25 de Abril

38.213 visualizações

Publicada em

trabalho de area de projecto secundario 2006 2007

  • Well made presentation, good work!
    http://www.fungiftideas.org/
    http://www.fungiftideas.org/category/wedding-gift-ideas/
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

25 de Abril

  1. 1. 1 Escola Secundária/3 de Carregal do Sal _________________________________________________ Trabalho no âmbito da disciplina de área de projecto Ano lectivo 2006/2007
  2. 2. 2 Metodologia de trabalho de projecto  Escolha do tema  Selecção dos métodos de recolha de informação  Pesquisa  Entrevistas  Planificação das actividades  Definição de objectivos  Calendarização das etapas do trabalho  Apresentação dos resultados  Elaboração de um PowerPoint  Edição de vídeos
  3. 3. 3 Conteúdos  25 de Abril  Factos  Símbolo  Programa do MFA  A política dos três D´s  Implantação da Democracia em Portugal  As dificuldades entre 1974 e 1976  O significado do 1º de Maio  O 11 de Março  O 25 de Novembro  A descolonização de 1975  A estabilidade da Democracia  A Constituição de 1976  A Integração na CEE em 1986
  4. 4. 4 Objectivos científicos  Descrever em que consistiu o 25 de Abril  Analisar o Programa do MFA  Avaliar as dificuldades de implantação da democracia em Portugal  Reflectir sobre a estabilidade da democracia a partir de 1976
  5. 5. 5
  6. 6. 6  Definição  Golpe de Estado que, em 1974, pôs fim à ditadura do governo de Marcelo Caetano e alterou o regime político do país  Foi uma revolução, através da qual se instaurou a democracia  Período revolucionário que transformou radicalmente o Estado e a Sociedade em Portugal O 25 de Abril - Factos
  7. 7. 7 Como foi… A “Operação Fim de Regime” Na noite de 24 de Abril de 1974, por volta das 22h:55m, na rádio, a voz do locutor João Paulo Dinis anunciou Paulo de Carvalho na canção do Eurofestival : “E Depois do Adeus”. Quis saber quem sou O que faço aqui Quem me abandonou De quem me esqueci Perguntei por mim Quis saber de nós Mas o mar Não me traz Tua voz. Em silêncio, amor Em tristeza e fim Eu te sinto, em flor Eu te sofro, em mim Eu te lembro, assim Partir é morrer Como amar É ganhar E perder Tu vieste em flor Eu te desfolhei Tu te deste em amor Eu nada te dei Em teu corpo, amor Eu adormeci Morri nele E ao morrer Renasci E depois do amor E depois de nós O dizer adeus O ficarmos sós Teu lugar a mais Tua ausência em mim Tua paz Que perdi Minha dor que aprendi De novo vieste em flor Te desfolhei... E depois do amor E depois de nós O adeus O ficarmos sós
  8. 8. 8 Mais tarde, às 0h:20m, na rádio Renascença, a voz de Zeca Afonso ouve-se com a canção “Grândola, Vila Morena”. Canção esta que serviu de 2ª senha para a revolução. Após este acontecimento, o MFA põe em marcha a revolução na luta pela liberdade. Grândola vila morena Terra de fraternidade O povo é quem mais ordena Dentro de ti, ó cidade Dentro de ti, ó cidade O povo é quem mais ordena Terra de fraternidade Grândola vila morena Em cada esquina um amigo Em cada rosto igualdade Grândola vila morena Terra de fraternidade (…)
  9. 9. 9 Às 4h:26m da madrugada de 25 de Abril de 1974, o rádio Clube Português, com Joaquim Furtado, emite o primeiro comunicado, Comunicado do MFA A mesma rádio passou, de seguida, o Hino Nacional e marchas militares.
  10. 10. 10 Tornou-se o símbolo da Revolução de 25 de Abril de 1974, pois, quando as pessoas começaram a juntar-se nas ruas, uma florista distribuiu cravos vermelhos pelos soldados, que os colocaram nas espingardas.
  11. 11. 11 MFA – Movimento das Forças Armadas  Objectivos dos “Capitães de Abril” (militares do MFA): 1. Derrubar a ditadura marcelista e entregar provisoriamente o poder a uma Junta de Salvação Nacional; 2. Desenvolver a política dos 3 D; 3. Aplicar o Programa do MFA; 4. Realizar eleições, no prazo de um ano, para uma Assembleia Constituinte que redigisse uma Constituição;
