SlideShare uma empresa Scribd logo
Editorial


Desafios do século XXI: e-Learning e Web 2.0




        Pela primeira vez em Portugal, entre os dias 29 de Abril e 2 de Maio de
2010, na FIL, especialistas de renome internacional da cultura tecnológica e
digital, falam sobre a temática do momento, desafios do século XXI: e-
learning e Web2.0, mais concretamente sobre a implementação do e-learning,
na escola, e das ferramentas Web 2.0 no ensino, em especial na biblioteca
escolar.

       No primeiro dia de trabalhos os oradores procuram centrar a discussão
em torno destas questões estruturantes: Quais as diferenças substanciais
entre formação presencial e formação à distância? Quais as vantagens e
desvantagens de cada um? Toda a educação à distância é on-line? Que
Modelos de educação online existem? (e-learning; b-learning; ...?), Quais os
factores críticos a ter em conta quando se opta pelo e-learning? Em que
condições e em que situações será mais útil um ou outro tipo de formação?

       O e-learning foi apresentado como uma modalidade de ensino à
distância que facilita a auto-aprendizagem, recorrendo a recursos didácticos,
apresentados em diferentes suportes tecnológicos de informação, utilizados
isoladamente ou articulados entre si e difundidos através da internet. Aponta-se
como grandes objectivos desta modalidade de ensino a democratização do
acesso à educação; a redução de custos; o aumento da autonomia e
independência dos alunos; a contextualização do ensino e o incentivo à
educação permanente.

       Na sua essência, esta modalidade de ensino aparenta consistir na
aplicação de recursos tecnológicos e de multimédia para o enriquecimento da
aprendizagem. Fazendo prevalecer a qualidade dos conteúdos e o incentivo ao
desenvolvimento de uma cultura de aprendizagem permanente.

       Pela intervenção da Srª Ministra da Educação, este tipo de modalidade
de ensino é facilitadora de uma aprendizagem que se realiza de uma forma
mais rápida face aos programas tradicionais pelo facto do aluno poder avançar
nos conteúdos de acordo com o seu próprio ritmo. Além disso o aluno pode
estruturar o seu tempo e tirar maior aproveitamento do mesmo.

       Defendem também que a emergência vertiginosa das novas tecnologias
de informação e da comunicação, nomeadamente a Social Media Web 2.0, irão
revolucionar a gestão da informação e do conhecimento, obrigando os
diferentes actores e agentes educativos - alunos, professores e organizações a
repensar os processos, estratégias e metodologias de ensino. Reforça o
conceito de troca de informações e colaboração dos “internautas” com sites e
serviços virtuais. Destaca-se um conjunto de ferramentas de colaboração,
conteúdos de áudio e vídeo, uma mais valia para a partilha de conhecimento.
Assim sendo, o desafio que se coloca às bibliotecas escolares será o de
potenciar os novos recursos interactivos de informação e comunicação que
caracterizam a WEB 2.0, para produzir, difundir e partilhar informação e
conhecimentos, implicando professores e alunos num trabalho conjunto com a
BE: construção de portefólios, apresentações multimédias, webquests, wikis,
blogs, podcasts, entre outros.

       Pelo resumo das comunicações dos oradores, há um denominador
comum: todos defendem a perspectiva de que as novas tecnologias da
informação e da comunicação só fazem sentido se permitirem uma maior
democratização no acesso às fontes de informação e conhecimento,
contribuindo assim para o aumento das capacidades multiliterácicas dos
cidadãos e consequente desenvolvimento das sociedades.

       Curioso foi o resumo de um dos oradores que apontou a biblioteca
escolar como o centro nevrálgico para experimentar diferentes modos de
aprender e fazer, conferindo-lhe um papel de indutora da mudança para
integrar estas ferramentas no “abcedário” das escolas e da sociedade. Este
especialista atribui à BE o papel de plataforma de gestão da informação e do
conhecimento. Assim sendo, à escola e à biblioteca escolar em particular,
caberá o papel de recorrer às novas tecnologias, em especial à WWW (World
Wide Web), para quebrar as barreiras de espaço e tempo e ampliar o acesso à
informação, como caminho para a produção de conhecimento e ampliação das
suas oportunidades.

