SlideShare uma empresa Scribd logo

Bolsa família e cadastro unico - 2017

Dheimyson Carlos Sousa Silva
Dheimyson Carlos Sousa Silva
Dheimyson Carlos Sousa SilvaGestor Do programa Bolsa familia e Cadastro Único em Secretaria Municipal de Assistência Social

principais abordagens do programa bolsa família e cadastro único as condicionalidades , perfil das famílias, tipos de benefícios ,

Bolsa família e cadastro unico - 2017

1 de 48
Baixar para ler offline
BOLSA FAMÍLIA E CADASTRO
ÚNICO
Conhecendo um pouco sobre cadastro único e bolsa família
Dheimyson Carlos
Analista De Sistemas – Unopar
20 ano
Gestor do Programa Bolsa Família e Cadastro Único
Bolsa família e cadastro unico - 2017
Sobre o Cadastro único
Cadastro Único é o instrumento que o governo
usa para identificar as famílias de baixa renda que têm interesse em participar
de Programas Sociais, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, a Tarifa
Social de Energia Elétrica entre outros.
O que é?
O Cadastro Único é um conjunto
de informações sobre as famílias
brasileiras em situação
de pobreza e extrema pobreza.
Anúncio

Recomendados

Bolsa familia
Bolsa familiaBolsa familia
Bolsa familiageisi1902
 
Curso Bolsa Família pra explicar a coxinhas de plantão
Curso Bolsa Família pra explicar a coxinhas de plantãoCurso Bolsa Família pra explicar a coxinhas de plantão
Curso Bolsa Família pra explicar a coxinhas de plantãoMarcelo Bancalero
 
Apresentacao sicon porto alegre 08 12 10
Apresentacao sicon   porto alegre 08 12 10Apresentacao sicon   porto alegre 08 12 10
Apresentacao sicon porto alegre 08 12 10NandaTome
 
Bolsa família
Bolsa famíliaBolsa família
Bolsa famíliaarienjuli
 
Bolsa familia 2013 transferencia de renda e apoio a familia no acesso a saude...
Bolsa familia 2013 transferencia de renda e apoio a familia no acesso a saude...Bolsa familia 2013 transferencia de renda e apoio a familia no acesso a saude...
Bolsa familia 2013 transferencia de renda e apoio a familia no acesso a saude...Cre Educação
 
Atualidades - Bolsa Família
Atualidades - Bolsa FamíliaAtualidades - Bolsa Família
Atualidades - Bolsa FamíliaElton Zanoni
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Rede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunico
Rede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunicoRede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunico
Rede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunicoCristina de Souza
 
Slide Bolsa Família
Slide Bolsa FamíliaSlide Bolsa Família
Slide Bolsa FamíliaJomari
 
Trabalho bolsa familia
Trabalho bolsa familiaTrabalho bolsa familia
Trabalho bolsa familianubia veves
 
Apresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cm
Apresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cmApresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cm
Apresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cmSimone Oliveira
 
Apresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social
Apresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e SocialApresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social
Apresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e SocialPalácio do Planalto
 
Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.Italo Mota
 
Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...
Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...
Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...Secretaria Especial do Desenvolvimento Social
 
Portadores de necessidades especiais
Portadores de necessidades especiaisPortadores de necessidades especiais
Portadores de necessidades especiaisDeilson Barbosa
 
Constrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etáriaConstrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etária8ºC
 
Informe numero 420 tira dúvidas sobre o preenchimento do cadastro único
Informe numero 420 tira  dúvidas sobre o preenchimento  do cadastro únicoInforme numero 420 tira  dúvidas sobre o preenchimento  do cadastro único
Informe numero 420 tira dúvidas sobre o preenchimento do cadastro únicoItalo Mota
 

Mais procurados (20)

Rede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunico
Rede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunicoRede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunico
Rede de Atendimento Nioaque Slides pbf cadunico
 
Slide Bolsa Família
Slide Bolsa FamíliaSlide Bolsa Família
Slide Bolsa Família
 
O QUE É O BOLSA FAMÍLIA?
O QUE É O BOLSA FAMÍLIA? O QUE É O BOLSA FAMÍLIA?
O QUE É O BOLSA FAMÍLIA?
 
