SlideShare uma empresa Scribd logo

Sociologia capítulo 14

Gênero & Sexualidade

1 de 12
Baixar para ler offline
Sociologia capítulo 14
O que significa queers ? ♂♀
 Em inglês, o termo queer é usado
para qualificar um comportamento
“estranho” e associado a um desvio
em relação a normas estabelecidas.
 Sociologia, Antropologia e
Psicologia Social trabalham
conjuntamente para analisar temas
que vão desde a vida e a construção
da identidade desses grupos até a
segregação e violência dirigida aos
chamados queers.
 Embora os primeiros debates
feministas tenham obtido sucesso
ao demonstrar as desigualdades
econômicas e sociais entre
homens e mulheres e a
conseqüente condição de
subordinação da mulher em nossa
sociedade, ainda havia poucos
estudos sobre a diversidade
sexual e as identidades de
gêneros que abordassem
especialmente a vida de
gays,lésbicas,bissexuais e
transgêneros (LGBT).
 Apesar de já existirem movimentos
políticos de reconhecimento de
direitos desses grupos desde os
anos 1960, os estudos sobre eles se
consolidaram somente no final dos
anos 1990, com o aumentos da
mobilização dos grupos
transgêneros.
 Uma pesquisa nesse campo de
estudos pode se dedicar,por
exemplo, á vida e ao trabalho de
travestir em uma grande cidade; a
investigar como as diferentes
religiões compreendem os gays e
interagem com eles; á vida de
famílias queers, especialmente as
que têm filhos; fenômeno da
violência e preconceito contra gays
em suas diferentes manifestações.
 Ainda que se reconheça a importância
das construções sociais e culturais na
constituição do mundo e dos sujeitos tal
como os conhecemos, não são bem
sucedidas todas as tentativas de ilustrar
o caráter social de estruturas que
parecem tão naturalizadas: o corpo, o
sexo, as diferenças entre machos e
fêmeas etc. Com grande força e
ousadia, a filósofa estadunidense Judith
Butler traz, de vez, a biologia para o
campo do social, motivo pelo qual se
tornou um dos principais nomes da
atualidade nos estudos de gênero.
Anúncio

Recomendados

Corpo, genero e sexualidade anderson ferrari - cláudia maria ribeiro - ron...
Corpo, genero e sexualidade   anderson ferrari -  cláudia maria ribeiro - ron...Corpo, genero e sexualidade   anderson ferrari -  cláudia maria ribeiro - ron...
Corpo, genero e sexualidade anderson ferrari - cláudia maria ribeiro - ron...pibidpedagogiaufla
 
Identidade de gênero e o ambiente escolar
Identidade de gênero e o ambiente escolarIdentidade de gênero e o ambiente escolar
Identidade de gênero e o ambiente escolarMatheus Lincoln
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaSaulo Lucena
 
Genero sexualidade e educacao uma visao pos estruturalista
Genero sexualidade e educacao   uma visao pos estruturalistaGenero sexualidade e educacao   uma visao pos estruturalista
Genero sexualidade e educacao uma visao pos estruturalistaJonas Dias de Britto Filho
 
Conceitos de gênero, sexo e sexualidade sociologia
Conceitos de gênero, sexo e sexualidade sociologiaConceitos de gênero, sexo e sexualidade sociologia
Conceitos de gênero, sexo e sexualidade sociologiaFrederico Marques Sodré
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

GÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
GÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇAGÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
GÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇARodrigo Abreu
 
Sexualidade e Gênero
Sexualidade e GêneroSexualidade e Gênero
Sexualidade e GêneroMarina Godoy
 
Relações de Gênero
Relações de GêneroRelações de Gênero
Relações de GêneroPrivada
 
Identidade de gênero e orientação sexual.
Identidade de gênero e orientação sexual.Identidade de gênero e orientação sexual.
Identidade de gênero e orientação sexual.Fábio Fernandes
 
Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...
Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...
Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...Cleverson Sobrenome
 
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e GêneroA sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e GêneroJosé Amaral
 
DEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERO
DEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERODEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERO
DEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNEROLucas Santana
 
A Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comum
A Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comumA Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comum
A Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comumDaniel Tavares
 
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitarCartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitarAna Filadelfi
 
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
Unidade iii   sexualidade e questões de gêneroUnidade iii   sexualidade e questões de gênero
Unidade iii sexualidade e questões de gêneropmarisa
 
Diversidade sexual e a cidadania LGBT
Diversidade sexual e a cidadania LGBTDiversidade sexual e a cidadania LGBT
Diversidade sexual e a cidadania LGBTClayton Santos
 
Sexualidade Humana - Formação do Sexo
Sexualidade Humana - Formação do SexoSexualidade Humana - Formação do Sexo
Sexualidade Humana - Formação do SexoAndreaSchaf
 
Necessidades Primárias Fisiológicas - SEXO
Necessidades Primárias Fisiológicas - SEXONecessidades Primárias Fisiológicas - SEXO
Necessidades Primárias Fisiológicas - SEXOJéssica Nascimento
 
Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...
Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...
Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...Valéria Shoujofan
 
GÊNERO NA EDUCAÇÃO
GÊNERO NA EDUCAÇÃOGÊNERO NA EDUCAÇÃO
GÊNERO NA EDUCAÇÃOPrisca85
 
O conceito de gênero e as relações de gêneros
O conceito de gênero e as relações de gênerosO conceito de gênero e as relações de gêneros
O conceito de gênero e as relações de gênerosYanMBM
 

Mais procurados (20)

GÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
GÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇAGÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
GÊNERO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
 
Sexualidade e Gênero
Sexualidade e GêneroSexualidade e Gênero
Sexualidade e Gênero
 
Relações de Gênero
Relações de GêneroRelações de Gênero
Relações de Gênero
 
Identidade de gênero e orientação sexual.
Identidade de gênero e orientação sexual.Identidade de gênero e orientação sexual.
Identidade de gênero e orientação sexual.
 
Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...
Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...
Palestra Legislação e Instrumentos sobre Gênero e Sexualidade no Brasil e no ...
 
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e GêneroA sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
 
DEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERO
DEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERODEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERO
DEFINIÇÃO CONTEMPORÂNEA DE GÊNERO
 
A Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comum
A Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comumA Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comum
A Educação e a Diversidade Sexual e de Gênero: a academia e o senso comum
 
Sexualidade poder
Sexualidade poderSexualidade poder
Sexualidade poder
 
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitarCartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
 
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
Unidade iii   sexualidade e questões de gêneroUnidade iii   sexualidade e questões de gênero
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
 
Diversidade sexual e a cidadania LGBT
Diversidade sexual e a cidadania LGBTDiversidade sexual e a cidadania LGBT
Diversidade sexual e a cidadania LGBT
 
Oficina sobre Diversidade e Gênero
Oficina sobre Diversidade e GêneroOficina sobre Diversidade e Gênero
Oficina sobre Diversidade e Gênero
 
Sexualidade Humana - Formação do Sexo
Sexualidade Humana - Formação do SexoSexualidade Humana - Formação do Sexo
Sexualidade Humana - Formação do Sexo
 
Diversidade Sexual Gênero e Homofobia
Diversidade Sexual Gênero e HomofobiaDiversidade Sexual Gênero e Homofobia
Diversidade Sexual Gênero e Homofobia
 
Necessidades Primárias Fisiológicas - SEXO
Necessidades Primárias Fisiológicas - SEXONecessidades Primárias Fisiológicas - SEXO
Necessidades Primárias Fisiológicas - SEXO
 
Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...
Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...
Minicurso: Racismos, Relações de Gênero e Ideologias Políticas nas Histórias ...
 
