O slideshow foi denunciado.

S.A. Margarete

273 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

S.A. Margarete

  1. 1. Curso: Melhor Gestão Melhor EnsinoLíngua Portuguesa nos anos finais do Ensino FundamentalSituação de Aprendizagem: Atividades de leitura eescrita com base no Capítulo XIV - O primeiro beijo,de Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de AssisAutoras: Daniela, Elizangela, Érica, Fernanda,Margarete, Valéria, Zuleica
  2. 2. Sumário Introdução sobre a Prática de Leitura Habilidades a serem exploradas antes da leitura integral do texto Levantamento do conhecimento prévio sobre o assunto Antecipação do tema ou idéia principal a partir dos elementos paratextuais Antecipação do tema ou idéia principal a partir do exame de imagens Explicitação das expectativas de leitura a parir da análise dos índices anteriores Habilidades a serem exploradas durante a leitura integral do texto Confirmação ou retificação das antecipações ou expectativas de sentido criadas antesda leitura Localização do tema ou da idéia principal Esclarecimento de palavras desconhecidas a partir de inferência ou consulta adicionário Busca de informações complementares por meio de consulta a Internet e outras fontes Identificação das pistas linguísticas responsáveis por introduzir no texto a posição doautor Habilidades a serem exploradas depois da leitura integral do texto Construção da síntese semântica do texto Troca de impressões a respeito dos textos lidos, fornecendo indicações parasustentação de sua leitura e acolhendo outras posições Avaliação crítica do texto Considerações Finais Referências Bibliográficas
  3. 3. Introdução sobre a Prática de Leitura ... o cidadão, para exercer plenamente suacidadania, precisa apossar-se da linguagemliterária, alfabetizar-se nela, tornar-se seuusuário competente, mesmo que nunca váescrever um livro: mas porque precisa lermuitos. ( LAJOLO, 2000 , p. 106)
  4. 4. Introdução sobre a Prática de Leitura ... na medida em que a linguagem é umaconstrução da cultura, para que ocorra ainteração entre o leitor e o texto, e para queessa interação constitua o que se costumaconsiderar uma experiência poética, épreciso que o leitor tenha possibilidade depercepção e reconhecimento – mesmo queinconscientes – dos elementos de linguagemque o texto manipula.(LAJOLO, 2000, p. 45)
  5. 5. Introdução sobre a Prática de Leitura Ler é sempre colocar questões a um texto: é um atovoluntário que evocamos previamente. É por isso que um textopode ser compreendido de diversas maneiras. Pretender queexista uma única forma “correta” de interpretar um poema, umromance ou qualquer outro texto, é impedir que o leitor coloqueas questões que deseja, que são cabíveis para ele; é, portanto,anular a construção de sua própria compreensão(BARBOSA,1994, P. 118).
  6. 6.  ObjetivoDesenvolver habilidades de leitura de textosnarrativos; despertar a sensibilidade para o textoliterário; desenvolver a habilidade de interpretaçãoescrita e produção de texto. Duração das atividades3 a 6 aulas Estratégias e recursos da aulaApresentar as imagens aos alunos e pedir queobservem com atenção a relação apresentadaentre os personagens. Solicitar que façam olevantamento de hipóteses sobre o tema da aulaBEIJO e justifiquem as hipóteses levantadas.Situação de Aprendizagem
  7. 7. Habilidades a serem exploradas antesda leitura integral do texto Levantamento do conhecimento préviosobre o assunto
  8. 8. Habilidades a serem exploradas antesda leitura integral do texto Levantamento do conhecimento préviosobre o assunto
  9. 9. Habilidades a serem exploradas antesda leitura integral do texto Levantamento do conhecimento préviosobre o assunto
  10. 10. Habilidades a serem exploradas antesda leitura integral do texto Antecipação do tema ou ideia principal a partirdos elementos paratextuais Antecipação do tema ou ideia principal a partirdo exame de imagensApresentar uma cópia do texto abaixo para os alunos.CAPÍTULO XIV / O PRIMEIRO BEIJO(Este trecho do texto foi retirado do livro Memórias Póstumas deBrás Cubas, de Machado de Assis)QUESTÕES:1. A partir das imagens e do título do texto que vamos ler, o que vocêsesperam encontrar? Que tema vocês esperam encontrar na leitura?2. Vocês conhecem o autor Machado de Assis?3. O que vocês sabem sobre a época em que o livro foi publicado(1881)?