Programa bolsa família atual
Programa bolsa família atualPrograma bolsa família atual
Programa bolsa família atual
 
Políticas Sociais em Áreas Rurais
Políticas Sociais em Áreas RuraisPolíticas Sociais em Áreas Rurais
Políticas Sociais em Áreas Rurais
 
Trabalho bolsa familia
Trabalho bolsa familiaTrabalho bolsa familia
Trabalho bolsa familia
 
Bolsa familia
Bolsa familiaBolsa familia
Bolsa familia
 
Acompanhamento frequencia pbf
Acompanhamento frequencia pbfAcompanhamento frequencia pbf
Acompanhamento frequencia pbf
 
Apresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cm
Apresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cmApresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cm
Apresentação gestão cadastro_unico_e_pbf_-_cm
 
Agenda5
Agenda5Agenda5
Agenda5
 
bolsa familia
bolsa familiabolsa familia
bolsa familia
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Cadunico ibge joana_mostafa
Cadunico ibge joana_mostafaCadunico ibge joana_mostafa
Cadunico ibge joana_mostafa
 
Apresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social
Apresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e SocialApresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social
Apresentação Tereza Campello - Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social
 
Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.
 
Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...
Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...
Apresentação da Ministra - 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Ed...
 
Portadores de necessidades especiais
Portadores de necessidades especiaisPortadores de necessidades especiais
Portadores de necessidades especiais
 
Constrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etáriaConstrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etária
 
Mais Bolsa Família
Mais Bolsa FamíliaMais Bolsa Família
Mais Bolsa Família
 
Informe numero 420 tira dúvidas sobre o preenchimento do cadastro único
Informe numero 420 tira  dúvidas sobre o preenchimento  do cadastro únicoInforme numero 420 tira  dúvidas sobre o preenchimento  do cadastro único
Informe numero 420 tira dúvidas sobre o preenchimento do cadastro único
 

Semelhante a Bolsa família e cadastro unico - 2017

PROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptx
PROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptxPROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptx
PROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptxMCDInscries
 
Apresentação coegemas 22 08-2013
Apresentação coegemas 22 08-2013 Apresentação coegemas 22 08-2013
Apresentação coegemas 22 08-2013 Pedro Ponto Ponto
 
Orientações para acompanhamento das ações do bolsa família
Orientações para acompanhamento das ações do bolsa famíliaOrientações para acompanhamento das ações do bolsa família
Orientações para acompanhamento das ações do bolsa famíliaZilton Dacio
 
Bolsas governamentais - Colégio Mlobato
Bolsas governamentais - Colégio MlobatoBolsas governamentais - Colégio Mlobato
Bolsas governamentais - Colégio MlobatoIsabel Cabral
 
Perfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_André
Perfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_AndréPerfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_André
Perfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_AndréDaniel Veras, PhD
 
NOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOAS
NOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOASNOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOAS
NOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOASRosane Domingues
 
Transferências diretas ao cidadão
Transferências diretas ao cidadãoTransferências diretas ao cidadão
Transferências diretas ao cidadãoUvergs Sul
 
A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016
A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016
A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016Daniel Veras, PhD
 
Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014
Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014
Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014Palácio do Planalto
 
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdfARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdfARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdfSimoneHelenDrumond
 
Urbanização e população
Urbanização e populaçãoUrbanização e população
Urbanização e populaçãoPaulo Victor
 
Apresentação do Bolsa Família
Apresentação do Bolsa FamíliaApresentação do Bolsa Família
Apresentação do Bolsa FamíliaSecom GovBR
 
Apresentação cartão 2013 daniel
Apresentação cartão 2013 danielApresentação cartão 2013 daniel
Apresentação cartão 2013 danieljonasbonfante
 

Semelhante a Bolsa família e cadastro unico - 2017 (19)

PROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptx
PROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptxPROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptx
PROGRAMA BOLSA FAMILIA PPT.pptx
 
Apresentação coegemas 22 08-2013
Apresentação coegemas 22 08-2013 Apresentação coegemas 22 08-2013
Apresentação coegemas 22 08-2013
 
Bolsa família e desenvolvimento com equilíbrio e inclusão social
Bolsa família e desenvolvimento com equilíbrio e inclusão socialBolsa família e desenvolvimento com equilíbrio e inclusão social
Bolsa família e desenvolvimento com equilíbrio e inclusão social
 
Orientações para acompanhamento das ações do bolsa família
Orientações para acompanhamento das ações do bolsa famíliaOrientações para acompanhamento das ações do bolsa família
Orientações para acompanhamento das ações do bolsa família
 
