Esporte educacional

1.590 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.590
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esporte educacional

  1. 1. Ingrid Vasconcelos Daniele CostaGabriele de Lima Alex Atila Lima
  2. 2. O processo ensino aprendizagem treinamento é um conjunto deprocessos pedagogicamente organizados, tendo com base a organizaçãodidático –metodológica adequadamente estruturada com relação aosconteúdos inerentes a cada fase do desenvolvimento. As atividades motoras propostas deverão enfatizar a aprendizagemincidental, isto é, a possibilidade de aprender jogando, aprenderbrincando,sem que o processo se torne repetitivo e cansativo. O aprender sem a intensão formal de aprender,resgatando os jogos eas brincadeiras populares.
  3. 3. Coordenativas, habilidades técnicas, capacidades táticas básicasaos esportes coletivos.Esporte coletivo sempre deve estar presente nos planos deaula, pois através dele será possível utilizar de temas TRANSVERSAISpara a formação dos alunos com cidadãos-criticos e reflexivos.
  4. 4. Desse modo, a iniciação esportiva pode atuar como um vetor desocialização, de desenvolvimento da personalidade, de facilitador dainterpretação e ordenamento de informações, de mediador dainter-relação das funções intelectuais, do conhecimento das reaispossibilidades motoras, da formação de conceitos passiveis deoferecer soluções as situações de jogos-esporte, como mediadorpara oportunizar a soma de experiências e vivencias de movimento.O ensino aprendizagem treinamento com crianças e adolescentes éum processo de formação, de preparação ,não somente para oesporte de alto nível, mas também preparação para aconscientização de que a atividade física é um meio para alcançaruma vida salutar, ou seja, promoção da saúde.
  5. 5. Aqui elegemos a escola como um espaço adequado para que umanova concepção de Ginástica seja construída, tornando-se maisagradável e praticável em outros espaços, com prazer e satisfaçãopessoal, sem compromisso com a produtividade.Além da dimensão técnica da Ginástica e das questões referentes àscapacidades físicas básicas para desenvolver a qualidade domovimento, é importante que formas criativas de prática (com e porprazer) sejam abordadas.Essas orientações contribuirão para que o aluno compreenda asdiferenças de performance entre os praticantes de Ginástica e aindasuas possibilidades nos vários campos de atuação.
  6. 6. Historicamente, a Ginástica tem sido desprestigiada como conteúdo nasescolas de ensino básico em razão das características que assumiu aoLongo do tempo, de atividade mecanizada e estafante com vistas àpreparação física para a prática do esporte e de outros temas daEducação Física escolar.O movimento circense influênciou a construção dos exercícios daGinástica científica, os quais foram metrificados, mecanizados edesenvolvidos com base nas ciências biológicas, dando origem aosmétodos ginásticos.Cabia à Ginástica promover a saúde, desenvolver a corageme a moral, bem como regenerar a raça, e, para isso, o corpo deveriamovimentar-se na direção de um alinhamento predeterminado,tendo ossos, musculatura e articulações trabalhados emfunção disso.
  7. 7. A Educação Física envolveu-se com as tarefas da escola, com o ato deaprender e com o desenvolvimento da criança. Assim, a EducaçãoFísica passa a ser um meio para aprender as outras disciplinas e paraa socialização.Nesse panorama, pretendeu-se que a Ginástica e os demaisconteúdos daEducação Física se atrelassem à visão psicomotora.A Ginástica, no entanto, possibilita a vivência de inúmeras e ricasexperiências corporais que contribuem significativamente para oalunoampliar e aprofundar os conhecimentos da cultura corporal demovimento, por meio de sua forma particular de exercitação.
  8. 8. É importante lembrar que, no século XIX, a Ginástica era o conteúdode ensino da Educação Física, estabelecendo-se na escola sobre aégide dos bons costumes e da disciplina, perdendo sua hegemoniacom o movimento esportivo, sendo relegado à preparação física parao esporte, que assumiu o seu lugar. Desde então a Ginástica só teriaespaço nas aulas como conteúdo da forma esportivizada.
  9. 9. Atletismo nas escolas- Atletismo pouco difundindo nas escolas no Brasil- Fatores que dificultam o ensino do atletismo nas escolas- Reconhecendo o valor do atletismo- Adquirir maior conhecimento do atletismo- Apresentar e explicar as provas e categorias oficiais- Atletismo no campo prático- Competições como motivação.
  10. 10. Qual o método mais apropriado para o desenvolvimento daaprendizagem dos fundamentos do voleibol?Há profundas divergências entre duas linhas de atuação, quediferem na ordenação das sequências.-Histórico-Iniciação, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos fundamentos,Processo de seleção- Metodologia de ensino do voleibol. Aspectos técnicos e táticos.-Voleibol adaptado às populações especiais-Regulamentação e arbitragem
  11. 11. Compreender os principais aspectos históricos ligados àmodalidade, bem como compreender, estruturar e aplicar osfundamentos técnicos e táticos do voleibol, relacionados aoesporte educacional e aplicar sua regulamentação.
  12. 12. - Analisar e compreender a evolução histórica do voleibol,relacionando com os aspectos técnicos, táticos e administrativosda modalidade;- Identificar, compreender, desenvolver e aplicar, de maneiraprática e teórica, os processos de ensino-aprendizagem dosfundamentos técnicos e táticos do voleibol;- Reconhecer e aplicar os diferentes métodos de ensinoadaptados ao voleibol em sua dimensão educacional;- Conhecer, desenvolver e aplicar as principais variações deprática da modalidade.- Conhecer e aplicar a regulamentação básica da modalidade
  13. 13. O handebol é uma modalidade desportiva criada em1915, pelo alemão Karl Schellenz, sendo umaadaptação do futebol em que duas equipes, cada qualcomposta de sete jogadores, tenta marcar gols com asmãos. O único jogador que pode utilizar os pés paratocar na bola é o goleiro.Curiosamente, nós brasileiros, que adoramosgols, não apresentamos grande interesse pelohandebol. Talvez por ser um esporte que não étransmitido nem pela televisão e nem pelo rádio.Então, onde é que descobrimos como praticar ohandebol? A resposta é simples: nas aulas deEducação Física (ainda que alguns professoresinsistam em não ensinar) e em alguns clubes.
  14. 14. As atividades práticas têm comoobjetivo orientar tarefas,possibilitando reflexão e criação devariações, desafiando e incentivandoa criatividade dos alunos, solicitandonovas idéias, novas regras,novas formas de realizar os jogos,adaptando-os a seu grupo, seucontexto.
  15. 15. Handebol LúdicoIniciar o desenvolvimento de fundamentos do Handebol atravésde atividades lúdicas. Passe de bola quicando Handebol de baliza
  16. 16. “O Handebol é um esporte dinâmico para todas as habilidades econdições psicomotoras”.Vamos, portanto, desenvolver o talento que há emcada um denós e o gosto pela prática dos esportes.
  17. 17. Obrigada!

×