Oficina Creative Commons: usar, criar e compartilhar na cultura digital

1.275 visualizações

Publicada em

Oficina oferecida na HUB Escola 2013
http://www.hubescola.com.br/

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.275
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
98
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A closing thought, in the 21st century…
  • Oficina Creative Commons: usar, criar e compartilhar na cultura digital

    1. 1. Creative Commons: usar, criar e compartilhar na cultura digital Debora Sebriam Priscila Gonsales Hub Escola 2013
    2. 2. Autoria é sinônimo de propriedade. Você concorda?
    3. 3. Citando a fonte, posso utilizar qualquer material disponível na Internet em minhas próprias produções. Você concorda?
    4. 4. 1)Direito autoral no Brasil: noções básicas 2)Conceito de “commons” e Creative Commons como novo modelo de gestão de direitos autorais 3)Buscando materiais para um livro CC BY NC 4)Escolhendo uma licença CC 5)Experimentando as licenças Creative Commons e suas possibilidades de remix Roteiro da Oficina
    5. 5. Que sociedade é essa? • Era industrial • Economia de produção • Comunicação de um para muitos (broadcasting) • Era digital • Economia do conhecimento • Comunicação de muitos para muitos (rede )
    6. 6. Propriedade Intelectual Propriedade industrial - patentes (ideia) - marcas - desenho industrial - etc Direito autoral - expressão da ideia - obras (literárias, artísticas) - programas de computador - domínios da Internet Origem (século XVII) França - direito moral (autor no centro da história) Inglaterra - uso comercial (gerar renda, necessidade comercial, monopólio do Estado) Brasil - direito positivista, muita lei escrita, nos EUA baseado em "casos". No Brasil não pode doar ao DP - só 70 anos após a morte do autor
    7. 7. A evolução econômica dos países atualmente desenvolvidos difere extraordinariamente dos procedimentos que eles agora recomendam às nações mais pobres. Suas conclusões são convincentes e perturbadoras – os países desenvolvidos estão tentando „chutar a escada‟, pela qual subiram ao topo, ao impedir que os países em desenvolvimento adotem as políticas e as instituições que eles próprios usaram. http://ow.ly/asHjj e http://ow.ly/jsvC1
    8. 8. UOL – Notícias Tecnologia Mídia reforça a metáfora de “criminosos sanguinários” para bens imateriais. Fazer cópia não toma nem rouba nada de ninguém Reação ao uso do termo Partido Pirata www.pirateparty.org.uk http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/02/14/voce-pratica-pirataria-faca-o-teste-e-descubra.jhtm
    9. 9. Quem concorda? Trabalho deve ser fonte prazer Liberdade de escolha e de expressão Conhecimento é gerado por todos Sou contra o consumo passivo de informações Criatividade é a capacidade de inovar, de fazer diferente e isso se dá no coletivo Sou favorável à meritocracia – quero ser reconhecido pelo que ofereço com meu trabalho É importante agregar valor para minha comunidade ÉTICA HACKER
    10. 10. “O compartilhamento de informações é um bem poderoso e positivo, e que é dever ético dos hackers compartilhar suas experiências elaborando softwares gratuitos e facilitar o acesso a informações e recursos de computação sempre que possível” Pekka Himanen Copyleft nelson pretto.... copie tudo! Ética Hacker indivíduos que se dedicam com entusiasmo à programação. http://www.pekkahimanen.org/
    11. 11. Exemplos  Disney - desenhos todos Copyright, mas feitos com base nos contos dos irmãos Grimm. Merchandising de produtos.  Guimarães Rosa - Grande Sertão: se 1, 5 ou 1 milhão lerem, o trabalho será o mesmo. Editora vende a ideia que não é dela quando faz contrato de cessão total de direito autoral.  Chico - quero usar a música A Banda num material educativo. Não posso, apesar de a obra ser derivada de uma marchinha popular.  Paulo Coelho - diz que se não tivessem "pirateado" a obra dele, ele nao teria sido traduzido para o russo, por exemplo.
    12. 12. Yochai Benkler Nome brinca com a Riqueza das Nações (Adam Smith). Trabalho do autor deve ser remunerado e a obra tem outras formas de ser valorizada que não a propriedade (autoria gera novos trabalhos). E o valor não precisa ser diretamente financeiro. Qdo a pessoa é muito citada, a remuneração é consequencia, outras pessoas referenciam. Questão do "commons": o conhecimento é seu, meu, dele e será construído de forma coletiva, nesse sentido a questão de "posse" é questionada.
    13. 13. Copyright • Não pode copiar sem autorização. • Não pode distribuir sem autorização. • Não pode usar trechos para criar obras novas sem autorização. • Não pode traduzir sem autorização. • Não pode ser objeto de radiodifusão sem autorização.