Bolsas governamentais - Colégio Mlobato
Bolsas governamentais - Colégio MlobatoBolsas governamentais - Colégio Mlobato
Bolsas governamentais - Colégio Mlobato
 
Perfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_André
Perfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_AndréPerfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_André
Perfil_Beneficiários_Banco_de_Alimento_Santo_André
 
Caderno de Resultados (2011/2014)
Caderno de Resultados (2011/2014)Caderno de Resultados (2011/2014)
Caderno de Resultados (2011/2014)
 
NOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOAS
NOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOASNOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOAS
NOSSOS DIREITOS--BPC-LOAS- QUEM TEM DIREITO AO BPC-LOAS
 
Transferências diretas ao cidadão
Transferências diretas ao cidadãoTransferências diretas ao cidadão
Transferências diretas ao cidadão
 
Cadernos de Estudos nº 17: Desenvolvimento Social em Debate
Cadernos de Estudos nº 17: Desenvolvimento Social em DebateCadernos de Estudos nº 17: Desenvolvimento Social em Debate
Cadernos de Estudos nº 17: Desenvolvimento Social em Debate
 
A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016
A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016
A_DINÂMICA_DA_POBREZA_EM_SANTO_ANDRÉ_2013_a_2016
 
Brasil Sem Miséria - Caderno de Resultados 2011 - 2014
Brasil Sem Miséria - Caderno de Resultados 2011 - 2014Brasil Sem Miséria - Caderno de Resultados 2011 - 2014
Brasil Sem Miséria - Caderno de Resultados 2011 - 2014
 
Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014
Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014
Plano Brasil Sem Miséria - Resultados 2011/2014
 
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdfARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdfARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
ARTIGO AUTISMO E BPC LOAS INSS.pdf
 
Urbanização e população
Urbanização e populaçãoUrbanização e população
Urbanização e população
 
Cadernos de Estudos nº 18: Desenvolvimento Social em Debate
Cadernos de Estudos nº 18: Desenvolvimento Social em DebateCadernos de Estudos nº 18: Desenvolvimento Social em Debate
Cadernos de Estudos nº 18: Desenvolvimento Social em Debate
 
Apresentação do Bolsa Família
Apresentação do Bolsa FamíliaApresentação do Bolsa Família
Apresentação do Bolsa Família
 
Apresentação cartão 2013 daniel
Apresentação cartão 2013 danielApresentação cartão 2013 daniel
Apresentação cartão 2013 daniel
 

Último

Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfAnaRitaFreitas7
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 