  12. 12. 12 25 de Abril - A política dos três D´s  D - Descolonização  = o fim da guerra colonial em África  = resolver a questão de Timor (entretanto ocupado pela Indónésia)  = o regresso de Macau à "Mãe China"  D – Democracia (instauração de um regime democrático)  - pluralismo partidário  - eleições livres e direito de voto  - um conjunto de direitos e deveres sociais e económicos  - a defesa dos valores culturais  - um Estado de Direito (soberania da lei)  - uma Constituição democrática  D - Desenvolvimento  = económico e social  = a integração na CEE  = da emigração à imigração
  13. 13. 13  Entregar provisoriamente o poder a uma Junta de Salvação Nacional  A abolição da censura e exame prévio  A extinção imediata da: DGS Legião Portuguesa Mocidade Portuguesa A amnistia imediata de todos os presos políticos,  Reorganização e saneamento das Forças Armadas e militarizadas (GNR, PSP, GF …)
  14. 14. 14  A liberdade de reunião e de associação  Liberdade política dos cidadãos  A liberdade de expressão e pensamento  Controlo provisório dos meios de comunicação e cultura  Políticas de desenvolvimento económico  Uma nova política social
  15. 15. 15
  16. 16. 16  Após a Revolução, Portugal sofre mudanças:  no sistema político (Liberdade)  nas concepções e valores  nas estruturas e relações sociais  na economia  Contudo, esse processo não foi fácil nos dois primeiros anos A Implantação da Democracia em Portugal - ( 1974-76)
  17. 17. 17 1º de Maio de 1974 A liberdade de manifestação configura um direito fundamental dos regimes democráticos. O primeiro dia do trabalhador (1º de Maio), passado em liberdade (1974), deu origem a uma das maiores manifestações jamais realizadas em Portugal. As polícias mostraram, então, o seu novo papel de defensoras das liberdades e direitos dos cidadãos.
  18. 18. 18 11 de Março de 1975  Face ao avanço do radicalismo de esquerda, o general António Spínola lidera um Golpe militar  Tratou-se de uma tentativa de pôr fim ao governo de Vasco Gonçalves, defensor de um regime socialista radical  Foi visto como Golpe contra-revolucionário e Spínola parte para Espanha  Acentua-se o radicalismo da luta política  Durante este período, o Cartaz e o Cartoon constituíram importantes meios de propaganda e crítica política.
  19. 19. 19 A Descolonização de 1975 Descolonização das colónias portuguesas em África Desde a 2ª Guerra Mundial aparecem movimentos nacionalistas e independentistas nas colónias europeias Tais movimentos defendem os valores da liberdade, justiça social e igualdade entre as nações, consagrados em documentos como: Carta das Nações Unidas Declaração Universal dos Direitos Humanos Resolução 1514 – Direito à autodeterminação dos povos As colónias portuguesas: Angola Moçambique Guiné-Bissau S. Tomé e Príncipe Cabo Verde lutam também pela sua independência política e económica.
  20. 20. 20  Fases da descolonização:  Tomada de consciência;  Luta de libertação; Guerra Colonial (1961-1974)  Processo de transferência do Poder;  Acordos de Independência;  Consolidação da identidade nacional.
  21. 21. 21  10 de Setembro de 1974 – Independência Guiné – Bissau  25 de Junho de 1975 – Independência de Moçambique  5 de Julho de 1975 – Independência de Cabo Verde  12 de Julho de 1975 – Independência de S. Tomé e Príncipe  11 de Novembro de 1975 – Independência de Angola Cronologia da Descolonização
  22. 22. 22 25 de Novembro 1975 Golpe militar que pôs fim à influência da esquerda militar radical no período revolucionário iniciado em Portugal com o 25 de Abril de 1974. Conduziu quase à guerra civil  Este contra-golpe foi levado a cabo pelos militares da ala moderada, na qual se incluíam Vasco Lourenço, Jaime Neves e Ramalho Eanes. Falhou, mas abriu caminho à democracia liberal
