Aula 9 si gti-ads Contabilidade

312 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
312
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 9 si gti-ads Contabilidade

  1. 1. BEM-VINDO À DISCIPLINA INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO PROF. ANTÔNIO MATIAS AULA 9
  2. 2. INTRODUÇÃO À ADMINSITRAÇÃ0 Áreas Funcionais – Recursos Humanos AULA 9
  3. 3. RECURSOS HUMANOS A Importância das Pessoas • Organizações são feitas de pessoas e para as pessoas. • As pessoas são o elemento essencial das organizações; • São sua principal fonte de vantagem competitiva; • Organizações são grupos estruturados de pessoas que se juntam para o alcance de objetivos em comum. • Estruturar e gerir esses grupos eficazmente é a principal função da Administração de Recursos Humanos (ARH). AULA 9
  4. 4. RECURSOS HUMANOS Administração de RH • Compreende o conjunto de talentos, habilidades, conhecimentos e potencial de desenvolvimento das pessoas. • A qualidade dos recursos humanos implica, em grande parte, no sucesso ou insucesso da organização. • ARH se refere às práticas e políticas necessárias à condução dos aspectos relacionados às pessoas que traba lham em uma organização. AULA 9
  5. 5. RECURSOS HUMANOS Processo de Administração de RH RH é uma função de apoio à gestão organizacional e, por isso, precisa estar alinhada aos seus objetivos estratégicos. • Planejamento de RH: identificação das necessidades de pessoal. • Recrutamento: convocar e ofertar vagas. • Seleção: escolhas de quem melhor se adequa ao cargo. • Orientação: auxiliar na condução da carreira do empregado. • Treinamento: melhoria do desempenho na função atual. • Avaliação do desempenho; • Remuneração de acordo com a função, competências, etc. • Promover: encarreiramento. • Desligamento, quando necessário AULA 9
  6. 6. RECURSOS HUMANOS Influências Ambientais Fatores que influenciam as decisões da ARH • Globalização: fatores econômicos, culturais, competição e oportunidades de mão de obra entre os países. • Legislação: principalmente a trabalhista, tributária, previdenciária, etc. Possuem poder de enforcement, isto é, o poder de fazer cumprir. É o conjunto de instrumentos legais que dão poder ao indivíduo ou organização de fazer cumprir leis e normas. • Tecnologia: cria e extingue cargos e funções. Tende a gerar substituição de mão de obra pela maior automação. AULA 9
  7. 7. RECURSOS HUMANOS Influências Ambientais Fatores que influenciam as decisões da ARH • Demografia: envelhecimento da população, taxa de natalidade, elevação dos custos previdenciários e de saúde, redução da massa trabalhadora que contribui para a previdência, etc. AULA 9
  8. 8. RECURSOS HUMANOS Planejamento de RH Elaboração de plano que projeta o futuro da ARH por consequência, em geral, do futuro da própria organização. Cabe ao Planejamento de RH: • Determinar as necessidades de pessoal. • Definir necessidades de treinamento. • Avaliar o impacto das novas tecnologias e de novas formas de organização do trabalho, além de outras tendências que possam impactar a gestão de RH AULA 9
  9. 9. RECURSOS HUMANOS Planejamento de RH • Inventário de RH: identificação e contagem das pessoas que trabalham numa organização elencando suas habilidades, tempo de experiência, formação acadêmica, setor em que exerce suas atividades, etc. • Rotação interna: movimentação de funcionários dentro da empresa para outras cidades, instalações, cargos, etc. • Rotação externa: ocorre pela demissão, aposentadoria ou licença do empregado. Quando não há substituto interno. AULA 9
  10. 10. RECURSOS HUMANOS Planejamento de RH • Análise de cargo: identificação das exigências, atitudes e comportamentos necessários ao desempenho do cargo. • Descrição de cargo: descreve as tarefas e responsabilida des, enfim, o conteúdo do cargo. • Especificação de cargo: competências, conhecimentos, habilidades, equipamen tos, etc. necessários à execução das tarefas. AULA 9