     Com a internet nas décadas de 70 a 80 do século passado, os nossos
comportamentos comunicacionais mudaram profundamente, com World Wide
Web na passagem para um novo milénio mudaram também os nossos
comportamentos educacionais e sociais.

Maria José Palmeira
Domingos Boieiro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...
A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...
A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...
Pedro Henrique
 
Curso ead atividade_4
Curso ead atividade_4Curso ead atividade_4
Curso ead atividade_4
201192
 
Eliomarpraia ativ4.5
Eliomarpraia ativ4.5Eliomarpraia ativ4.5
Eliomarpraia ativ4.5
eliomar2014
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
20405060
 
Marcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivo
Marcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivoMarcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivo
Marcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivo
marcolinosilva
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
20405060
 
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousaRelatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Fátima Sousa
 
Midias educacionais 22
Midias educacionais 22Midias educacionais 22
Midias educacionais 22
Janaine45488
 
Mídias Educacionais
Mídias EducacionaisMídias Educacionais
Mídias Educacionais
jlustosa2011
 

Mais procurados (17)

A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...
A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...
A educação serve para fazer mais do que usuários e desenvolvedores de tecnolo...
 
Curso ead atividade_4
Curso ead atividade_4Curso ead atividade_4
Curso ead atividade_4
 
Projetomidias
ProjetomidiasProjetomidias
Projetomidias
 
Pesquisa sobre REA
Pesquisa sobre REAPesquisa sobre REA
Pesquisa sobre REA
 
Eliomarpraia ativ4.5
Eliomarpraia ativ4.5Eliomarpraia ativ4.5
Eliomarpraia ativ4.5
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
 
Marcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivo
Marcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivoMarcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivo
Marcelinomarcolino unid04ativ43producaodetextoreflexivo
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
 
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousaRelatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
 
Midias educacionais 22
Midias educacionais 22Midias educacionais 22
Midias educacionais 22
 
Mídias Educacionais
Mídias EducacionaisMídias Educacionais
Mídias Educacionais
 
A Internet Na Sala De Aula
A Internet Na Sala De AulaA Internet Na Sala De Aula
A Internet Na Sala De Aula
 
Lucimodulo04atv43
Lucimodulo04atv43Lucimodulo04atv43
Lucimodulo04atv43
 
Comunicação e Internet
Comunicação e InternetComunicação e Internet
Comunicação e Internet
 
Claudiavaleria ead
Claudiavaleria eadClaudiavaleria ead
Claudiavaleria ead
 
NOVOS ESPAÇOS DE COMUNICAÇÃO E APRENDIZAGEM PARA O PROFESSOR DE INGLÊS NA ERA...
NOVOS ESPAÇOS DE COMUNICAÇÃO E APRENDIZAGEM PARA O PROFESSOR DE INGLÊS NA ERA...NOVOS ESPAÇOS DE COMUNICAÇÃO E APRENDIZAGEM PARA O PROFESSOR DE INGLÊS NA ERA...
NOVOS ESPAÇOS DE COMUNICAÇÃO E APRENDIZAGEM PARA O PROFESSOR DE INGLÊS NA ERA...
 
Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologia da Informação e Comunicação na EducaçãoTecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
 

Destaque

Tempo
TempoTempo
Tempo
UFJF
 
Primer borrador.
Primer borrador.Primer borrador.
Primer borrador.
dianapj455
 
Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10
Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10
Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10
Luciana
 

Destaque (20)

El computador
El computador El computador
El computador
 
Mensagem 3º dia das comunicações - Paulo VI
Mensagem 3º dia das comunicações - Paulo VIMensagem 3º dia das comunicações - Paulo VI
Mensagem 3º dia das comunicações - Paulo VI
 
Presentacion amistad
Presentacion amistadPresentacion amistad
Presentacion amistad
 
A PEDRO D´ESTEING, CARDENAL DE OSTIA
A PEDRO D´ESTEING, CARDENAL DE OSTIAA PEDRO D´ESTEING, CARDENAL DE OSTIA
A PEDRO D´ESTEING, CARDENAL DE OSTIA
 
Penge2 mat3
Penge2 mat3Penge2 mat3
Penge2 mat3
 
Tempo
TempoTempo
Tempo
 
Aprendizaje colaborativo.
Aprendizaje colaborativo. Aprendizaje colaborativo.
Aprendizaje colaborativo.
 
