Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho

3.237 visualizações

Publicada em

Aula a respeito do tratamento da rotura do ligamento cruzado posterior.
Ênfase no tratamento da lesão isolado do LCP.
Reconstrução do ligamento cruzado posterior - LCP

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho

  1. 1. David Sadigursky M.D. MSc
  2. 2. CHEFE DO SERVIÇO HMV DR. DANIEL ALENCAR COORDENADOR DA RESIDÊNCIA EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA DR. MATEUS AZI DR. DAVID SADIGURSKY
  3. 3. Duas Bandas Antero-lateral – Tenso em flexão Póstero-medial – Tenso em extensão Dr. David Sadigursky
  4. 4. Inserção femoral – Mais larga Inserção tibial – 13mm Ligamento meniscofemoral posterior – L Wrisberg Anterior – L Humphrey 50% - 2 Ligamentos 91% - Pelo menos 1 ligamento Dr. David Sadigursky
  5. 5. Principal restritor da translação posterior em 90° Restritor secundário da rotação externa e menor restrição do varo e valgo Dr. David Sadigursky
  6. 6. Lesões associadas após rotura do LCP Cartilagem (Grau III e IV) 33% 2 anos 90% 4 anos Dr. David Sadigursky
  7. 7. Trauma no sentido ântero-posterior Painel Dr. David Sadigursky
  8. 8. Trauma no sentido ântero-posterior Pé dorsifletido: FX Patela. Pé em extensão: Lesão do L.C.P. Dr. David Sadigursky
  9. 9. Queda com o joelho hiperfletido. Dr. David Sadigursky
  10. 10. Hiperextensão Dr. David Sadigursky
  11. 11. n Sem estalido. n Leve hemartrose. n Apto a andar. n Sem instabilidade. Dr. David Sadigursky
  12. 12. • Pode haver instabilidade. • Dor no comp. fêmoro-patelar. • Dor no comp. fêmoro-tibial medial. Dr. David Sadigursky
  13. 13. Gaveta posterior. * Dr. David Sadigursky
  14. 14. Lachman Dr. David Sadigursky
  15. 15. “Pivot shift” reverso * (Jacob et al., 1981) 35% de falso-positivo sob anestesia (Cooper DE, JBJS, 1991) Integridade do LCA Dr. David Sadigursky
  16. 16. Godfrey Dr. David Sadigursky
  17. 17. Rotação externa recurvato (Hugston & Norwood, 1980) Dr. David Sadigursky
  18. 18. (Veltri & Warren, 1994) Dial Test CPL + LCP LCP Intacto – 90º LCP Lesado + 90º > 15° LCF + T. Poplíteo + CPL Dr. David Sadigursky
  19. 19. Exame radiográfico RX simples sob “stress” manual. Dr. David Sadigursky
  20. 20. Exame radiográfico - Telos B1 B2 LCA LCP Dr. David Sadigursky
  21. 21. X F X F Exame radiográfico - Telos Dr. David Sadigursky
  22. 22. Ressonância magnética 70% Próximo à inserção tibial Dr. David Sadigursky
  23. 23. Ressonância magnética Fase aguda: Precisão 96% a 100%. (Fischer et al., 1991) Dr. David Sadigursky
  24. 24. Ressonância magnética Fase crônica: Precisão 23%. (Tewes et al. 1997) Dr. David Sadigursky
  25. 25. CLASSIFICAÇÃO GRAU I: 0-5 mm GRAU II: 5-10 mm GRAU III: > 10 mm Associadas Dr. David Sadigursky
  26. 26. Grau I < 5 mm Grau II ? Trat. Conservador Grau II e III Lesão combinada Luxação Trat Cirúrgico Dr. David Sadigursky
  27. 27. Trat Conservador Lesões isoladas do LCP de baixo grau ( I e II, <10 mm) Fase I (evitar translação posterior e flexão ativa) órtese em extensão - 6 a 8 semanas e muletas Descarga de peso conforme tolerado Fisioterapia Fase II: Retirar órtese e muletas Ganho ADM e reforço de quadríceps Ainda não fazer flexão ativa Dr. David Sadigursky
  28. 28. Trat Conservador Fase III Flexão ativa do joelho Propriocepção ADM completa Fase IV Fortalecimento funcional agressivo Corrida Exercícios de agilidade Dr. David Sadigursky
  29. 29. Dr. David Sadigursky
  30. 30. Trat Cirúrgico Agudo - até 3 semanas - avulsões – Fixar - reparar periferia - LCM X Crônico (dor, instabilidade) Inlay X Transtibial Feixe único X Duplo feixe Dr. David Sadigursky
  31. 31. Trat Cirúrgico Técnica intra-articular • 1 feixe • 2 feixes • In-Lay Enxertos Flexores T. Patelar T. Quadricipital Aloenxerto ( Aquiles , T. Quadriceps ) Dr. David Sadigursky
  32. 32. Evita o ˜Killer Turne˜ Maior resistência biomecânica Menor risco de lesão neurovascular Fanelli et al. J Knee Surg, 2005 Dr. David Sadigursky
  33. 33. Dr. David Sadigursky
  34. 34. Dr. David Sadigursky
  35. 35. Dr. David Sadigursky
  36. 36. Pós-operatório Órtese em extensão por 6 a 8 semanas, exceto na fisioterapia (CPM, crioterapia) Aumento de 30 graus de ADM por semana 1 semana: órtese de 0-30 graus 2 semana: carga parcial com órtese e muletas, órtese - 0-60 graus Dr. David Sadigursky
  37. 37. David Sadigursky M.D. MSc

×