O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jornada pedagógica palestra délia

311 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornada pedagógica palestra délia

  1. 1. JORNADA PEDAGÓGICAJORNADA PEDAGÓGICA CEOM - 2010CEOM - 2010 Educação, Democracia,Educação, Democracia, Compromisso e AfetividadeCompromisso e Afetividade Construindo a Escola 10Construindo a Escola 10
  2. 2. Dialogando:Dialogando: O PAPEL DOO PAPEL DO PROFESSOR NOPROFESSOR NO SÉCULO XXISÉCULO XXI • Délia de Oliveira LadeiaDélia de Oliveira Ladeia • Coordenadora Pedagógica CEOMCoordenadora Pedagógica CEOM
  3. 3. O que é ser professor no século XXI? Essa éO que é ser professor no século XXI? Essa é uma pergunta para a qual não há resposta fácil.uma pergunta para a qual não há resposta fácil. • O NOSSO TEMPO:O NOSSO TEMPO: Mudanças constantes e velozes desafios para oMudanças constantes e velozes desafios para o professor, estimulo para repensar continuamente suaprofessor, estimulo para repensar continuamente sua prática.prática. • QUESTÕES PREPONDERANTES:QUESTÕES PREPONDERANTES: Dimensões da produção de conhecimento,Dimensões da produção de conhecimento, Condições de trabalho e vida,Condições de trabalho e vida, Contradições da experiência individual, social e históricaContradições da experiência individual, social e histórica de cada professor;de cada professor;
  4. 4. CONSIDERAÇÕES:CONSIDERAÇÕES: • Mudanças rápidas, no mundo de hoje, é quaseMudanças rápidas, no mundo de hoje, é quase sufocante e é preciso descobrir como lidar com osufocante e é preciso descobrir como lidar com o acúmulo de conhecimento.acúmulo de conhecimento. • O professor do século XXI tem incorporada toda aO professor do século XXI tem incorporada toda a produção intelectual dos séculos passados e seu desafioprodução intelectual dos séculos passados e seu desafio é se formar e transformar sua prática constantemente,é se formar e transformar sua prática constantemente, levando em conta as produções culturais e históricaslevando em conta as produções culturais e históricas atuais.atuais. • É preciso debater qual é o papel do professor naÉ preciso debater qual é o papel do professor na relação de ensino.relação de ensino. “É importante pensar em como“É importante pensar em como fazer a formação de professores diante destasfazer a formação de professores diante destas questões que estão colocadas”questões que estão colocadas” (Ana Smolka,(Ana Smolka, Unicamp)Unicamp)
  5. 5. • O professor do século XXI está enraizado no presenteO professor do século XXI está enraizado no presente dinâmico e no processo de constituição dedinâmico e no processo de constituição de conhecimentos e valores éticos, estéticos econhecimentos e valores éticos, estéticos e políticospolíticos que emergem na realização da práticaque emergem na realização da prática educativa, presencial ou à distância, a partir deeducativa, presencial ou à distância, a partir de interações recorrentes com o meio.interações recorrentes com o meio. • O contexto midiatizado do século XXI impõe desafiosO contexto midiatizado do século XXI impõe desafios aos educadores. “aos educadores. “É preciso estar atento para refutar asÉ preciso estar atento para refutar as visões simplistas que opõem as múltiplas linguagens àvisões simplistas que opõem as múltiplas linguagens à realidade escolar. Também se faz necessário estender erealidade escolar. Também se faz necessário estender e inventar a prática educativa, compreendendo oinventar a prática educativa, compreendendo o cruzamento e a aproximação de três vetores:cruzamento e a aproximação de três vetores: tempo,tempo, espaço e velocidade.espaço e velocidade. Por último, é precisoPor último, é preciso promover mudanças estruturais depromover mudanças estruturais de ação-reação-ação-reação- ação”,ação”, (Uerj), Wania Clemente(Uerj), Wania Clemente (
  6. 6. ResponsabilidadesResponsabilidades • Envolver os diferentes setores daEnvolver os diferentes setores da sociedade: como mobilizar o podersociedade: como mobilizar o poder público a promover ações concretas, oupúblico a promover ações concretas, ou seja, políticas públicas, tornando-se co-seja, políticas públicas, tornando-se co- responsável. Também lhes caberesponsável. Também lhes cabe denunciar formas de controle, que utilizemdenunciar formas de controle, que utilizem as tecnologias para concentrar poder eas tecnologias para concentrar poder e conter a criatividade e a inventividade.conter a criatividade e a inventividade.
