Manual doCalourodaMedicinaFaculdade de Medicina - UFPelLeiga50 anos2013Diretório Acadêmico Naum Keiserman
ÍndiceIntrodução ao Manual e Boas Vindas..................... 2História da Leiga.............................................
Introdução ao Manual e Boas VindasCara/o caloura/o, bem vinda/o à Universidade Federal de Pelotas!Primeiramente, nós do DA...
História da LeigaA história da Faculdade de Medicina da Universidade Federalde Pelotas, remonta ao ano de 1953, quando em ...
DANK e Gestão 2013O DANK, Diretório Acadêmico Naum Keiserman, é a representação da/os estudantes deMedicina da UFPel. É el...
DENEM- O que é isso?A Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina foi fundada em 1986, na cidade deFortaleza, du...
Comitê Local IFMSA - UFPelAInternationalFederationofMedicalStudentsAssociations(IFMSA)foifundadaem1951,naDinamarca,sendoum...
Teddy Bear HospitalCriadonaÁustriaemmeadosdadécadade90,oTeddyBearHospitalfoitrazidoaoBrasilem2005pelaFaculdadedeMedicinade...
Ligas AcadêmicasUma liga acadêmica é uma associação sem fins lucrativos, formada por um grupo estudantil de diferentesanos...
TroteAtividades promovidas pela/os veterana/os para recepcionar a/os caloura/osque começam a frequentar um curso superior ...
Instâncias da UniversidadeEntidades representativas das categorias: técnicos-administrativos da UPFel possuemrepresentação...
Assistência EstudantilTem a sua função de garantir a permanência da/os aluna/os da graduação, em situação devulnerabilidad...
Direitos da/o EstudanteAproveitamento de estudos ou de disciplina: dispensa das atividades, disciplinas cumpridas emoutros...
Horários dos transportes e RotasÔnibus Pelotas - Campus Capão do Leão - R$2,20 a passagem (centro)07:15 Casa Estudante > D...
(Transporte - continuação)17:35 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes > CasaEs...
RESTAURANTES BARATOSRestaurante Escola (RE):Endereço do antigo, embaixo da CEU: Esquina entre as Ruas Andrade Neves e Gene...
BRICKS / MÓVEIS USADOSPorão Arte e Antiguidades: Endereço: R. Gal Neto,532Bric do Alemão: Endereço: Rua Dq. De Caxias, 521...
Roteiro de baladasPra quem vai ficar pelo menos 6 anos em Pelotas, éóbvio que não dá pra se enterrar nosBaiucaPonto de refe...
XalassaPonto de referência: o lugar em que acontece variade semestre para semestreQuando: uma por semestreBomba: quando te...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manual do calouro 2013

3.643 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Manual do calouro 2013

  1. 1. Manual doCalourodaMedicinaFaculdade de Medicina - UFPelLeiga50 anos2013Diretório Acadêmico Naum Keiserman
  2. 2. ÍndiceIntrodução ao Manual e Boas Vindas..................... 2História da Leiga..................................................... 3Hospital Universitário.............................................. 3DANK e Gestão 2013.............................................. 4DENEM – O que é isso? ........................................ 5IFMSA..................................................................... 6AAL - Atlética.......................................................... 7RAM - Revista Acadêmica de Medicina.................. 7Ligas Acadêmicas................................................... 8Trote........................................................................ 9Instâncias da Universidade................................... 10Assistência Estudantil........................................... 11Direito do Estudante.............................................. 12Horário do Transporte e Rota................................ 13Telefones Úteis...................................................... 14Roteiro de Baladas................................................. 171
  3. 3. Introdução ao Manual e Boas VindasCara/o caloura/o, bem vinda/o à Universidade Federal de Pelotas!Primeiramente, nós do DANK, queremos parabenizá-la/o por esta grande conquista: aaprovação na nossa querida Faculdade de Medicina. Sabemos que o caminho trilhado até aqui não foifácil, por isso, compartilhamos de sua vitória e desejamos que sinta-se acolhida/o, podendo assimdesfrutar dos anos que se seguirão como integrante da comunidade acadêmica da FAMED-UFPel.Desde o momento de sua aprovação, uma nova etapa se inicia na sua vida; você agora fazparte de um seleto grupo de brasileira/os com acesso ao Ensino Superior e, dentre estes, você é aindamais privilegiada/o, pois estará estudando em uma Universidade Federal. Juntamente com os lourosdessa conquista, vem uma grande responsabilidade, toda a sociedade conta conosco e por isso, temospara com ela um grande compromisso.Você está prestes a entrar em um novo universo, repleto de opiniões, idéias, sotaques, cores ecrenças muito diferentes das suas, aproveite essa incrível oportunidade para expandir seusconhecimentos, ideais, habilidades e horizontes!Perceberá que o saber não se restringe às salas de aula, portanto aproveite todos os espaçosque lhe forem oferecidos.Não se esqueça também que não se pode viver sem lazer. Estudar é fundamental, porémvalorize seu descanso e aproveite-o para conhecer melhor aqueles que estão a sua volta.Este é o Manual da/o Caloura/o da Medicina e, foi modificado pela gestão 2013 do DiretórioAcadêmico Naum Keiserman (DANK), com o intuito de prestar os primeiros esclarecimentos sobre ofuncionamento da FAMED e da UFPel e, ao longo de sua leitura, verá informações importantes para asua permanência em Pelotas durante a graduação.Novamente parabéns pela aprovação e seja bem-vinda/o à Leiga!2