GÊNERO NA EDUCAÇÃO
GÊNERO NA EDUCAÇÃOGÊNERO NA EDUCAÇÃO
GÊNERO NA EDUCAÇÃO
 
O conceito de gênero e as relações de gêneros
O conceito de gênero e as relações de gênerosO conceito de gênero e as relações de gêneros
O conceito de gênero e as relações de gêneros
 
Sociologia Gênero e Saúde
Sociologia Gênero e Saúde Sociologia Gênero e Saúde
Sociologia Gênero e Saúde
 

Semelhante a Sociologia capítulo 14

32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...
32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...
32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...erickaericka
 
Ideologias de gênero e novas opções sexuais.pdf
Ideologias de gênero e novas opções sexuais.pdfIdeologias de gênero e novas opções sexuais.pdf
Ideologias de gênero e novas opções sexuais.pdfLindembergSalmito
 
Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...
Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade   A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade   A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...
Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...Thiago de Almeida
 
Cultura e sexualidade resumo
Cultura e sexualidade resumoCultura e sexualidade resumo
Cultura e sexualidade resumoTradicao Viva
 
GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.
GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.
GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.Juliana Anacleto
 
281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana
281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana
281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuanaEmerson de Oliveira
 
Seminário novas configurações familiares
Seminário novas configurações familiaresSeminário novas configurações familiares
Seminário novas configurações familiaresFabiano Macedo
 
Conjugalidades, parentalidades e
Conjugalidades, parentalidades eConjugalidades, parentalidades e
Conjugalidades, parentalidades eCassia Barbosa
 
Identidadebiologica da homosexualidade
Identidadebiologica da homosexualidadeIdentidadebiologica da homosexualidade
Identidadebiologica da homosexualidadeTeresa Levy
 
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdfPreconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdfVIEIRA RESENDE
 
Lamas, 1999 os conflitos e desafios do novo paradgma
Lamas, 1999   os conflitos e desafios do novo paradgmaLamas, 1999   os conflitos e desafios do novo paradgma
Lamas, 1999 os conflitos e desafios do novo paradgmaFlorêncio M. Costa Jr
 
Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)AntiSaint
 
Questões de Gênero.pdf
Questões de Gênero.pdfQuestões de Gênero.pdf
Questões de Gênero.pdfMillaGoncalves1
 

Semelhante a Sociologia capítulo 14 (20)

32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...
32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...
32474142 teoria-queer-uma-politica-pos-identitaria-para-a-educacao-guacira-lo...
 
Aula 12.pptx
Aula 12.pptxAula 12.pptx
Aula 12.pptx
 
Ideologias de gênero e novas opções sexuais.pdf
Ideologias de gênero e novas opções sexuais.pdfIdeologias de gênero e novas opções sexuais.pdf
Ideologias de gênero e novas opções sexuais.pdf
 
Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...
Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade   A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade   A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...
Amor E Sexualidade Na Contemporaneidade A Perspectiva HomoeróTica Do Enamor...
 
9704 3
9704 39704 3
9704 3
 
Cultura e sexualidade resumo
Cultura e sexualidade resumoCultura e sexualidade resumo
Cultura e sexualidade resumo
 
GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.
GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.
GÊNERO NA TEORIA SOCIAL Papéis, interações e instituições.
 
Conceito de gênero.
Conceito de gênero.Conceito de gênero.
Conceito de gênero.
 
281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana
281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana
281960 ideologia degenero_perigose_alcances_conferenciaepiscopalperuana
 
Gênero.ppt
Gênero.pptGênero.ppt
Gênero.ppt
 
Seminário novas configurações familiares
Seminário novas configurações familiaresSeminário novas configurações familiares
Seminário novas configurações familiares
 
Conjugalidades, parentalidades e
Conjugalidades, parentalidades eConjugalidades, parentalidades e
Conjugalidades, parentalidades e
 
Capítulo 5 - Temas Contemporâneos da Antropologia
Capítulo 5 - Temas Contemporâneos da AntropologiaCapítulo 5 - Temas Contemporâneos da Antropologia
Capítulo 5 - Temas Contemporâneos da Antropologia
 
Etnia, gênero, minorias 2020
Etnia, gênero, minorias 2020Etnia, gênero, minorias 2020
Etnia, gênero, minorias 2020
 
Identidadebiologica da homosexualidade
Identidadebiologica da homosexualidadeIdentidadebiologica da homosexualidade
Identidadebiologica da homosexualidade
 
Masculinidades - Mariana Ghetler
Masculinidades - Mariana GhetlerMasculinidades - Mariana Ghetler
Masculinidades - Mariana Ghetler
 
