Esteatose

860 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
860
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esteatose

  1. 1. "Fígado gordo", a esteatose hepática caracteriza-se pelo acúmulo de lipídios no citoplasma dos hepatócitos.
  2. 2. A Esteatose pode ter várias causas:  Abuso de álcool;  Hepatites virais;  Diabetes;  Sobrepeso ou Obesidade;  Alterações dos lípides, como Colesterol ou Triglicérides elevados;  Drogas, como os corticoides e secundário a algumas cirurgias para obesidade.
  3. 3. Fígado Saudável Excesso de lipídeos Nonalcooholic steatohepatitis (NASH)
  4. 4. Marcadores de Função  Albumina (3,5 a 5,0g/dL);  Bilirrubina (adultos: total : 0,20 a 1,00 mg/dL; direta : 0,00 a 0,20 mg/dL; indireta: 0,20 a 0,80 mg/dL);  Fatores de Coagulação – Protrombina (11,1 e 13,2 segundos)
  5. 5. Fatores de Coagulação
  6. 6. Marcadores de Lesão  Enzimas – AST/TGO (até 31 U/L (mulheres) e 37 U/L (homens)), ALT/TGP (até 31 U/L (mulheres) e 41 U/L (homens)) fosfatase alcalina – AP (35 a 104 U/L (mulheres) e 40 a 129 U/L (homens) ) gama-glutamil-transferase - γGT (8 a 41 U/L (mulheres) e 12 a 73 U/L (homens))
  7. 7.  Favorecer a aceitação da dieta e melhorar o aproveitamento dos nutrientes administrados;  Suprir substratos energéticos suficientes para atender às necessidades orgânicas e ↑ ganho de peso;  Promover substratos energéticos e protéicos suficientes para controlar o catabolismo protéico muscular e visceral. CUPPARI, 2005
  8. 8.  Garantir o aporte de aminoácidos adequados para manter o balanço nitrogenado e a síntese de proteína de fase aguda  Suprir o organismo com aporte de aminoácidos adequados para normalizar a função e regeneração hepática sem precipitar a encefalopatia. CUPPARI, 2005
  9. 9.  NECESSIDADES ENERGÉTICAS: 25 a 35 kcal/kgP/dia (manter/recuperar EN; peso atual/ideal, caso ascite)  NECESSIDADES PROTÉICAS: 0,8 a 1,0 g/kgP/dia (BN+) melhorar restrição nitrogenada: 1,2 a 1,8 g/kgP/dia transplante hepático, hepatectomia, ressecção esofágica: 1 a 1,5 g/kgP/dia EH: boa tolerância até 1,75 g/kgP/dia  MICRONUTRIENTES: Zn (prevenir cãimbras CUPPARI, 2005
  10. 10.  MICRONUTRIENTES: Zn (prevenir cãibras musculares em repouso) Zn + Vitamina A (favorecer indiretamente o ganho de peso: ageusia) Na (restringir em casos de retenção hídrica) CUPPARI, 2005

×