerados nas universidades e instituições de investigação e o papel dos repositórios institucionais e das bibliotecas enquanto agentes de gestão de dados nas instituição.
  • 16. Ação estratégica 7 recomendações para apoiar a cauda longa dos dados de investigação
  • 17. 7 recomendações para apoiar a cauda longa dos dados de investigação 1. Reconhecer e compreender a diversidade dos dados criados na sua organização, ou através do seu apoio financeiro e desenvolver estruturas adequadas para a gestão desses dados. 2. Dimensionar os mecanismos de financiamento existentes para apoiar a gestão de dados de investigação para pequenos projetos de investigação. 3. Expandir e fortalecer o papel institucional na gestão dos dados de investigação. 4. Desenvolver e aplicar padrões comuns em instituições e domínios para garantir maior interoperabilidade entre os conjuntos de dados. 5. Apoiar a reproducibilidade e a transparência da investigação, ligando dados, software e literatura. 6. Estabelecer estruturas de governança que reflitam as diversas dimensões dos dados de investigação. 7. Desenvolver princípios e políticas coerentes para a recolha e preservação da cauda longa dos dados.
  • 18. 7 recomendações para apoiar a cauda longa dos dados de investigação 3. Expandir e fortalecer o papel institucional na gestão dos dados de investigação. - Muitos conjuntos de dados de cauda longa correm o risco de serem perdidos porque não são administrados adequadamente. - O suporte local a investigadores aumentará a adoção de padrões e boas práticas de gestão de dados ao longo do ciclo de vida da investigação, melhorando a probabilidade de os dados serem preservados adequadamente, pesquisáveis e reutilizáveis por outros. “Encorajamos universidades e instituições a oferecer serviços de gestão de dados de investigação…” “Serviços devem fazer parte da atuação natural das bibliotecas…”
  • 19. Ação estratégica Fundamental definir uma estratégia detalhada, por etapas, perceber desde já o que é mais urgente e possível fazer Estar a par de serviços e infraestruturas em curso ou planeados a nível nacional e europeu.
  • 20. Ação estratégica Traçar um programa de atividades em colaboração com outros serviços da IES • Gabinete de apoio à investigação • Serviços de tecnologias • Unidades de investigação Auscultar os investigadores antes de tudo e fazer levantamentos
  • 21. Os serviços Expandir e fortalecer o papel institucional na gestão dos dados, com mais intervenção estratégica e oferta de serviços de suporte.
  • 23. Os serviços Três dimensões básicas: • os requisitos relativos à gestão de dados de investigação, sobretudo no que tange à elaboração de planos de gestão de dados • os requisitos relacionados com a partilha e o acesso aberto aos dados produzidos, através de repositórios de dados • Criação de serviços de apoio e consultoria
  • 24. Os serviços Que serviços? - Constituir repositórios de dados em instituições e infraestruturas disciplinares para depósito de dados “as open as possible as closed as necessary”.
  • 25. Os serviços Que serviços? - Estruturar o apoio à gestão e preservação de dados gerados e recolhidos em projetos de Ciência Cidadã capitalizando o seu potencial
  • 26. As competências Programas de formação sistemáticos ao nível da instituição ou globais Aumento de recursos e capacidade de planeamento Essencial ter os pés na terra: lucidez sobre a real capacidade de resposta
  • 27. 23 COISAS: Bibliotecas para a gestão de dados de investigação Visão geral de recursos úteis e ferramentas online livres que podem servir para integrar a gestão de dados científicos no trabalho prático dos profissionais das bibliotecas.
  • 30. As competências A partilha de práticas entre profissionais CRIAR COMUNIDADE