Você tem mãe 2

254 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
254
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Você tem mãe 2

  1. 1. Você Tem Mãe?Textos biblicos Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR teu Deus te ordenou, para quese prolonguem os teus dias, e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR teu Deus.Deuteronômio 5:16O filho sábio alegra seu pai, mas o homem insensato despreza a sua mãe.Provérbios 15:20O que amaldiçoa seu pai ou sua mãe, apagar-se-á a sua lâmpada em negras trevas. Provérbios20:20Os olhos que zombam do pai, ou desprezam a obediência à mãe, corvos do ribeiro osarrancarão e os filhotes da águia os comerão.Provérbios 30:17Provérbios de Salomão: O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de suamãe.Provérbios 10:1.Vamos tomar por base para as informações sobre o dia das mães, o versículo 16 de DT. 5, porse tratar do primeiro mandamento com promessa.Em seguida temos ai mais quatro passagens bíblicas registradas nos provérbios de Salomão,que serve para nossa meditação, e também, para podermos entender que existe uma inversãode valores muito grande em relação a tudo neste mundo. Inclusive no que se diz respeito areligião.Estas festas na maioria das vezes têm suas raízes firmadas no paganismo, muitas vezesdissimuladas de festas cristãs tem escondido por detrás da verdade outras verdades que nemsempre são divulgadas porque elas ferem os interesses escusos de muita gente. Por isso, édever dos pastores ou pelo menos deveria ser, manter o rebanho de Cristo sempre informadodas sutilezas de satanás. O que mais impressiona nos dias das mães assim com em outrasdatas, é a hipocrisia que vem do ( grego hupokrisía, -as, = desempenho de um papel) e tambémFingimento de bondade de ideias ou de opiniões apreciáveis, Devoção fingida, praticada pelamaioria das pessoas, inclusive as chamadas evangélicas. Os textos bíblicos, citados a cimanos da a entender claramente que honrar o pai e a mãe deve ser uma pratica constante pelomenos para aqueles que temem a Deus; e não apenas em um dia especifico. Ai é onde entra ahipocrisia. Filhos e filhas, que passam o ano todo desonrando e envergonhando suas mães,quando chega no segundo domingo do mês de maio são tomados por um outro sentimentoque não condiz de fato com o realmente são para seus pais. Dão flores, presentes, abraços,beijos, declarações...Mas a tal honra não passa de uma devoção fingida. Não há honra maiorpara um pai e para uma mãe, que a obediência de um filho(a). Quantos pais e mãesdesonradas nestes dias! Através dos vícios, do pecado da prostituição, jovens e adultos,mocinhas que se entregam a devassidão nos pancadões da vida, nas danças do perro, orgiassexuais, crimes e etc. E issoé não uma inversão de valores e uma desonra para o pai e para amãe? Quer honrar a sua mãe? Então trata de obedecê-la. Por que a maior prova do seu amoré a sua obediência. Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo.Efésios 6:1.
  2. 2. Amanhã é dia das mães. Você Tem Mãe? De que maneira você tem honrado a mulher que tegerou? Vejamos agora a historia desse dia nos tempos antigos e a sua semelhante forma decomemoração nos dias atuais, e a inversão de valores.O costume de homenagear as mães remonta da antiguidade, e existem registros de que osgregos homenageavam a mãe dos deuses — Reia —, enquanto os romanos prestavam suashomenagens à sua mãe divina correspondente, Cibele. Já no século XVI, os inglesescostumavam presentear as suas mães durante um serviço religioso — celebrado no 4°domingo da Quaresma —, mas o costume acabou sendo transferido para o mês de maio.No entanto, o Dia das Mães como é celebrado atualmente teve origem nos EUA, graças a umamulher que lutou com todas as forças para que ele fosse criado e, depois, abolido. Antes de setornar um dia para dar presentes, ramos de flores e cartões, essa data era reservada para queas mulheres chorassem os soldados caídos e lutassem pela paz.Tudo começou com uma mulher chamada Ann Reeves Jarvis, que organizava grupos demulheres que trabalhavam para melhorar as condições sanitárias da época e, assim, reduzir amortalidade infantil, além de cuidar de soldados feridos durante a Guerra Civil norte-americana. Depois da guerra, Jarvis passou a organizar reuniões e piqueniques pacifistas — ouDia das Mães —, incentivando as mulheres a adotar um papel mais politicamente ativo.Mas foi Anna, filha de Ann, quem transformou essa data no que ela é hoje. Anna ficouextremamente tocada pelo falecimento de sua própria mãe, passando a organizar homenagensque, pouco a pouco, acabaram se espalhando para outras cidades e estados norte-americanos.E os eventos foram se tornando tão populares que, em 1914, a data comemorativa foioficializada.Contudo, para Anna, esse era o dia para que todos fossem às suas casas passar o dia com assuas mães para agradecê-las por tudo o que elas significavam. Essa não era uma data parahomenagear todas as mães, mas cada mãe, e Anna ficou profundamente perturbada quandopercebeu que a festividade estava se transformando em uma mina de ouro e em umacomemoração de cunho comercial.Anna, então, passou a organizar boicotes, participar de protestos e a ameaçar iniciarprocessos, e inclusive foi presa por perturbar a ordem. Ela acabou gastando toda a sua herançae energia para abolir a celebração que ela havia criado anos antes, e apesar de ter podido
  3. 3. lucrar absurdamente com a “comercialização” do Dia das Mães, Anna acabou morrendosozinha e sem um tostão em um hospital psiquiátrico aos 84 anos.No Brasil, o Dia das Mães é a segunda data comemorativa mais lucrativa do ano, vindo depoisapenas do Natal. Nos EUA, terra natal de Anna Jarvis, as vendas do ano passado foramestimadas em US$ 18,6 bilhões (cerca de R$ 38 bilhões), ou seja, indo totalmente contra aoque a criadora da data realmente desejava.Fonte: Brasil EscolaSite: Mega CuriosoTranscrito por: Pery Marques

×