A Conversão de Um
Ladrão
Lc. 23:33,39-43
A Conversão de Um Ladrão
 33 Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, ele e
também os criminosos, um...
O Ladrão da Cruz
Hoje quero voltar nossos olhos a um personagem que as vezes não é bem compreendido, mas que tem
important...
Jesus crucificado no meio
Por que Jesus foi pendurado entre aqueles dois ladrões, ninguém sabe ao certo.
A origem da dispo...
1 - Não Pensava em si
Quando um homem era pendurado em uma cruz, suspenso por pregos de ferro, Ele só pensava em
uma única...
2 - Crucificado com os criminosos
É importante mencionarmos que tipo de pessoas eram aquelas crucificadas juntos com Jesus...
3 - Ambos lançavam injurias
Outra coisa que precisamos destacar é que há um equivoco de interpretação de que apenas um lad...
4 - Algo extraordinário aconteceu – o
outro!!
Contudo, ao mesmo tempo em que esses terríveis malfeitores insultavam Jesus,...
5 - Uma mudança de Coração
O que provocou uma mudança repentina deste criminoso?
Penso que, dentre outros, o fator que mud...
6 - Lembra-te de mim
Com um misto de desespero e fé, ele implorou: Jesus, lembra-te de mim....
Como Ele sabia que Jesus ti...
3 Lições no episódio
da conversão do
Ladrão:
1 - Ninguém está longe demais para ser
alcançado pelo evangelho.
Provavelmente você já deve ter tirado alguém da sua lista...
2 - Você não precisa ser chamado para ser
um pregador da Palavra para poder
testemunhar e ser efetivamente usado por
Deus....
3 - Nunca duvide que você foi aceito na
família de Deus no mesmo instante que
abriu seu coração para Ele.
Aquele homem foi...
Conclusão/apelo:
Você talvez não esteja numa situação tão ruim quanto a de Mel Trotter, ou talvez esteja em
situação pior....
Oração:
Pai, lembra-te de mim!! Eu sou pecador. Eu estou
perdido. Eu estou destinado ao inferno. Não há nada
que eu possa ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A conversão de um ladrão

380 visualizações

Publicada em

Palavra da Célula

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
380
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A conversão de um ladrão