  4. 4. História da LeigaA história da Faculdade de Medicina da Universidade Federalde Pelotas, remonta ao ano de 1953, quando em uma reunião daSociedade de Medicina de Pelotas foi sugerida sua criação. Apesar doceticismo, um ano após essa reunião, foi fundada a InstituiçãoPró-Ensino Superior no Sul do Estado (IPESSE), cuja principal função erainstalar e fazer funcionar a faculdade de medicina.Em dezembro de 1955 o atual prédio sede da Faculdade de Medicina foi doado pelo PrefeitoMunicipal para ser a sede do instituto.Já em novembro de 1959 foi declarada fundada a Faculdade de Medicina de Pelotas, a sermantida pela IPESSE e, três anos depois foi nomeado seu primeiro diretor, Dr. Naum Keiserman, falecidoem 2011 com 94 anos. Naum, professor Emérito da UFPel, da nome ao Diretório Acadêmico da Medicinae ao Auditório Central da Faculdade, no bairro Fragata.Em 1963 o Conselho Federal de Medicina autorizou que a Faculdade iniciasse suas atividadese, em 11 de maio deste mesmo ano foi proferida a aula inaugural do curso. Em 1966, dois anos antes deformada a primeira turma, o Diário Oficial concedeu o reconhecimento da Faculdade.A Faculdade nomeada “Leiga” era particular e, como tal, mantida com as anuidades dosalunos; somente em 1977 foi assinado um termo de incorporação da Faculdade à Universidade Federalde Pelotas.Hoje a FAMEDUFPel conta com quase todas as especialidades médicas, desenvolvendo seutrabalho docente-assistencial em todos os níveis de atenção à saúde. Completará seus 50 anos e venhaparticipar com todas/os desse ano historico!Hospital UniversitárioA Universidade terá seu Hospital Universitário, o que foiobjetivo e sonho da Instituição há décadas. Já se fez a análise eseparação de recursos financeiros para a construção da obra, quefoi calculada em 121 milhões de reais. Inicialmente o Hospital terá370 leitos e será erguido junto ao Ambulatório da Faculdade deMedicina, vulgo “paliteiro”.O primeiro Bloco a ser edificado será direcionado para atendimento de Oncologia. O projetoarquitetônico está no Diretório Acadêmico para acesso de qualquer interessada/o.Foi apresentado no Conselho Municipal de Saúde de Pelotas que o Hospital será 100% SUS,mas precisamos defender isto até este antigo sonho se concretizar completamente, mantendo a saúdecomo direito de qualquer pessoa, independente da classe social a que ela pertence. No ano de 2012,após aprovação ‘ad referendum’ do antigo Reitor, iniciou-se a construção do HU sem passar peloconselho Universitário. Depois de um mês de debates organizados pelas três categorias (técnicas/os,professoras/es e estudantes), começou uma mobilização para que o HU não fosse privatizado,recebesse o mesmo financiamento e fosse realmente 100% SUS, respeitando os direitos detrabalhadoras/es e estudantes, tendo sua obra concluída o mais rápido possível; porém após a adesãoa EBSERH, (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) o futuro quanto a esses pontos ainda é incerto.Este projeto foi recolocado em pauta pelo movimento estudantil da UFPel desde o começo de2011, mas ainda tem muito o que discutir, pelo que lutar e revindicar. A clareza do financiamento,origem e administração dos recursos é direito de toda/os. A cobrança e fiscalização daquelesresponsáveis pela efetivação desta obra com esses critérios precisa ser rotina. A voz d@s estudantes,as necessidades das pessoas da cidade como das cidades vizinhas precisam ser atendidas o maisrápido possível, porém sem retirar direitos conquistados; com atendimento, recursos e ensino dequalidade, também prezando pela autonomia universitária.3
  5. 5. DANK e Gestão 2013O DANK, Diretório Acadêmico Naum Keiserman, é a representação da/os estudantes deMedicina da UFPel. É ele que encaminha e busca soluções para os problemas acadêmicos, sendo umcanal de comunicação entre os estudantes a Coordenação do Curso e os demais órgãos daUniversidade, para que estes possam reivindicar seus direitos e buscar soluções para os problemasda faculdade.Além disso, o Diretório Acadêmico promove palestras, semanas acadêmicas, recepção paraos calouros, projetos de extensão e demais atividades que possam desenvolver e integrar osacadêmicos do curso.Este ano está à frente do DANK a gestão 2013, eleita em dezembro de 2012 e compostapor aluna/os de diversos semestres da Medicina.O DANK está localizado na Famed e aberto para ouvir toda/os a/os estudantes. Procure-nos com suas opiniões e sugestões. Participe e ajude a fazer uma Leiga das/os estudantes e detoda a comunidade!ü Pra que serve o DA (Diretório Acadêmico)?ü Pra representar e unir a/os estudantes do curso na busca de uma melhor formaçãoü Defender os direitos e necessidades da/os estudantesü Promover atividades de interação entre estudantes/sociedade e estudantes/estudantesü Convidar a/os estudantes para análises, debates e estudos dos problemas nacionais, bem comopara definir sua posição perante as grandes campanhas nacionais e movimentos de formação daopinião pública (ressalvando autonomia perante partidos políticos, religiões, etc)ü Entre outras coisas que você pode pensar, discutir e realizarSeja bem vinda/o a Leiga!Diretório Acadêmico Naum Keiserman4
  6. 6. DENEM- O que é isso?A Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina foi fundada em 1986, na cidade deFortaleza, durante o XVII Encontro Cientifico da/os Estudantes de Medicina, ECEM. Completando 27anos de existência em 2013, a DENEM vem desempenhando o papel de entidade representativa das/osestudantes de Medicina a partir de várias lutas e mobilizações. Durante a década de 90 a pauta daeducação médica foi sem sombra de dúvida a mais importante no seio da Executiva. Dentre outraspautas importantes estava a defesa do Sistema Único de Saúde público, equânime e de qualidade.Para o desempenho de suas atividades a DENEM divide-se em 8 regionais para facilitar o canalde diálogo entre a entidade nacional e os Centros Acadêmicos ou Diretórios Acadêmicos, tambémdenominados Coordenações Locais (CLs).Cada Regional possui uma Coordenação Regional que tem a responsabilidade de visitar asCLs assim como organizar os encontros estudantis de Medicina de caráter regional.Além dos Coordenadores Regionais, a DENEM também possui uma sede nacional, compostapelos cargos de coordenação geral, coordenação de comunicação e coordenação de finanças. AsCoordenações de Regionais, a Sede e a Coordenação de Relações Exteriores formam a coordenaçãonacional, que é uma das instâncias deliberativas da DENEM.Além da Coordenação Nacional a DENEM possui outro órgão: o Centro de Pesquisas e Estudosem Educação e Saúde, o CENEPES. O CENEPES é composto pelas chamadas coordenações de área, quesão as coordenações de políticas de saúde, de educação em saúde, de políticas educacionais, deextensão universitária, de meio ambiente, de cultura, científica e de estágios e vivência. Além dascoordenações, o CENEPES comporta as acessorias de mídias, de planejamento e de resgate histórico domovimento.A DENEM também possui encontros periódicos que constituem os outros espaçosdeliberativos. Há encontros de âmbito regional e nacional. São eles:# Regionais:1) Reuniões de Regional (RR): são as reuniões das CLs de cada regional.2) Encontro Regional dos Estudantes de Medicina (EREM): acontece em cada regional uma vez por ano.