SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Ingrid Vasconcelos          Daniele Costa

Gabriele de Lima                 Alex
                                                        Atila Lima
O processo ensino aprendizagem treinamento é um conjunto de
processos pedagogicamente organizados, tendo com base a organização
didático –metodológica adequadamente estruturada com relação aos
conteúdos inerentes a cada fase do desenvolvimento.


     As atividades motoras propostas deverão enfatizar a aprendizagem
incidental, isto é, a possibilidade de aprender jogando, aprender
brincando,sem que o processo se torne repetitivo e cansativo.


     O aprender sem a intensão formal de aprender,resgatando os jogos e
as brincadeiras populares.
Coordenativas, habilidades técnicas, capacidades táticas básicas
aos esportes coletivos.




Esporte coletivo sempre deve estar presente nos planos de
aula, pois através dele será possível utilizar de temas TRANSVERSAIS
para a formação dos alunos com cidadãos-criticos e reflexivos.
Desse modo, a iniciação esportiva pode atuar como um vetor de
socialização, de desenvolvimento da personalidade, de facilitador da
interpretação e ordenamento de informações, de mediador da
inter-relação das funções intelectuais, do conhecimento das reais
possibilidades motoras, da formação de conceitos passiveis de
oferecer soluções as situações de jogos-esporte, como mediador
para oportunizar a soma de experiências e vivencias de movimento.



O ensino aprendizagem treinamento com crianças e adolescentes é
um processo de formação, de preparação ,não somente para o
esporte de alto nível, mas também preparação para a
conscientização de que a atividade física é um meio para alcançar
uma vida salutar, ou seja, promoção da saúde.
Aqui elegemos a escola como um espaço adequado para que uma
nova concepção de Ginástica seja construída, tornando-se mais
agradável e praticável em outros espaços, com prazer e satisfação
pessoal, sem compromisso com a produtividade.

Além da dimensão técnica da Ginástica e das questões referentes às
capacidades físicas básicas para desenvolver a qualidade do
movimento, é importante que formas criativas de prática (com e por
prazer) sejam abordadas.
Essas orientações contribuirão para que o aluno compreenda as
diferenças de performance entre os praticantes de Ginástica e ainda
suas possibilidades nos vários campos de atuação.
Historicamente, a Ginástica tem sido desprestigiada como conteúdo nas
escolas de ensino básico em razão das características que assumiu ao
Longo do tempo, de atividade mecanizada e estafante com vistas à
preparação física para a prática do esporte e de outros temas da
Educação Física escolar.

O movimento circense influênciou a construção dos exercícios da
Ginástica científica, os quais foram metrificados, mecanizados e
desenvolvidos com base nas ciências biológicas, dando origem aos
métodos ginásticos.

Cabia à Ginástica promover a saúde, desenvolver a coragem
e a moral, bem como regenerar a raça, e, para isso, o corpo deveria
movimentar-se na direção de um alinhamento predeterminado,
tendo ossos, musculatura e articulações trabalhados em
função disso.
A Educação Física envolveu-se com as tarefas da escola, com o ato de
aprender e com o desenvolvimento da criança. Assim, a Educação
Física passa a ser um meio para aprender as outras disciplinas e para
a socialização.
Nesse panorama, pretendeu-se que a Ginástica e os demais
conteúdos da
Educação Física se atrelassem à visão psicomotora.

A Ginástica, no entanto, possibilita a vivência de inúmeras e ricas
experiências corporais que contribuem significativamente para o
aluno
ampliar e aprofundar os conhecimentos da cultura corporal de
movimento, por meio de sua forma particular de exercitação.
É importante lembrar que, no século XIX, a Ginástica era o conteúdo
de ensino da Educação Física, estabelecendo-se na escola sobre a
égide dos bons costumes e da disciplina, perdendo sua hegemonia
com o movimento esportivo, sendo relegado à preparação física para
o esporte, que assumiu o seu lugar. Desde então a Ginástica só teria
espaço nas aulas como conteúdo da forma esportivizada.
Atletismo nas escolas
- Atletismo pouco difundindo nas escolas no Brasil
- Fatores que dificultam o ensino do atletismo nas escolas
- Reconhecendo o valor do atletismo
- Adquirir maior conhecimento do atletismo
- Apresentar e explicar as provas e categorias oficiais
- Atletismo no campo prático
- Competições como motivação.
Qual o método mais apropriado para o desenvolvimento da
aprendizagem dos fundamentos do voleibol?
Há profundas divergências entre duas linhas de atuação, que
diferem na ordenação das sequências.


