SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
COLÉGIO ESTADUAL TÉCNICO DR. ZENO PEREIRA LUZ
DISCIPLINA DE AGRICULT...








Nome vulgar: Pera
Nome científico: Pyrus
Local de origem: Europa, África do Norte e
Ásia Menor (peras europei...
Formas de plantio e de
multiplicação:


É feita na sua maioria de enxerto mas
pode ser também de mudas obtidas
através de...
Pode ser produzido na nossa
região?
Sim.
 Em 2011no Brasil foram produzidas
20.532 toneladas em 1.750 ha, o Rio
Grande do...
Quais períodos são críticos para a
boa produtividade?
As pereiras necessitam de 200 a 900 horas
de frio hibernal, dependen...
Qual período mais indicado para o
plantio?


O plantio deve ser realizado de junho a
setembro.

Que tipo de solo é mais i...
Principais Manejos, cuidados e
tratos culturais.
Todas as pereiras necessitam de outra para a
polinização e frutificação e...
Como é feito o preparo do solo?
É possível de ser consorciado com
outra cultura? Quais?


Sim, para que o produtor possa ter
rendimentos nos primeiros an...
Como é feito o plantio?
Recomenda-se instalar o pomar em terrenos
não muito inclinados, e com exposição
norte.
 É feito c...
Como é colhido?

Os frutos são colhidos
quase maduros e acomodados em cestas
rasas. Nos meses de fevereiro março e abril.
...
Quanto custa a semente, muda,
exemplar?


O valor da muda é de R$

Como é processado e a que
indústria se destina? É dest...
Quanto produz por hectare?

Qual é o custo de implantar por
hectare?Em 2001 o custo de ha era em
torno de R$ 5.775,00.

Qu...
BIBLIOGRAFIA
Coleção Plantar – Pera – Embrapa
informação tecnológica – 2007.
 Murayama, Shizuto – Fruticultura.

Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pera.

1.347 visualizações

Publicada em

Cultivo da pera no RS.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Pera.

  1. 1. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO ESTADUAL TÉCNICO DR. ZENO PEREIRA LUZ DISCIPLINA DE AGRICULTURA GERAL
  2. 2.      Nome vulgar: Pera Nome científico: Pyrus Local de origem: Europa, África do Norte e Ásia Menor (peras europeias) e da Ásia (peras asiáticas) (Westwood, 1982). Família botânica, gênero ou espécie: Família Rosaceae, gênero Pyrus e espécie pyrus communis L., pyrus pyrifolia entre as mais comuns. Partes comestíveis: Frutos
  3. 3. Formas de plantio e de multiplicação:  É feita na sua maioria de enxerto mas pode ser também de mudas obtidas através de sementes.
  4. 4. Pode ser produzido na nossa região? Sim.  Em 2011no Brasil foram produzidas 20.532 toneladas em 1.750 ha, o Rio Grande do Sul é atualmente o maior produtor, com uma produção média de 9.795 toneladas em 894 ha no ano de 2011e Encruzilhada do Sul produziu, em 2012 5 toneladas em 1ha. 91% das peras consumidas no Brasil são importadas. 
  5. 5. Quais períodos são críticos para a boa produtividade? As pereiras necessitam de 200 a 900 horas de frio hibernal, dependendo da variedade. A penetração de luz no interior da planta é importante para melhorar a qualidade da fruta e a formação de gemas florais. Isto é obtido pela poda, durante o inverno.
  6. 6. Qual período mais indicado para o plantio?  O plantio deve ser realizado de junho a setembro. Que tipo de solo é mais indicado? Os solos ideais são os de textura franca ou franco-argilosos profundos e bem drenados, com pH de 6 a 7. Áreas planas ou com declividade até 18% e livres de encharcamento.
  7. 7. Principais Manejos, cuidados e tratos culturais. Todas as pereiras necessitam de outra para a polinização e frutificação efetiva.  Na maioria das cultivares necessita de polinização cruzada, sendo necessário o plantio de duas ou mais cultivares. No nosso estado é frequente ocorrer o florescimento, sem posterior frutificação, evidenciando falhas na polinização  Devem ser realizadas as podas de formação e de frutificação, a 1º é realizada nos primeiros dois anos após o plantio.  Deve-se evitar a mosca-da-fruta embalando os frutos um a um ou com pulverizações com caldas açucaradas. 
  8. 8. Como é feito o preparo do solo?
  9. 9. É possível de ser consorciado com outra cultura? Quais?  Sim, para que o produtor possa ter rendimentos nos primeiros anos do plantio das mudas quando estas não produzem é indicado o plantio de outras culturas que não cheguem a altura das plantas quando elas estiverem no período vegetativo. Nos outros anos o consórcio pode ser feito com qualquer cultura que não afete o crescimento radicular da pereira.
  10. 10. Como é feito o plantio? Recomenda-se instalar o pomar em terrenos não muito inclinados, e com exposição norte.  É feito com mudas em covas preparadas com até 60 cm de profundidade para um bom desenvolvimento do sistema radicular, infiltração da água e do ar. Abrir as covas 60 x 60 x 60 cm, com até 40 dias de antecedência para aplicação de adubo orgânico e mineral. 
  11. 11. Como é colhido? Os frutos são colhidos quase maduros e acomodados em cestas rasas. Nos meses de fevereiro março e abril.  A colheita é determinada pela cor do fruto. E deve ser feita em várias passadas no pomar a cada cinco dias. A pera deve completar a sua maturação fora do pé para a garantia do sabor e características ideais. 
  12. 12. Quanto custa a semente, muda, exemplar?  O valor da muda é de R$ Como é processado e a que indústria se destina? É destinada ao consumo in natura. Quanto custa o produto final no comércio? Custa R$ 5,29 o kg.
  13. 13. Quanto produz por hectare? Qual é o custo de implantar por hectare?Em 2001 o custo de ha era em torno de R$ 5.775,00. Quanto tempo para ter retorno financeiro? Três anos após o plantio a pereira já começa a produzir comercialmente
  14. 14. BIBLIOGRAFIA Coleção Plantar – Pera – Embrapa informação tecnológica – 2007.  Murayama, Shizuto – Fruticultura. 

×