Apresentação dayrla 2

526 visualizações

Publicada em

apresentação

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
526
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação dayrla 2

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ- UECE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADA PARA A COLETA SELETIVA DE LIXO E RECICLAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL DA ESCOLA DE CIDADANIA ANTONIO ANISIO FROTA Dayrla Pereira Temoteo Orientadora:Profª Esp. Leomária Inácio do Nascimento
  2. 2. 1. INTRODUÇÃO • Educação ambiental pode ser definida como o comprometimento de atividades e ações humanas sem prejudicar as gerações futuras; • É nas series iniciais, que a criança pode começar a aprimorar seu desenvolvimento de cooperação a interação no meio de atividades em grupo em que cada aluno desempenha um papel ou tarefa para a realização de um objetivo comum.
  3. 3. OBJETIVOS • Objetivos gerais: Proporcionar conhecimento e a conscientização dos alunos da educação infantil acerca dos temas que envolvam meio ambiente, desenvolvendo a construção de atitudes para a preservação através de práticas como coleta seletiva e reciclagem . • Objetivos específicos: o Despertar nas crianças valores e ideias de preservação e senso de responsabilidade; o Sensibilizar de forma lúdica sobre o uso sustentável dos recursos naturais através de suas próprias ações; o Apresentar alternativas e soluções para as questões ambientais pertinentes no dia a dia escolar.
  4. 4. 2.REFERENCIAL TEÓRICO • 2.1. A Educação Ambiental o No Brasil, partir da década de 70, houve um crescimento dos movimentos ambientalistas e passou a adotar a expressão “educação ambiental” para qualificar iniciativas de universidades, escolas instituições governamentais e não governamentais, as quais buscavam conscientizar setores da sociedade para questões ambientais.
  5. 5. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.2. Importância e necessidade da educação ambiental o A (EA) é fundamental para a mudança de comportamento e do modo de vida, justamente para aprender saber viver no planeta Terra. o É preciso induzir novas formas de condutas nos indivíduos e na sociedade em conjunto, tornando-a apta a agir em busca de alternativas e soluções para os problemas ambientais, como forma de elevação da sua qualidade de vida.
  6. 6. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.2. Educação Ambiental no contexto escolar o É nas escolas a oportunidade de se tornar possível à concretização de mudanças nas condutas e nos valores de uma sociedade; o Formar pessoas que através da disseminação de suas convicções, trabalharão por uma nova maneira de relacionar-se com o mundo e seus recursos naturais e também com as outras pessoas.
  7. 7. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.3 A formação do professor e a Educação Ambiental. o O processo de formação docente não se reduz ao treinamento e capacitação nem sequer na transmissão de conhecimentos, mas, é, acima de tudo, uma reconstrução de valores éticos, uma valorização da práxis refletida.
  8. 8. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.4. A importância da Educação Ambiental na Educação Infantil o A inserção da Educação Ambiental nos currículos escolares, desde os primeiros anos do ensino formal, é de vital importância na formação do novo sujeito; o É mais fácil sensibilizar uma criança do que um adulto. A criança ainda está em formação e é mais fácil moldá-la com conceitos ecologicamente corretos.
  9. 9. 2. REFERENCIAL TEÓRICO 2.5.Dificuldades encontradas no âmbito escolar o Os professores, por desconhecerem a matéria e não estarem preparados para aproveitar as situações cotidianas quanto à educação ambiental, ficam presos ao livro didático sem, muitas vezes, contextualizar a realidade dos conteúdos; o Na prática, poderiam ser explorados na própria região, valorizando a cultura, a história e as degradações ambientais do município.
  10. 10. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.6. Coleta seletiva definição: o É um sistema de recolhimento de materiais recicláveis: papéis, plásticos, vidros, metais e orgânicos, previamente separados na fonte geradora e que podem ser reutilizados ou reciclados; o Funciona também, como um processo de educação ambiental na medida em que sensibiliza a comunidade sobre os problemas do desperdício de recursos naturais e da poluição causada pelo lixo.
