SlideShare uma empresa Scribd logo

Psicologia social exclusao social

Daniele Rubim
Daniele Rubim
Daniele RubimActor em Cia D'Marques

Psicologia social exclusao social

1 de 13
Baixar para ler offline
Psicologia social
Entendimento do texto: Artimanhas da Exclusão de Bader Sawaia
Reflexos sobre noção de exclusão de Mariangela Wanderley
By Dani Rubim
estudante
DIALETICA EXCLUSAO E INCLUSÃO
 A palavra EXCLUSÃO é utilizada em muitas areas de conhecimento.
 O processo de exclusao é complexo e contraditorio
 Na economia exclusão=pobreza=injustiças sociais (mas não é so isso)
 Tudo que acontece na vida social é resultado do processo socio-historico
 A sociedade EXCLUI para INCLUIR – resultado da desigualdade
 Muitas vezes a inclusão é ilusoria
 Dialetica da Exclusão e Inclusão é o estudo das contradições e ligação
entre a vida social e a exclusão/desigualdade e a inclusão
perversa/ilusoria
 A exclusão muitas vezes reflete o descompromisso politico com o
sofrimento do outro
INCLUSÃO E EXCLUSÃO NA PSICOLOGIA
 Para a psicologia a INCLUSÃO é:
 a subjetividade X o mundo
○ Ex. o “pobre” é incluido mas isso gera nele um
sentimento de exclusão
○ (inclusão no grupo dos excluidos)
 E EXCLUSÃO é:
 Sertir-se excluido e descriminado
 Exclusão pode ser material, emocinal,
relacional e subjetivo.
Noções de Exclusão
 A exclusão já se tornou algo familiar – porem não devemos
naturalizar o tema
 Grande parcela mundial é excluida de diversas maneiras
 A noção de exclusão é amplamente discutida na literatura francesa
dos anos 90
 Estigmatizados durante a historia: mendigos, pedintes, vagabundos,
marginais...
 Em 1974 René Lenoir deu uma nova noção de exclusão:
 Substituiu a noção de exclusão individual e abordou as questões
sociais como uma exclusão social
 A exclusão é resultado de problemas na: urbaniação, ensino,
desenraizamento, desigualdades de renda e profissional
 O tema exclusão é tao vasto que é quase impossivel delimita-lo
Conceitos de exclusão
 O Brasil carrega uma bagagem historica referente a globalização,
escravidão, ma redistribuição da riqueza e etc (processos historicos)
 Pobreza e exclusão não podem ser sinonimos, mas estao ligados
 Conceitos psicologicos e social da exclusao social:
 DESIGUALDADE: relacionado ao fracasso e sucesso, uma parcela da população
é “produtoo de uma construção social” e a outra é “produto de uma integração
normativa e funcional”.
 DESINSERÇÃO: questiona a existencia da pessoa, não tem relação imediata
com pobreza.
 DESAFILIAÇÃO: ruptura de pertencimento seja com o Estado, com o grupo e
com a vida social em geral.
 APARTAÇÃO SOCIAL: o outro é um ser “a parte” , separa o individuo, este se
torna qualquer COISA menos um semelhante
RELAÇÕES TRABALHO E SOCIAL
 As politicas, em sua maioria, não levam em consideração as
situações de ruptura e as necessidade sociais mais
profundas.
 O vinculo de inserção na sociedade é atraves das
RELAÇÕES DE TRABALHO
 Esse vinculo desse se expandir para as RELAÇÕES SOCIAL
 As duas relações acima podem tbm gerar a exclusão ao invez
de incluir
 A naturalização dessas questões se tornam cicatrizes em
quem as sofre e isso não diminui a pressao social sobre o
individuo

Recomendados

Slides atualizados psicologia social (2)
Slides atualizados psicologia social (2)Slides atualizados psicologia social (2)
Slides atualizados psicologia social (2)Conceição Gomes
 
Uma reflexão sobre a psicologia social comunitária
Uma reflexão sobre a psicologia social comunitáriaUma reflexão sobre a psicologia social comunitária
Uma reflexão sobre a psicologia social comunitáriaIsabella Costa
 
Exclusão social
Exclusão socialExclusão social
Exclusão socialstcnsaidjv
 
Fases da vida adulta
Fases da vida adultaFases da vida adulta
Fases da vida adultaBruno Gurué
 
história da psicologia social
história da psicologia social história da psicologia social
história da psicologia social Josevânia Silva
 