  11. 11. RECURSOS HUMANOS Recrutamento Processo de localizar, identificar e atrair candidatos qualificados para ocupar cargos na organização • Recrutamento interno utiliza os próprios empregados que podem ser remanejados ou promovidos. Sua principal vantagem é a de que o empregado já conhece a orga nização e, portanto, já está alinhado à cultura organizacional, normas e procedimento, enfim, está familiarizado. Por outro lado, pode inibir a inovação e a “oxigenação” da organização por não trazer novos talentos com novas formas de pensar e agir. AULA 9
  12. 12. RECURSOS HUMANOS Recrutamento Processo de localizar, identificar e atrair candidatos qualificados para ocupar cargos na organização • Recrutamento externo ocorre quando não se encontra no quadro de empregados pessoa qualificada para assumir um cargo, ou quando não é possível o remanejamento. Traz como vantagem a renovação de competências, ideias e visões de mercado, evita os vícios e ranços dos que já estão na organização, etc. Contudo, é mais demorado, riscos de incompatibilidade do candidato à cultura, pode impactar na política de remuneração, etc. AULA 9
  13. 13. RECURSOS HUMANOS Fontes de Recrutamento Externo • Anúncios em veículos especializados; • Agências de emprego; • Internet; • Headhunter; • Escolas de formação profissional e de ensino superior; • Indicações diversas. AULA 9
  14. 14. RECURSOS HUMANOS Seleção Processo de separar e escolher o melhor candidato ao cargo dentre aqueles que se apresentaram. • Formulário de emprego: ficha de inscrição onde o candidato informa uma série de dados pessoais e profissionais que é utilizada para se realizar a primeira avaliação deste candidato para saber se cumpre os requisitos mínimos exigidos para o cargo. AULA 9
  15. 15. RECURSOS HUMANOS Testes de Seleção • de Inteligência: medem as habilidades intelectuais. • de Personalidade: avaliam aspectos não cognitivos e a dimensão social do indivíduo, como autoconfiança, intro versão, autonomia, capacidade de decisão e de autocontrole, etc. • de Aprendizado: avaliam objetivamente os conhecimentos técnicos necessários ao desempenho das tarefas. • Biológicos ou físicos: exames de saúde. Exames para identificação de uso de drogas ou genéticas sofrem ques tionamentos éticos sobre seu uso e validade. AULA 9
  16. 16. RECURSOS HUMANOS Teste Simples de Lógica AULA 9
  17. 17. RECURSOS HUMANOS Resposta do Teste AULA 9
  18. 18. RECURSOS HUMANOS Entrevista • Face a face: candidato é entrevistado individualmente pelo profissional de RH ou responsável pela área contratante. Ex.: diretor, gerente, etc. • Painel: o candidato é entrevistado por vários membros da organização simultâneamente. AULA 9
  19. 19. RECURSOS HUMANOS Entrevista • Em série: sucessivas entrevistas com o mesmo candidato realizadas por pessoas diferentes em momentos diferentes, uma após a outra. Pode ser no mesmo dia ou em dias diferentes. • de Pressão, ou de Estresse: busca provocar o candidato e avaliar sua resistência e controle sob tensão ou questões éticas. AULA 9
  20. 20. RECURSOS HUMANOS Entrevista • de Grupo (ou, em Grupo): vários candidatos entrevistados juntos no mesmo ambiente por um ou mais entrevistadores. Avalia capacidades de liderança, de cooperação, inicia tiva, relacionamento, etc. • Social: consiste na observação do comportamento do candidato em ambientes informais, de preferência, sem que ele desconfie que está sendo testado. AULA 9
  21. 21. RECURSOS HUMANOS Orientação Ajustamento do indivíduo à organização. Seus principais objetivos • Reduzir ansiedade inicial; • desfazer expectativas irreais criadas pelo censo comum ou pelo próprio empregado; • Explicar o que fazer e como será avaliado; • Familiarizar o empregado com a cultura da organização e com os colegas; etc. AULA 9
