Palavra –A importância do Jejum na vida do Crente / Subjugando o deu do ventre.
Introdução:
Hoje à partir da meia noite in...
Mas quero falar algo diante de Deus para você, a comida nunca me impediu de Jejuar.
Jamais me deixei dominar por nenhum ti...
Mas olha o que a bíblia diz a respeito do pecado de destas cidades:
Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: Sob...
A Bíblia o chama de devasso e profano, por trocar sua herança por uma refeição. Ele vendeu a sua bênção
por um prato de co...
Queremos buscar a face de Deus.
Não queremos nosso ventre com deus em nossa vida. Não queremos decidir a partir do nosso e...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A importância do jejum na vida do crente - Subjugando o deus do ventre.

1.779 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.779
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A importância do jejum na vida do crente - Subjugando o deus do ventre.

  1. 1. Palavra –A importância do Jejum na vida do Crente / Subjugando o deu do ventre. Introdução: Hoje à partir da meia noite iniciaremos mais um grande Jejum como Igreja: 21 Dias Fora da Lei – Desfrutando de Abundante graça. O Jejum de fato é muito poderoso, e uma ferramenta espiritual essencial para a Edificação da Igreja. Jejum é um mandamento? Tenho que Jejuar? Não é um mandamento bíblico; Jesus não deu uma ordem que temos que Jejuar. No entanto ele disse que nós iríamos Jejuar. O Jejum, embora não seja um mandamento bíblico, é uma prática genuinamente cristã e está muito claro isso na bíblia. (Embora exista jejum também em outras religiões) Jesus não deu uma ordem direta dizendo que temos que Jejuar. No entanto Ele disse que nós iríamos Jejuar. Vemos que todos os pais da Igreja primitiva, por todo o Novo Testamento, tinham a prática do Jejum. (Você poderá em sua casa estudar mais sobre isso). Nós também estamos envolvidos numa grande obra de edificação, e queremos fazer isso com toda diligência. Já é sabido por todos que o Jejum não é para Deus, e sim para nós. O Jejum não muda Deus, mas muda a nós. O Alvo do jejum é tirar o “corpo” (Vontade da carne) de cena, e liberar o nosso Espírito para buscar a Deus mais intensamente. Queremos ser realmente sensíveis a voz do Espírito que nos conduz ao centro do Coração de Deus. O Jejum como proteção do Erro. Mas hoje, neste início de Jejum, quero trazer à igreja uma outra perspectiva a respeito do Jejum. Quero mostrar a você que a disciplina do Jejum é também para nos proteger do erro. Leia Fl.3: 18 e19 Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas. Filipenses 3:18-19 A bíblia aqui em Fl. 3, nos adverte a respeito dos maus obreiros(Vs.3), dos falsos líderes, falsos pastores, falsos irmãos. Qual a maneira de saber se um obreiro é falso? – R.: O Deus deles é o ventre.(Vs.19) Paulo disse claramente que esses homens que são falsos pastores, tem a barriga como deus. A estômago que é o deus deles, e não conseguem ficar sem comer por nada, ou seja, o jejum não faz parte da vida deles. Só se preocupam com as coisas terrenas. A prova disso é que eles não jejuam, pois o Deus deles é o ventre. Temos que ter cuidado para não termos a mesma prática, em tornar o nosso ventre (barriga/estômago) com em deus para nós. Isso é algo tremendamente sério!Isso tira totalmente a nossa legitimidade no ministério. Pessoas que não conseguem Jejuar. Queridos, saiba que é muito sério quando o estômago é quem manda! Confesso que eu gosto de comer, não vou negar, e sei apreciar uma boa comida. (As vezes até mais do que deveria. Minha silhueta me denuncia).