    14. 14. As tecnologias digitais revolucionaram a forma como as obras criativas são distribuídas e utilizadas.
    15. 15. Acesso gratuito X construção e distribuição de conhecimento
    16. 16. Em uma cultura digital...  Licença mais aberta possível...  Formatos abertos, ou ao menos especificados abertamente... Maximizar as possibilidades de compartilhamento, uso, reuso http://educacaoaberta.org/rea/oficina-rea-na-semana-de-cultura-digital-de-campinas
    17. 17. Você precisa de algumas fotos para compor um projeto de vídeo Você tem pressa Você pede ajuda para o Google
    18. 18. Então, você recebe UM email...
    19. 19. http://www.youtube.com/copyright_school
    20. 20. Oferecer sua obra sob uma licença Creative Commons não significa abrir mão dos seus direitos autorais. Significa oferecer alguns dos seus direitos para qualquer pessoa, mas somente sob determinadas condições.
    21. 21. Get Creative http://www.creativecommons.org.br/videos/Get-Creative-nova-versao.swf
    22. 22. Quais as condições?
    23. 23. Step 2: Receive a LicenseLicenças
    24. 24. Licença Atribuição Compartilhar Remix Uso Comercial Licença Idêntica X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X O que posso fazer?
    25. 25. http://creativecommons.org/choose/?lang=pt Escolhendo uma Licença
    26. 26. Atividade 1 Buscar imagens “abertas/livres” no Flickr TinEye Labs: busque imagens CC por cores (http://labs.tineye.com/multicolr) Buscar vídeo com licença CC-BY no Youtube Procurar mídia aberta/livre no Google
    27. 27. Aplicativo para baixar e identificar sites Creative Commons http://openattribute.com/
    28. 28. Usar/Criar/Compartilhar Com qual licença? Em qual formato?
    29. 29. Buscar/Usar/Criar/Compartilhar
    30. 30. Ferramentas Conteúdos de Aprendizagem Propriedade Intelectual
    31. 31. Secretaria Municipal de Educação de São Paulo
    32. 32. Autores http://livrorea.net.br/
    33. 33. Autores “Gratuito” na internet
    34. 34. Atividade 2 Escolhendo uma licença
    35. 35. Grupos de Conversa 1) Cada grupo deve escolher um tipo de recurso para licenciar abertamente; 2) Após, escolha um recurso criado por outro grupo para remixar com o seu; 3) Vocês mantém ou trocam a licença? Por que?
    36. 36. Liberdades - Compartilhar: copiar, distribuir e transmitir - Remixar: criar obras derivadas. - fazer uso comercial Condições Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor Liberdades - Compartilhar: copiar, distribuir e transmitir - Remixar: criar obras derivadas. - fazer uso comercial Condições - atribuir autoria - compartilhar pela mesma licença Liberdades - Compartilhar: copiar, distribuir e transmitir - Remixar: criar obras derivadas. Condições - atribuir autoria - você não pode usar esta obra para fins comerciais Liberdades - Compartilhar: copiar, distrib uir e transmitir - fazer uso comercial Condições - atribuir autoria - você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra Liberdades - Compartilhar: copiar, distribuir e transmitir - Remixar: criar obras derivadas. Condições - atribuir autoria - uso não comercial - compartilhamento pela mesma licença Liberdades - Compartilhar: copiar, distribuir e transmitir Condições - atribuir autoria - uso não comercial - você não pode alterar, transformar ou criar em cima desta obra
    37. 37. http://www.educacaoaberta.org/cc-matrix/pt.html
    38. 38. the opposite of open isn‟t “closed ”” the opposite of open is “broken” John Wilbanks
    39. 39. Vídeos: Ética Hacker: http://www.youtube.com/watch?v=pFXI8KlUC0w Sobre o Creative Commons: http://www.youtube.com/watch?v=HgvUEvigvyU Lei de Direito Autoral no Brasil: http://www.youtube.com/watch?v=kxqiZpICOmE Direito Autoral: http://www.youtube.com/watch?v=JSZpyX2bqAY Materiais Caderno REA para educadores: http://educacaoaberta.org/wiki/index.php/Caderno_REA Informações sobre projetos REA no Brasil e no mundo: www.rea.net.br A Riqueza das Redes http://cyber.law.harvard.edu/wealth_of_networks/Main_Page e http://www.congo- education.net/wealth-of-networks/ Para Entender a Internet – Sobre Pirataria http://www.paraentender.com/internet/pirataria Jargon file (arquivo de jargões) - http://catb.org/jargon/ Livros Chang, Ha-Joon. Chutando a Escada. Unesp. 2004 http://books.google.com.br/books?id=smxW2ShQ4y0C&lpg=PA4&hl=pt-BR&pg=PA28&output=embed Para Saber Mais
    40. 40. Obrigada educadigital.org.br @ieducadigital Débora Sebriam debora@educadigital.org.br Priscila Gonsales prigon@educadigital.org.br

    ×