SlideShare uma empresa Scribd logo
08 de abril FLISOL 2017 1
Introdução aIntrodução a
Orientação a Objetos comOrientação a Objetos com
PHPPHP
08 de abril FLISOL 2017 2
Lucas de OliveiraLucas de Oliveira
http://deoliveiralucas.nethttp://deoliveiralucas.net
08 de abril FLISOL 2017 3
PHPValePHPVale
http://phpvale.com.brhttp://phpvale.com.br
08 de abril FLISOL 2017 4
O que é Orientação a Objetos?O que é Orientação a Objetos?
08 de abril FLISOL 2017 5
Orientação de objetos (OO), em uma definição formal, é umOrientação de objetos (OO), em uma definição formal, é um
paradigmaparadigma de análise, projeto e programação de sistemasde análise, projeto e programação de sistemas
de software baseado na composição e interação entrede software baseado na composição e interação entre
diversas unidades de software chamadas de objetos.diversas unidades de software chamadas de objetos.
https://pt.wikibooks.org/wiki/Programa%C3%A7%C3%A3o_Orientada_a_Objetos/Introdu%C3%A7%C3%A3o
08 de abril FLISOL 2017 6
Orientação a objeto é um conceito que esta relacionadoOrientação a objeto é um conceito que esta relacionado
com a ideia de classificar, organizar ecom a ideia de classificar, organizar e abstrairabstrair coisas.coisas.
http://www.macoratti.net/oo_conc2.htm
08 de abril FLISOL 2017 7
Simula (1967)Simula (1967)
Ole-Johan Dahl e Kristen NygaardOle-Johan Dahl e Kristen Nygaard
https://pt.wikibooks.org/wiki/Programa%C3%A7%C3%A3o_Orientada_a_Objetos/Introdu%C3%A7%C3%A3o
08 de abril FLISOL 2017 8
PrincipaisPrincipais
CaracterísticasCaracterísticas
de Orientação a Objetosde Orientação a Objetos
08 de abril FLISOL 2017 9
AbstraçãoAbstração
““Como estamos lidando com uma representação de um objeto real (oComo estamos lidando com uma representação de um objeto real (o
que dá nome ao paradigma), temos que imaginar o que esse objeto iráque dá nome ao paradigma), temos que imaginar o que esse objeto irá
realizar dentro de nosso sistema.”realizar dentro de nosso sistema.”
http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
08 de abril FLISOL 2017 10
EncapsulamentoEncapsulamento
““Se trata de um dos elementos que adicionam segurança à aplicaçãoSe trata de um dos elementos que adicionam segurança à aplicação
em uma programação orientada a objetos pelo fato de esconder asem uma programação orientada a objetos pelo fato de esconder as
propriedades, criando uma espécie de caixa preta.”propriedades, criando uma espécie de caixa preta.”
http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
08 de abril FLISOL 2017 11
HerançaHerança
““O reuso de código é uma das grandes vantagens da programaçãoO reuso de código é uma das grandes vantagens da programação
orientada a objetos. Muito disso se dá por uma questão que éorientada a objetos. Muito disso se dá por uma questão que é
conhecida como herança.”conhecida como herança.”
http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
08 de abril FLISOL 2017 12
PolimorfismoPolimorfismo
““Na natureza, vemos animais que são capazes de alterar sua formaNa natureza, vemos animais que são capazes de alterar sua forma
conforme a necessidade, e é dessa ideia que vem o polimorfismo naconforme a necessidade, e é dessa ideia que vem o polimorfismo na
orientação a objetos.”orientação a objetos.”
http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
08 de abril FLISOL 2017 13
Reutilização de códigoReutilização de código
08 de abril FLISOL 2017 14
08 de abril FLISOL 2017 15
RepositórioRepositório
goo.gl/HFHmlPgoo.gl/HFHmlP
SlidesSlides
goo.gl/Hq66gGgoo.gl/Hq66gG

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Introdução a Orientação a Objetos com PHP

Domain driven design - Visão Geral
Domain driven design - Visão GeralDomain driven design - Visão Geral
Domain driven design - Visão Geral
Lorival Smolski Chapuis
 
PHP: Programando com orientação a Objetos
PHP: Programando com orientação a ObjetosPHP: Programando com orientação a Objetos
PHP: Programando com orientação a Objetos
Pablo Dall'Oglio
 
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a ObjetosAula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Leandro Rezende
 
Seminário flyweight
Seminário flyweightSeminário flyweight
Seminário flyweight
Mateus Amaral
 
TDC2016SP - Trilha Microservices
TDC2016SP - Trilha MicroservicesTDC2016SP - Trilha Microservices
TDC2016SP - Trilha Microservices
tdc-globalcode
 