É o maior encontro de âmbito regional e nele há debates políticos, eventos culturais e científicos. NaRegional Sul-1 ocorre no mês de novembro, último ocorrido em Santa Maria.3) Seminário de Problematização Política (SPP): é um seminário de cujo objetivo é a formação política.4) Olimpíadas Regionais dos Estudantes de Medicina (OREM): ocorre no nordeste e na regional SE1.# Nacionais:1) Congresso Brasileiro dos Estudantes de Medicina (COBREM): ocorre todos os anos nos meses dejaneiro. Tem a função de elaborar e aprovar o planejamento da DENEM. É o segundo maior espaçodeliberativo da Executiva.2) Encontro Científico dos Estudantes de Medicina (ECEM): é anterior a DENEM. Tem esse nome paraburlar a repressão da ditadura militar. É o maior espaço deliberativo da Executiva, acontecegeralmente em cada mês de julho. Além do eixo político, há também na programação eventosculturais e científicos. O Encontro de 2013 ocorrerá em Belém.3) Reunião de Órgãos Executivos (ROEX): é a reunião das CLs do país inteiro. É o terceiro maiorinstância deliberativa da DENEM.4) Seminário do CENEPES: Também anual, é o encontro no qual são feitos debates e análises sobrealgum tema que envolva as coordenações do CENEPES.Mais informações sobre a DENEM: facebook/denem.estudantesdemedicina5
  7. 7. Comitê Local IFMSA - UFPelAInternationalFederationofMedicalStudentsAssociations(IFMSA)foifundadaem1951,naDinamarca,sendoumaorganizaçãonão-governamentaleapolíticapresenteemmaisde80países,alémdepossuiroapoiodaONU,OMS,UNICEFeUNESCO.A IFMSA surgiu no Brasil em 1991, na cidade de Londrina-PR, sendo uma ONG composta porestudantesdeMedicinademaisde50universidadesbrasileirasquetemcomoobjetivoformarfuturosmédicoséticos, trabalhando como instrumentos de transformação da realidade local e capazes de enxergar o serhumano que há por trás de cada paciente. Também fomenta a formação de estudantes críticos, capazes dequestionarepropormelhoriasparaasuaformaçãoacadêmica.As atividades da IFMSA concentram-se nas áreas de Direitos Humanos e Paz, Saúde Reprodutiva eAIDS,SaúdePúblicaeEducaçãoMédica. Alémdisso,promoveintercâmbiosnacionaiseinternacionaisclínico-cirúrgicoseempesquisa,emqueoestudantepoderávivenciararealidadeemsaúdedosmaisdiferenteslugareseseaprimorarcientíficaeculturalmente.2 vezes por ano há o encontro nacional da IFMSA-Brazil, que se chama Assembleia Geral,popularmenteconhecidacomo“AG”.Quersabermais?Acesse:www.ifmsabrazil.orgNaUFPel,o comitê Localestá presente desde2002 comos intercâmbios e desde2011comprojetos:JornalAcadêmicosSinapse,CinemaParadisoeTeddyBearHospital.Jornal Acadêmico SinapseHá muitos anos, circulava um jornal dos estudantes de Medicina na UFPel, o Ronco, mas agora issonão ocorre mais. Ao perceber esta lacuna, surgiu a ideia de reativar o jornal em 2011, mas agora com o novonome: SINAPSE, que vem de comparação entre o conceito deste termo e o objetivo do joranl. Se sinapse é opondo dejunçãoentre um neurônio eoutro, poronde o impulso nervoso étransmitido, o jornal éonde ocorreatroca de informações entre os alunosde Medicina e o conhecimento é transmitido. Os pilares do SINAPSEsão:cultura,informaçãoeciência.As 4 primeiras edições podem ser visualizadas na página do SINAPSE no face:www.facebook.com/jornalsinapse.Atiragemébimestralcom1000exemplaressendodistribuídosgratuitamente.Cinema ParadisoOCinemaParadisofoiosegundoprojetoorganizadopelocomitêlocaldaIFMSA-BrazilUFPel,emparceriacomoDepartamentodeSaúdeMentaldafaculdadedeMedicina.Oobjetivodesteprojetoéuniraartedocinemacomanálisesmédicas, criando um ambiente de crescimento e de diálogo sobre os temas de interesse a partir da exibição ediscussãodefilmesentreprofessores,residentes egraduandos,públicoalvoestimadoem50pessoas.Afundaçãodoprojetodeextensãoaconteceuem2010,pelainiciativadeprofessoreseresidentesdoDepartamento daSaúdeMental. No início,o público alvo eram osresidentesdaPsiquiatria daUFPel eo públicosecundário eram os graduandos. A parceria com a IF aconteceu no início de 2011 e, desde então, houve umaaproximação dos graduandos com o projeto. A divulgação do Cinema Paradiso nas dezenas de universidadesfiliadas à IFMSA-Brazil também contribuiu para que se tornasse uma referência entre elas. Além disso, há umatrocadeconhecimentosentreprofessoresexperientesegraduadoscuriososporalcançar esteolhar.Oprojetoocorretoda2ª quinta-feiradomêseégratuito!6
  8. 8. Teddy Bear HospitalCriadonaÁustriaemmeadosdadécadade90,oTeddyBearHospitalfoitrazidoaoBrasilem2005pelaFaculdadedeMedicinadeMarília-SP,eem2011oprojetofoirealizadopelaprimeiravezpelo Comitê Localda UFPel,noColégioSão José,com aproximadamente60crianças e10estudantesdeMedicina, com a ampliação em 2012 do projeto para30 participantes e 4 instituições envolvidas, sendo dois colégios particulareseduasinstituiçõescarentes.O Teddy Bear Hospital é um projeto de humanização hospitalar que trabalha com crianças de três aseisanoscomobjetivodefamiliarizá-lascomoambientehospitalarecomosprofissionaisdesaúde. Paraisso,o projeto simulaumambientehospitalarnoqualacriançae seuursinho sãoatendidosporummédico,passampelasaladecurativosefarmácia,fazemexameseatéparticipamdacirurgiadeumurso.Ao final do projeto a criança terá vivenciado o processo saúde-doença de maneira lúdica e um vínculode confiança entre o “médico” e a criança terá se estabelecido. Além disso, o Teddy Bear Hospitalcontribui para a inserção do estudante de medicina na prática pediátrica.Associação Atlética LeigaA Associação Atlética Leiga (AAL) deseja Boas Vindas aoscalouros da Medicina da UFPel! A AAL representa a Medicina da LeiGana festa DopaMina, que está indo para sua IV edição e nos eventosesportivos, tendo destaque a COPA LeiGa (futsal entre as ATMs) e oINTERMED SUL (grande evento que reúne acadêmicos de Faculdades de Medicina do Sul do país com afinalidade de competições esportivas, festas e integração). Além disso, a AAL conta com a melhorbateria do RS e também com a participação dos alunos nos treinos de Atletismo, Vôlei, Basquete, Futsale Handebol. O XVIII INTERMED SUL será em Joinville-SC, no período de 30/05 a 02/06, sendo que noXVII INTERMED SUL, realizado