  2. 2. Mas quero falar algo diante de Deus para você, a comida nunca me impediu de Jejuar. Jamais me deixei dominar por nenhum tipo de comida, e jamais deixei de fazer jejum por causa de comida. Então, não quer dizer que você não possa gostar de comer, mas não deixe que o seu estômago controle a sua vida espiritual. Alguns irmãos, até líderes dizem que não conseguem Jejuar! Ex.: o Ah pra mim o jejum é muito difícil! Não consigo ficar sem o café, não consigo ficar sem jantar, não consigo ficar refrigerante, sem isso ou aquilo.... o Ah, meu marido não vai entender, meus filhos, meu trabalho, meu isso e meu aquilo.. o Outros: Se precisar de Jejum para eu avançar, pra crescer em liderança, vai ser difícil...” Mas acredite, para avançar na obra precisa Jejuar sim!! Não tem jeito de ser um cristão realmente maduro se você não é capaz de jejuar! O Jejum faz parte sim da sua vida espiritual. O Jejum faz parte da vida cristã! Muitos líderes entre nós tem essa prática frequente (Semanal/mensal). Mas infelizmente muitos ainda não tem este hábito. Deus leva a sério a questão do “estômago” Por que é tão sério a questão do estômago? Existem muitos exemplos bíblicos que mostram o tanto que é sério quando o estômago manda. 1) A queda do homem no Jardim do Edem (Gn.3:6) E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Gênesis 3:6 O Homem e a mulher viram que a árvore era boa para se “Comer”. Caíram por causa do estômago. Perceba aqui então, o primeiro pecado foi sim a comida! Porque comeu, Adão caiu. Diferente do que alguns imaginam, a essência do pecado de Adão não foi a desobediência ou a rebeldia, mas sim porque trocou a palavra de Deus pelo seu ventre (estômago). Sim, claro que houve desobediência e rebeldia contra Deus, mas a origem de tudo foi o desejo de comer.(“... vendo que era boa para se comer,...”) Outro mais ousados nas suas interpretações, dizem que a raiz do pecado original foi a tentação moral /sexual(Agostinho = Eva adulterou com a serpente). Mas precisamos saber que tentação primeira que o ser humano tem não é a tentação sexual ou moral, como alguns imaginam. Muitos pensam que a tentação sexual é a mais séria. No entanto, a tentação básica que todo homem tem é a da comida. Por isso o primeiro teste do homem foi a comida . Gn.3:2 “De toda árvore do jardim comerás... mas daquele você não vai comer...” Adão caiu porque comeu! 2) A queda de Sodoma & Gomorra. (Gn.19:24) Quando se fala em Sodoma e Gomorra logo lembramos de perversão e imoralidade sexual. O nome Sodoma se tornou até um adjetivo: Sodomita (Sodomia). Não temos dúvida que o motivo da queda de Sodoma e Gomorra esteva diretamente ligada ao sexo e imoralidade
  3. 3. Mas olha o que a bíblia diz a respeito do pecado de destas cidades: Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: Soberba, fartura de pão, e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca fortaleceu a mão do pobre e do necessitado. Ezequiel 16:49 A bíblia diz que estas foram as iniquidade de Sodoma: “Soberba, fartura de pão e ociosidade.” Porque o texto coloca como pecado a fartura de pão e ociosidade, e não a questão da imoralidade e perversão sexual? Simplesmente porque o pecado sexual começa na mesa! Existe até um livro evangélico para casais com o tema: “Sexo começa na cozinha”. O pecado de Sodoma aconteceu por causa da “barriga cheia”. Comeram demais (Glutonaria) e sem ter o que fazer, partiram então para a perversão sexual, baixa imoralidade. A ociosidade leva ao desejo sexual. Ninguém cai no pecado sexual de barriga vazia. Mas quando a coisa tá tranquila, a comida é boa, e ainda se tiver bebida, o problema piora bastante. A mente começa a pensar e a tender para o lado do sexo. Foi isso que aconteceu com Sodoma. O Pecado de Sodoma era um pecado terrível, a Cidade inteira vivia na orgia. Inimaginável! Quiseram até abusar dos anjos que Ló hospedara (Gn.19:5). Um estilo de vida perversa, por causa da soberba, fartura de pão (Estômago) e ociosidade. Que coisa séria!! Portanto, se você quer vencer outros pecados, comece subjugando o seu estômago. Porque não domina o estômago, acabam caindo nos outros pecados. E não é só gordo que tem problemas com estômagos, magros também!! O Pecado quase sempre começa na boca! Por isso jejuamos, para subjugar o estômago! [Não quero entrar em detalhes com alguns assuntos baixos, pois o só referir é vergonha (Ef.5:12), mas geralmente as coisas ligadas com sexo, pornografia e perversão são muito relacionado com comida (morangos, maças, etc). Até os termos chulos e baixos ligados a isso tem a ver com comida.] Então, se você não domina o seu estômago, mais cedo ou mais tarde o pecado dominará você. Portanto, jejuamos para isso! Jejuamos para declarar que o nosso deus não é nosso ventre! Mas buscamos ao Deus verdadeiro e as realidades do Espírito. 