-Histórico
-Iniciação, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos fundamentos,
Processo de seleção
- Metodologia de ensino do voleibol. Aspectos técnicos e táticos.
-Voleibol adaptado às populações especiais
-Regulamentação e arbitragem
Compreender os principais aspectos históricos ligados à
modalidade, bem como compreender, estruturar e aplicar os
fundamentos técnicos e táticos do voleibol, relacionados ao
esporte educacional e aplicar sua regulamentação.
- Analisar e compreender a evolução histórica do voleibol,
relacionando com os aspectos técnicos, táticos e administrativos
da modalidade;
- Identificar, compreender, desenvolver e aplicar, de maneira
prática e teórica, os processos de ensino-aprendizagem dos
fundamentos técnicos e táticos do voleibol;
- Reconhecer e aplicar os diferentes métodos de ensino
adaptados ao voleibol em sua dimensão educacional;
- Conhecer, desenvolver e aplicar as principais variações de
prática da modalidade.
- Conhecer e aplicar a regulamentação básica da modalidade
O handebol é uma modalidade desportiva criada em
1915, pelo alemão Karl Schellenz, sendo uma
adaptação do futebol em que duas equipes, cada qual
composta de sete jogadores, tenta marcar gols com as
mãos. O único jogador que pode utilizar os pés para
tocar na bola é o goleiro.
Curiosamente, nós brasileiros, que adoramos
gols, não apresentamos grande interesse pelo
handebol. Talvez por ser um esporte que não é
transmitido nem pela televisão e nem pelo rádio.
Então, onde é que descobrimos como praticar o
handebol? A resposta é simples: nas aulas de
Educação Física (ainda que alguns professores
insistam em não ensinar) e em alguns clubes.
As atividades práticas têm como
objetivo orientar tarefas,
possibilitando reflexão e criação de
variações, desafiando e incentivando
a criatividade dos alunos, solicitando
novas idéias, novas regras,
novas formas de realizar os jogos,
adaptando-os a seu grupo, seu
contexto.
Handebol Lúdico
Iniciar o desenvolvimento de fundamentos do Handebol através
de atividades lúdicas.

                 Passe de bola quicando




                                          Handebol de baliza
“O Handebol é um esporte dinâmico para todas as habilidades e
condições psicomotoras”.




Vamos, portanto, desenvolver o talento que há emcada um de
nós e o gosto pela prática dos esportes.
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação Física 6º ao 9º ano
Educação Física 6º ao 9º anoEducação Física 6º ao 9º ano
Educação Física 6º ao 9º ano
Rogerio Melo
 
Conteúdos das aulas de educação física
Conteúdos das aulas de educação físicaConteúdos das aulas de educação física
Conteúdos das aulas de educação física
FRANCISCO MAGNO CARNEIRO
 

Mais procurados (20)

Atletismo
AtletismoAtletismo
Atletismo
 
Aula 01 fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Aula 01   fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazerAula 01   fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
Aula 01 fundamentos da educacao fisica, recreacao e lazer
 
Jogos e brincadeiras
Jogos e brincadeirasJogos e brincadeiras
Jogos e brincadeiras
 
Educação Física 6º ao 9º ano
Educação Física 6º ao 9º anoEducação Física 6º ao 9º ano
Educação Física 6º ao 9º ano
 
Historia da Ed. Física no Brasil
Historia da Ed. Física no BrasilHistoria da Ed. Física no Brasil
Historia da Ed. Física no Brasil
 
As principais tendências pedagógicas da educação física escolar a partir da d...
As principais tendências pedagógicas da educação física escolar a partir da d...As principais tendências pedagógicas da educação física escolar a partir da d...
As principais tendências pedagógicas da educação física escolar a partir da d...
 