Estereótipos, preconceitos e discriminação
Estereótipos, preconceitos e discriminaçãoEstereótipos, preconceitos e discriminação
Estereótipos, preconceitos e discriminaçãomafertoval
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cognição social (slides da aula)
Cognição social (slides da aula)Cognição social (slides da aula)
Cognição social (slides da aula)Adalene Sales
 
Slide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologia
Slide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologiaSlide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologia
Slide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologiaUniversidade de Fortaleza
 
Aula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia social
Aula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia socialAula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia social
Aula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia socialFranjone De Lima Souza
 
O que é a psicologia social silvia t. maurer lane
O que é a psicologia social   silvia t. maurer laneO que é a psicologia social   silvia t. maurer lane
O que é a psicologia social silvia t. maurer laneLeandro Santos da Silva
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre ViolênciaSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre ViolênciaTurma Olímpica
 
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Joelson Honoratto
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaSaulo Lucena
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasilizabel Lucia
 
Género e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasGénero e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasMichele Pó
 
Vulnerabilidade social
Vulnerabilidade socialVulnerabilidade social
Vulnerabilidade socialYaraGama
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socializaçãohomago
 
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOSAntropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOSUniceuma
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Socialturma12d
 

Mais procurados (20)

Cognição social (slides da aula)
Cognição social (slides da aula)Cognição social (slides da aula)
Cognição social (slides da aula)
 
Slide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologia
Slide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologiaSlide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologia
Slide: A psicologia social e uma nova concepção do homem para a psicologia
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
Aula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia social
Aula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia socialAula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia social
Aula 1 e 2 rumos e percursos em psicologia social
 
O que é a psicologia social silvia t. maurer lane
O que é a psicologia social   silvia t. maurer laneO que é a psicologia social   silvia t. maurer lane
O que é a psicologia social silvia t. maurer lane
 
Psicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimentoPsicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimento
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre ViolênciaSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
 
Ideologia
IdeologiaIdeologia
Ideologia
 
Identidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferençaIdentidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferença
 
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
Estudo sobre o desenvolvimento humano (parte I)
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
 
8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas8.teorias psicogeneticas
8.teorias psicogeneticas
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
 
Género e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasGénero e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas Escolas
 
Vulnerabilidade social
Vulnerabilidade socialVulnerabilidade social
Vulnerabilidade social
 
Ideologia e Alienação
Ideologia e AlienaçãoIdeologia e Alienação
Ideologia e Alienação
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOSAntropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 
Juventudes
Juventudes Juventudes
Juventudes
 

Destaque

Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader   as artimanhas da exclusaoSawaia, bader   as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader as artimanhas da exclusaomarcaocampos
 
pobreza e exclusão social
pobreza e exclusão socialpobreza e exclusão social
pobreza e exclusão socialguest009f91
 
Palestra: Exclusão Social na Escola - Factores Psicológicos
Palestra: Exclusão Social na Escola - Factores PsicológicosPalestra: Exclusão Social na Escola - Factores Psicológicos
Palestra: Exclusão Social na Escola - Factores Psicológicosinesoliveira82
 
inclusão e exclusão social
 inclusão e exclusão social inclusão e exclusão social
inclusão e exclusão socialCapricho
 
GLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL
GLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIALGLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL
GLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIALHudson Frota
 
Inclusão social
Inclusão socialInclusão social
Inclusão socialVanessa
 
Fundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia SocialFundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia SocialMarcos Pereira
 
Psicologia social
Psicologia socialPsicologia social
Psicologia socialIsac Soares
 
O ensino de Psicologia Social
O ensino de Psicologia SocialO ensino de Psicologia Social
O ensino de Psicologia Socialmnatrodrigues
 
Inclusão e Exclusão
Inclusão e ExclusãoInclusão e Exclusão
Inclusão e Exclusãomarlaa
 
Power point
Power pointPower point
Power pointPTAI
 
Historia de la psicología social
Historia de la psicología socialHistoria de la psicología social
Historia de la psicología socialMónica Martínez
 
Pedagogia de integração texto estudo adaptado
Pedagogia de integração   texto estudo adaptado Pedagogia de integração   texto estudo adaptado
Pedagogia de integração texto estudo adaptado Malou Semedo
 

Destaque (20)

Exclusão na escola
Exclusão na escolaExclusão na escola
Exclusão na escola
 
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader   as artimanhas da exclusaoSawaia, bader   as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
 
pobreza e exclusão social
pobreza e exclusão socialpobreza e exclusão social
pobreza e exclusão social
 