  1. 1. A Conversão de Um Ladrão Lc. 23:33,39-43
  2. 2. A Conversão de Um Ladrão  33 Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, ele e também os criminosos, um à sua direita e outro à esquerda.  39 Então um dos criminosos crucificados blasfemava dele, dizendo: Tu não és o Cristo? Salva a ti mesmo e a nós.  40 Mas o outro, repreendendo-o, disse: Não temes a Deus, nem sofrendo a mesma condenação?  41 Nós, na verdade, estamos recebendo com justiça o que nossos atos merecem; mas este homem não fez mal algum.  42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.  43 E Jesus lhe respondeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.  Lc 23:33; 39-43
  3. 3. O Ladrão da Cruz Hoje quero voltar nossos olhos a um personagem que as vezes não é bem compreendido, mas que tem importante significado para nós hoje. É o ladrão da cruz!! Através destes personagens e desses acontecimentos podemos descobrir significados profundos e verdades escondidas Em cada palavra, em cada ação , nada pode ser tido como menos importante. Porque são exatamente esses detalhes que trazem uma maior honra ao fato e aumentam o nosso respeito.
  4. 4. Jesus crucificado no meio Por que Jesus foi pendurado entre aqueles dois ladrões, ninguém sabe ao certo. A origem da disposição das cruzes no Gólgota é incerta. Pilatos? Oficiais Judeus? Centurião, por achar Jesus o preso mais importante? Não sabemos. Mas quem quer que tenha tomado essa decisão estava agindo com intenção maldosa. Todavia, acima de tudo havia um propósito eterno, e Cristo nunca poderia esquecer isso. Pois esse arranjo dessa disposição das cruzes permitiu a Jesus, bem no final da sua vida terrena, a oportunidade de estender a mão em esperança aqueles desesperados necessitados. (Braços estendidos) (Sua Mão não está encolhida) Is. 59:1 – “Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar...”
  5. 5. 1 - Não Pensava em si Quando um homem era pendurado em uma cruz, suspenso por pregos de ferro, Ele só pensava em uma única pessoa: nele mesmo. Ele desejava um única coisa: a morte, e esperava que ela viesse o mais rápido possível. Mas isso que torna o episódio da cruz ainda mais incrível. Diferentemente de todas as outras vítimas da crucificação, Ele estava mais preocupado com os outros do que consigo mesmo. Porque Naquela hora de dor e sofrimento, nas últimas horas da vida terrena de Jesus ele é capaz de iniciar um diálogo com um criminoso que estava ao seu lado. Para demonstrar que na cruz, pensava em mim e pensava em você.
  6. 6. 2 - Crucificado com os criminosos É importante mencionarmos que tipo de pessoas eram aquelas crucificadas juntos com Jesus. Ao mencionar os dois crucificados com Jesus, Lucas diz que eles eram criminosos, ou malfeitores. (Lc.23:39) Mateus já fala em ladrões, Marcos já chama de rebeldes. Mc.15:7 – Fala de rebeldes assassinos – Barrabás era um deles, pois a terceira cruz era para Barrabás. Esses homens então não eram réus primários, inocentes, mas eram criminosos assassinos de altíssima periculosidade. E crucificar Jesus, um homem inocente ao lado dos piores malfeitores foi o esforço supremo para humilhar a Cristo.
  7. 7. 3 - Ambos lançavam injurias Outra coisa que precisamos destacar é que há um equivoco de interpretação de que apenas um ladrão lançava injurias contra Cristo. Alguns até falam do bom ladrão e o mal ladrão. Mas em Mt. 27:39-44 conta que inicialmente, ambos lançavam insultos a Jesus. Insulto = Blasfêmia Os dois homens gritavam palavras rudes, obscenas, concernente ao estilo de vida adotado por Jesus. No meio daquela mortal agonia, ambos blasfemavam dele. Salve a ti mesmo e a nós... (LC. 23:39)
  8. 8. 4 - Algo extraordinário aconteceu – o outro!! Contudo, ao mesmo tempo em que esses terríveis malfeitores insultavam Jesus, algo extraordinário aconteceu. Lc. 23:39:41 O Senhor Jesus não respondeu a pergunta sarcástica vinda de um criminoso: Você não é o cristo? Jesus ficou em silencio, mas o outro respondeu!!! No texto grego, a palavra “outro” indica literalmente “outro tipo, diferente”. (Alguém que não é da mesma natureza) Inicialmente, este homem estava gritando insultos junto com os outros Agora uma transformação estava se processando dentro dele Ele estava diferente!! Qual o problema com você! Não temes a Deus mesmo estando sob a mesma condenação.
  9. 9. 5 - Uma mudança de Coração O que provocou uma mudança repentina deste criminoso? Penso que, dentre outros, o fator que mudou o seu coração foi o silencio de Cristo, e o modo com que Ele lidou com aqueles insultos. Há um poder incrível num testemunho vivo! O poder de uma vida Santa! O Evangelho sem palavras! Existem duas maneiras de pregar o evangelho: Falando, e deixando de falar.! É capaz de mudar até mesmo um insensível criminoso. Em Seu silencio e controle, Jesus ofereceu as boas novas do evangelho que tem o poder de mudar a vida de uma pessoa. E aquele criminoso insensível e duro, reagiu. Se alguma vez houve uma conversão no leito de morte, essa certamente foi uma. Você tem reagido a Cristo?
  10. 10. 6 - Lembra-te de mim Com um misto de desespero e fé, ele implorou: Jesus, lembra-te de mim.... Como Ele sabia que Jesus tinha um reino? Ele leu a Placa “Este é o rei dos Judeus”. Os Reis tem reinos. Ele compreendeu a verdade, ele percebeu que era um pecador, incapaz de mudar a si mesmo, e compreendeu que aquele Homem Santo poderia determinar seu destino eterno. Lembra-te de mi!! O Ladrão da cruz clama por salvação e o Salvador então agora ouve e responde. Ele não precisou orar, nem ser batizado, nem apresentar um atestado comprovando seis meses de boas obras. Em que base ele foi aceito: Fé. Realmente é assim, tão simples. Fé somente em Cristo. É tudo o que Deus quer e é tudo que podemos oferecer.
  11. 11. 3 Lições no episódio da conversão do Ladrão:
  12. 12. 1 - Ninguém está longe demais para ser alcançado pelo evangelho. Provavelmente você já deve ter tirado alguém da sua lista, pensando: Essa pessoa nunca entregará a vida a Cristo. Já fiz de tudo: Orado, pregado, convidado para célula, etc. Ex. Mel Trotter: •Foi longe demais •Alcoólatra não se importava com nada, a não ser o próximo gole. •Quando o seu filho ficou gravemente doente, ele recebeu dinheiro para comprar remédios, mas ao invés disto, comprou bebida. •E a criança morreu. •Antes do enterro, Trotter roubou os sapatos da criança, para vender e comprar drogas. •Ouvindo um hino, caiu em si, se arrependeu. •Hoje ele lidera inúmeras missões em muitas cidades, voltadas para o ministério de pessoas como ele era. Graças a Deus Mel trotter não estava longe demais, nem a pessoa que você está pensando agora. Ninguém está alem do alcance do evangelho. Ninguém está em uma situação tão ruim que não possa tornar-se um seguidor de Jesus. Nem você!! Nada mudou, uma fé simples e genuína ainda é o caminho. A salvação não se tornou mais complicada
  13. 13. 2 - Você não precisa ser chamado para ser um pregador da Palavra para poder testemunhar e ser efetivamente usado por Deus. A verdadeira mensagem é a sua vida. E Quando sua vida despertar sede em outra pessoa, você saberá as palavras necessárias para dizer a ela sobre o Salvador.
  14. 14. 3 - Nunca duvide que você foi aceito na família de Deus no mesmo instante que abriu seu coração para Ele. Aquele homem foi perdoado e aceito imediatamente, e Jesus prometeu a ele que estaria no céu naquele mesmo dia. Jo. 14:6 – Jesus disse: Eu sou o caminho...
  15. 15. Conclusão/apelo: Você talvez não esteja numa situação tão ruim quanto a de Mel Trotter, ou talvez esteja em situação pior. Isso não faz diferença. Você pode ter tido uma vida tão rude e pecaminosa como o criminoso pendurado ao lado de Jesus na Cruz Ou talvez pode ter tido uma vida bem respeitável. Isso não faz diferença. Todos nós nos aproximamos do trono de Deus como pecadores e todos nós somos salvos pela sua graça, sem exceção. Não importam as palavras que possamos usar, nosso coração clama a Deus: Sou pecador, eu estou perdido,
  16. 16. Oração: Pai, lembra-te de mim!! Eu sou pecador. Eu estou perdido. Eu estou destinado ao inferno. Não há nada que eu possa fazer ou oferecer ao Senhor para merecer o seu favor. Mas pai, recebo seu filho neste momento. Pela fé, como uma criança, eu peço a Cristo para ser meu Senhor e Salvador. Creio que Ele morreu em meu lugar, como meu substituto, e ressuscitou por mim. Creio que Ele pagou totalmente o preço por meus pecados. E agora, eu me ofereço ao Senhor, pela Fé.!!

×