0000
00000000
0000
 
Primer borrador.
Primer borrador.Primer borrador.
Primer borrador.
 
NETIQUETTE
NETIQUETTENETIQUETTE
NETIQUETTE
 
Futbol
FutbolFutbol
Futbol
 
Sistemas operativos154
Sistemas operativos154Sistemas operativos154
Sistemas operativos154
 
Primeros auxilios
Primeros auxiliosPrimeros auxilios
Primeros auxilios
 
Grupo n°1
Grupo n°1Grupo n°1
Grupo n°1
 
Encuesta Familias y Alumnos
Encuesta Familias y AlumnosEncuesta Familias y Alumnos
Encuesta Familias y Alumnos
 
Aparatos para a nutrición
Aparatos para a nutriciónAparatos para a nutrición
Aparatos para a nutrición
 
Nuestra forma de estar en el mundo
Nuestra forma de estar en el mundoNuestra forma de estar en el mundo
Nuestra forma de estar en el mundo
 
Elaboración de un texto expositivo
Elaboración de un texto expositivoElaboración de un texto expositivo
Elaboración de un texto expositivo
 
Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10
Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10
Pauta do encontro_do_gente_aps 04-08-10
 
Pc 200903
Pc   200903Pc   200903
Pc 200903
 

Semelhante a Editorial ( versão final) A BE do Século XXI

Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0
cmoper
 
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousaRelatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Fátima Sousa
 
Educação e cibercultura
Educação e ciberculturaEducação e cibercultura
Educação e cibercultura
Selma1962
 
Texto exemplo
Texto exemploTexto exemplo
Texto exemplo
231511
 
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre TicPrograma Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
TEODORO SOARES
 
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
christianceapcursos
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
umburaconaparede
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
umburaconaparede
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
umburaconaparede
 
Caderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informáticaCaderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informática
PMSJ
 
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousaRelatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Fátima Sousa
 
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
christianceapcursos
 

Semelhante a Editorial ( versão final) A BE do Século XXI (20)

Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0Ferramentas web 2.0
Ferramentas web 2.0
 
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousaRelatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
Relatório crítico tema 01.maria.fatima.n.sousa
 
Curso arte e multimídia
Curso arte e multimídiaCurso arte e multimídia
Curso arte e multimídia
 
Educação e cibercultura
Educação e ciberculturaEducação e cibercultura
Educação e cibercultura
 
Texto exemplo
Texto exemploTexto exemplo
Texto exemplo
 
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre TicPrograma Supervisao 08 09 Sobre Tic
Programa Supervisao 08 09 Sobre Tic
 
Blog x Educação
Blog x EducaçãoBlog x Educação
Blog x Educação
 
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
 
Caderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informáticaCaderno pedagógico informática
Caderno pedagógico informática
 
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educaçãoTecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
 
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educaçãoTecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
 
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educaçãoTecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação
 
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - ProinfoO uso das TIC's na Educação - Proinfo
O uso das TIC's na Educação - Proinfo
 
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousaRelatório crítico tema 2.maria fatima sousa
Relatório crítico tema 2.maria fatima sousa
 
Salema_&_Cardoso_Curriculum e novos media na educação em línguas
Salema_&_Cardoso_Curriculum e novos media na educação em línguasSalema_&_Cardoso_Curriculum e novos media na educação em línguas
Salema_&_Cardoso_Curriculum e novos media na educação em línguas
 
CURRICULUM E NOVOS MEDIA NA EDUCAÇÃO EM LÍNGUAS_Salema-Cardoso_224-Atas-ticED...
CURRICULUM E NOVOS MEDIA NA EDUCAÇÃO EM LÍNGUAS_Salema-Cardoso_224-Atas-ticED...CURRICULUM E NOVOS MEDIA NA EDUCAÇÃO EM LÍNGUAS_Salema-Cardoso_224-Atas-ticED...
CURRICULUM E NOVOS MEDIA NA EDUCAÇÃO EM LÍNGUAS_Salema-Cardoso_224-Atas-ticED...
 
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO:  DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
A UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIA WEBQUEST NA EDUCAÇÃO: DESAFIOS E POSSIBILIDADES ...
 