Exclusão económica e social
Exclusão económica e socialExclusão económica e social
Exclusão económica e social
 
Palestra: Exclusão Social na Escola - Factores Psicológicos
Palestra: Exclusão Social na Escola - Factores PsicológicosPalestra: Exclusão Social na Escola - Factores Psicológicos
Palestra: Exclusão Social na Escola - Factores Psicológicos
 
inclusão e exclusão social
 inclusão e exclusão social inclusão e exclusão social
inclusão e exclusão social
 
GLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL
GLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIALGLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL
GLOBALIZAÇÃO E EXCLUSÃO SOCIAL
 
Exclusão
ExclusãoExclusão
Exclusão
 
Inclusão social
Inclusão socialInclusão social
Inclusão social
 
Fundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia SocialFundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia Social
 
Psicologia social
Psicologia socialPsicologia social
Psicologia social
 
O ensino de Psicologia Social
O ensino de Psicologia SocialO ensino de Psicologia Social
O ensino de Psicologia Social
 
Inclusão e Exclusão
Inclusão e ExclusãoInclusão e Exclusão
Inclusão e Exclusão
 
psicologia social
psicologia socialpsicologia social
psicologia social
 
Power point
Power pointPower point
Power point
 
3. psicologia social
3. psicologia social3. psicologia social
3. psicologia social
 
Psicologia Social
Psicologia SocialPsicologia Social
Psicologia Social
 
Historia de la psicología social
Historia de la psicología socialHistoria de la psicología social
Historia de la psicología social
 
Pedagogia de integração texto estudo adaptado
Pedagogia de integração   texto estudo adaptado Pedagogia de integração   texto estudo adaptado
Pedagogia de integração texto estudo adaptado
 
Sociologia Antonio Gramsci
Sociologia Antonio Gramsci Sociologia Antonio Gramsci
Sociologia Antonio Gramsci
 

Semelhante a Psicologia social exclusao social

Escola Superior De EducaçãO Do Porto
Escola Superior De EducaçãO Do PortoEscola Superior De EducaçãO Do Porto
Escola Superior De EducaçãO Do Portoangela magalhaes
 
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)edsocial
 
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. ReflexõesAporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. Reflexõesrosemendes2001hotmai
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoMaria Dias
 
As Politicas sociais no Brasil
As Politicas sociais no BrasilAs Politicas sociais no Brasil
As Politicas sociais no Brasilveraserra
 
Estado Maximo e Estado Mínimo.
Estado Maximo e Estado Mínimo. Estado Maximo e Estado Mínimo.
Estado Maximo e Estado Mínimo. veraserra
 
5 o estado providencia
5   o estado providencia5   o estado providencia
5 o estado providenciaqueirosiana
 
DIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdf
DIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdfDIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdf
DIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdfpauloricardo284062
 
Desigualdades google doc
Desigualdades google docDesigualdades google doc
Desigualdades google docliliandb
 
Pobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamento
Pobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamentoPobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamento
Pobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamentoRosane Domingues
 
trabalho de Sociologia
trabalho de Sociologiatrabalho de Sociologia
trabalho de Sociologiaturma12c1617
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaturma12c1617
 
Idoso: um novo ator social - artigo
Idoso: um novo ator social - artigoIdoso: um novo ator social - artigo
Idoso: um novo ator social - artigopalavradeidoso
 
Trabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra IdososTrabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra IdososRicardo da Palma
 
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologiaPratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologiaAndré José Barros
 

Semelhante a Psicologia social exclusao social (20)

Escola Superior De EducaçãO Do Porto
Escola Superior De EducaçãO Do PortoEscola Superior De EducaçãO Do Porto
Escola Superior De EducaçãO Do Porto
 
Desigualdade
DesigualdadeDesigualdade
Desigualdade
 
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
Escola Superior De EducaçãO Do Porto (97 2003, Com Fundo Cinzento Reflexo)
 
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. ReflexõesAporofia - diversidade humana. Reflexões
Aporofia - diversidade humana. Reflexões
 
Contrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimentoContrastes de desenvolvimento
Contrastes de desenvolvimento
 
As Politicas sociais no Brasil
As Politicas sociais no BrasilAs Politicas sociais no Brasil
As Politicas sociais no Brasil
 
Estado Maximo e Estado Mínimo.
Estado Maximo e Estado Mínimo. Estado Maximo e Estado Mínimo.
Estado Maximo e Estado Mínimo.
 
