O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Teologia liberal. liberalismo teológico

2.380 visualizações

Publicada em

Teologia Liberal. Liberalismo Teológico. História da Teologia.
Teologia Século XIX.
Prof. David Rubens

Publicada em: Educação

Teologia liberal. liberalismo teológico

  1. 1. Prof.DavidRubens-2014
  2. 2.  O termo Teologia Liberal, tencionava indicar um livre método de investigação histórico-crítico das fontes da fé e da teologia, que não se sentisse vinculado aos dados posteriores da tradição dogmática. A Teologia Liberal nasceu da burguesia européia do século XIX com a Teologia Protestante. Tem seus antecedentes históricos na Filosofia da Religião de Hegel e na Teologia de Schleiermacher. Não é uma escola bem definida, se podem distinguir diferentes linhas de pensamentos. Introdução Prof.DavidRubens-2014
  3. 3.  É chamada de Teologia Liberal a interpretação racionalista do Novo Testamento (Baur, Strauss) da primeira metade do século XIX. É designada como liberal a reflexão do teólogo de Göttinger, Albrecht Ritschl, e de sua escola, que incluía teólogos sistemáticos como Hermann, estudiosos do Antigo Testamento como Welhausen, do Novo Testamento como Jülicher, historiadores como Harnack e filósofos da religião como Troeltsch. Introdução Prof.DavidRubens-2014
  4. 4.  Características e propostas:  Trauma da Reforma e das guerras religiosas;  Descobrir as raízes racionais da religião;  As crenças do cristianismo eram racionais e, portanto, poderiam ser submetidas ao escrutínio crítico;  A Bíblia era uma obra de vários escritores que, por vezes, apresentava contradições internas e estava aberta ao método de análise e interpretações textual que a qualquer outra obra literária; Liberalismo teológico Prof.DavidRubens-2014
  5. 5.  Discrepância entre o Jesus real da história e a interpretação do NT da sua importância. Jesus um simples mestre moral;  Liberdade tanto em relação à herança doutrinária do cristianismo quanto em relação aos métodos tradicionais de interpretação bíblica;  Liberalismo surgiu no meio protestante. Os professores protestantes desfrutavam de mais liberdade acadêmica do que os católicos romanos. Liberalismo teológico Prof.DavidRubens-2014
  6. 6.  Friedrich Daniel Ernst Schleiermacher (1768-1834). • Foi corresponsável pela aparição da teologia liberal, negando a historicidade dos milagres e a autoridade literal das Escrituras. Schleiermacher tentou tornar a fé cristã palatável aos que foram educados e influenciados pelo pensadores iluministas. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  7. 7.  Søren Aabye Kierkegaard (1813- 1855).  Kierkegaard criticava fortemente quer o hegelianismo do seu tempo quer o que ele via como as formalidades vazias da Igreja da Dinamarca. Grande parte da sua obra versa sobre as questões de que como cada pessoa deve viver, focando sobre a prioridade da realidade humana concreta em relação ao pensamento abstrato, dando ênfase à importância da escolha e compromisso pessoal. A sua obra teológica incide sobre a ética cristã e as instituições da Igreja. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  8. 8.  Ferdinand Christian Baur (1772- 1860).  Foi um teólogo alemão e líder da escola de teologia de Tübingen. Seguindo Hegel na teoria da dialética, Baur argumentou que no segundo século o cristianismo representou a síntese de duas teses opostas: o cristianismo judaico e cristianismo paulino. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  9. 9.  David Friedrich Strauss (1808- 1874).  Strauss escandalizou a Europa cristã com seu retrato do "Jesus histórico", cuja natureza divina ele negou. Seu trabalho foi ligado à Escola de Tübingen, que revolucionou o estudo do Novo Testamento, cristianismo primitivo e religiões antigas. Strauss foi um pioneiro na investigação histórica de Jesus. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  10. 10.  Albrecht Ritschl (1822-1889).  Teólogo alemão ensinou que a teologia não pode seguir Georg Hegel, filósofo alemão tributário da filosofia grega, do racionalismo cartesiano e do idealismo alemão. Ritschl ressaltou o conteúdo ético da teologia cristã e afirmou que esta deve basear-se principalmente na apreciação da vida interior de Cristo. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  11. 11.  