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Luis Ferreira
 
Análise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernate
Análise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernateAnálise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernate
Análise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernate
Ricardo Rinco
 
Criando Framework - Conceitos, Estratégias e Dicas
Criando Framework - Conceitos, Estratégias e DicasCriando Framework - Conceitos, Estratégias e Dicas
Criando Framework - Conceitos, Estratégias e Dicas
Norton Guimarães
 
Orientação a objetos no dia a dia do programador
Orientação a objetos  no dia a dia do programadorOrientação a objetos  no dia a dia do programador
Orientação a objetos no dia a dia do programador
Evandro da Silva Amparo
 
Monografia eng soft1_halan
Monografia eng soft1_halanMonografia eng soft1_halan
Monografia eng soft1_halan
Halan Ridolphi
 
Net uma revisão sobre a programação orientada a objetos
Net   uma revisão sobre a programação orientada a objetosNet   uma revisão sobre a programação orientada a objetos
Net uma revisão sobre a programação orientada a objetos
LP Maquinas
 
Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...
Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...
Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...
Marcos Antônio de Souza Silva
 
1345486916110
13454869161101345486916110
1345486916110
Edvaldo Freitas
 
Arquitetura de software - Introdução
Arquitetura de software - IntroduçãoArquitetura de software - Introdução
Arquitetura de software - Introdução
Sergio Crespo
 
Apresentação do TCC da especialização em Engenharia de Software
Apresentação do TCC da especialização em Engenharia de SoftwareApresentação do TCC da especialização em Engenharia de Software
Apresentação do TCC da especialização em Engenharia de Software
Silvio Sales do Nascimento Júnior
 
Conceitos de Orientação A Objeto
Conceitos de Orientação A ObjetoConceitos de Orientação A Objeto
Conceitos de Orientação A Objeto
Luciano Almeida
 
Teste
TesteTeste
Teste
Felix Jose
 
mbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdf
mbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdfmbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdf
mbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdf
William Almeida
 
SisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de Software
SisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de SoftwareSisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de Software
SisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de Software
Silvio Sales do Nascimento Júnior
 
Potfólio de Evidências
Potfólio de EvidênciasPotfólio de Evidências
Potfólio de Evidências
Paulo Sateles
 

Semelhante a Introdução a Orientação a Objetos com PHP (20)

Domain driven design - Visão Geral
Domain driven design - Visão GeralDomain driven design - Visão Geral
Domain driven design - Visão Geral
 
PHP: Programando com orientação a Objetos
PHP: Programando com orientação a ObjetosPHP: Programando com orientação a Objetos
PHP: Programando com orientação a Objetos
 
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a ObjetosAula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
 
Seminário flyweight
Seminário flyweightSeminário flyweight
Seminário flyweight
 
TDC2016SP - Trilha Microservices
TDC2016SP - Trilha MicroservicesTDC2016SP - Trilha Microservices
TDC2016SP - Trilha Microservices
 
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
Módulo 9 - Introdução à Programação Orientada a Objectos
 
Análise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernate
Análise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernateAnálise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernate
Análise Comparativa de Persistência de Dados Entre Hibernate e NHibernate
 
Criando Framework - Conceitos, Estratégias e Dicas
Criando Framework - Conceitos, Estratégias e DicasCriando Framework - Conceitos, Estratégias e Dicas
Criando Framework - Conceitos, Estratégias e Dicas
 
Orientação a objetos no dia a dia do programador
Orientação a objetos  no dia a dia do programadorOrientação a objetos  no dia a dia do programador
Orientação a objetos no dia a dia do programador
 
Monografia eng soft1_halan
Monografia eng soft1_halanMonografia eng soft1_halan
Monografia eng soft1_halan
 
Net uma revisão sobre a programação orientada a objetos
Net   uma revisão sobre a programação orientada a objetosNet   uma revisão sobre a programação orientada a objetos
Net uma revisão sobre a programação orientada a objetos
 
Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...
Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...
Utilizando Múltiplas Estratégias de Análise Visual para Suporte à Evolução de...
 