5 o estado providencia
5   o estado providencia5   o estado providencia
5 o estado providencia
 
DIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdf
DIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdfDIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdf
DIREITO E INCLUSÃO E EXCLUSÃO.pdf
 
2018
20182018
2018
 
Desigualdades google doc
Desigualdades google docDesigualdades google doc
Desigualdades google doc
 
Desigualdade
DesigualdadeDesigualdade
Desigualdade
 
Pobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamento
Pobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamentoPobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamento
Pobreza no brasil contemporâneo e formas de seu enfrentamento
 
trabalho de Sociologia
trabalho de Sociologiatrabalho de Sociologia
trabalho de Sociologia
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
 
1886 6445-1-pb
1886 6445-1-pb1886 6445-1-pb
1886 6445-1-pb
 
Idoso: um novo ator social - artigo
Idoso: um novo ator social - artigoIdoso: um novo ator social - artigo
Idoso: um novo ator social - artigo
 
Trabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra IdososTrabalho Violência Contra Idosos
Trabalho Violência Contra Idosos
 
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologiaPratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
Pratica como componente_curricular_segundo_semestre_sociologia
 
Aula 3e4
Aula 3e4Aula 3e4
Aula 3e4
 

Mais de Daniele Rubim

2 filosofia antiga e medieval filosofia
2 filosofia antiga e medieval   filosofia2 filosofia antiga e medieval   filosofia
2 filosofia antiga e medieval filosofiaDaniele Rubim
 
Atualização da profissao fundamentos do serviço social
Atualização da profissao   fundamentos do serviço socialAtualização da profissao   fundamentos do serviço social
Atualização da profissao fundamentos do serviço socialDaniele Rubim
 
Teorias e teorias de familia heloisa
Teorias e teorias de familia   heloisaTeorias e teorias de familia   heloisa
Teorias e teorias de familia heloisaDaniele Rubim
 
Socialização e familia maria amalia
Socialização e familia   maria amaliaSocialização e familia   maria amalia
Socialização e familia maria amaliaDaniele Rubim
 
Luta pela sobrevivencia jerusa
Luta pela sobrevivencia   jerusaLuta pela sobrevivencia   jerusa
Luta pela sobrevivencia jerusaDaniele Rubim
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia ariesDaniele Rubim
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia ariesDaniele Rubim
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoDaniele Rubim
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoDaniele Rubim
 
Estatuto da criança e do adolescente 1º parte
Estatuto da criança e do adolescente   1º parteEstatuto da criança e do adolescente   1º parte
Estatuto da criança e do adolescente 1º parteDaniele Rubim
 
A história da criança no brasil
A história da criança no brasilA história da criança no brasil
A história da criança no brasilDaniele Rubim
 
Antes de adam smith economia
Antes de adam smith   economiaAntes de adam smith   economia
Antes de adam smith economiaDaniele Rubim
 
Pensadores karl marx - economia
Pensadores   karl marx - economiaPensadores   karl marx - economia
Pensadores karl marx - economiaDaniele Rubim
 
Pensadores tomas e ricardo - economia
Pensadores   tomas e ricardo - economiaPensadores   tomas e ricardo - economia
Pensadores tomas e ricardo - economiaDaniele Rubim
 
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k huntHistória do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k huntDaniele Rubim
 
Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Daniele Rubim
 
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1Daniele Rubim
 
6 etica e cidadania filosofia
6 etica e cidadania   filosofia6 etica e cidadania   filosofia
6 etica e cidadania filosofiaDaniele Rubim
 
6 etica e cidadania filosofia
6 etica e cidadania   filosofia6 etica e cidadania   filosofia
6 etica e cidadania filosofiaDaniele Rubim
 

Mais de Daniele Rubim (20)

2 filosofia antiga e medieval filosofia
2 filosofia antiga e medieval   filosofia2 filosofia antiga e medieval   filosofia
2 filosofia antiga e medieval filosofia
 
Atualização da profissao fundamentos do serviço social
Atualização da profissao   fundamentos do serviço socialAtualização da profissao   fundamentos do serviço social
Atualização da profissao fundamentos do serviço social
 
Teorias e teorias de familia heloisa
Teorias e teorias de familia   heloisaTeorias e teorias de familia   heloisa
Teorias e teorias de familia heloisa
 
Socialização e familia maria amalia
Socialização e familia   maria amaliaSocialização e familia   maria amalia
Socialização e familia maria amalia
 
