Influência, história, fotos e curiosidades
Grupo: André Lapa, Katarina Assef, Lara Gama, Laura Miranda e Diana Navarro Lin...
O que é?
• Maracatu é uma manifestação cultural da música
folclórica pernambucana afro-brasileira.
• Formada por uma percu...
A História
No Carnaval, em Pernambuco, é comum nos depararmos com os batuques do
maracatu. Mas na verdade o que hoje nos p...
As raízes do Maracatu
O Maracatu é, entre outras coisas, marcado por ser um
movimento popular que sofreu uma grande resist...
As raízes do Maracatu
Na África, o culto tinha um caráter familiar e
era exclusivo de uma linhagem, clã ou grupo
de sacerd...
Maracatuna atualidade
Ritmo, passos e dança
O ritmo do maracatu cearense é marcado por um grupo de percussão, no
qual incluem-se caixas, surdos,...
Instrumentos tradicionaisdo MaracatuNação
•Gonguê: Instrumento com o formato aproximado de um sino de ponta a
cabeça ou um...
Organização do Cortejo
Geralmente, os cortejos são organizados da
seguintes maneiras:
• Primeiramente, se apresenta o Port...
Curiosidades
• Mário de Andrade, no capítulo Maracatu de seu
livro Danças Dramáticas do Brasil II, indica diversas
possibi...
Fontes e créditos
• www.maracatu.org.br
• www.pt.wikipedia.org/wiki/Maracatu_Nação
• http://www.nacaofortaleza.com/bra/mar...
Maracatu
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Maracatu

4.888 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.888
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
249
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Maracatu

  1. 1. Influência, história, fotos e curiosidades Grupo: André Lapa, Katarina Assef, Lara Gama, Laura Miranda e Diana Navarro Lins.
  2. 2. O que é? • Maracatu é uma manifestação cultural da música folclórica pernambucana afro-brasileira. • Formada por uma percussão que acompanha um cortejo real. • É como a maioria das manifestações populares do Brasil, uma mistura das culturas indígena, africana e europeia. Surgiu em meados do século XVIII. Xilogravura com o tema do Maracatu
  3. 3. A História No Carnaval, em Pernambuco, é comum nos depararmos com os batuques do maracatu. Mas na verdade o que hoje nos parece tão comum ainda traz muitas dúvidas. Considera-se que o Maracatu surgiu onde hoje é o estado de Pernambuco, principalmente nas cidades de Recife, Olinda e Igarassu, durante o período escravocrata entre os séculos XVII e XVIII.
  4. 4. As raízes do Maracatu O Maracatu é, entre outras coisas, marcado por ser um movimento popular que sofreu uma grande resistência cultural. Possui uma matriz africana, tendo origem especialmente do Banto, fazendo diversas vezes referências à Corte Portuguesa. Negros eram trazidos da África para o Brasil, para realizarem o trabalho escravo, sendo obrigados a batizar-se como católicos, mas isso não acontecia de fato. Afinal, religiões africanas não deixaram de ser praticadas, mesmo que ocultamente. Mesmo que na África as religiões e culturas fossem divididas por povos ou grupos familiares, houve uma mistura dessas etnias ao serem levados para o Brasil. Dessa forma, houve uma grande mistura de religiões africanas, onde tradições e cultos foram sendo desenvolvidos sendo também uma forma de expressar suas origens.
  5. 5. As raízes do Maracatu Na África, o culto tinha um caráter familiar e era exclusivo de uma linhagem, clã ou grupo de sacerdotes. Com a vinda ao Brasil e a separação das famílias, nações e etnias, essa estrutura se fragmentou. Mas os negros criaram uma unidade e partilharam cultos e conhecimentos diferentes em relação aos segredos rituais de sua religião e cultura. As religiões afro-brasileiras constituem um fenômeno relativamente recente na história religiosa do Brasil. O Candomblé, a mais tradicional e africana dessas religiões, se originou no Nordeste.
  6. 6. Maracatuna atualidade
  7. 7. Ritmo, passos e dança O ritmo do maracatu cearense é marcado por um grupo de percussão, no qual incluem-se caixas, surdos, bumbos, ganzás, chocalhos e triângulos, também chamados de ferros, confeccionados com molas de transporte pesado, o que lhes dá um timbre característico, os destacando dos outros instrumentos. Os temas ligados à cultura, à religião e à história da África e do Brasil são, geralmente, o foco no maracatu.
  8. 8. Instrumentos tradicionaisdo MaracatuNação •Gonguê: Instrumento com o formato aproximado de um sino de ponta a cabeça ou um agogô de uma só boca. As frases ritmicas do gonguê são geralmentes formadas por contratempos e síncopes com grande liberdade de improviso. •Alfaias: Também chamada de bombos. São tambores graves, originalmente feito de barris de madeira. São responsaveis pelas características principais de cada toque ou baque. Muitas vezes dividem-se em grupos pelo seu tamanho ou afinação tendo cada grupo uma função rítmica diferente. •Caixa de Guerra: Tambor agudo que possiu na pele um bordão produzido com um som rufado e característico. São as caixas de guerra, juntamente com os taróis, que dão a chamada para a entrada dos outros instrumentos. •Tarol: Mais agudo que a Caixa de Guerra e com som mais rufado. Seguem basicamente a linhas das caixas porém com maior número de variações rítmicas. •Ganzá: Também chamado de mineiro. Chocalho cilíndrico, responsável pelos registros mais agudos do conjunto. Um dos instrumentos mais versáteis da nossa cultura. Possui inúmeras possibilidades de sutis variações rítmicas.
  9. 9. Organização do Cortejo Geralmente, os cortejos são organizados da seguintes maneiras: • Primeiramente, se apresenta o Porta- Estandarte, caminhando à frente do cortejo. • Em seguida vem a dama do paço, a qual carrega a Calunga (de extrema importância religiosa no cortejo, considerada detentora do axé do Maracatu). • Assim, as próximas personagens são as Catirinas, também chamadas de Damas de Frente ou Baianas Ricas. • O cortejo é finalizado com a passagem do rei e da rainha.
  10. 10. Curiosidades • Mário de Andrade, no capítulo Maracatu de seu livro Danças Dramáticas do Brasil II, indica diversas possibilidades de origem da palavra maracatu. Maracá= instrumento ameríndio de percussão; catu= bom, bonito em tupi; marã= guerra, confusão; marãcàtú, e depois maràcàtú valendo como guerra bonita.
  11. 11. Fontes e créditos • www.maracatu.org.br • www.pt.wikipedia.org/wiki/Maracatu_Nação • http://www.nacaofortaleza.com/bra/marace.htm •http://www.recife.pe.gov.br/fccr/cadastro/generico_29.php •http://www.encontro2012.nne.abrapso.org.br/conteudo/view?ID_CONTEUDO=640 •http://www.flickr.com/photos/koalaeu/2253490726/sizes/m/in/photostream/

×