  22. 22. RECURSOS HUMANOS Treinamento e Desenvolvimento • Treinamento é o processo educacional de curto prazo, visa promover o aperfeiçoamento de habilidades, conhecimentos e competências de forma a melhorar o desempenho. • Desenvolvimento é o processo de longo prazo orientado para o desenvolvimento de competências não relacionadas diretamente com o trabalho executado, ou para assumir ou tras atividades. Em resumo, é aprender coisas novas que auxiliam no desenvolvimento pessoal e profissional. AULA 9
  23. 23. RECURSOS HUMANOS Universidade Corporativa • Organização utilizam suas instalações para promover o treinamento e a capacitação de seus empregados com foco específico no negócio em que atua. • Em geral, as organizações promovem seus cursos com o auxílio de instituições de ensino. Desta forma, podem, inclusive, conceder diplomas e certificados aos concluintes. AULA 9
  24. 24. RECURSOS HUMANOS Avaliação de Desempenho Processo sistemático de identificar, registrar e comparar o desempenho dos empregados e acompanhar sua evolução. Seus principais objetivos: • Validação dos métodos de seleção adotados; • Identificação das necessidades de treinamento; • Identificar os empregados mais bem preparados para uma promoção; • Determinação da contribuição de cada empregado para o alcance de objetivos. AULA 9
  25. 25. RECURSOS HUMANOS Métodos de Avaliação de Desempenho • Incidentes Críticos: concentra a análise em comportamentos ou resultados especialmente eficazes ou ineficazes, is to é, foca nos extremos. • Escalas Gráficas: analise a partir de escalas de conjunto de fatores considerados relevantes ao desempenho da fun ção. • Escalas de classificação ancoradas em comportamentos: classifica e identifica os comportamentos considerados re levantes para o desempenho das funções. AULA 9
  26. 26. RECURSOS HUMANOS Política de Remuneração • Salário: recompensa em troca do trabalho. Composto do salário-base mais benefícios. Estruturado com base: • Salário médio: nível de salário (alto, médio ou baixo); • Estrutura salarial: definição da remuneração para diferentes funções. • Salário individual: diferenciação do salário segundo as dificuldades das funções, competências individuais, níveis de responsabilidades, etc. AULA 9
  27. 27. RECURSOS HUMANOS Política de Remuneração • Planos de incentivo individuais, relativos ao cargo e/ou ao desempenho. • Planos de incentivos coletivos, relativos ao desempenho de um grupo, equipe ou de toda a organização. Exemplos de incentivos: • Comissões; • Bônus; • PLR; • Stock options (Plano de compra de ações); etc. AULA 9
  28. 28. RECURSOS HUMANOS Política de Remuneração Benefícios: também são uma forma de recompensa, ou de incentivo, que a organização disponibiliza aos empregados. Exemplos: • Previdência privada, com ou sem contribuição do emprega do; • Plano de saúde, com ou sem contribuição do empregado; • Conveniências e serviços; • Finge benefits, específicos para alguns cargos, comuns em cargos elevados e altamente especializados. Ex.: automóveis, aluguel de imóveis, passagens aéreas, etc. todos custeados em parte ou no todo pela organização. AULA 9
  29. 29. RECURSOS HUMANOS Desligamento Processo de redução de pessoal (headcount) em razão de redução de custos, redução acentuada de demanda, reestruturação organizacional, crise econômica, etc. As demissões também podem ser pontuais, isto é, a demissão individual por mal comportamento do empregado, baixo desempenho, incompatibilidade com a função, etc. A legislação brasileira relativa ao trabalho obriga que a organização realize exame médico de desligamento. Algumas organizações realizam a entrevista de desligamento para identificar os motivos que levaram à demissão. AULA 9

×