em Torres-RS, tivemos a maior delegação e melhor colocação (5ºcolocado) da história, além da melhor torcida e bateria do INTERMED. Dúvidas sobre a AAL, informaçãosobre treinos e sobre o INTERMED venha conversar com os membros da Atlética. A AAL tem comorepresentantes: Presidente Thiago Gaspar, Vice Presidente Henrique Orlovski, Aroni Rocha, Caio Souza,Henrique Takahashi, InaêOppelt, João Henrique Calegari, Lais Guapo, Luiz Paulo Leal, Matheus Segati,Melinda Mallorquin, Nicholas Polidoro, Rafael Berto, Rayane Ferreira, Thaís Mello, Ugo Comparotto,Weslley Wentz e William Fischer.. “Mexe com a LeiGa pra ver, mexe com a LeiGa...”Revista Acadêmica de MedicinaNos últimos anos tem-se discutido a respeito da relevância das mídias sociais e de outrosmeios de comunicação virtuais. No entanto, em relação às publicações científicas, o material impressoainda continua sendo o mais relevante e, por mais que as fronteiras dos meios técnico, científico einformacional tenham tornado-se tênues, os periódicos em seu formato antigo prosseguem sendo omeio mais rápido, mais direto e mais acessível para que qualquer profissional, seja da área da saúde ounão, mantenha-se atualizado.Por isso, no ano de 2011, após um intenso trabalho feito por um grupo de alunos da FAMED-UFPel, foi reativada a Revista Acadêmica de Medicina da UFPel (RAM). De cunho científico einformacional, a primeira edição da revista contém os cinco melhores artigos apresentados na nossaXXIX Semana Acadêmica de Medicina da UFPel, além de duas entrevistas com renomados professoresdesta mesma instituição.Toda a comunidade acadêmica ganha com este projeto, feito por alunos e para os alunos. Porisso, sinta-se à vontade para não somente enviar trabalhos para as futuras publicações, mas também,quaisquer sugestões, críticas e apontamentos relevantes, para que possamos sempre melhorar a RAM.Venha até o DANK e retire seu exemplar!7
  9. 9. Ligas AcadêmicasUma liga acadêmica é uma associação sem fins lucrativos, formada por um grupo estudantil de diferentesanos de graduação que possui interesse em determinada especialidade médica.O grupo se reúne para realizar atividades práticas e teóricas sobre o tema da liga. São supervisionados porum ou mais profissionais da área vinculados à instituição de ensino superior ou hospitais de ensino.Ela permite uma aproximação dos graduandos à especialidade médica, e propicia um aprofundamento sobreos temas relevantes à área médica escolhida pela liga.Os princípios básicos que regem uma liga são atividades extracurriculares de pesquisa, ensino e assistêncianuma determinada área da saúde.Suas atividades teóricas podem ser aulas, seminários, discussões de textos, e apresentações de casosclínicos. Já as atividades práticas consistem em atendimento a pacientes, participação de grupos, e acompanhamentode cirurgias. Na liga também podem ser desenvolvidos projetos de iniciação científica e programas assistencialistas ede prevenção.Todo acadêmico de medicina da UFPEL pode pleitear uma vaga dentro de uma liga. Cada uma possui seupróprio estatuto, mas geralmente a entrada se dá por meio de seleção em provas e entrevistas. Estas, anuais ousemestrais.A maioria das ligas da UFPEL possui perfil no facebook. Isso facilita o diálogo dos acadêmicos com osmembros das liga, permite a visualização de campanhas realizadas na comunidade por meio de fotos e posts, emantém os alunos informados sobre as próximas datas de jornadas promovidas pelas ligas.Liga é...“Rede de estudantes que desejam e criam oportunidades de trabalhos científicos, didáticos, culturais e sociais noespaço acadêmico.”Espaço para colocar em prática o idealizado sobre determinado temaRedes de estudantes com orientação docentePromoção de saúdePropõe soluções para saúdeFaz parcerias com campanhas de saúdeRealiza pesquisa epidemiológica da população trabalhadaRealiza atividade na comunidade/assistencial tambémBreve HistóricoEsse modelo de ação social e complementação acadêmica nasceu no Brasil, em 1918, com a criação daLiga de Combate à Sífilis da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, na qual os estudantes, utilizando-sedos conhecimentos aprendidos ao longo do curso, montavam postos de profilaxia e tratamento gratuito à população.Nos anos seguintes, diversas iniciativas semelhantes foram surgindo nas mais variadas instituições deensino médico do país. Seguindo a tendência do aumento de faculdades de medicina em todo o Brasil, é possívelobservar um aumento exponencial do número de Ligas Acadêmicas, principalmente nas últimas décadas.Ao final da década de 1990, as discussões em Educação Médica passaram a considerar a possibilidade deos estudantes incluírem parte de suas grades curriculares com Ligas, o que corroborou ainda mais para oreconhecimento pleno desse tipo de atividade acadêmica.Ligas da LeigaLiga de Anestesiologia Liga de Cirurgia PlásticaLiga de Neurologia Liga de Cirurgia GeralLiga de Neurocirurgia Liga de CardiologiaLiga de Oncologia Liga de Saúde ColetivaLiga de Patologia Liga de NefrologiaLiga de Clínica Médica Liga de Radiologia e diagnóstico por imagemLiga de Endocrinologia e Metabolismo Liga de Emergências MédicasLiga de GenéticaLiga de InfectologiaLiga de Ortopedia e TraumatologiaLiga de PsiquiatriaLiga de Medicina do EsporteLiga de Emergência e TraumaLiga de SemiologiaLiga de Psicologia Médica8
  10. 10. TroteAtividades promovidas pela/os veterana/os para recepcionar a/os caloura/osque começam a frequentar um curso superior ou até mesmo técnico, são o Trote.As brincadeiras tiveram os seus primeiros registros após a chegada da Família Real,em 1808, época em que surgiram as Universidades no país.Na Europa da Idade Média, uma cena era comum: a/os veterana/os não se misturavam com a/oscaloura/os e, quase sempre, as aulas eram realizadas em locais diferentes. Além da separação, a/oscaloura/os tinham as cabeças raspadas por questões higiênicas.Entre março de 1980 e fevereiro de 1999, muitos trotes violentos tiveram uma grande repercussãono Brasil, pois acabaram resultando na morte dos calouros envolvidos. Em março de 1980, Carlos Alberto deSouza, calouro da Universidade de Mogi das Cruzes (SP), não aceitou que alguns veteranos cortassem o seucabelo. Revoltados, a/os estudantes que praticavam o trote agrediram Souza com socos e pontapés