Biotecnologia no
diagnóstico e terapêutica
de doenças
Resposta às actividades
do manual
Act 1 – produção de anticorpos
monoclonais –pag 230
• 1. a injecção de antigénios nos ratinhos provoca a
produção de linfó...
• 4. Permite obter muitas cópias de um clone,
possibilitando a posterior extracção de
anticorpos em grandes quantidades, o...
ACT 2 – pag 232
Terapêutica e diagnóstico
• 1. a marcação o radioactiva permite detectar o local
preciso onde ocorreu o re...
ACT 3 – pag 234-Uso
experimental de animais
• 1. Resposta individual.
• Pode fazer uma pesquisa sobre este tema.
• Como fo...
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual

1.144 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
783
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual

  1. 1. Biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças Resposta às actividades do manual
  2. 2. Act 1 – produção de anticorpos monoclonais –pag 230 • 1. a injecção de antigénios nos ratinhos provoca a produção de linfócitos B, que produzem anticorpos específicos para os antigénios injectados • 2. Obtendo anticorpos monoclonais, fundindo os linfócitos com mielomas, formando hibridomas que produzem anticorpos em elevado número, selccionando o que interessa • 3. a célula multiplica-se indefinidamente, formando múltiplas cópias - clones
  3. 3. • 4. Permite obter muitas cópias de um clone, possibilitando a posterior extracção de anticorpos em grandes quantidades, ou a manutenção das células em meio de cultura. • 5. os anticorpos policlonais podem reconhecer e ligar-se a vários antigénios, alguns deles sem interesse, pelo que são menos específicos, tornando os resultados menos fiáveis, quando comparados com os anticorpos monoclonais, que são mais específicos e, assim, com interesse. • 6. recorre às potencialidades dos organismos vivos para a obtenção de compostos em elevadas quantidades.
  4. 4. ACT 2 – pag 232 Terapêutica e diagnóstico • 1. a marcação o radioactiva permite detectar o local preciso onde ocorreu o reconhecimento entre os anticorpos e os determinantes antigénicos tumorais, de modo a obter uma imagem detalhada do tumor • 2. como esta técnica se baseia na especificidade imunológica, só ocorre o reconhecimento por parte dos anticorpos se os antigénios se encontrarem presentes, pelo que é uma técnica fiável e precisa • 3. A adição de antigénios implica algum tempo para que o organismo produza os anticorpos. O organismo estaria assim sujeito ao efeito do veneno, entretanto! • Para actuar imediatamente, o tratamento tem de ser feito por anticorpos
  5. 5. ACT 3 – pag 234-Uso experimental de animais • 1. Resposta individual. • Pode fazer uma pesquisa sobre este tema. • Como foi referido na aula, o uso de animais em testes fomenta um grande avanço na medicina e na descoberta e uso de medicamentos, por ex., mas não se pode esquecer o respeito pela vida animal, evitando o sofrimento desnecessário e respeitando os direitos dos animais.

×