Luta pela sobrevivencia jerusa
Luta pela sobrevivencia   jerusaLuta pela sobrevivencia   jerusa
Luta pela sobrevivencia jerusa
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia aries
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia aries
 
Eca
EcaEca
Eca
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicano
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicano
 
Estatuto da criança e do adolescente 1º parte
Estatuto da criança e do adolescente   1º parteEstatuto da criança e do adolescente   1º parte
Estatuto da criança e do adolescente 1º parte
 
A história da criança no brasil
A história da criança no brasilA história da criança no brasil
A história da criança no brasil
 
Antes de adam smith economia
Antes de adam smith   economiaAntes de adam smith   economia
Antes de adam smith economia
 
Pensadores karl marx - economia
Pensadores   karl marx - economiaPensadores   karl marx - economia
Pensadores karl marx - economia
 
Pensadores tomas e ricardo - economia
Pensadores   tomas e ricardo - economiaPensadores   tomas e ricardo - economia
Pensadores tomas e ricardo - economia
 
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k huntHistória do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k hunt
 
Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2
 
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
 
6 etica e cidadania filosofia
6 etica e cidadania   filosofia6 etica e cidadania   filosofia
6 etica e cidadania filosofia
 
6 etica e cidadania filosofia
6 etica e cidadania   filosofia6 etica e cidadania   filosofia
6 etica e cidadania filosofia
 

Último

O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024assedlsam
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 

Último (20)

