INTRODUÇÃOA desigualdade social, pode ser chamada também de desigualdade econômica, acontece quandoa distribuição de renda...
. Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população jovem à violência éa condição de extrema pobrez...
CONCLUSAOTemos exemplos na sociedade de atos violentos praticados por jovens de classe média,masinfelizmente a classe pobr...
Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população jovem à violência é a condição de extrema pobreza...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população jovem à violência é a condição de extrema pobreza que atinge os brasileiros

2.653 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população jovem à violência é a condição de extrema pobreza que atinge os brasileiros

  1. 1. INTRODUÇÃOA desigualdade social, pode ser chamada também de desigualdade econômica, acontece quandoa distribuição de renda é feita de forma diferente sendo que a maior parte fica nas mãos depoucos.O Brasil que mesmo estando entre os maiores em economia do mundo ainda é um dosmaiores em desigualdade econômica do mundo, as pessoas mais ricas possuem mais materiais econsome mais, e a classe baixa menos.Gerando a violência principalmente entre os jovens daclasse media de baixa renda, pois a exclusão social os deixa revoltado por morarem em lugaresprecários com problemas de saneamento básico,e a falta do bom estudo e boa alimentação.
  2. 2. . Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população jovem à violência éa condição de extrema pobreza que atinge os brasileiros. A desigualdade no acesso a direitosalimenta a violência que afeta mais os pobres , é comum fazer um raciocínio simplista de que apobreza é a principal causadora da violência entre os jovens, mas, o fato de ser pobre nãosignifica que a pessoa será violenta,mas a violência está maior concentrada nas classes de baixopoder aquisitivo.A ausência de uma reforma social, capaz de possibilitar a distribuição justa da renda nacional,termina impondo não apenas a maior desigualdade de renda como uma pressão adicional nointerior do mercado de trabalho. Diante da insuficiência de renda, o país tem mais jovensdeslocando-se precocemente do sistema escolar para o mundo do trabalho, ao mesmo tempoem que aposentados e pensionistas não abandonam seus postos de trabalho e empregadosaceitam maiores jornadas de trabalho, seja pela ampliação das horas extras, seja pela duplaocupação.O resultado do IES indica que o Brasil disputa a posição de pior distribuição de renda doplaneta, e possui taxas de homicídio superiores a países em guerra civil. Assim, o Brasilencontra-se com maior renda per capita do planeta e em termo de desenvolvimento materialnas piores posições.Há nos distritos mais carentes menos policiais do que na da cidade e menos veículos parapatrulharem essas áreas. A desigualdade na oferta de empregos é grande.Essa escassez pode ser mais um fator a alimentar a violência crimes não esclarecidos sãocrimes impunes e a impunidade pode motivar mais violência. Há mais homicídios de autoriadesconhecida nesses distritos, à medida em que os casos se acumulam, com efetivos policiaistão reduzidos, aumenta a probabilidade de que os casos de autoria desconhecidapermaneçam como tal.Com medo da violência na rua as pessoas passam a sair menos a adotarem medidas de auto-proteção que as distanciam ainda mais umas das outras, alem da restrição do uso de espaçospúblicos.Essas medidas adotadas podem ter o efeito de reduzir a aproximação entre asociedade, e expectativa de ação coletiva..http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?pid=S0009-67252002000100018&script=sci_arttext
  3. 3. CONCLUSAOTemos exemplos na sociedade de atos violentos praticados por jovens de classe média,masinfelizmente a classe pobre ainda e a mais afetada uma das formas de superar a desigualdade é aintrodução de mecanismos compensatórios para aumentar a renda dos jovens extremamentepobres. É preciso promover a inclusão social desses jovens por meio da escola , emprego, realizaçãode projetos sociais com intuito de diminuir a desigualdade social. Abrindo assim outros caminhos, àpopulação de baixa renda (principalmente aos jovens). O que existe é um ciclo vicioso: Condiçãoeconômica do país > Desigualdade social > Crimes > Violência > Polícia ineficiente (condiçãoeconômica do pais). Tratar problemas como este exige total participação da sociedade e empenhosingular dos órgãos administrativos.Temos que lutar, juntos, para mostrar às crianças os caminhosalternativos para crescerem longe da violência.

×