GUERRILLA VIRAL MARKETING

3.374 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
176
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
312
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

GUERRILLA VIRAL MARKETING

  1. 1. MARKETING DE GUERRILHA
  2. 2. <ul><li>O consumidor já não é mais o mesmo, muito menos a forma de falar com ele. </li></ul><ul><li>A publicidade precisa se reinventar para chamar atenção e surpreender o público. </li></ul>MARKETING DE GUERRILHA
  3. 3. MARKETING DE GUERRILHA Armas de guerrilha: agilidade, ousadia e surpresa.
  4. 4. MARKETING DE GUERRILHA CONSUMIDORES CADA VEZ MAIS SATURADOS DE INFORMAÇÃ O NÃO APENAS INFORMAR, MAS ENGAJAR. POTENCIALIZAR VIA BOCA-A- BOCA E MÍDIA EXPONTÂNEA
  5. 5. MARKETING DE GUERRILHA ANTES DO VIRAL/GUERRILLA LEMBRE-SE DO BÁSICO
  6. 6. Jay Conrad Levinson coloca no seu site Guerrilla Marketing, como principal arma de número 9 é o Business Card . MARKETING DE GUERRILHA
  7. 14. AÇÕES DE GUERRILHA
  8. 16. VIRAL MARKETING
  9. 17. COMO FAZER UM MARKETING VIRAL ?
  10. 18. O QUE TORNA UMA IDÉIA VIRAL ?
  11. 19. De Seth Godin: Ninguém &quot;envia&quot; uma idéia ao menos que: a. que tenham compreendido-a b. que tenham vontade de espalhá-la c. acreditem que espalhar a idéia irá aumentar seu poder (reputação, receita, amizades) ou sua paz de espírito d. o esforço necessário para enviar a idéia seja menor que os benefícios
  12. 20. De Seth Godin: Ninguém “pega&quot; uma idéia ao menos que: a. a primeira impressão demande uma pesquisa mais profunda b. já tenham compreendido as idéias fundamentais necessárias para entender a nova idéia c. o remetente seja de confiança ou respeitável o suficiente para investir o tempo necessário
  13. 21. De Ralph Wílson: Os seis princípios do Marketing Viral <ul><li>Distribui gratuitamente produtos e serviços com algum valor </li></ul><ul><li>2. Oferecer um meio sem esforço de envio para outros </li></ul><ul><li>3. É facilmente escalável do pequeno para o muito grande </li></ul><ul><li>4. Explorar motivações e comportamentos comuns </li></ul><ul><li>5. Utiliza redes de comunicação já existentes </li></ul><ul><li>6. Tira proveito de recursos de terceiros </li></ul>
  14. 22. De Kevin Nalty: Os sete pecados capitais da propaganda por vídeo viral <ul><li>Criar uma vaca preto e branca </li></ul>
  15. 23. De Kevin Nalty: Os sete pecados capitais da propaganda por vídeo viral 2- Fingir que não está fazendo propaganda
  16. 24. De Kevin Nalty: Os sete pecados capitais da propaganda por vídeo viral 4. Gastar uma fortuna na produção
  17. 25. De Kevin Nalty: Os sete pecados capitais da propaganda por vídeo viral 5. Fazer um concurso de vídeo só porque todos estão fazendo
  18. 26. De Kevin Nalty: Os sete pecados capitais da propaganda por vídeo viral 6. Estabelecer metas irreais de conversão
  19. 27. De Kevin Nalty: Os sete pecados capitais da propaganda por vídeo viral 7. Jogar a toalha e decidir só anunciar usando vídeos virais
  20. 28. BUZZ MARKETING
  21. 30. - Orgânico : ocorre naturalmente quando você tem um produto/serviço que vale a pena ser falado. como por exemplo, o Skype. Uma ferramenta que permite você falar com o mundo todo de graça é revolucionária e, sem dúvida, merece ser falado, comentado, divulgado. - Amplificado : este é o boca-a-boca criado, normalmente por uma agência de guerrilha, para que as pessoas falem de um produto ou serviço. As ações de guerrilha criadas pela Espalhe para a Klabin Segall fazem com que esta empresa do mercado imobiliário seja comentada on e off-line BUZZ MARKETING
  22. 31. <ul><li>Mantenha a simplicidade </li></ul><ul><li>Diga o que há de novo </li></ul><ul><li>Não faça promessas que não pode cumprir </li></ul><ul><li>Peça a seus clientes que digam o que é especial em seu produto ou serviço </li></ul><ul><li>Ouça o falatório </li></ul>BUZZ MARKETING
  23. 32. <ul><li>Hoje em dia toda empresa, por menor que seja, já tem uma presença na internet. O problema é que a grande maioria tem uma presença passiva, ou seja, não explora a principal competência desta mídia: a interatividade </li></ul><ul><li>Lança a semente do vírus e, de forma inteligente, encoraja que seja passada adiante. </li></ul><ul><li>Começar com a pessoa certa </li></ul>VIRAL MARKETING
  24. 34. <ul><li>RONALDINHO VÍDEO </li></ul>

×