Ginástica
GinásticaGinástica
Ginástica
 
Dança também é atividade física
Dança também é atividade físicaDança também é atividade física
Dança também é atividade física
 
Ed fisica escolar
Ed fisica escolarEd fisica escolar
Ed fisica escolar
 
Atletismo introdução
Atletismo  introduçãoAtletismo  introdução
Atletismo introdução
 
Slide de educação fisica
Slide de educação fisicaSlide de educação fisica
Slide de educação fisica
 
A história de Lazer no Brasil
A história de Lazer no BrasilA história de Lazer no Brasil
A história de Lazer no Brasil
 
Historia da Educação Física
Historia da Educação FísicaHistoria da Educação Física
Historia da Educação Física
 
Educação Física e Lazer
Educação Física e Lazer Educação Física e Lazer
Educação Física e Lazer
 
Jogos e brincadeiras
Jogos e brincadeirasJogos e brincadeiras
Jogos e brincadeiras
 
Conteúdos das aulas de educação física
Conteúdos das aulas de educação físicaConteúdos das aulas de educação física
Conteúdos das aulas de educação física
 
Slide história da educação física-blog
Slide história da educação física-blogSlide história da educação física-blog
Slide história da educação física-blog
 
Aula introdução ed. fisica
Aula introdução ed. fisicaAula introdução ed. fisica
Aula introdução ed. fisica
 
Cultura corporal
Cultura corporalCultura corporal
Cultura corporal
 
Aula01:
Aula01:Aula01:
Aula01:
 

Destaque

Metodologia de ensino aprendizagem dos esportes
Metodologia de ensino aprendizagem dos esportesMetodologia de ensino aprendizagem dos esportes
Metodologia de ensino aprendizagem dos esportes
rudney2011
 
Introdução ao estudo do esporte
Introdução ao estudo do esporteIntrodução ao estudo do esporte
Introdução ao estudo do esporte
Rafael Laurindo
 
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo IntegralRecreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
danilopipcbc
 
Caderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integralCaderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integral
Paula Pereira
 
Circuito e circuitinho montanhes oficial
Circuito e circuitinho montanhes  oficialCircuito e circuitinho montanhes  oficial
Circuito e circuitinho montanhes oficial
ADFacex
 
Projeto: cineclube avaliado
Projeto: cineclube avaliadoProjeto: cineclube avaliado
Projeto: cineclube avaliado
LABICEDCOM
 
Cinema na sala aula
Cinema na sala aulaCinema na sala aula
Cinema na sala aula
DC
 
Artigo Educação Física e Obesidade Infantil
Artigo Educação Física e Obesidade InfantilArtigo Educação Física e Obesidade Infantil
Artigo Educação Física e Obesidade Infantil
Fernando S. S. Barbosa
 
Esportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito Antigo
Esportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito AntigoEsportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito Antigo
Esportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito Antigo
Bruno Zabot
 
Apostila cineclubista
Apostila cineclubistaApostila cineclubista
Apostila cineclubista
Luara Schamó
 

Destaque (20)

Metodologia de ensino aprendizagem dos esportes
Metodologia de ensino aprendizagem dos esportesMetodologia de ensino aprendizagem dos esportes
Metodologia de ensino aprendizagem dos esportes
 
Conceitos Variados de Esporte
Conceitos Variados de EsporteConceitos Variados de Esporte
Conceitos Variados de Esporte
 
Esporte Educacional, formação integral do educando e valorização do professor-
Esporte Educacional, formação integral do educando e valorização do professor-Esporte Educacional, formação integral do educando e valorização do professor-
Esporte Educacional, formação integral do educando e valorização do professor-
 
Oficina de prática esportiva planejamento
Oficina de prática esportiva  planejamentoOficina de prática esportiva  planejamento
Oficina de prática esportiva planejamento
 
Projeto Esporte Social
Projeto Esporte SocialProjeto Esporte Social
Projeto Esporte Social
 
Introdução ao estudo do esporte
Introdução ao estudo do esporteIntrodução ao estudo do esporte
Introdução ao estudo do esporte
 
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo IntegralRecreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
Recreação, Lazer e Jogos Pedagógicos no Tempo Integral
 
Caderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integralCaderno de boas práticas tempo integral
Caderno de boas práticas tempo integral
 