  23. 23. 23
  24. 24. 24 A implantação da Democracia, em Portugal, obrigou à elaboração de uma constituição que reflectisse os valores democráticos que o 25 de Abril trouxe ao povo português. A Constituição Democrática de 1976
  25. 25. 25  A Nova Constituição Democrática foi aprovada por todos os partidos representados na Assembleia Constituinte  Entrou em vigor a 25 de Abril de 1976 e foi ela que permitiu a estabilização e desenvolvimento da Democracia Princípios que a regem, configuram: •Regime republicano; •Estado democrático; •Soberania popular; •Pluralismo; •Respeito por direitos e liberdades; •Separação de poderes; •Democracia participativa; •Soberania da lei; •Unidade e indivisibilidade; Breve análise da Constituição
  26. 26. 26 A Constituição Democrática de 1976 - Excerto Artigo 1.º - República Portuguesa Portugal é uma República soberana, baseada na dignidade da pessoa humana e na vontade popular e empenhada na construção de uma sociedade livre, justa e solidária. Artigo 2º (Estado de direito democrático) A república portuguesa é um estado democrático, baseado (…) no respeito e na garantia dos direitos e liberdades fundamentais e no pluralismo de expressão e organização democrática.
  27. 27. 27 Artigo 7º ( Relações internacionais) Portugal rege-se nas relações internacionais pelos princípios da independência nacional, do direito dos povos à autodeterminação e a independência…) Artigo 27º ( Direito à liberdade e segurança) Ninguém pode ser submetido à tortura, (…) ou a penas cruéis (…) ou desumanas. Artigo 37º ( Liberdade de expressão e informação) Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio.
  28. 28. 28
  29. 29. 29 1986- 10 anos depois do 25 de Abril persistiam alguns problemas  Confrontos políticos;  Dificuldades económico-finaceiras;  Elevadas taxas de juro;  Inflação;  Desemprego;  Escasso desenvolvimento tecnológico;  Débil dinamismo empresarial;  Carências na rede de comunicações.
  30. 30. 30 Outro momento fundamental para o desenvolvimento de Portugal foi a entrada na CEE em 1986 Com Portugal e Espanha formou-se a Europa dos 12
  31. 31. 31
  32. 32. 32 A maior vantagem da Adesão de Portugal à CEE foi a chegada de fundos de apoio:  FEDER  Fundos de Coesão estrutural  Programas:  PEDAP (agricultura) Programa Específico de Desenvolvimento da Agricultura Portuguesa  FEOGA Fundo de Desenvolvimento e Garantia Agrícola  PEDIP (indústria) Programa estratégico de Dinamização e Modernização da indústria Portuguesa  PODAEEF (emprego e formação profissional)  PRODAC (criação de infra-estruturas viárias)  PRODEP (educação) Programa de Desenvolvimento Educativo em Portugal  FSE (Apoio social) Fundo Social Europeu  BEI – Banco Europeu de Investimento
  33. 33. 33 •O 25 de Abril libertou Portugal da ditadura; •Representou uma transformação revolucionária e o início de uma viragem histórica da sociedade portuguesa; •Devolveu aos portugueses os direitos e as liberdades fundamentais (a dignidade); •A guerra colonial terminou; •As antigas colónias tornaram-se independentes; •Foi aprovada uma nova Constituição em 1976, que garante os direitos cívicos, económicos e sociais dos cidadãos; •Portugal entra no Espaço Europeu dos países mais desenvolvidos – embora ainda não seja um país desenvolvido.
  34. 34. 34
  35. 35. 35 Trabalho realizado no âmbito da disciplina de Área de Projecto 25 de Abril de 1974 Realizado por: Ana Rita Dias nº1 12º C Márcia Albuquerque nº7 12º C Ano lectivo: 2006/2007 Agradecimento: Professoras: Carla Marques Helena Romão Fim!!! Escola Secundária/3 de Carregal do Sal ____________________________________ Trabalho no âmbito da disciplina de área de projecto Ano lectivo 2006/2007

×