Curso vygotsky 20h

775 visualizações

Publicada em

Curso da CET Consultoria

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
775
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso vygotsky 20h

  1. 1. Psicologia Histórico-Cultural
  2. 2.  Nasceu e viveu na Rússia  1896 a 1934  Morreu vítima de tuberculose, aos 37 anos  Casou-se aos 28 anos e teve duas filhas  Viveu durante a Revolução Russa  É um dos motivos pelo qual sua obra só foi conhecida e valorizada mais recentemente
  3. 3.  Produziu cerca de 200 trabalhos de Psicologia e 100 sobre arte e literatura  Dois anos após sua morte suas obras foram proibidas, durante 20 anos, pela ditadura de Stálin  Formou-se em direito  Professor e pesquisador  Pesquisa importante para as ciências educacionais e psicológicas  Parceiros: Luria e Leontiev
  4. 4.  Foi contemporâneo de Piaget  No entanto, eles não chegaram a se encontrar em vida, devido a vários fatores, principalmente os políticos  Assim como Piaget, tinha como objetivo uma nova psicologia, que ultrapassasse as limitações das visões mecanicista e idealista
  5. 5. País em estado lastimável Pior problema era a educação 70% eram analfabetos Necessidade de construção de uma nova sociedade e nova ciência
  6. 6. Põe em pauta a discussão do papel do social no desenvolvimento mental O papel da educação, do professor e da aprendizagem
  7. 7. Socialmente construído Culturalmente transmitido
  8. 8. Apropriação e transformação da cultura herdada
  9. 9. INDIVÍDUO Participante ativo da sua própria existência, construída na inter-relação com outros sociais
  10. 10. Estuda as funções psicológicas Classificou em elementares e superiores
  11. 11. De origem biológica Estão presentes nas crianças e nos animais Ações involuntárias (reflexas) Reações imediatas (automáticas) Sofrem controle do ambiente externo
  12. 12. FUNÇÕES PSICOLÓGICAS ELEMENTARES + APRENDIZADO DA CULTURA = FUNÇÕES PSICOLÓGICAS SUPERIORESFUNÇÕES PSICOLÓGICAS SUPERIORES
  13. 13. São de origem social Presentes somente no homem Caracteriza-se pela intencionalidade das ações Interação entre fatores biológicos e sociais São possíveis por que existe atividade cerebral
  14. 14. Auto-observação Intencionalidade Planejamento capacidade de pensamento abstrato Metacognição (indivíduo ser capaz de pensar sobre o seu próprio pensamento)
  15. 15. O surgimento das superiores não elimina as elementares O desenvolvimento mental é marcado pela interiorização das funções psicológicas A educação ajuda a formar as funções psicológicas superiores
  16. 16. Processo sócio-histórico Atividade cerebral
  17. 17. O uso de instrumentos começa a se manifestar aos 6 meses de idade A capacidade de utilização dos instrumentos é o aspecto mais importante na análise da inteligência prática das crianças A inteligência prática constitui a fase inicial do desenvolvimento cognitivo! Inicialmente, o raciocínio prático independe da fala
  18. 18. Fase pré-verbal: Uso dos símbolos igual aos macacos Os chimpanzés, por mais inteligentes que sejam, podem no máximo utilizar o cabo de vassoura para derrubar bananas, por exemplo, e jamais para criar uma situação imaginária. A atividade simbólica tem uma função organizadora específica que invade o processo do uso de instrumentos e produz formas novas de comportamento.
  19. 19. As formas tipicamente humanas de pensar surgem, por exemplo, quando uma criança pega um cabo de vassoura e o transforma em um cavalo, ou em um fuzil, ou em uma árvore. Uso especificamente humano dos instrumentos: ir além do uso posível dos objetos O que nos torna humanos é a capacidade de utilizar instrumentos simbólicos para complementar nossa atividade, que tem bases biológicas.
  20. 20. O que nos torna humanos, segundo Vygotsky, é nossa capacidade de imaginar!
  21. 21. A linguagem é uma espécie de "cabo de vassoura" muito especial, capaz de transformar decisivamente os rumos de nossa atividade.  Quando aprendemos a linguagem específica de nosso meio sociocultural, transformamos radicalmente os rumos de nosso próprio desenvolvimento.
  22. 22. Linguagem: Sistema de mediação simbólica que organiza os signos em estruturas complexas
  23. 23. LINGUAGEM Papel central