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdfPreconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
Preconceito Contra Homossexualidades - Marco Aurélio Máximo Prado.pdf
 
Lamas, 1999 os conflitos e desafios do novo paradgma
Lamas, 1999   os conflitos e desafios do novo paradgmaLamas, 1999   os conflitos e desafios do novo paradgma
Lamas, 1999 os conflitos e desafios do novo paradgma
 
Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)
 
Questões de Gênero.pdf
Questões de Gênero.pdfQuestões de Gênero.pdf
Questões de Gênero.pdf
 

Sociologia capítulo 14

  • 2. O que significa queers ? ♂♀  Em inglês, o termo queer é usado para qualificar um comportamento “estranho” e associado a um desvio em relação a normas estabelecidas.  Sociologia, Antropologia e Psicologia Social trabalham conjuntamente para analisar temas que vão desde a vida e a construção da identidade desses grupos até a segregação e violência dirigida aos chamados queers.
  • 3.  Embora os primeiros debates feministas tenham obtido sucesso ao demonstrar as desigualdades econômicas e sociais entre homens e mulheres e a conseqüente condição de subordinação da mulher em nossa sociedade, ainda havia poucos estudos sobre a diversidade sexual e as identidades de gêneros que abordassem especialmente a vida de gays,lésbicas,bissexuais e transgêneros (LGBT).
  • 4.  Apesar de já existirem movimentos políticos de reconhecimento de direitos desses grupos desde os anos 1960, os estudos sobre eles se consolidaram somente no final dos anos 1990, com o aumentos da mobilização dos grupos transgêneros.
  • 5.  Uma pesquisa nesse campo de estudos pode se dedicar,por exemplo, á vida e ao trabalho de travestir em uma grande cidade; a investigar como as diferentes religiões compreendem os gays e interagem com eles; á vida de famílias queers, especialmente as que têm filhos; fenômeno da violência e preconceito contra gays em suas diferentes manifestações.
  • 6.  Ainda que se reconheça a importância das construções sociais e culturais na constituição do mundo e dos sujeitos tal como os conhecemos, não são bem sucedidas todas as tentativas de ilustrar o caráter social de estruturas que parecem tão naturalizadas: o corpo, o sexo, as diferenças entre machos e fêmeas etc. Com grande força e ousadia, a filósofa estadunidense Judith Butler traz, de vez, a biologia para o campo do social, motivo pelo qual se tornou um dos principais nomes da atualidade nos estudos de gênero.
  • 7.  Butler, em sua obra Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade (2010) publicada originalmente em 1990, partilha de certos referenciais foucaultianos e se pergunta se o “sexo” teria uma história ou se é uma estrutura dada, isenta de questionamentos em vista de sua indiscutível materialidade. Butler discorda da ideía de que só poderíamos fazer teoria social sobre o gênero, enquanto o sexo pertenceria ao corpo e à natureza.
  • 8.  A homossexualidade foi condenada pela igreja Católica e posteriormente considerada uma doença pela Ciência e um risco social para a ordem moral. A religião estabeleceu tradicionalmente um discurso que influenciou as normas de comportamento social.
  • 9.  Á mulher,devido á sua condição biológica na gestação e amamentação,caberia o papel de cuidar dos filhos e alimentá- los,enquanto o homem seria provedor e senhor na sociedade conjugal.Pela “vontade de Deus”,a mulher deveria manter-se fiel e submissa ao homem e dedicar-se ao cuidar da família.
  • 10.  As teorias feministas e o marxismo criticaram os padrões “normais” de família. A Antropologia também cumpriu seu papel na relativização do conceito ao demonstrar que há inúmeros arranjos possíveis para constituir o que cada sociedade chamará de família.Por exemplo,entre o povo Bororo, que vive no estado de Mato Grosso, um homem deve mudar para a residência da esposa ao se casar.
  • 11.  No entanto ele continua pertencendo á sua linhagem, que é sempre matrilinear (ou seja, o pertencimento de cada individuo é definido pela linhagem de sua mãe).Em cada casa, portanto há cerca de três famílias nucleares, de diferentes linhagens e clãs.