Johannes Weiss (1863-1914).  Weiss ensinou em Göttingen, Marburg e na Universidade de Heidelberg. Escreveu muitos livros influentes o desenvolvimento da crítica do Novo Testamento. Weiss era famoso por ser o primeiro exegese dos Evangelhos a partir de uma perspectiva escatológica. De acordo com Weiss, o "Reino de Deus" era "a compreensão de um fim iminente para a história, e todos os ensinamentos éticos eram adições feitas pela igreja primitiva para tornar os ensino de Jesus relevante. Weiss acredita que os ensinamentos autênticos do Jesus histórico seria inaplicável a quem não detinha sua visão de mundo apocalíptico do primeiro século. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  12. 12.  Julius Wellhausen (1844- 1918). Tornou-se conhecido especialmente por sua atuação na análise do Antigo Testamento e pelo desenvolvimento da Alta crítica e da hipótes documental. É um dos grandes nomes da teologia liberal. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  13. 13.  Adoff Von Harnack (1851-1930).  Teólogo alemão, além de historiador do cristianismo. Suas duas obras mais conhecidas são: Manual de história do dogma, em três volumes e a série de palestras A essência do cristianismo, texto clássico da teologia liberal. Harnack defende em sua obra principal História dos Dogmas, a evolução dos dogmas do cristianismno pela helenizacão progressiva da fé cristã primitiva. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  14. 14.  Adolf Jülicher (1857-1938).  Exegeta alemão. Professor de História da Igreja e Exegese do Novo Testamento, na Universidade de Marburg.  Teorizava que Jesus não afirmou ser o Messias, mas que a igreja primitiva tinha reivindicado que era. Segundo esta teoria, o autor do evangelho de Marcos tinha inventado a idéia de “segredo messiânico”, segundo a qual Jesus tentou esconder sua identidade, e só revelou a alguns de seus discípulos. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  15. 15. Hermann Gunkel (1862-1932).  Gunkel estudioso do Antigo Testamento. Ele é mais conhecido por ter fundado a crítica da forma. Ele foi também um dos principais representantes da escola da história das religiões. Seus trabalhos cobrem os livros de Gênesis e os Salmos e o seu principal interesse era a tradição oral por trás das fontes escritas. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  16. 16.  Ernst Troeltsch (1865-1923).  Teológo alemão que ao lado de Max Weber elaborou alguns conceitos relacionados à religião. Troeltsch, visando analisar a organização religiosa dentro dos parâmetros burocráticos, fez a distinção de igreja e seita. Igreja: organismo religioso grande e bem-estabelecida, exemplo típico é a Igreja Católica. Seita: refere-se a um agrupamento menor de fiéis, geralmente iniciado em protesto, aos rumos tomados por uma determinada igreja, os calvinistas podem ser apontados como representantes de uma seita. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  17. 17.  Johann Wilhelm Herrmann (1846- 1922).  Era um teólogo reformado alemão. Hermann ensinou em Halle e depois foi professor em Marburg. Influenciado por Kant e Ritschl, via Deus como o poder da bondade. Jesus era visto como um homem exemplar. Mesmo que Jesus nunca existiu, de acordo com Herrmann, seu retrato tradicional ainda era válido. Seu livro A Comunhão do Deus cristão era visto como um dos destaques do século XIX. Nomes do Liberalismo Prof.DavidRubens-2014
  18. 18.  Liberalismo Teológico foi um movimento teológico cuja produção se deu entre o final do século XVIII e o início do século XX. Relativizando a autoridade da Bíblia, o liberalismo teológico estabeleceu uma mescla da doutrina bíblica com a filosofia e as ciêncis da religião. A teologia liberal se iniciou, no meio protestante, com o alemão Friedrich Schleiermacher (1768-1834), o qual negava a historicidade dos milagres de Cristo. E terminou no inicio do século XX com a eclosão da Primeira Guerra Mundial. Conclusão Prof.DavidRubens-2014
  19. 19. David Rubens de Souza  Formação em Teologia, Filosofia, História.  Pós graduando em Filosofia na Universidade Federal de São Carlos – UFSCar.  Professor de Teologia Bíblica e História do Cristianismo no IBAD, professor de Filosofia e Sociologia da rede estadual de ensino do Estado de São Paulo.  Email. drubenssouza@hotmail.com Prof.DavidRubens-2014

×