emtodas as partes do corpo.Em 1992, uma punição severa. O estudante de economia Alexandre Spencer Vasconcelos foiexpulso da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Campinas (SP) por ter praticado um trote violento. Noano seguinte, a Unesp (Universidade Estadual Paulista) criou uma comissão para apurar trotes violentos e aPUC simplesmente baniu a prática dentro de duas instalações. Outras universidades brasileiras tambémseguiram o exemplo.Em 1999, mais uma morte durante um trote. Calouro da Faculdade de Medicina da Universidade deSão Paulo, Edison Hsueh foi encontrado morto na piscina da Associação Atlética dos alunos. A tragédiaaconteceu um dia depois de o estudante participar de um churrasco oferecido pela/os “veterana/os”.Mas vale ser lembrado que a violência no trote não consiste somente em agressão física, mastambém moral, sexual, psicológica e emocional. Deve-se tomar muita cautela para que uma simplesbrincadeira não passe a ser a prática de humilhação, exposição e inferiorização, especialmente das mulherese de pessoas que fogem do “padrão” ditado pela sociedade. O machismo e diversas formas dediscriminações são sutis e até mesmo escancarados, mas não deixam de oprimir, constranger e subjugar a/osingressantes da UniversidadeDepois da morte de Hsueh, a Justiça e as Universidades agiram em conjunto para estabeleceralgumas normas para o trote. Foi criada uma nova modalidade de recepção aos estudantes novata/os, otrote solidário, que nunca mais saiu de moda.Além das brincadeiras educativas, as/os “calouras/os” também costumam ser recepcionada/ospor outros tipos de trotes: solidário (campanhas de doação de sangue ou arrecadação de alimentos eroupas), ecológico (plantar árvores em determinadas áreas e participar de campanhas pela preservação danatureza), cidadão (trabalhar um dia em uma comunidade carente), social (visitar internos em hospitais,creches e asilos) e cultural (visitar museus, livrarias).Enquanto em algumas Universidades do Brasil perdura o trote selvagem de estudantes de Medicina;na Leiga, temos a arrecadação de alimentos nos supermercados da cidade, a Doação de Sangue noHemocentro Regional de Pelotas, compra de fraldas para o H.U (Hospital Universitário) e doação debrinquedos para crianças carentes.Sabendo disso, Caloura/o, fique tranquila/o ao participar do Trote. Você tem o amparo daFaculdade e vai poder participar desse Rito de Passagem tão esperado. É uma oportunidade de aprofundar oslaços de amizade com seus e suas colegas de turma e veterana/os, se divertir, promover atos solidários e,principalmente, se dá conta de um fato: ENTREI NA MEDICINA! SOU DA LEIGA!9
  11. 11. Instâncias da UniversidadeEntidades representativas das categorias: técnicos-administrativos da UPFel possuemrepresentação na ASUFPel (Sindicato de Servidores da UFPel); docentes, na ADUFPel (Associação de Docentesda UFPel) e DCE (Diretório Central de Estudantes). Para além de pautas coorporativas de servidores, taisentidades, há mais de 20 anos, protagonizam, junto ao DCE (Diretório Central de Estudantes), as ações quevisam a democracia e à qualidade do ensino na Universidade Federal de Pelotas. As três entidades: DCE,ASUFPel e ADUFPel, formam juntas, a tríade representativa da comunidade universitária da UFPel, contra aqual é despótico e inaceitável, segundo parâmetros democráticos e públicos, que a administração central seinterponha.Órgão superiores da Universidade e democracia: Conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação(Art.56, Lei nº 9.394/96), a tomada de decisão dos rumos da Universidade deve ser feita por meio de umagestão democrática da instituição.Na UFPel, desde o final da década de 80, as decisões mais importantes, como a eleição prareitoria, eram tomadas pela comunidade universitária, reunida em assembléias e eventos organizadosconjuntamente por DCE, ASUFPel e ADUFPel. Não foi o que ocorreu nas eleições de 2008, fato que nãoocorreu em 2012, em que a consulta à comunidade foi respeitando, elegendo uma nova Reitoria.Segundo o estatuto da Universidade Federal de Pelotas, a UFPel é composta por três órgãossuperiores: Conselho Universitário (CONSUN), Conselho Diretor (CONDIR) e Conselho Coordenador do Ensino,da Pesquisa e da Extensão (COCEPE). Além deles, cada unidade acadêmica (ICH, IAD,FAMED, IB, etc) possuidepartamento(s) e Colegiado de curso.Departamentos, Conselho Departamentais e Colegiado de curso:Esses órgãos possuem razão de existência no sentido de que as estruturas administrativas daUniversidade não se encontrem demasiadamente distantes da realidade do curso a que respondem e das/osestudantes. Desde 2010, a UFPel busca realizar uma reforma administrativa, suprimindo os departamentos ecriando apenas um Centro, que substituiria a existência de unidade autônomas. Os centros, contudo, aindanão estão regularizados no Estatuto da Universidade, tampouco foi realizado debate na comunidadeuniversitária (estudantes, professores e servidores).ü Departamentos: constituem a menor fração da estrutura universitária para todos os efeitos deorganização administrativa, didático-científica e de distribuição de pessoal. De maneira geral, distribuem ascadeiras entre professores, definem a grade curricular, nomeiam banca para revisão de provas, comotambém suscitam concursos públicos quando da respectiva necessidade, coordenam os trabalhos dedocentes, adotam ou sugerem as providências que julgarem aconselháveis ao bom andamento dostrabalhos, aprovarem projetos de pesquisa e planos de curso de pós-graduação, aperfeiçoamento eextensão, que se situem no âmbito de sua atuação, entre outras funções.Na FAMED temos estes departamentos:Medicina Social - Medicina Especializada - Saúde Mental - Materno-infantil - Clínica Médica - Cirurgia Geral -BibliotecaConselho Departamental: é o órgão superior da unidade acadêmica com funções normativa,consultiva e deliberativa. Analisa, em grau de recurso, as decisões dos departamentos, pronuncia-se sobreassuntos relativos à organização universitária, sugerir medidas relativas ao ensino e pesquisa, elabora e alterao regimento dos departamentos, além de centralizar as posições de todos os departamentos de umaunidade.Colegiado de curso: é o órgão de coordenação didática que tem por finalidade superintender oensino no âmbito de cada curso. Entre outras funções, aprova o calendário acadêmico da unidade, coordenae supervisiona o curso, aprecia os pedidos de transferência e os casos de aproveitamento de disciplinas,revisa e/ou elabora o currículo, avalia o desempenho de docentes quando solicitado, como também abonafaltas, nos casos previstos no regime didático da respectiva unidade. Na FAMED o colegiado do curso fica nosegundo andar do “Instituto de Higiene” nos horários 9h-11h e das 15h-17h.10