  11. 11. Habilidades a serem exploradas antesda leitura integral do texto Explicitação das expectativas de leitura apartir da análise dos índices anteriores Vocês conhecem o autor Machado de Assis? O que vocês sabem sobre a época em que o livrofoi publicado (1881)? Como deve ser o primeiro beijo, na sua opinião?
  12. 12. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Confirmação ou retificação dasantecipações ou expectativas de sentidocriadas antes da leitura O texto respondeu ao que você esperava? Comente sobre o que você entendeu sobre ahistória lida?
  13. 13. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Localização do tema ou da idéia principal Qual é o tema do texto? Em que passagem do texto isso ficaevidente? O que o primeiro beijo representou para avida do narrador-personagem?
  14. 14. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Esclarecimento de palavras desconhecidas a partir deinferência ou consulta a dicionárioDurante a leitura deve-se pedir para que os alunos deduzam ossignificados das palavras a partir do contexto.Em uma primeira aproximação devemos procurar entender otexto globalmente. A mediação de um leitor mais experientedeve suprir as falhas de compreensão durante a leituracompartilhada.A busca das palavras desconhecidas em dicionário poderá serrealizada após a leitura, como forma de fixação de novovocabulário.
  15. 15. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Busca de informações complementares por meio deconsulta a Internet e outras fontesPesquisar o site:http://www.comelliphilatelist.com/artigos3.asp?id=262para conhecer mais sobre os locais citados no texto:CAJUEIROS (rua dos) – Recebeu esse nome porque tinhauma saída particular para a antiga rua Princesa dos Cajueiros(atual Barão de São Felix). Foi aberta em 1809 nos terrenosde Emerenciana Isabel Dantas e Castro e do brigadeiroDomingos José Pereira. Em 30.10.1948, através do Decreto187, teve o nome alterado para rua Alfredo Dolabela Portela,industrial e empreiteiro do Governo republicano, que faleceuem 13.11.1940.
  16. 16. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Busca de informações complementares por meio de consulta a Internete outras fontesPesquisar o site:http://oriodeantigamente.blogspot.com.br/search/label/PRA%C3%87AS%20E%20AVENIDAS%20DO%20RJ para conhecer mais sobre os locais citados no texto:A atual Praça Tiradentes teve origem, nos idos do Séc. XVII, no desmembramento doentão chamado Campo de São Domingos. Em 1690 chamava-se Rocio Grande, emclara alusão ao Largo do Rocio lisboeta; mais tarde, passou a Campo dos Ciganos,devido à chegada, de Portugal, de um grupo desses nômades, e que ali montaram, poralgum tempo, suas barracas. A partir de 1747, com a construção da Capela de NªSª daLampadosa, passou a ser conhecida como Campo da Lampadosa. Em 1808, passou aser o Campo do Polé, graças à instalação, no local, de um pelourinho. Em 1821, passoua ser chamada Praça da Constituição; D. Pedro, assumindo o posto de Príncipe Regente,jurou fidelidade à Constituição Portuguesa de uma das varandas do Real Teatro SãoJoão que ficava onde, hoje, encontra-se o Teatro João Caetano. Finalmente, em 1890,ao aproximar-se o centenário da morte de Joaquim José da Silva Xavier, passou ater o nome de Praça Tiradentes, pela proximidade do local onde se acredita ter sidoenforcado o protomártir da Independência.No centro da praça, o monumento a Pedro I, mandado erigir por Pedro II, foiinaugurado em 1862. Apresenta o Imperador a cavalo, fardado de general,segurando com a mão esquerda as rédeas, enquanto com a direita exibe aConstituição de 1824.(Há quem acredite tratar-se das cartas recebidas às margens doIpiranga.)
  17. 17. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Busca de informações complementares por meio de consulta a Internet e outrasfontes
  18. 18. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Busca de informações complementares por meio de consulta a Internet e outrasfontes
  19. 19. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Busca de informações complementarespor meio de consulta a Internet e outrasfontes
  20. 20. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Identificação das pistas linguísticas responsáveispor introduzir no texto a posição do autorPara ajudar os alunos a desenvolver essapercepção, pedir para que analisem, durante aleitura, o discurso do autor: sua subjetividade, suaconcepção de mundo,seus preconceitos, sua ironia,o uso que faz de estereótipos sociais e culturais,como constrói representações sociais e políticas etc.
