Kung Fu e Lesões

1.752 visualizações

Publicada em

Como treinar Kung Fu e lidar com lesões prévias que influenciam a prática da arte marcial

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.752
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.213
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • <número>
  • Kung Fu e Lesões

    1. 1. Treinar Kung Fu x Lesões Uma abordagem geral Shifu Danillo Cocenzo www.tskf.com.br
    2. 2. 1- Qual médico procurar 2- Médicos não sabem o que é Kung Fu! 3- A Virtude dos deuses 4- A experiência TSKF TÓPICOS www.tskf.com.br
    3. 3. 1- QUAL MÉDICO PROCURAR? O ortopedista é o primeiro canal de entrada para que o praticante se recupere. Mas nem todo o ortopedista entende que o praticante de Kung Fu quer se manter praticando. Assim, ele poderá recomendar que o aluno pare de treinar. A lesão pode até não ser tratada, e o aluno se priva do treino de Kung Fu. Por isso é recomendado procurar também um médico especializado em "Medicina Esportiva". Esse médico sabe que o praticante tem um compromisso com seu treino, e que a lesão deve ser tratada para que o aluno retome os treinos. www.tskf.com.br
    4. 4. 2- MÉDICOS NÃO SABEM O QUE É KUNG FU! Para grande parte dos médicos, Kung Fu se trata apenas de luta. Para quem treina na TSKF, no entando, sabemos que focamos nosso Kung Fu em Arte Marcial e não em lutas, que é muito mais acessível para todos poderem treinar. Por isso é importante explicar a diferença para o médico, quando em consulta. Para exemplificar ao médico, podemos fazer uma comparação ampla com a corrida. Uma aula de Kung Fu tem a mesma exigência do corpo do que uma corrida moderada. Isso fornece um parâmetro mais próximo da realidade prática da grande maioria dos médico. www.tskf.com.br
    5. 5. 3- A SUPREMA VIRTUDE DOS DEUSES Durante um período de lesão, a coisa mais importante que o praticante deve ter é Paciência. Paciência em deixar seu corpo se recuperar, paciência em seguir todas as orientações médicas, entre outros exemplos. Por isso é importante treinar em uma escola que dê o apoio necessário para a recuperação, entendendo que o aluno, em seu processo de recuperação, pode não estar apto a fazer certos exercícios e técnicas. Os instrutores e professores deverão entender como adaptar as técnicas de Kung Fu para aquela realidade momentânea do aluno. www.tskf.com.br
    6. 6. 4- A EXPERIÊNCIA TSKF Na TSKF, contamos com mais e 15 anos de experiência ensinando o Kung Fu e o Tai Chi Chuan. O foco de nosso trabalho é auxiliar nossos alunos a terem mais Saúde e Bem Estar em suas vidas. Isso inclui o trabalho com alunos com quadros de lesão, passando por cenários crônicos e até mesmo deficientes físicos. Tudo isso sem desrespeitar as recomendações do médico de cada aluno. Em nossa escola queremos que os alunos superem seus desafios pessoais e conquistem o equilíbro em todos os sentidos de suas vidas. www.tskf.com.br
    7. 7. CONCLUSÃO Dúvidas, perguntas ou sugestões para outros podcasts? Mande uma mensagem para relacionamento@tskf.com.br www.tskf.com.br Saiba mais sobre o Kung Fu em www.tskf.com.br No Facebook www.facebook.com/academiatskf

    ×