Vending Machine

4.723 visualizações

Publicada em

Pesquisa sobre a viabilidade do uso de uma vending machine ou um quiosque.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vending Machine

  1. 1. Vending Machine "O país onde o comércio é mais livre será sempre o mais rico e próspero, guardadas as proporções." (Voltaire)
  2. 2. Nas faculdades... <ul><li>Mas, será que é legal e permitido pelas universidades vender qualquer artefato e/ou alimento nas suas dependências? Cada uma tem o seu regimento interno, mas a maioria não permite a prática para que não atrapalhe o comércio que já existe dentro da faculdade e é legalizado, como os restaurantes, lanchonetes e lojas que vendem os mais variados artigos.  </li></ul>
  3. 3. <ul><li>&quot;Aqui na PUC temos uma rede de lanchonetes e restaurantes que são analisados e aprovados pela vigilância sanitária. Então, não é permitida a venda de alimentos fora desses estabelecimentos e padrões. E como também temos lojas de presentes, bijuterias, roupas e livrarias, não é permitida a venda de objetos aqui dentro&quot;, explica a pró-reitora de Assuntos Comunitários da PUCRS, Jacqueline Moreira. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Cada Faculdade tem suas normas, em grande maioria não é permitido o comercio informal. Os legalizados são até estimulantes e favorecedores para as ambas partes do local. </li></ul><ul><li>1ª Conclusão: Não tem problema algum vender maquiagem legalizada dentro das faculdades que o permitem. </li></ul>
  5. 5. O que são vending Machine? <ul><li>Elas começaram a ser usadas ainda no século 19; </li></ul><ul><li>Em 1888, em Nova York, já havia modelos que vendiam chicletes em estações de trem; </li></ul><ul><li>Máquinas mais complexas, como as de bebidas, apareceriam em 1937; </li></ul><ul><li>Mas as vending machines só viraram moda mesmo nos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945); </li></ul><ul><li>Vending Machines era algo bastante prático. </li></ul>
  6. 6. Como funcionam as Vending Machines? <ul><li>Essas máquinas são chamadas de vending machines e têm todas as suas funções controladas por um processador. Com a ajuda de leitores ópticos e programas específicos, ele calcula o dinheiro recebido e o troco a ser dado e libera o produto comprado. para comprar uma máquina dessas aqui no Brasil, é preciso desembolsar 12 mil reais - preço dos novos modelos importados, que dominam o mercado. As vending machines normalmente pertencem a pequenos proprietários, que compram no atacado os produtos que vendem e que também podem ganhar dinheiro alugando as máquinas a outras pessoas. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Como é ? </li></ul><ul><li>O cérebro de uma vending machine é o seu processador. Esse &quot;gerentão&quot; controla um software específico para a máquina e calcula, por exemplo, se o valor depositado dá para pagar o produto ou se é preciso devolver um troco. O processador também identifica o que foi pedido após o comprador digitar um código ou apertar um botão no &quot;menu de produtos&quot; </li></ul>
  8. 8. Meios de pagamento: <ul><li>Aceitador de notas e </li></ul><ul><li>Moedeiros: aceitam notas e moedas de real e liberam troco quando necessário; </li></ul><ul><li>Cartão indutivo: Trata-se de um cartão descartável,semelhante ao cartão de telefone, podendo ser programado com o número de quantidade necessário. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>2ª Conclusão: é pratica! E a mão de obra gasta nela não tem comparação com o que seria gasto com pessoas o dia todo. Gastariamos por volta de 12 mil (mais os serviços da empresa) e a manutenção e reposição são feitas pela empresa escolhida. </li></ul>
  10. 10. Vending x objetos de uso
  11. 11. <ul><li>Todo mundo aqui conhece aquelas maquininhas que vendem refrigerantes e salgadinhos, as “vending machines”. Elas são excelentes quando queremos algo rápido como um simples refrigerante ou um chocolate. Mara Segal pensou mais longe e criou a U*tique, uma “vending machine” interativa, sensível ao toque, uma verdadeira loja de luxo automatizada para nossas emergências “úteis e fúteis”, que vende uma variedade de itens de luxo, (50 produtos ao todo), como gadgets, maquiagem, produtos para pele e cabelo. </li></ul>Um exemplo que já deu certo
  12. 12. <ul><li>A primeira U*tique já está funcionando a todo vapor na loja Studio, em Los Angeles. Além dos produtos de luxo a tecnologia touch-screen é impressionante, foi bem concebida e é fácil de usar, fornece informações sobre cada produto e o melhor de tudo fornece amostra grátis. Você não aperta números e letras para marcar sua opção de consumo, basta um “clic” no ítem que você gostaria e pronto, a máquina é sensível ao toque. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>De acordo com a própria Mara, a criação se deu pela necessidade de as mulheres estarem em um hotel e precisarem correr para uma reunião de negócios e não ter o seu batom em mãos, pois haviam esquecido. Mara Segal, nos próximos dois anos, planeja instalar, as U*tiques em lobbies de hotel de luxos, vestiários de academias de ginástica, salões de beleza, discotecas, saguões de aeroportos e nos corredores de shopping centers de luxo. U*tique </li></ul>
  14. 15. Última conclusão <ul><li>A idéia já foi aderida, pesquisas com pessoas mostram que seria ótimo ter contato com uma Vending de maquiagem, pois é pratico e hoje em dia quanto menos tempo levarmos, melhor. Dentro de faculdades não será diferente, pois nas mesmas já existe um comércio. </li></ul>

×