Circuito e circuitinho montanhes oficial
Circuito e circuitinho montanhes  oficialCircuito e circuitinho montanhes  oficial
Circuito e circuitinho montanhes oficial
 
Projeto: cineclube avaliado
Projeto: cineclube avaliadoProjeto: cineclube avaliado
Projeto: cineclube avaliado
 
Cinema na sala aula
Cinema na sala aulaCinema na sala aula
Cinema na sala aula
 
Futebol futsal1
Futebol futsal1Futebol futsal1
Futebol futsal1
 
História do futebol
História do futebolHistória do futebol
História do futebol
 
Artigo Educação Física e Obesidade Infantil
Artigo Educação Física e Obesidade InfantilArtigo Educação Física e Obesidade Infantil
Artigo Educação Física e Obesidade Infantil
 
O uso de filmes em sala de aula e a aprendizagem significativa
O uso de filmes em sala de aula e a aprendizagem significativaO uso de filmes em sala de aula e a aprendizagem significativa
O uso de filmes em sala de aula e a aprendizagem significativa
 
Esportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito Antigo
Esportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito AntigoEsportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito Antigo
Esportes como fator social na Grécia Antiga e no Egito Antigo
 
Aula 2 dionisio - conceitos
Aula 2   dionisio - conceitosAula 2   dionisio - conceitos
Aula 2 dionisio - conceitos
 
O cinema como instrumento de construção do conhecimento
O cinema como instrumento de construção do conhecimentoO cinema como instrumento de construção do conhecimento
O cinema como instrumento de construção do conhecimento
 
Apostila cineclubista
Apostila cineclubistaApostila cineclubista
Apostila cineclubista
 
Esporte, Lazer e Juventude
Esporte, Lazer e JuventudeEsporte, Lazer e Juventude
Esporte, Lazer e Juventude
 

Semelhante a Esporte educacional

Plano de ensino modelo exc-antigo
Plano de ensino  modelo exc-antigoPlano de ensino  modelo exc-antigo
Plano de ensino modelo exc-antigo
Francisco de Sousa
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
christianceapcursos
 
Dimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila Mourão
Dimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila MourãoDimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila Mourão
Dimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila Mourão
Rogerio Melo
 
Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02
Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02
Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02
Marcelo Santos
 
Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02
Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02
Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02
Marcelo Santos
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticA
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticALivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticA
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticA
Luiza Ferreira
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticLivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Instrutor Luciano Prates
 
Pedagogia do futsal na escola e na iniciação
Pedagogia do futsal na escola e na iniciaçãoPedagogia do futsal na escola e na iniciação
Pedagogia do futsal na escola e na iniciação
ProfDaniel93
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
christianceapcursos
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticLivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Daniela Salviatto
 

Semelhante a Esporte educacional (20)

Plano de ensino modelo exc-antigo
Plano de ensino  modelo exc-antigoPlano de ensino  modelo exc-antigo
Plano de ensino modelo exc-antigo
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
 
Módulo 02 dimensões pedagógicas do esporte
Módulo 02  dimensões pedagógicas do esporteMódulo 02  dimensões pedagógicas do esporte
Módulo 02 dimensões pedagógicas do esporte
 
Dimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila Mourão
Dimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila MourãoDimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila Mourão
Dimensões Sociais do Esporte. Profª Drª. Vera Costa e Profª Drª. Ludmila Mourão
 
Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02
Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02
Brinquedopetecafutebol 111215094426-phpapp02
 
Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02
Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02
Jogosebrincadeirasatletismoeginastic 130224134618-phpapp02
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticA
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticALivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticA
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticA
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticLivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
 
Brinquedo, peteca, futebol
Brinquedo, peteca, futebolBrinquedo, peteca, futebol
Brinquedo, peteca, futebol
 
Pedagogia do futsal na escola e na iniciação
Pedagogia do futsal na escola e na iniciaçãoPedagogia do futsal na escola e na iniciação
Pedagogia do futsal na escola e na iniciação
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
A CONTRIBUIÇÃO DOS JOGOS PRÉ-DESPORTIVOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO ENSI...
 