  11. 11. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.7. Roteiros para implantação o Um programa de coleta seletiva engloba três etapas: PLANEJAMENTO,IMPLANTAÇÃO, MANUTENÇÃO, o O 1ª passo para a realização do programa é conscientizar as pessoas para a realização desse trabalho. o Uma pessoa sozinha não conseguiria arcar com tudo por muito tempo, e uma das principais razões para o sucesso de programas desse tipo, é o envolvimento das pessoas.
  12. 12. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.8. O que é reciclagem e qual a sua importância o Consiste no aproveitamento de um bem descartado, como matéria-prima na produção de outros bens.
  13. 13. 2. REFERENCIAL TEÓRICO • 2.9. Importâncias da metodologia de projetos de reciclagem na educação infantil o É de fundamental importância à interação da criança com o meio em que vive a sua socialização, e a trocas de ideias com outras crianças.
  14. 14. 3. PROCESSOS METODOLÓGICOS • O estudo realizado ocorreu através de pesquisa bibliográfica; • Foi realizada a apresentação de uma mini oficina com crianças de 3 a 5 anos da educação infantil da Escola de Cidadania Antonio Anísio Frota.
  15. 15. 3. PROCESSOS METODOLÓGICOS • A oficina foi realizada em 2 dias divididos por momentos na qual, cada momento abordava-se assuntos diversificados.
  16. 16. 3. PROCESSOS METODOLÓGICOS
  17. 17. 3. PROCESSOS METODOLÓGICOS
  18. 18. 3. PROCESSOS METODOLÓGICOS
  19. 19. 3. PROCESSOS METODOLÓGICOS
  20. 20. 4. RESULTADOS E DISCUSSÕES • A Educação Ambiental, sendo apresentada nas séries iniciais, pode ajudar na formação de pessoas disseminadoras de práticas saudáveis ao meio ambiente, aumentando a sustentabilidade. • A Mini Oficina quebrou essa barreira; professor sendo facilitador e os próprios alunos interagindo com os objetos, praticando ideias sustentáveis na própria sala de aula.
  21. 21. 4.RESULTADOS E DISCUSSÕES • A animação Turma da Mônica, informou as crianças, ajudou a questionar mais sobre a natureza, e meios de ajudar a salvar o planeta. • Nos questionamentos sobre o que era meio ambiente, os alunos falavam o que representavam para eles o meio ambiente através da imaginação de cada um.
  22. 22. 4.RESULTADOS E DISCUSSÕES • Ao ser explicado sobre o lixo os alunos formularam meios de prevenção para amenizar os problemas; • Aprenderam sobre a coleta seletiva de lixo, quais as cores dos respectivos cestos, ao ser feita a dinâmica de colocar o lixo no cesto certo, todas as crianças acertaram o lixo, foi colocados desenhos que facilitaram na memorização;
  23. 23. 4.RESULTADOS E DISCUSSÕES • Questionados, ao fim da oficina, sobre o que haviam aprendido, responderam que é preciso preservar o planeta para que todos possam usar o que ele tem a oferecer, que jogar lixo na rua é errado e que deve ser jogado nos cestos certos para serem reciclados. • É de grande valia ensinar alunos nas séries iniciais sobre a da preservação do ambiente, mas não basta só mostrar, tem de incentivá-los a praticar ou todo esforço em conscientizá-los, será em vão. • A coordenação da escola concordou em continuar a coleta seletiva nas salas, visto que o ambiente ficou mais limpo e as crianças aprendem brincando.
  24. 24. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS • Considera-se que os objetivos dessa proposta de trabalho foram alcançados, mas com expectativa de continuação por parte dos professores; • A finalidade do trabalho é contínua na escola, ampliando e mantendo atividades, não somente na escola, mas também na comunidade escolar.
  25. 25. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS • Para que no futuro possam acontecer expressivas mudanças socioambientais, dentro desta comunidade como um todo; • Resta apenas esperar que a escola continuasse a empregar essa nova forma de ensinar e continue a trabalhar a coleta seletiva e a reciclagem nas salas de aula; • Mostrando meios de preservar o meio ambiente para que no futuro, essa geração de pequenos disseminadores de boas práticas sustentáveis, possa ajudar a melhorar o planeta.
  26. 26. Dayrla Pereira Temoteo e-mail: dayrlapereira@gmail.com

×