  7. 7. • professores devem ser estimulados a explorarprofessores devem ser estimulados a explorar as possibilidades de perturbação, transgressãoas possibilidades de perturbação, transgressão e subversão das identidades existentes. “Ée subversão das identidades existentes. “É preciso estimular, em matéria de identidade,preciso estimular, em matéria de identidade, oo impensado e o arriscado, o inexploradoimpensado e o arriscado, o inexplorado e o ambíguo, em vez do consensual ee o ambíguo, em vez do consensual e do assegurado, do conhecido e dodo assegurado, do conhecido e do assentado.assentado. Favorecer, enfim,Favorecer, enfim, todatoda experimentação que torne difícil oexperimentação que torne difícil o retorno do ‘eu’ e do ‘nós’ ao idêntico”,retorno do ‘eu’ e do ‘nós’ ao idêntico”,
  8. 8. Resultado da pesquisa feita na rede de ensino doResultado da pesquisa feita na rede de ensino do município do Rio de Janeiro sobre o que é ser professormunicípio do Rio de Janeiro sobre o que é ser professor no século XXIno século XXI • Dos 201 entrevistadosDos 201 entrevistados :: 74% afirmaram que é um desafio e que é preciso estar aberto ao74% afirmaram que é um desafio e que é preciso estar aberto ao novo e ressignificar sempre a prática.novo e ressignificar sempre a prática. 50% afirmaram que ser professor neste século é saber lidar com as50% afirmaram que ser professor neste século é saber lidar com as novas tecnologias, mídias e as diferentes linguagens do mundo atual.novas tecnologias, mídias e as diferentes linguagens do mundo atual. • O lado humano da prática docente também foi lembrado pelosO lado humano da prática docente também foi lembrado pelos pesquisadospesquisados 10,0% disseram que é pensar no aluno, estar conectado com ele.10,0% disseram que é pensar no aluno, estar conectado com ele. 9,0% disseram que é compreender o tempo atual e se relacionar9,0% disseram que é compreender o tempo atual e se relacionar com ele.com ele. 3,5% comentaram que é gostar de contato com o ser humano, com3,5% comentaram que é gostar de contato com o ser humano, com as pessoas.as pessoas. 3,o% afirmaram que é preciso ter poderes sobrenaturais para lidar3,o% afirmaram que é preciso ter poderes sobrenaturais para lidar com as dificuldades de ser professor nos tempos atuais.com as dificuldades de ser professor nos tempos atuais.
  9. 9. O Século traz questões que demandam novasO Século traz questões que demandam novas atitudes por parte do docente. “atitudes por parte do docente. “A pesquisaA pesquisa mostra uma preocupação do professormostra uma preocupação do professor em ser plural, dialogar com o novo, estarem ser plural, dialogar com o novo, estar aberto às novas tecnologias eaberto às novas tecnologias e linguagens, mas sem perder as suaslinguagens, mas sem perder as suas raízes, seus valores, sua vivência.raízes, seus valores, sua vivência. Temos que pensar quais são nossosTemos que pensar quais são nossos desafios frente à velocidade, às novasdesafios frente à velocidade, às novas tecnologias, à fragmentação e àtecnologias, à fragmentação e à turbulênciaturbulência" (Simone Monteiro – SMERJ)," (Simone Monteiro – SMERJ),
  10. 10. O Século traz questões que demandam novasO Século traz questões que demandam novas atitudes por parte do docente. “atitudes por parte do docente. “A pesquisaA pesquisa mostra uma preocupação do professormostra uma preocupação do professor em ser plural, dialogar com o novo, estarem ser plural, dialogar com o novo, estar aberto às novas tecnologias eaberto às novas tecnologias e linguagens, mas sem perder as suaslinguagens, mas sem perder as suas raízes, seus valores, sua vivência.raízes, seus valores, sua vivência. Temos que pensar quais são nossosTemos que pensar quais são nossos desafios frente à velocidade, às novasdesafios frente à velocidade, às novas tecnologias, à fragmentação e àtecnologias, à fragmentação e à turbulênciaturbulência" (Simone Monteiro – SMERJ)," (Simone Monteiro – SMERJ),

×