Intemperismo
Habitamosa superfície daTerra e dependemos,paraviver,dosmateriaisdisponíveis.Os
mesmossãoprodutosdas transfor...
das rochas . essesmineraispode chegaraexercerenormespressõessobre asparedesdas
rochas , não somente pelocrescimentonatural...
Intemperismo nas rochas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Intemperismo nas rochas

50 visualizações

Publicada em

Intemperism

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
50
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Intemperismo nas rochas

  1. 1. Intemperismo Habitamosa superfície daTerra e dependemos,paraviver,dosmateriaisdisponíveis.Os mesmossãoprodutosdas transformaçõesque acrosta terrestre sofre coma atmosfera,a hidrosferae a biosfera,ousejasãoprodutosdo Intemperismo.Constituemabase de importantesatividadeshumanas,relacionadas,porexemplo,aocultivodosoloe ao aproveitamentodosdepósitosmineraisnaconstruçãocivil e na indústria.A exploração sustentável dessesrecursosdepende doconhecimentode suanaturezae da compreensãode sua gênese. O intemperismoé oconjuntode modificaçõesde ordemfísicae químicaque as rochas sofrem ao aflorarna superfície terrestre.Osprodutosdointemperismo,rochasalteradase solos, estãosujeitosaosoutrosprocessos dociclosupérgeno - erosão,transporte,sedimentação - os quaisacabam levandoàdenudaçãocontinental,coma consequenciade aplainamentodo relevo. Os fatoresque controlama ação do intemperismosãooclima,que se expressanavariação sazonal da temperaturae na distribuiçãodaschuvas,orelevo,que influi noregimede infiltraçãoe drenagemdaságuaspluviais,afaunae flora,que fornecemmatériaorgânicapara as reaçõesquímicase remobilizammateriais,arochaparental,que,segundosuanatureza, apresentaresistênciadiferenciadaaosprocessosde alteraçãointempérica,e otempode exposiçãodarocha aosagentesintempéricos. Tipos de Intemperismo Os processosintempéricosatuamatravésde mecanismosmodificadoresdaspropriedades físicasdos mineraise rochas( morfologia,resistência,textura,etc.),e de suascaracterísticas químicas( composiçãoquímicae estruturacristalina).Emfunçãodosmecanismos predominantesde atuação,sãoclassificadosem IntemperismoFísicoe Intemperismo Químico.Quantoa ação (físicaou bioquímica) de organismosvivosoudamatériaorgânica proveniente de suadecomposiçãoparticipadoprocesso,o IntemperismoFísico-Biológico. IntemperismoFísico As variaçõesde temperaturaaolongodosdiase noitese aolongodas diferentesestaçõesdo ano causam expansãoe contraçãotérmicanos materiaisrochosos,levandoàfragmentação dos grãosminerais.Alémdisso,osminerais,comdiferentescoeficientesde dilataçãotérmica, comportam-se de formadiferenciadaasvariaçõesde temperatura,oque provoca deslocamentorelativoentre oscristais,rompendoacoesãoinicial entre osgrãos.A mudança cíclica de umidade tambémpode causarexpansãoe contraçãoe, emassociaçãocom a variaçãotérmica,provoca umefetivoenfraquecimentoe fragmentaçãodasrochas. O congelamentodaáguanas fissurasdasrochas,acompanhadopor um aumentode volume de cerca de 9%, exerce pressãonasparedes,causandoesforçosque terminamporaumentara rede de fraturas e fragmentara rocha. A cristalizaçãode saisdissolvidosnaságuasde infiltraçãotemomesmoefeito.Comopassar do tempoo crescimentodessesmineraistambémcausaexpansãodasfissurase fragmentação
  2. 2. das rochas . essesmineraispode chegaraexercerenormespressõessobre asparedesdas rochas , não somente pelocrescimentonatural dogrão,mas tambémpor suaexpansão térmicaou pelaabsorçãoda umidade.Esse tipode intemperismoé umdosprincipais problemasque afetamosmonumentos.Ossaismaiscomunsque se precipitamnasfissuras das rochas sãocloretos,sulfatose carbonatosorigináriosdaprópriaalteraçãointerpéricada rocha, que são dissolvidospelassoluçõespercolantesprovenientesdaschuvas. O intemperismofísicotambémocorre quandoaspartesmaisprofundasdoscorposrochosos ascendemaníveiscrustaismaissuperficiais.Comoaliviodapressão,oscorpos rochosos expandem, causandoaaberturade fraturasgrosseiramente paralelasàsuperfície aolongoda qual a pressãofoi aliviadae sãochamadas de juntas de alívio. Outro efeitoé aquebradas rochaspelapressãocausada pelocrescimentode raízesemsuas fissuras.Fragmentandoasrochase aumentandoa superfície expostaaoar e a água, o intemperismofísicoabre ocaminhoe facilitaointemperismoquímico. IntemperismoQuímico O ambiente dasuperfície daTerra,caracterizadopor pressõese temperaturasbaixase riqueza de água e oxigênio,é muitodiferentedaquele onde amaioriadasrochasse forma.Poresse motivo,quandoasrochas afloram,seusmineraisentramemdesequilíbrioe,atravésde uma serie de reaçõesquímicas,transformam-seemoutrosminerais,maisestáveisneste novo ambiente. O principal agente dointemperismoquímicoé a água da chuvaque infiltrae percolaas rochas. Em contatocom o solo,onde a respiração das plantaspelasraízese a oxidaçãoda matériaorgânicaenriquece oambiente emCO2 ,temseupHaindamaisdiminuído. Quandoa degradaçãoda matériaorgânicanão é completa,váriostiposde ácidosorgânicos são formadose incorporadosaságuas percolantes,tornando-asmuitoácidase, consequentemente,aumentandoseupoderde ataque emrelaçãoaosminerais. Os constituintesmaissolúveisdasrochasintemperizadossãotransportadospelaságuasque drenamo perfil de alteração(fase solúvel).Emconsequência,omaterial que restano perfil de alteração(fase residual) tornam-se progressivamente enriquecidonosconstituintesmenos solúveis.Essesconstituintesestãonos mineraisprimaresresiduais, que resistiramaação intempérica,e nos mineraissecundáriosque se formamnoperfil.Dentre osprincipais mineraisresiduais,omaiscomumé o quartzo.Os mineraissecundáriossãochamadosde neoformadosquandoresultamdaprecipitaçãode substanciasdissolvidasnaságuasque percolamo perfil,comoé ocaso, por exemplo,dosoxi-hidroxidosde ferroe alumínio.Quando se formampelainteraçãoentre as soluçõesde percolaçãoe osmineraisprimários, modificandosuacomposiçãoquímica,porempreservandopelomenosparcialmente sua estrutura,sãochamados de mineraissecundáriostransformados. A transformaçãoocorre essencialmente entre osfilossilicatos,comonocasodas micas(primário) alteradasemillitas ou vermiculitas(secundários).

×