O ESTUDANTE  DIGITAL  (…) a aquisição, armazenamento, processamento, valorização, transmissão, distribuição e disseminação...
O desenvolvimento tecnológico depende da formação dos recursos humanos, bem como de importantes e contínuos investimentos ...
A Intensa capilarização das redes interconectadas de computadores aumentou muito o número dos seus utilizadores, implicand...
A "inteligência colectiva" do grupo, combina as competências distribuidas entre os seus integrantes, mais do que...
As tecnologias de informação e comunicação oferecem potencialidades imprescindíveis à educação e formação, permitindo um e...
O estudante digital gosta de comunicar livre de normativos e de condicionalismos (linguísticos, parentais, sociais, psicol...
Quando socializa…  Preferencia o email (comunicação mais lenta, reflectida e assíncrona), chat, IM e telemóvel (variantes ...
A  e-vida social do estudante digital permite-lhe afirmar-se e construir uma reputação em função do que produz .  A  COMUN...
A SOCIALIZAÇÃO …
<ul><li>E continua a socializar… Partilha interesses, ideias, inquietudes e expõe a sua intimidade via blogues e fóruns (c...
O estudante digital está habituado a funcionar com base numa linguagem que domina com grande perícia, a digital. Consequen...
As actividades lúdicas deste estudante implicam a realização de aprendizagens específicas, sendo algumas delas a programaç...
Os jogos são actividades lúdicas que envolvem múltiplos parceiros e, em geral, várias horas de jogo. O interesse que susci...
O  e -mundo veio para ficar…  E novas formas de ser, estar e fazer vão-se desenvolvendo… Seja bem-vindo!
Bibliografia Prensky M.(2004) – “ The emerging Online Life of the Digital Native” Prensky, M. (2001) –  “ Digital Native, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudante Digital

1.413 visualizações

Publicada em

4º MGIBE
MDS
Grupo Verde
O Estudante Digital
Outubro 2008

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.413
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
103
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudante Digital

  1. 1. O ESTUDANTE DIGITAL (…) a aquisição, armazenamento, processamento, valorização, transmissão, distribuição e disseminação de informação conducentes à criação de conhecimento e à satisfação das necessidades dos cidadãos (…) desempenham um papel central (…) na definição da qualidade de vida dos cidadãos e das suas práticas culturais. (Livro Verde da Sociedade de Informação)
  2. 2. O desenvolvimento tecnológico depende da formação dos recursos humanos, bem como de importantes e contínuos investimentos de longo prazo. babycasting O DESENVOLVIMENTO …
  3. 3. A Intensa capilarização das redes interconectadas de computadores aumentou muito o número dos seus utilizadores, implicando: - nova realidade implementada pelas novas tecnologias; - novas experiências vivenciadas num outro espaço e num outro tempo; - novas formas de relação com o outro, com o conhecimento, com o processo de ensino aprendizagem e com comunicação em geral (mediada pelo computador); - adaptação em termos operacionais; … TECNOLÓGICO
  4. 4. A &quot;inteligência colectiva&quot; do grupo, combina as competências distribuidas entre os seus integrantes, mais do que a genialidade de um só. Implicando aprender a aprender colaborativamente, a ideia de co-elaborar. PERFIL DO ESTUDANTE DIGITAL
  5. 5. As tecnologias de informação e comunicação oferecem potencialidades imprescindíveis à educação e formação, permitindo um enriquecimento contínuo dos saberes, o que leva a que o sistema educativo e a formação ao longo da vida sejam reequacionados à luz do desenvolvimento destas tecnologias. (Livro Verde da Sociedade de Informação) O ESTUDANTE …
  6. 6. O estudante digital gosta de comunicar livre de normativos e de condicionalismos (linguísticos, parentais, sociais, psicológicos, geográficos, temporais…). … DIGITAL
  7. 7. Quando socializa… Preferencia o email (comunicação mais lenta, reflectida e assíncrona), chat, IM e telemóvel (variantes de comunicação muito mais aceleradas e síncronas, permitindo as primeiras tantos interlocutores quanta a capacidade individual de gerir a simultaneidade de conversas, apresentando a última maiores limitações de hardware). A COMUNICAÇÃO ASSÍNCRONA
  8. 8. A e-vida social do estudante digital permite-lhe afirmar-se e construir uma reputação em função do que produz . A COMUNICAÇÃO SÍNCRONA
  9. 9. A SOCIALIZAÇÃO …
  10. 10. <ul><li>E continua a socializar… Partilha interesses, ideias, inquietudes e expõe a sua intimidade via blogues e fóruns (criando-se um contexto com potencial mais formativo e dinâmico, ao participar deixando contributos), webcams e máquinas fotográficas incorporadas nos telemóveis (imperando aqui a singularidade muitas vezes coadjuvada pela criatividade). </li></ul>
  11. 11. O estudante digital está habituado a funcionar com base numa linguagem que domina com grande perícia, a digital. Consequentemente, na maior parte dos casos, comunica, trabalha, organiza-se e produz num “formato” que ainda não é o dominante nos seus professores. A APRENDIZAGEM
  12. 12. As actividades lúdicas deste estudante implicam a realização de aprendizagens específicas, sendo algumas delas a programação (com diferentes graus de complexidade), a exploração exaustiva de ferramentas que permitem trocar, partilhar e criar ficheiros, sítios… e o interesse por esta partilha é também visível na velocidade a que tem lugar. O LÚDICO …
  13. 13. Os jogos são actividades lúdicas que envolvem múltiplos parceiros e, em geral, várias horas de jogo. O interesse que suscitam é enorme e o estudante digital desenvolve, sem esforço, a capacidade de concentração que exigem. … O LÚDICO
  14. 14. O e -mundo veio para ficar… E novas formas de ser, estar e fazer vão-se desenvolvendo… Seja bem-vindo!
  15. 15. Bibliografia Prensky M.(2004) – “ The emerging Online Life of the Digital Native” Prensky, M. (2001) – “ Digital Native, Digital Immigrants, In the Horizon” , NCB, University Press, vol.9, nº5 Livro Verde daSsociedade deIinformação Webgrafia www.ww w.get tyimages.com http://www.apple.com/au/education/digitalkids 4º MGIBE - UA Media Digitais e Socialização Grupo Verde: Isabel Pardal José Moreno Etelvina Lamas Outubro 2008

×