1345486916110
13454869161101345486916110
1345486916110
 
Arquitetura de software - Introdução
Arquitetura de software - IntroduçãoArquitetura de software - Introdução
Arquitetura de software - Introdução
 
Apresentação do TCC da especialização em Engenharia de Software
Apresentação do TCC da especialização em Engenharia de SoftwareApresentação do TCC da especialização em Engenharia de Software
Apresentação do TCC da especialização em Engenharia de Software
 
Conceitos de Orientação A Objeto
Conceitos de Orientação A ObjetoConceitos de Orientação A Objeto
Conceitos de Orientação A Objeto
 
Teste
TesteTeste
Teste
 
mbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdf
mbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdfmbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdf
mbatarce,+Guilherme+Henrique+Vieira+Pereira+-+Reformulado.pdf
 
SisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de Software
SisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de SoftwareSisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de Software
SisMelhorias - TCC da especialização em Engenharia de Software
 
Potfólio de Evidências
Potfólio de EvidênciasPotfólio de Evidências
Potfólio de Evidências
 

Introdução a Orientação a Objetos com PHP

  • 1. 08 de abril FLISOL 2017 1 Introdução aIntrodução a Orientação a Objetos comOrientação a Objetos com PHPPHP
  • 2. 08 de abril FLISOL 2017 2 Lucas de OliveiraLucas de Oliveira http://deoliveiralucas.nethttp://deoliveiralucas.net
  • 3. 08 de abril FLISOL 2017 3 PHPValePHPVale http://phpvale.com.brhttp://phpvale.com.br
  • 4. 08 de abril FLISOL 2017 4 O que é Orientação a Objetos?O que é Orientação a Objetos?
  • 5. 08 de abril FLISOL 2017 5 Orientação de objetos (OO), em uma definição formal, é umOrientação de objetos (OO), em uma definição formal, é um paradigmaparadigma de análise, projeto e programação de sistemasde análise, projeto e programação de sistemas de software baseado na composição e interação entrede software baseado na composição e interação entre diversas unidades de software chamadas de objetos.diversas unidades de software chamadas de objetos. https://pt.wikibooks.org/wiki/Programa%C3%A7%C3%A3o_Orientada_a_Objetos/Introdu%C3%A7%C3%A3o
  • 6. 08 de abril FLISOL 2017 6 Orientação a objeto é um conceito que esta relacionadoOrientação a objeto é um conceito que esta relacionado com a ideia de classificar, organizar ecom a ideia de classificar, organizar e abstrairabstrair coisas.coisas. http://www.macoratti.net/oo_conc2.htm
  • 7. 08 de abril FLISOL 2017 7 Simula (1967)Simula (1967) Ole-Johan Dahl e Kristen NygaardOle-Johan Dahl e Kristen Nygaard https://pt.wikibooks.org/wiki/Programa%C3%A7%C3%A3o_Orientada_a_Objetos/Introdu%C3%A7%C3%A3o
  • 8. 08 de abril FLISOL 2017 8 PrincipaisPrincipais CaracterísticasCaracterísticas de Orientação a Objetosde Orientação a Objetos
  • 9. 08 de abril FLISOL 2017 9 AbstraçãoAbstração ““Como estamos lidando com uma representação de um objeto real (oComo estamos lidando com uma representação de um objeto real (o que dá nome ao paradigma), temos que imaginar o que esse objeto iráque dá nome ao paradigma), temos que imaginar o que esse objeto irá realizar dentro de nosso sistema.”realizar dentro de nosso sistema.” http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
  • 10. 08 de abril FLISOL 2017 10 EncapsulamentoEncapsulamento ““Se trata de um dos elementos que adicionam segurança à aplicaçãoSe trata de um dos elementos que adicionam segurança à aplicação em uma programação orientada a objetos pelo fato de esconder asem uma programação orientada a objetos pelo fato de esconder as propriedades, criando uma espécie de caixa preta.”propriedades, criando uma espécie de caixa preta.” http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
  • 11. 08 de abril FLISOL 2017 11 HerançaHerança ““O reuso de código é uma das grandes vantagens da programaçãoO reuso de código é uma das grandes vantagens da programação orientada a objetos. Muito disso se dá por uma questão que éorientada a objetos. Muito disso se dá por uma questão que é conhecida como herança.”conhecida como herança.” http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
  • 12. 08 de abril FLISOL 2017 12 PolimorfismoPolimorfismo ““Na natureza, vemos animais que são capazes de alterar sua formaNa natureza, vemos animais que são capazes de alterar sua forma conforme a necessidade, e é dessa ideia que vem o polimorfismo naconforme a necessidade, e é dessa ideia que vem o polimorfismo na orientação a objetos.”orientação a objetos.” http://www.devmedia.com.br/os-4-pilares-da-programacao-orientada-a-objetos/9264
  • 13. 08 de abril FLISOL 2017 13 Reutilização de códigoReutilização de código
  • 14. 08 de abril FLISOL 2017 14
  • 15. 08 de abril FLISOL 2017 15 RepositórioRepositório goo.gl/HFHmlPgoo.gl/HFHmlP SlidesSlides goo.gl/Hq66gGgoo.gl/Hq66gG