Independência do Brasil.

944 visualizações

Publicada em

o trabalho procura mostrar que a Independência do Brasil não foi um acontecimento isolado,e que foi consequência de um arranjo histórico peculiar.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
944
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Independência do Brasil.

  1. 1. CAMINHOS PARA A INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. UNIRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Centro de Ciências Humanas e Sociais - CCH Departamento de Didática Disciplina : Didática Professora: Rachel Colacique Aluna: Dayane Milagres.
  2. 2. Fuga da família real e seus impactos. • A família real portuguesa, fugindo das invasões de Napoleão Bonaparte e da Revolução Francesa, veio para o Brasil com a ajuda da Inglaterra.
  3. 3. Com a chegada da corte em 1808 houve uma serie de mudanças nas relações entre a colônia e a metrópole e entre o Brasil e o Mundo A partir daí ocorre no Brasil a abertura dos portos e em 1810 houve a assinatura de um tratado que dava vantagens comerciais à Inglaterra. Apesar de ter consequências positivas, essas medidas também causaram grande insatisfação tanto em Portugal como no Brasil
  4. 4. O Brasil passa também a ser sede do império português. Alcançando uma autonomia nunca antes vista em relação à metrópole. É importante lembrar um pouco de Portugal, que cada vez mais estava descontente e se sentia abandonado por seus líderes.
  5. 5. Revolução do Porto (1820) Esse descontentamento de Portugal, cada vez mais crescente levou à Revolução Liberal do Porto que exigia o retorno de D. João VI.
  6. 6. Sucumbindo às pressões D. João VI e parte da Corte retorna à Portugal. Com este retorno, as Cortes também exigiam o retorno do pacto colonial, o que retirava todas as conquistas e avanços que o Brasil tinha alcançado.
  7. 7. D. Pedro como Príncipe Regente. As medidas que favoreciam o Brasil e as medidas pró- independência de D. Pedro desagradavam cada vez mais as Cortes que exigiam a sua volta. Mas em 9 de janeiro de 1822 ele declara que ficaria no Brasil (Dia do Fico).
  8. 8. Enfim a Independência Com as crescentes pressões das Cortes para o Retorno de D. Pedro a Portugal, as ameaças de intervenções portuguesas no Brasil, assim como o rombo nos cofres brasileiros deixado por D. João VI, incitaram a população a exigir um posicionamento do Príncipe Regente favorável ao Brasil. Desta forma em 7 de setembro de 1822, às margens do rio Ipiranga, D. Pedro declara a Independência do Brasil.
  9. 9. E aí, entendeu? 1. Em dupla discuta se, na opinião de vocês, a Revolução do Porto teve importância no processo de Independência do Brasil. Justifique sua resposta. 2. Qual é o papel das chamadas “Cortes” no processo que levou à Independência? Tiveram importância? Comente.
  10. 10. Saiba mais em: • http://www.brasilescola.com/historiab/independe ncia-brasil.htm • GOMES, Laurentino. 1822: como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D. Pedro a criar o Brasil, um país que tinha tudo para dar errado - Rio de Janeiro : Nova Fronteira, 2010

×