  12. 12. Assistência EstudantilTem a sua função de garantir a permanência da/os aluna/os da graduação, em situação devulnerabilidade socioeconômica, por meio de programas de Assistência Estudantil, assegurando odesenvolvimento acadêmico, comprometidos com a sociedade. É um direito que tem referênciaconstitucional, a fim de proporcionar maior igualdade de condições de permanência da/os jovens naUniversidade.Programas são:- Auxílio alimentação: meia bolsa (1 refeição), bolsa integral (exclusiva para moradora/es da Casa deEstudante, com 3 refeições diárias durante o período letivo).- Auxílio transporte: garantia de deslocamento gratuito da casa para o local de aula, recebe-se o valormensalmente os valores correspondentes. Modalidades: Sistema Convênio UFPel e Sistema TransporteUrbano.- Moradia Estudantil (Casa de Estudante Universitária/o): serve de horpedagem para a/os estudantessem recursos econômicos. Há somente uma CEU, que fica na Esquina entre as Ruas Andrade Neves eGeneral Telles. Há projeto de uma segunda CEU, que ainda não foi iniciado.- Auxílio escola: custeio de despesas com dependentes legais, na faixa etária de 0-5 anos. Ainda não háuma creche escola para filha/os de estudantes.- Auxílio instalação: contribui no custeio de moradia por 2 meses, destinado a estudantes de outraslocalidades.- Auxílio moradia: pagamento mensal feito pela Pró-Reitoria de Assistência Estudantil para quem nãoconseguiu vaga na CEU. Benefício cedido até que se finalize a construção da segunda CEU.- PROASA (Programa de Assistência do Servidor e do Aluno): atendimento com psicóloga/o, dentista emédica/os. Não há pronto-atendimento, apenas consulta por agendamento.Tel: (53) 3225-3267. E-mail: proasa@ufpel.edu.br. Endereço: Rua Dr. Cassiano nº424.Contatos:Pró-reitoria de Assuntos Estudantis – Rua Gomes Carneiro nº1 – Tel: (53) 3921-1213Coordenadoria de Benefícios – Rua Três de Maio nº852 – Tel: (53)3227-7509DRA (Departamento de Registros Acadêmicos)Pra que serve: importante para solicitar algum documento ou trancamento de disciplina.Onde: Campus Anglo (Rua Gomes Carneiro, nº1), andar térreo.Site: http://www.ufpel.edu.br/alunos/Facebook: Dra Ufpel11
  13. 13. Direitos da/o EstudanteAproveitamento de estudos ou de disciplina: dispensa das atividades, disciplinas cumpridas emoutros cursos ou em outras Intituições de Ensino durante a nova matrícula. O pedido é analisado pela/odocente responsável pela atividade curricular e a decisão tem parecer fundamentado pela/ocoordenador/a do curso.Matrícula especial: se você, estudante da Medicina, quiser se matricular em uma disciplina deoutro curso, não tem problema. Só ficar acompanhando o período de inscrição no calendário letivopublicado no começo do semestre no site da UFPel.Segunda chamada: caso você perca alguma prova obrigatória, por motivo de impedimentolegal, doença, ou força maior, devidamente comprovados, é dever do professor aplicá-la em outra data,marcada juntamente com as avaliações obrigatórias no começo do período letivo. É necessáriorequisitá-la no Colegiado do curso até três dias úteis após a realização da primeira avaliação. Oconteúdo dessa prova deve ser o mesmo que o da prova perdida, e também é direito seu ter o intervalode no mínimo 6 dias entre a prova perdida e a da segunda chamada.Avaliações: Devem ser realizadas no mínimo 2 avaliações por semestre. A média final deve serigual ou superior a 7,0 para que a/o estudante não precise fazer o exame final, que é uma provaadicional e com média final igual a 5,0.Cálculo da média sem o exame final: nota das avaliações/nº de avaliações=6,95OBS: se ela for inferior a 3,0, a/o estudante estará automaticamente reprovado.Cálculo da média com o exame final: média sem o exame final + nota do exame/2=5,0A publicação das notas deve ser feita em até no máximo 10 dias após a aplicação da avaliação. Tambémé direito seu pedir revisão de nota e de prova (a/o professor costuma disponibilizá-las).Revisão de prova: solicitada no colegiado do curso. a/o estudante solicitante pode compor(facultativo) e a/o docente que aplicou a avaliação compõe obrigatoriamente a banca de revisão, que éformada por três professora/os. A banca tem prazo de 5 dias para proceder a solicitação.Mobilidade discente: privilégio da/o estudante cursas atividades curriculares fora do âmbito docurso ou até em outras Intituições de Ensino Superior.Critérios:Existência de vaga para a atividadeIntegralização de todas as atividades curriculares nos dois primeiros semestres do cursoQue não esteja cursando o último semestre, salvo exceções aprovadas pelo Colegiado e COCEPE.O que trazemos aqui é um emaranhado de vantagens, informações e garantias. De qualquerforma, questione, busque e lute pelos teus direitos. A autonomia é conquistada a partir da procura dasferramentas para tanto.12
  14. 14. Horários dos transportes e RotasÔnibus Pelotas - Campus Capão do Leão - R$2,20 a passagem (centro)07:15 Casa Estudante > D. Pedro II > Gal. Osório > Mal. Floriano > Duque de Caxias (S); CasaEstudante > D. Pedro II > XV De Novembro > Rua Benjamin Constant > Rua Almirante Barroso > Av.Bento Gonçalves >Av. Duque De Caxias (S); Casa Estudante > Dom Pedro II >Rua Garibaldi > Av.Jucelino > Av. Bento Gonçalves > Av. Duque Caxias (S)07:25/07:40 Casa Estudante > D. Pedro II > Gal. Osório > Floriano > Av. Duque De Caxias (S)08:30/09:15/10:00/10:30/10:55 Casa Estudante > D. Pedro II > Gal. Osório > Av. Bento Gonçalves >Av. Duque De Caxias (S)12:00 Casa Estudante > D. Pedro II > XV De Novembro > Rua Benjamin Constant > Rua AlmiranteBarroso > Av. Bento Gonçalves >Av. Duque De Caxias (S);12:30 Casa Estudante > D. Pedro II > Gal.Osório > Av. Bento Gonçalves > Av. Duque De Caxias (S)13:15 Casa Estudante > D. Pedro II > XV De Novembro > Rua Benjamin Constant >Rua AlmiranteBarroso > Av. Bento Gonçalves > Av. Duque De Caxias (S); Cohabrim > Av. Bento Gonçalves >Av.Jucelino > Garibaldi > Dom Pedro II >Marcílio Dias > Tiradentes > Av. Brasil >Sete de Abril > FredericoBastos > Av. Duque de Caxias (S)13:20/13:30 Casa Estudante > D. Pedro II > Gal. Osório > Floriano > Av. Duque De Caxias (S)14:0014:35/15:15/16:00/17:25 Casa Estudante > D. Pedro II > Gal. Osório > Av. Bento Gonçalves > Av.Duque De Caxias (S)Campus – Pelotas08:05/08:45/09:30/10:00/10:30 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > SaldanhaMarinho >Tiradentes > Casa Estudante (S)11:00 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes > CasaEstudante > Gal.Osório> Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla (S)11:35 Av. Duque de Caxias >Av. Dom Joaquim >Av. Jucelino Kubitschek até o Big CohabPrin via Simões(S),12:30 Av. Duque de Caxias > Marcílio Dias >Av. Bento Gonçalves > Mal Deodoro >Tiradentes > CasaEstudante (S)13:00 Av. Duque de Caxias > Coca-Cola >Av. Bento Gonçalves > Mal Deodoro >Tiradentes > CasaEstudante (S)13:30 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes > CasaEstudante (S)14:05/14h45/15h30 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho>Tiradentes > Casa Estudante (S)16:00/17h00: Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes >Casa Estudante > Gal.Osório> Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla (S)16:25 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes > CasaEstudante (S)13
  15. 15. (Transporte - continuação)17:35 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes > CasaEstudante > Gal.Osório> Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla (S) Av. Duque de Caxias > Frederico Bastos >Sete de Abril > Av. Brasil >Tiradentes > Casa do Estudante > Dom Pedro II > Garibaldi > Av. Jucelino atéCohabrim (S) Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Tiradentes > Casa do Estudante >Dom Pedro II > XV de Novembro > Benjamin Constant > Barroso> Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla(S)Av. Duque de Caxias >Av. Bento Gonçalves >General Ósorio > Leonardo Collares > Fernando Osório >Av.Dom Joaquim >Av. Jucelino Kubitschek até o Big18:35 Av. Duque de Caxias > Baltazar Brum> Lobo da Costa > Saldanha Marinho >Tiradentes > CasaEstudante > Gal.Osório> Av. Bento Gonçalves até Sta Tecla (S)Microônibus gratuito Anglo/Porto/ICH/FAUrb/IAD:Mapa: http://ccs.ufpel.edu.br/wp/wp-content/uploads/2011/11/roteiro.jpgHorários: das 7h45 até 22h00, de 15 em 15 minutos.Pontos de parada: Lobo da Costa (esq. Almirante Barroso), Alberto Rosa (esq. Almirante Tamandaré) eGomes Carneiro (interior do Campus Porto).Telefones úteisTELEFONES ÚTEIS:Aeroporto: (53) 3223-1227Água e Esgoto – SANEP: (53) 3227-5402SAMU: 192 ou (53) 3225-0032Bombeiros: 193 ou (53) 3222-2222Brigada Militar: (53) 190 ou (53)3309-5311Correios e Telégrafos: (53) 3227-2390Delegacia da Mulher: (53) 3225-6888Delegacia de Polícia Regional: (53) 3222-9561Informações Municipais: (53)3309-6000Luz – CEE: 0800-999196Polícia Civil: 197 ou (53)3222-2000Posto de Informações Turísticas: (53) 3282-1001/3284-6712Procon: (53) 3284-4477Centro de Informações Anti-veneno – CIAVE (BA): 0800-2844343SEBOSSebo Monquelat: Endereço: Rua Gen. Telles, 558 - Tel: 3223-1514Dom da Palavra: Endereço: Rua Dom Pedro II, 829Monte Cristo: Endereço: Rua XV de Novembro, 913 - Tel: 3027-5172Sebo Zé Carioca: Endereço: Rua Andrade Neves, 2457 - Tel: 3222-8269Sebo Icaria: Endereço: Rua Tiradetes, 2579 - Tel: 3025-1482Sebo Icaria 2: Endereço: Rua Dom Pedro II, 838 – Junto ao Woodstock - Tel: 3028-125214
  16. 16. RESTAURANTES BARATOSRestaurante Escola (RE):Endereço do antigo, embaixo da CEU: Esquina entre as Ruas Andrade Neves e General TellesEndereço do novo: Rua XV de Novembro, 510, entre Rua Tiradentes e General TellesRestaurante Churrascaria Stigger: Endereço: Rua Barão Santa Tecla, 511Restaurante ICE: Endereço: Rua Andrade Neves, 1214Restaurante Rincão Nativo: Endereço: Rua Feliz da Cunha, 859 - Tel: 3227-8699Restaurante Popular: Endereço: Rua Três de Maio, 1068 - Tel: 3028-1252RESTAURANTES PRÓXIMOS A FAMEDPrimavera: Endereço: Av. Duque de Caxias, 348. Próximo ao quartel.Du chef: Endereço: Av. Duque de Caxias,Flani: Endereço: Av. Duque de Caxias, 132 - Tel: 3271-5583Padaria Pane Nostro: Endereço: Av. Duque de Caxias, 182 (ao lado da Academia Power House)RESTAURANTES VEGETARIANOSRestaurante Teia Ecológica: Endereço: Cel Pedro Osório, 63 - Tel: 3283-7184Restaurante e Padaria Tão: Endereço: Rua Anchieta, 2253 - Tel: 3225-4577Padaria Princesa Isabel: Endereço: Rua Princesa Isabel, 304 - Tel: 3227-8238Eco Restaurante e Café: Endereço: Rua Gonçalves Chaves, entre Gal. Neto e Sete de Setembro, nº 708blog: ecorestaurantecafe.blogspot.comDOCES e CAFÉSCafé Aquarius: Endereço: Rua XV de Novembro, 602 - tel: 3222-6544Croassonho: Endereço:Rua XV de Novembro, 673 - Tel: (53)3222-9165Confeitaria Berola: Endereço: Av. Bento Gonçalves, 3721Doceria Pelotense:Endereço: Rua XV de Novembro, 579 - Telefone: (53) 3222-2534Pérola Doces Finos: Endereços: Rua General Osório, 1211 e Av Bento Gonçalves, 3721Doces & Idéias: Endereço: Rua Pinto Martins, 885Trufas Meuy: Endereço: Rua Anchieta, 2091FARMÁCIAS POPULARESAgafarma:Endereço 1: Rua Mal. Deodoro, 756 - Tele-entrega: (53) 3025-5050Endereço 2: Rua Gen. Osório, 1352 - Telentrega: (53)3222-711Farmácia Econômica: Endereço: Rua Gal. Osório, 751Farmácia Dose Efeito: Endereço: Rua General Netto, 4215