  21. 21. Habilidades a serem exploradas durantea leitura integral do texto Atividade de Leitura ComplementarLeia o texto Meu primeiro beijo, de Antonio Barreto.(BARRETO, Antonio. Meu primeiro beijo. Balada do primeiroamor. São Paulo: FTD, 1977. p. 134-6.)Após a leitura responda:a) Qual o momento em que aconteceu o primeiro beijo dapersonagem?Explique.c) Como foi o primeiro beijo para personagem? Explique.d) Qual o foco narrativo do texto? Explique
  22. 22. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto Identificar referências a outros textosbuscando informações adicionais senecessário. Compare a sociedade retratada na obra deMachado de Assis com a sociedadecontemporânea.
  23. 23. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto Troca de impressões a respeito dos textoslidos, fornecendo indicações parasustentação de sua leitura e acolhendooutras posições Comparando os dois textos responda: Como foi a experiência do primeiro beijovivida pelas personagens de cada texto. Como a linguagem foi empregada pelosautores?
  24. 24. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto Avaliação crítica do textoCada leitor deve ser estimulado a posicionar-se frente ao queleu, mas isso pressupõe deslocar-se do ponto de vistapessoal para ir ao encontro do ponto de vista do outro.Questões:1. O que você pensa sobre os textos?2. O que cada texto revela sobre o beijo (no séc. XIXe atualmente)?3. Como você avalia a atitude do narrador-personagem no momento em que beija Marcela eno momento do beijo na história de A.Barreto?4. Eles revelam sentimentos em relação ao beijo?
  25. 25. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto AvaliaçãoHabilidade: Identificar marcas do foco narrativo numenunciado de narrativa literária.Questões:Quem é o narrador da história?Como se classifica esse tipo de narrador?Identifique um trecho que comprove suaresposta.
  26. 26. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto AvaliaçãoHabilidade: Reconhecer o efeito de sentido decorrente daescolha de uma determinada palavra ou expressão.Questão:Explique os sentidos que a palavra independênciaadquire no início do quarto parágrafo.(Resp.: Independência do Brasil / independência do narrador-personagem: “Éramos dous rapazes, o povo e eu vínhamos dainfância, com todos os arrebatamentos da juventude”)
  27. 27. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto AvaliaçãoHabilidade: Identificar o efeito de sentido produzido em um textoliterário, pelo uso intencional de pontuação expressiva.Questão:Analise o uso das reticências no trecho: “De todas porém aque me cativou logo foi uma... uma... não sei se diga; estelivro é casto, ao menos na intenção é castíssimo.” Pode-sedizer que o efeito de sentido criado pelo autor é:a) demonstrar que não lembrava quem era a moçab) expressar dúvida sobre quem era a moçac) expressar hesitação quanto ao uso de uma palavra quenão fosse castad) expressar uma certeza sobre quem era a moça
  28. 28. Habilidades a serem exploradas depoisda leitura integral do texto Avaliação da habilidade de escrita Após os discentes lerem e analisarem os doistextos pedir que estes produzam um textonarrativo explorando o tema Meu PrimeiroBeijo. OBS.: Orientá-los sobre os elementos e osmomentos da narrativa.
  29. 29. CONSIDERAÇÕES FINAIS“Só assim a alfabetização cobra sentido. É aconsequência de uma reflexão que o homemcomeça a fazer sobre sua própria capacidade derefletir. Sobre sua posição no mundo. Sobre o mundomesmo. Sobre o seu trabalho. Sobre seu poder detransformar o mundo. Sobre o encontro dasconsciências. (...) nos parece válido o trabalho daalfabetização, em que a palavra seja entendida pelohomem na sua justa significação: como uma força detransformação do mundo.”(Paulo Freire, 1975, p. 142)
  30. 30. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASBARBOSA, J. J. Alfabetização e leitura. 2. ed. São Paulo: Cortez,1994.BARRETO, Antonio. Meu primeiro beijo. Balada do primeiro amor.São Paulo: FTD, 1977. p. 134-6.FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 5.ed. Rio deJaneiro: Paz e Terra,1975.LAJOLO, M. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. 5.ed.São Paulo: Ática, 2000.ROJO, Roxane. Letramentos múltiplos, escola e inclusão social.São Paulo: Parábola Editorial, 2009.SÃO PAULO (Cidade) Secretaria Municipal de Educação. Diretoriade Orientação Técnica. Referencial de expectativas para odesenvolvimento da competência leitora e escritora nociclo II do Ensino Fundamental. São Paulo: SME/DOT 2006.

×