3) A queda de Esaú.(Gn.25:34) E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esaú a sua primogenitura. Gênesis 25:34 Esaú chegou em casa cansado e com muita fome! E Jacó ofereceu a comida em troca do direito da herança, da primogenitura, o direito da benção e do sacerdócio, o direito de ser usado por Deus. Gn. 25:32 – Estou a ponto de morrer... A fome o estava matando. Esaú podia ser uma boa pessoa, e era até mesmo um filho muito responsável e exemplar. Jacó, por sua vez era conhecido com um problemático, cheio de defeitos de caráter. Mas Esaú tinha um problema: ele era dominado por seu estômago. Ele preferiu satisfazer o desejo do seu estômago (comer) do que receber a benção de Deus. Quantos de nós preferem comer agora, do que saber que no final deste Jejum poderá receber uma unção nova do Senhor, sobre sua vida, sua célula, seu ministério, sua igreja. Muitos preferem comer do que separar um tempo para orar e buscar revelação na Palavra. Essa é uma questão realmente muito séria e precisa ser reavaliada em nossas vidas. A respeito de Esaú , Hb.12:16 diz: E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura. Hebreus 12:16
  4. 4. A Bíblia o chama de devasso e profano, por trocar sua herança por uma refeição. Ele vendeu a sua bênção por um prato de comida. Trocar (ou vender) bênçãos espirituais por comida é ser profano. E os profanos não vão herdar o reino. (II Tm.2:16-17) 4) A queda do Povo de Israel que saiu do Egito. E o vulgo, que estava no meio deles, veio a ter grande desejo; pelo que os filhos de Israel tornaram a chorar, e disseram: Quem nos dará carne a comer? Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça; e dos pepinos, e dos melões, e dos porros, e das cebolas, e dos alhos. Mas agora a nossa alma se seca; coisa nenhuma há senão este maná diante dos nossos olhos.Números 11:4-6 O povo de Israel também pereceu por causa da Comida. A bíblia diz que eles tiveram “grande desejo” de comer carne!(Vs.4) Seu estômago desprezou o pão de Deus (Maná) e desejou a comida do Egito. (Escravidão) É muito sério quando começamos a comparar o alimento que Deus nos dá na Igreja, com a comida que o Egito(mundo) oferece. Quando a comida do mundo passa a ser mais apetitosa do que o pão que o Senhor serve, é porque você ainda somos escravos do mundo. É muito sério quando começamos a criticar o trabalho da igreja, a cobrança da igreja, os critérios da igreja, em detrimento dos nossos desejos. Ex. o Tudo que tem nessa igreja agora é só orar, jejuar, culto todo dia... tá muito exagerado!! Tem que ter equilíbrio! O Povo de Israel chorou por causa de comida, e rejeitaram o maná dos céus que Deus deu. Deus então deu a paga aquele povo, deu carne até sair pelo nariz. Esse apego do povo pela comida causou ira em Deus. E dirás ao povo: Santificai-vos para amanhã, e comereis carne; porquanto chorastes aos ouvidos do Senhor, dizendo: Quem nos dará carne a comer? Pois íamos bem no Egito; por isso o Senhor vos dará carne, e comereis; Não comereis um dia, nem dois dias, nem cinco dias, nem dez dias, nem vinte dias; Mas um mês inteiro, até vos sair pelas narinas, até que vos enfastieis dela; porquanto rejeitastes ao Senhor, que está no meio de vós, e chorastes diante dele, dizendo: Por que saímos do Egito? Números 11:18-20 Muito cuidado quando você deseja alguma coisa que Deus quer te libertar. Você acaba desprezando as coisas espirituais em função das coisas naturais. Conclusão: É por não desprezar o maná de Deus que vamos empreender este Jejum. Tempo de Jejum é tempo de voltar nosso espírito para as coisas espirituais, mesmo!! Mas não só o espírito, mas também nosso corpo tem que se voltar para Deus. (Desejos e vontades da carne, prazer, lazer – TV, Internet, celular, etc) Qualquer coisa que você fala que não consegue ficar sem, é porque você é escravo disto. Jejum é um tempo para definir se somos escravos de alguma coisa ou não! Deus nos chamou para ser livres da Lei deste mundo e desfrutar abundantemente da sua graça.
  5. 5. Queremos buscar a face de Deus. Não queremos nosso ventre com deus em nossa vida. Não queremos decidir a partir do nosso estômago como Adão; Não queremos cair na depravação com Sodoma; Nem tão pouco desprezar nossa herança por um prato de comida, e muito menos renegar o maná de Deus como o povo de Israel. Queremos tudo o que o Senhor tem para nós! Por isso ficaremos sem comer, para provar a nós mesmos, ao mundo e ao diabo, que só o SENHOR É DEUS em nossa Vida. Por isso estou tão empolgado com esse Jejum . Deus tem coisas maiores para nós.

×