  17. 17. BRICKS / MÓVEIS USADOSPorão Arte e Antiguidades: Endereço: R. Gal Neto,532Bric do Alemão: Endereço: Rua Dq. De Caxias, 521 –FragataBrick Pelotas: Endereço: R. Dom Pedro II, 1115Bric Antiquário Americano: Endereç:o Rua MarechalDeodoro, 507Bric Gaucho: Endereço: Rua General Osório, 917Bric Rocha: Endereço: Av. Duque de Caxias, 917Brik Móveis bons Amigos: Endereço: Av. Duque deCaxias, 111Brick Tudo de Bom de Valdir Belem: Endereço: R.Tiradentes, 1626Brick Vitória: Endereço: R. Tiradentes, 1891SERVIÇOS GERAIS:Lavanderias:Expresso (tele-entrega): Rua Silva Paes 680 - Tel:9153-2429, 3281-4549, 8403-6902, 8443-0875Skips: Rua Santos Dumont, 773A - Tel: (53) 3222-5470, Cel: (53) 8423-6516Scoop: Rua Gonçalves Chaves, 651 - Tel: 3227-6654Disk-Lav: Rua Professor Doutor Araújo, 1157 - Tel:3222-1191Look; Avenida Duque Caxias, 95 - Tel: 3221-1608Materiais elétricos e hidráulicos:Ferreira: R Marechal Deodoro, 1020 - Centro - Tel:3227-2211Polliwatts Materiais e Manutenção: R DoutorAmarante, 779 - Tel: 3307-2333Emetec Comercial e Instaladora: R Rafael PintoBandeira, 2144 - Tel: 3025-2139Chaveiros:Andrade 24h - nº 1242 - Tel: 9152-2417 | 8115-1407| 8456-8908Félix 24h: nº 502 - Tel: 8131-6653Casa de Chaves Brasil: Av. Duque de Caxias 668 - Tel:3221-0288LANCHESCirculus:Endereço: Rua Três de Maio, 850Tele-entrega: (52)3225-6077Trailer: de segunda à sábado, das 17h00 às02h00 EXCETO feriados - Tel: 3027-6077Tele Entrega: de segunda à sábado, das 11h00 à01h00 EXCETO feriados - Tel: 3225-6077Nova Unidade: de segunda à sábado, das 11h00à 19h00 EXCETO feriados - Tel: 3225-6077Sanata: Endereço: R. 3 de Maio 872 - Tel: (53)3227-2575Polonga Lanches: Endereço: Av. Duque de Caxias- Tel: (53) 3221-0531Komilão Lanches: Endereço: Praça 20 deSetembro, 20 - Tel: (53) 3229-1939Reds Burger: Endereço: Avenida Duque de Caxias,336 - Tel: (53) 3278-5020IMOBILIÁRIASEduardo Lang Imóveis: Endereço: R. AlmiranteBarroso, 2024 - Tel: (53)3225-5088Casarão Imóveis: Endereço: R. Félix da Cunha,656 - Tel: (530 3284-0800Fuhro Souto: Endereço: R. Gonçalves Chaves, 762- Tel: (53) 3025-8531Site: www.fuhrosouto.com.brProlar Imóveis: Endereço: R. General Neto, 1236 -Tel: 3225-2888Site: www.prolarimoveis.imb.brRaphael Imóveis: Endereço: R. José Bonifácio,1041 - Tel: (53) 3243-2324Site: www.rafaeleimoveis.comSérgio Corrêa Imóveis: Endereço: R. Sete deSetembro, 160/802 - Tel: (53) 3227.3544 |8115.9517Site: www.sergiocorreaimoveis.com.b16
  18. 18. Roteiro de baladasPra quem vai ficar pelo menos 6 anos em Pelotas, éóbvio que não dá pra se enterrar nosBaiucaPonto de referência: perto do SupermercadoParaísoQuando? Quartas, sextas e sábadoslivros o tempo todo. Abrigando uma enorme população Bomba: quartasuniversitária, Pelotas não te deixa na mão quando oassunto é sair e curtir: a cidade atende praticamentetodos os gostos. Tá aí uma lista bem humorada dasprincipais festas/baladas que rolam em Satolep.Boteco do SerginhoPonto de referência: a meia quadra da UCPelQuando? De terça a sexta, às vezes, aos sábados.Bomba: terças e quintasO que toca: sertanejo e pagodeDiferencial: bebida barata e a galera das agráriasBebida característica: cerveja bem geladaJoão GilbertoPonto de referência: mesma quadra do Boteco doSerginhoQuando? De terça aos sábadosBomba: terças e quintas (pagode), quarta (showsespeciais)O que toca: MPB, samba, rock (todas as noites é aprimeira banda), pagode e sertanejoDiferencial: programação é bem ecléticaBebida Característica: caipirinhaNova York Irish Pub (NYIP)Ponto de referência: uma quadra do calçadãoQuando? Quartas, sextas e sábadosBomba: quartasO que toca: rockDiferencial: o melhor lugar pra quem curte RockBebida característica: whisky e cervejas especiaisThe WayPonto de Referência: em frente ao Mercado MunicipalQuando? Sextas e sábadosBomba: sextasO que toca: pop e eletrônicaDiferencial: balada GLSBebida característica: vodca com energéticoO que toca: pop, eletrônicaDiferenciais: open bar nas quartas-feirasDegrau Sertanejo (DS)Ponto de referência: duas quadras da praçaprincipalQuando? Quartas, sextas, sábados e domingosBomba: finaleira das outras festasO que toca: sertanejo, pagode, forróDiferencial: festa bem do povãoBebida característica: cerveja e caipirinhaFestas da HelôQuando? Ao gosto da Helô (geralmente, a cadaduas semanas)Bomba: todas as festasO que toca: música brasileira e alternativaDiferencial: galera alternativaBebida característica: álcool puroVênus Lounge BarPonto de referência: perto do prédio do Direito daUFPelQuando? Sextas e sábadosBomba: sextasO que toca: pop, rock, eletrônica, pagode, sertanejoDiferenciais: boa infraestruturaBebida característica: baldinhos de cervejaFesta do X (Décimo)Ponto de referência: FenadoceQuando: uma por semestreBomba: sempre!O que toca: de tudo, além de grandes showsDiferenciais: maior festa do Sul do Estado; ver seuprofessor dando PTBebida Característica: cerveja liberada (se for deAmigo do Décimo: todas as bebidas liberadas)17
  19. 19. XalassaPonto de referência: o lugar em que acontece variade semestre para semestreQuando: uma por semestreBomba: quando temO que toca: de tudoDiferenciais: festa à fantasia (obrigatória)Santa MarthaPonto de referência: frente da UCPel pela Dom PedroIIQuando? Sextas e sábadosBomba: de acordo com a festaO que toca: principalmente rock (mas não é sempre)Bebida característica: cerveja de litrão da Stella ouBebida característica: cerveja e vodka com energéticoliberadosBar do ZéBudCarreteiros das AgráriasPonto de referência: a duas quadras do ICH (Instituto Ponto de referência: o CTG de escolha da turma quede Ciências Humanas)Quando? De segunda a sábado.Bomba: noites de calorO que toca: vozes humanasDiferencial: o povo das Humanas lota as ruas doPortoBebida característica: cerveja de litroPapuera BarPonto de Referencia: em frente ao IADQuando? De terça à sábadoBomba: noites de calorO que toca: rock é o som ambienteDiferencial: mesas e cadeiras no ambiente interno ena calçadaBebida característica: cerveja e o que mais desejarRua Gonçalves ChavesPonto de referência: em frente à UCPelQuando? De segundas a sábados.realizaQuando? Quando alguma turma da veterinária ouda agronomia decide fazerBomba: sempreO que toca: sertanejo, pagode e o que mais estiverbombandoDiferencial: a festa começa ao meio dia comcarreteiro de almoço e acaba às 10 da noiteBebida característica: cerveja barataPlay Club MusicPonto de referência: em frente ao Bar da TiaQuanto? Quartas e sábadosBomba: sábadosO que toca: só música eletrônicaDiferencial: elite pelotenseBebida característica: baldinhos (de champanhe,vodka ou whisky)Galpão Satolep CircusBomba: dias de muito calor, esquenta pras festas da Ponto de referência: portoredondeza e quando não se tem festas para irO que toca: divulgação de festasDiferencial: galera da rival, a CatólicaBebida característica: Caipirinha da Tia, cervejabarata no Zero Grau e outros bares da quadraQuando? Sextas e sábadosBomba: de acordo com a festa que é realizada (Rockin Bio, Zero Zero, Hêlo...)O que toca: normalmente rock, mas variaDiferencial: turmas realizam festas variadas lá, háfestas da helô e convidados também, aprogramação nunca é a mesma (tem que ficar ligadonas divulgações do face)Bebida característica: qualquer uma muito barata18

×