Bolsa família e cadastro unico - 2017

  • 1. BOLSA FAMÍLIA E CADASTRO ÚNICO Conhecendo um pouco sobre cadastro único e bolsa família
  • 2. Dheimyson Carlos Analista De Sistemas – Unopar 20 ano Gestor do Programa Bolsa Família e Cadastro Único
  • 5. Cadastro Único é o instrumento que o governo usa para identificar as famílias de baixa renda que têm interesse em participar de Programas Sociais, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, a Tarifa Social de Energia Elétrica entre outros.
  • 6. O que é? O Cadastro Único é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza.
  • 8. Vá até o setor responsável pelo Cadastro Único ou pelo Bolsa Família em sua cidade
  • 13. Apresentar qual documento de identificação
  • 15. Quem pode se cadastra no cadastro único Podem se cadastrar as famílias que possuem renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo ou ainda aquelas com renda familiar mensal total de até três salários mínimos.
  • 16. As vantagens do cadastro único Quando você faz o seu Cadastro Único, você passa a ter acesso a vários programas sociais. Mas cada programa tem as suas próprias regras, e além de ter feito o cadastro, a sua família precisa estar dentro das regras dos programas
  • 19. São mais de 20 programas sociais
  • 20. A importância de declarar corretamente as informações na hora entrevista
  • 21. O que acontece se for constatado a omissão de informações no cadastro único
  • 25. O que é Programa Bolsa Família- PBF • É um Programa Bolsa Família (PBF), que foi criado em 2003, para apoia milhões de famílias brasileiras que precisam superar a pobreza, buscando garantir seu acesso à renda, a direitos sociais básico.
  • 26. OS FUNDAMENTO DO PROGRAMA PBF Proteção social à família Inclusão social Gestão descentralizada Intersetorialidade Enfrentamento da e da desigualdade social Proteção social não contributiva
  • 27. Quais os objetivos do programa Combater a fome e promover a segurança alimentar e nutricional Promover o acesso à rede de serviços públicos, em especial, saúde, educação, segurança alimentar e assistência social.
  • 28. BENEFICIOS VALOR REGRAS BENEFICIO BASICO 85,00R$ Concedido às famílias em situação de extrema pobreza (renda mensal per capita menor ou igual a R$ 85,00); • Concedido mesmo quando não há crianças, adolescentes ou jovens na família. BENEFICIO VARIAVEL R$ 39,00 Concedido às famílias com crianças ou adolescentes de 0 a 15 anos de idade; BENEFICIO VARIAVEL GESTANTE(BVG) R$39,00 Concedido às famílias que tenham gestantes em sua composição; • Pagamento de nove parcelas consecutivas, a da data do início do pagamento do benefício, desde que a gestante tenha sido identificada até o nono mês de gestação;
  • 29. Os 5 tipo de benefício que programa oferece BENEFICIO VALOR REGRAS BENEFICIO VARIAVEL NUTRIZ R$39,00 Concedido às famílias que tenham crianças com idade entre 0 e 6 meses em sua composição; Pagamento de seis parcelas consecuti vas, a contar da data do início do pagamento do benefí cio, desde que a criança tenha sido identi fi cada no Cadastro Único até o sexto mês de vida. BENEFICIO VARIAVEL JOVEM R$46,00 Concedido às famílias que tenham adolescentes de 16 e 17 anos; • A família do adolescente benefi ciário do BVJ conti nua recebendo, regularmente, as parcelas do benefí cio até dezembro do ano em que o adolecente completa 18 anos. BENEFICIO PARA SUPERAÇÃO DA EXTEMA PROBRESA CASO A CASO Pago às famílias que permaneçam em situação de extrema pobreza, mesmo recebendo os benefí cios do PBF.
  • 30. Perfil das famílias que podem entrar PBF • Todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 85,00 mensais; - Famílias com renda por pessoa entre R$ 85,01 e R$ 170,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.
  • 31. Como receber o beneficio? cadastro seleção
  • 32. Por que algumas família recebem mas que outras  O valor que a família recebe por mês é a soma de vários tipos de benefícios previstos no Programa Bolsa Família. Os tipos e as quantidades de benefícios que cada família recebe dependem da composição (número de pessoas, idades, presença de gestantes etc.) e da renda da família beneficiária.
  • 33. Como saca benefício Para saca seu beneficio você só precisa procura uma agencia atendimento caixa ou caixa aqui mas próximo de sua casa. O beneficio pode se sacado nas casas lotéricas, agencia da caixa e caixa aqui. Esteja com seu cartão bolsa família ou com documento de indetificação. Casas lotéricas Agencia da caixa econômica
  • 34. As condicionalidades do PBF São os compromissos (condicionalidades), que têm como objetivo reforçar o acesso à educação, à saúde e à assistência social.
  • 35. Quais são as condicionalidades do Bolsa Família? As condicionalidades Na área da educação Na área da saúde Na área da assistência social
  • 36. Na área de educação • Os responsáveis devem matricular as crianças e os adolescentes de 6 a 17 anos na escola; A frequência escolar deve ser de, pelo menos, 85% das aulas para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos e de 75% para jovens de 16 e 17 anos, todo mês
  • 37. Na área da saúde  Os responsáveis devem levar as crianças menores de 7 anos para tomar as vacinas recomendadas pelas equipes de saúde e para pesar, medir e fazer o acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento; As gestantes devem fazer o pré-natal e ir às consultas na Unidade de Saúde.
  • 38. Os efeitos dos descumprimentos são • a família é comunicada de que algum integrante deixou de cumprir condicionalidade s, mas não deixa de receber o benefício Advertênci a • o benefício fica bloqueado por um mês, mas pode ser sacado no mês seguinte junto com a nova parcela bloqueio • o benefício fica suspenso por dois meses, e a família não poderá receber os valores referentes a esse período; suspenção • a família deixa de participar do PBF cancelamento
  • 39. Prazo de permanência no programa
  • 45. Como fazer o desbloqueio e recadastramento de senha do cartão Bolsa família  Para cadastrar ou recadastrar a senha procure uma Agência da CAIXA. Para fazer a Senha Cidadão em uma Casa Lotérica, ligue para o canal Caixa Cidadão no telefone 0800 726 0207