  24. 24. Momento mais significativo do desenvolvimento cognitivo Representa um salto qualitativo nas funções superiores Funciona como instrumento de comunicação, planejamento e auto-regulação Origina 3 grandes mudanças
  25. 25. Permite lidar com objetos externos que não presentes Permite abstrair, analisar e generalizar características dos objetos, situações e eventos Permite a preservação, transmissão e assimilação de informações e experiências acumuladas pela humanidade ao longo da história
  26. 26. Refletir o mundo exterior Planejar e determinar o curso de uma ação
  27. 27.  É natural e necessário para a criança falar enquanto age!  Fala e ação fazem parte de uma mesma função psicológica complexa, dirigida para a resolução de problemas.  Quanto mais complexa a ação exigida pela situação e menos direta a solução, maior a importância que a fala adquire na operação!  Crianças podem não conseguir fazer algo se não lhe permitirem falar!
  28. 28. Após constatar que não consegue resolver um problema sozinha, a criança vai até o adulto e verbalmente descrevem o método que utilizaram Posteriormente, a fala socializada é internalizada A criança passa a apelar a si mesma!
  29. 29. Antes de controlar o seu comportamento, a criança começa a controlar seu ambiente, com a ajuda da fala.  Isto produz novas relações com o ambiente, além de uma nova organização do pensamento.
  30. 30. Para que o indivíduo se desenvolva em sua plenitude, ele depende da aprendizagem que ocorre num determinado grupo cultural, pelas interações entre seus membros
  31. 31. Processo que antecede o desenvolvimento Aprendizagem e desenvolvimento se influenciam mutuamente Quanto mais aprendizagem, mais desenvolvimento e vice-versa O desenvolvimento é um processo mais lento que a aprendizagem A imtação pode ser levada em conta para avaliar o nível de aprendizado
  32. 32. Aprendizagem inicia muito antes do ensino formal Aprendizagem escolar introduz elementos novos no seu desenvolvimento A diversidade no meio social promove aprendizagens diversas, que por sua vez ativam diferentes processos de desenvolvimento.
  33. 33. Não tem conceito É um processo
  34. 34. “É pela mediação que o indivíduo se relaciona com o ambiente, pois ele não tem acesso direto aos objetos, mas, apenas, a sistemas simbólicos que representam a realidade”
  35. 35. É por meio dos signos, da palavra, dos instrumentos, que ocorre o contato com a cultura
  36. 36.  Zona de Desenvolvimento Potencial: Atividade ou conhecimento que a criança não domina, mas espera-se que seja capaz de saber e/ou realizar, independente de etnia, religião ou cultura  Zona de Desenvolvimento Real: Tudo aquilo que a criança é capaz de realizar sozinha
  37. 37.  Zona de Desenvolvimento Proximal: - Distância entre o que a criança já pode realizar sozinha e aquilo que ela é capaz de desenvolver com o auxílio de alguém - É a zona cooperativa do conhecimento - O mediador ajuda a criança a transformar o desenvolvimento potencial em desenvolvimento real
  38. 38. Fazer pedagógico com vistas à área de desenvolvimento potencial A criança precisa de intervenção pedagógica externa para colaborar na realização da tarefa Todo obstáculo que se interpõe à criança ao realizar uma tarefa ou, a solucionar um problema, pode fazer com que ela pare de trabalhar e solicite a outra pessoa um auxílio
  39. 39. O apelo verbal a outra pessoa constitui um esforço para preencher o hiato que sua atividade apresentou.  Ao fazer uma pergunta, a criança mostra que, de fato, formulou um plano de ação para solucionar o problema em questão, mas que é incapaz de realizar todas as operações necessárias
  40. 40. Elementos mediadores do processo da aprendizagem pode e DEVE ser mediado por outra pessoa Redimensionamento da escola e do papel do professor o ensino não pode corresponder simplesmente ao desenvolvimento e sim se adiantar a ele, promovendo aprendizagens que levem ao desenvolvimento
  41. 41. O esquema funcional de aprendizado de uma criança não pode ser idêntico ao de uma outra, embora possa haver semelhanças em certos estágios de desenvolvimento. O ensino, representando o meio através do qual o desenvolvimento avança, passa a exigir conteúdos socialmente elaborados e uma metodologia adaptada ao contexto histórico e cultural
  42. 42. Faça um texto com o mínimo de 15 linhas. QUAL A IMPORTÂNCIA DE Lev Vygotsky para a formação do professor?

×