Último

O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
LisaneWerlang
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (20)

Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 

Editorial ( versão final) A BE do Século XXI

  • 1. Editorial Desafios do século XXI: e-Learning e Web 2.0 Pela primeira vez em Portugal, entre os dias 29 de Abril e 2 de Maio de 2010, na FIL, especialistas de renome internacional da cultura tecnológica e digital, falam sobre a temática do momento, desafios do século XXI: e- learning e Web2.0, mais concretamente sobre a implementação do e-learning, na escola, e das ferramentas Web 2.0 no ensino, em especial na biblioteca escolar. No primeiro dia de trabalhos os oradores procuram centrar a discussão em torno destas questões estruturantes: Quais as diferenças substanciais entre formação presencial e formação à distância? Quais as vantagens e desvantagens de cada um? Toda a educação à distância é on-line? Que Modelos de educação online existem? (e-learning; b-learning; ...?), Quais os factores críticos a ter em conta quando se opta pelo e-learning? Em que condições e em que situações será mais útil um ou outro tipo de formação? O e-learning foi apresentado como uma modalidade de ensino à distância que facilita a auto-aprendizagem, recorrendo a recursos didácticos, apresentados em diferentes suportes tecnológicos de informação, utilizados isoladamente ou articulados entre si e difundidos através da internet. Aponta-se como grandes objectivos desta modalidade de ensino a democratização do acesso à educação; a redução de custos; o aumento da autonomia e independência dos alunos; a contextualização do ensino e o incentivo à educação permanente. Na sua essência, esta modalidade de ensino aparenta consistir na aplicação de recursos tecnológicos e de multimédia para o enriquecimento da aprendizagem. Fazendo prevalecer a qualidade dos conteúdos e o incentivo ao desenvolvimento de uma cultura de aprendizagem permanente. Pela intervenção da Srª Ministra da Educação, este tipo de modalidade de ensino é facilitadora de uma aprendizagem que se realiza de uma forma mais rápida face aos programas tradicionais pelo facto do aluno poder avançar nos conteúdos de acordo com o seu próprio ritmo. Além disso o aluno pode estruturar o seu tempo e tirar maior aproveitamento do mesmo. Defendem também que a emergência vertiginosa das novas tecnologias de informação e da comunicação, nomeadamente a Social Media Web 2.0, irão revolucionar a gestão da informação e do conhecimento, obrigando os diferentes actores e agentes educativos - alunos, professores e organizações a repensar os processos, estratégias e metodologias de ensino. Reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos “internautas” com sites e serviços virtuais. Destaca-se um conjunto de ferramentas de colaboração,
  • 2. conteúdos de áudio e vídeo, uma mais valia para a partilha de conhecimento. Assim sendo, o desafio que se coloca às bibliotecas escolares será o de potenciar os novos recursos interactivos de informação e comunicação que caracterizam a WEB 2.0, para produzir, difundir e partilhar informação e conhecimentos, implicando professores e alunos num trabalho conjunto com a BE: construção de portefólios, apresentações multimédias, webquests, wikis, blogs, podcasts, entre outros. Pelo resumo das comunicações dos oradores, há um denominador comum: todos defendem a perspectiva de que as novas tecnologias da informação e da comunicação só fazem sentido se permitirem uma maior democratização no acesso às fontes de informação e conhecimento, contribuindo assim para o aumento das capacidades multiliterácicas dos cidadãos e consequente desenvolvimento das sociedades. Curioso foi o resumo de um dos oradores que apontou a biblioteca escolar como o centro nevrálgico para experimentar diferentes modos de aprender e fazer, conferindo-lhe um papel de indutora da mudança para integrar estas ferramentas no “abcedário” das escolas e da sociedade. Este especialista atribui à BE o papel de plataforma de gestão da informação e do conhecimento. Assim sendo, à escola e à biblioteca escolar em particular, caberá o papel de recorrer às novas tecnologias, em especial à WWW (World Wide Web), para quebrar as barreiras de espaço e tempo e ampliar o acesso à informação, como caminho para a produção de conhecimento e ampliação das suas oportunidades. Com a internet nas décadas de 70 a 80 do século passado, os nossos comportamentos comunicacionais mudaram profundamente, com World Wide Web na passagem para um novo milénio mudaram também os nossos comportamentos educacionais e sociais. Maria José Palmeira Domingos Boieiro