Modulo 05 manifestacoes esportes
Modulo 05   manifestacoes esportesModulo 05   manifestacoes esportes
Modulo 05 manifestacoes esportes
 
22 esporte com_raquetes_nas_aulas_de_ed_fisica
22 esporte com_raquetes_nas_aulas_de_ed_fisica22 esporte com_raquetes_nas_aulas_de_ed_fisica
22 esporte com_raquetes_nas_aulas_de_ed_fisica
 
7cc27-bianchi,-camila.-iniciacao-esportiva-na-escola.-lages,-unifacvest,-2011...
7cc27-bianchi,-camila.-iniciacao-esportiva-na-escola.-lages,-unifacvest,-2011...7cc27-bianchi,-camila.-iniciacao-esportiva-na-escola.-lages,-unifacvest,-2011...
7cc27-bianchi,-camila.-iniciacao-esportiva-na-escola.-lages,-unifacvest,-2011...
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticLivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
 
Livrodejogosebrincadeirasatletismoeginastica
LivrodejogosebrincadeirasatletismoeginasticaLivrodejogosebrincadeirasatletismoeginastica
Livrodejogosebrincadeirasatletismoeginastica
 
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginasticLivro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
Livro de jogos e brincadeiras, atletismo e ginastic
 
Modulo 01 pedagogia do esporte
Modulo 01 pedagogia do esporteModulo 01 pedagogia do esporte
Modulo 01 pedagogia do esporte
 
14. didatica aplicada a ef
14. didatica aplicada a ef14. didatica aplicada a ef
14. didatica aplicada a ef
 
Vol3 edufisica
Vol3 edufisicaVol3 edufisica
Vol3 edufisica
 

Esporte educacional

  • 1. Ingrid Vasconcelos Daniele Costa Gabriele de Lima Alex Atila Lima
  • 2.
  • 3. O processo ensino aprendizagem treinamento é um conjunto de processos pedagogicamente organizados, tendo com base a organização didático –metodológica adequadamente estruturada com relação aos conteúdos inerentes a cada fase do desenvolvimento. As atividades motoras propostas deverão enfatizar a aprendizagem incidental, isto é, a possibilidade de aprender jogando, aprender brincando,sem que o processo se torne repetitivo e cansativo. O aprender sem a intensão formal de aprender,resgatando os jogos e as brincadeiras populares.
  • 4. Coordenativas, habilidades técnicas, capacidades táticas básicas aos esportes coletivos. Esporte coletivo sempre deve estar presente nos planos de aula, pois através dele será possível utilizar de temas TRANSVERSAIS para a formação dos alunos com cidadãos-criticos e reflexivos.
  • 5. Desse modo, a iniciação esportiva pode atuar como um vetor de socialização, de desenvolvimento da personalidade, de facilitador da interpretação e ordenamento de informações, de mediador da inter-relação das funções intelectuais, do conhecimento das reais possibilidades motoras, da formação de conceitos passiveis de oferecer soluções as situações de jogos-esporte, como mediador para oportunizar a soma de experiências e vivencias de movimento. O ensino aprendizagem treinamento com crianças e adolescentes é um processo de formação, de preparação ,não somente para o esporte de alto nível, mas também preparação para a conscientização de que a atividade física é um meio para alcançar uma vida salutar, ou seja, promoção da saúde.
  • 6. Aqui elegemos a escola como um espaço adequado para que uma nova concepção de Ginástica seja construída, tornando-se mais agradável e praticável em outros espaços, com prazer e satisfação pessoal, sem compromisso com a produtividade. Além da dimensão técnica da Ginástica e das questões referentes às capacidades físicas básicas para desenvolver a qualidade do movimento, é importante que formas criativas de prática (com e por prazer) sejam abordadas. Essas orientações contribuirão para que o aluno compreenda as diferenças de performance entre os praticantes de Ginástica e ainda suas possibilidades nos vários campos de atuação.
  • 7. Historicamente, a Ginástica tem sido desprestigiada como conteúdo nas escolas de ensino básico em razão das características que assumiu ao Longo do tempo, de atividade mecanizada e estafante com vistas à preparação física para a prática do esporte e de outros temas da Educação Física escolar. O movimento circense influênciou a construção dos exercícios da Ginástica científica, os quais foram metrificados, mecanizados e desenvolvidos com base nas ciências biológicas, dando origem aos métodos ginásticos. Cabia à Ginástica promover a saúde, desenvolver a coragem e a moral, bem como regenerar a raça, e, para isso, o corpo deveria movimentar-se na direção de um alinhamento predeterminado, tendo ossos, musculatura e articulações trabalhados em função disso.
  • 8. A Educação Física envolveu-se com as tarefas da escola, com o ato de aprender e com o desenvolvimento da criança. Assim, a Educação Física passa a ser um meio para aprender as outras disciplinas e para a socialização. Nesse panorama, pretendeu-se que a Ginástica e os demais conteúdos da Educação Física se atrelassem à visão psicomotora. A Ginástica, no entanto, possibilita a vivência de inúmeras e ricas experiências corporais que contribuem significativamente para o aluno ampliar e aprofundar os conhecimentos da cultura corporal de movimento, por meio de sua forma particular de exercitação.
  • 9. É importante lembrar que, no século XIX, a Ginástica era o conteúdo de ensino da Educação Física, estabelecendo-se na escola sobre a égide dos bons costumes e da disciplina, perdendo sua hegemonia com o movimento esportivo, sendo relegado à preparação física para o esporte, que assumiu o seu lugar. Desde então a Ginástica só teria espaço nas aulas como conteúdo da forma esportivizada.
  • 10. Atletismo nas escolas - Atletismo pouco difundindo nas escolas no Brasil - Fatores que dificultam o ensino do atletismo nas escolas - Reconhecendo o valor do atletismo - Adquirir maior conhecimento do atletismo - Apresentar e explicar as provas e categorias oficiais - Atletismo no campo prático - Competições como motivação.
  • 11. Qual o método mais apropriado para o desenvolvimento da aprendizagem dos fundamentos do voleibol? Há profundas divergências entre duas linhas de atuação, que diferem na ordenação das sequências. -Histórico -Iniciação, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos fundamentos, Processo de seleção - Metodologia de ensino do voleibol. Aspectos técnicos e táticos. -Voleibol adaptado às populações especiais -Regulamentação e arbitragem
  • 12. Compreender os principais aspectos históricos ligados à modalidade, bem como compreender, estruturar e aplicar os fundamentos técnicos e táticos do voleibol, relacionados ao esporte educacional e aplicar sua regulamentação.
  • 13. - Analisar e compreender a evolução histórica do voleibol, relacionando com os aspectos técnicos, táticos e administrativos da modalidade; - Identificar, compreender, desenvolver e aplicar, de maneira prática e teórica, os processos de ensino-aprendizagem dos fundamentos técnicos e táticos do voleibol; - Reconhecer e aplicar os diferentes métodos de ensino adaptados ao voleibol em sua dimensão educacional; - Conhecer, desenvolver e aplicar as principais variações de prática da modalidade. - Conhecer e aplicar a regulamentação básica da modalidade
  • 14.
  • 15. O handebol é uma modalidade desportiva criada em 1915, pelo alemão Karl Schellenz, sendo uma adaptação do futebol em que duas equipes, cada qual composta de sete jogadores, tenta marcar gols com as mãos. O único jogador que pode utilizar os pés para tocar na bola é o goleiro. Curiosamente, nós brasileiros, que adoramos gols, não apresentamos grande interesse pelo handebol. Talvez por ser um esporte que não é transmitido nem pela televisão e nem pelo rádio. Então, onde é que descobrimos como praticar o handebol? A resposta é simples: nas aulas de Educação Física (ainda que alguns professores insistam em não ensinar) e em alguns clubes.
  • 16. As atividades práticas têm como objetivo orientar tarefas, possibilitando reflexão e criação de variações, desafiando e incentivando a criatividade dos alunos, solicitando novas idéias, novas regras, novas formas de realizar os jogos, adaptando-os a seu grupo, seu contexto.
  • 17. Handebol Lúdico Iniciar o desenvolvimento de fundamentos do Handebol através de atividades lúdicas. Passe de bola quicando Handebol de baliza
  • 18. “O Handebol é um esporte dinâmico para todas as habilidades e condições psicomotoras”. Vamos, portanto, desenvolver o talento que há emcada um de nós e o gosto pela prática dos esportes.