O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 

Psicologia social exclusao social

  • 1. Psicologia social Entendimento do texto: Artimanhas da Exclusão de Bader Sawaia Reflexos sobre noção de exclusão de Mariangela Wanderley By Dani Rubim estudante
  • 2. DIALETICA EXCLUSAO E INCLUSÃO  A palavra EXCLUSÃO é utilizada em muitas areas de conhecimento.  O processo de exclusao é complexo e contraditorio  Na economia exclusão=pobreza=injustiças sociais (mas não é so isso)  Tudo que acontece na vida social é resultado do processo socio-historico  A sociedade EXCLUI para INCLUIR – resultado da desigualdade  Muitas vezes a inclusão é ilusoria  Dialetica da Exclusão e Inclusão é o estudo das contradições e ligação entre a vida social e a exclusão/desigualdade e a inclusão perversa/ilusoria  A exclusão muitas vezes reflete o descompromisso politico com o sofrimento do outro
  • 3. INCLUSÃO E EXCLUSÃO NA PSICOLOGIA  Para a psicologia a INCLUSÃO é:  a subjetividade X o mundo ○ Ex. o “pobre” é incluido mas isso gera nele um sentimento de exclusão ○ (inclusão no grupo dos excluidos)  E EXCLUSÃO é:  Sertir-se excluido e descriminado  Exclusão pode ser material, emocinal, relacional e subjetivo.
  • 4. Noções de Exclusão  A exclusão já se tornou algo familiar – porem não devemos naturalizar o tema  Grande parcela mundial é excluida de diversas maneiras  A noção de exclusão é amplamente discutida na literatura francesa dos anos 90  Estigmatizados durante a historia: mendigos, pedintes, vagabundos, marginais...  Em 1974 René Lenoir deu uma nova noção de exclusão:  Substituiu a noção de exclusão individual e abordou as questões sociais como uma exclusão social  A exclusão é resultado de problemas na: urbaniação, ensino, desenraizamento, desigualdades de renda e profissional  O tema exclusão é tao vasto que é quase impossivel delimita-lo
  • 5. Conceitos de exclusão  O Brasil carrega uma bagagem historica referente a globalização, escravidão, ma redistribuição da riqueza e etc (processos historicos)  Pobreza e exclusão não podem ser sinonimos, mas estao ligados  Conceitos psicologicos e social da exclusao social:  DESIGUALDADE: relacionado ao fracasso e sucesso, uma parcela da população é “produtoo de uma construção social” e a outra é “produto de uma integração normativa e funcional”.  DESINSERÇÃO: questiona a existencia da pessoa, não tem relação imediata com pobreza.  DESAFILIAÇÃO: ruptura de pertencimento seja com o Estado, com o grupo e com a vida social em geral.  APARTAÇÃO SOCIAL: o outro é um ser “a parte” , separa o individuo, este se torna qualquer COISA menos um semelhante
  • 6. RELAÇÕES TRABALHO E SOCIAL  As politicas, em sua maioria, não levam em consideração as situações de ruptura e as necessidade sociais mais profundas.  O vinculo de inserção na sociedade é atraves das RELAÇÕES DE TRABALHO  Esse vinculo desse se expandir para as RELAÇÕES SOCIAL  As duas relações acima podem tbm gerar a exclusão ao invez de incluir  A naturalização dessas questões se tornam cicatrizes em quem as sofre e isso não diminui a pressao social sobre o individuo
  • 7. BRASIL E A EXCLUSÃO SOCIAL  Hoje em dia a exclusão é mais ampla devido a globalização, a internet e a troca de informações rapidas.  No Brasil a socioeconomia, a ideologia e a cultura são os principais “alvos” da exclusão.  Tudo o que “destoa” é excluido politicamente e socialmente  Ex. estamos vivendo o pleno emprego no país, mas estes são de pessima qualidade e a mão de obra disponivel (desempregados) são considerados despreparados por tanto são excluidos.  No Brasil a exclusão e pobreza são faces da mesma moeda  Isso é resultado de muitas ações ou não governamentais: seja a tendencia ao neoliberalismo, a diminuição da ação social do Estado e etc.
  • 8. SOFRIMENTO SOCIO POLITICO  Sofrimento etico politico é discutido em 3 oticas:  Afetividade (sofrimento) – “o sentir” é visto de forma negativa  Etica politica  Dialetica exclusao e inclusao  Vygostsky (psicologo russo) valoriza a emoção e o sentimento  O ambiente social tem relação com o desenvolvimento da criança e sua interação com o outro.  O adulto é o mediador da aprendiagem .  O sentimentos definem quem somos no grupo (nossa subjetividade)  SINDROME DO PEQUENO PODER: quando a pessoa é excluida ela passa a maltratar e excluir alguem mais vuneravel que ela. – é a reprodução da desvalorização do outro.  Aos excluidos é retirado a possibilidade se SENTIR (fazer escolhas, ter visão politica etc)  O individualismo e o egoismo devem ser ultrapassados para se atingir a FELICIDADE ETICO-POLITICA.
  • 9. RESUMO  A exclusão=separação  É um termo utilizado em varias areas  O excluido não se afasta ele É AFASTADO  A condição de igualdade não é dada ao excluido, muitas vezes ele é explorado.  O sofrimento etico politico é um aspecto da discriminação  Pobreza economica e exclusão são relacionadas mas não são a mesma coisa  Exclusão tambem é INJUSTIÇA SOCIAL  A inclusão e exclusão são descompromissos politicos  Politicas de atendimento não buscam modificar a situação  Exclusão não é fenomeno de paises pobres
  • 10. RESUMO  O trabalhador vende sua força de trabalho e perde o seu “eu”  Trabalhador acaba sendo alienado  Modelos economicos=falta de planejamento=gera desigualdades=compromete a saude fisica e mental do trabalhador  Pessoas vuneraveis, historicamente, sempre estiveram nessa posição: mendigos...  Grupos são excluidos da relação do trabalho: ex. Jovens e idosos  O problema não pode ser visto como individual mas como social (isso so aconteceu depois de 1974)  O crescimento desordenado gerou as questões sociais.
  • 11. RESUMO  O sistema escolar: desconsidera a individualidade das crianças  Problema escolar reflete no desenvolvimento profissional  A dificuldade de renda gera a desigualdade  Excluidos são os rejeitados sociais, culturais, simbolicos e no mercado de trabalho.  A SITUAÇÃO GLOBAL não é diferente:  O Estado de Bem estar social esta em decadencia, programas sociais não garantem a inclusão ds vulneraveis  Os problemas sociais se acumulam  A naturalização reproduz a desigualdade  Para a “liberdade” é necessario conhecimento
  • 12. RESUMO  Noções e tipos de exclusão:  DESQUALIFICAÇÃO – fracasso e sucesso na integração (atraves do Governo e politicas sociais)  DESINSERÇÃO – fora da norma, não tem valor ou uso social, não são visto como individuos sociais (senso comum consideram que estao nessa situação porque querem)  DESAFILIAÇÃO - não são parte de um grupo, não possuem direitos nem deveres, isso acontece devido a rupturas geradas por diversos fatoreS. a pessoa aceita sua condição e pronto.  APARTAÇÃO – é o não semelhante, alguem que não merece os valores nem os cuidados.  A pobreza sempre existiu, o problema é não ter acesso a serviços publicos de qualidade (a exclusão torna mais grave essa condição)  Os alienados não se sentem representados por ninguem  A alienação é resultado da falta de vinculos (isolamento, exclusão)
  • 13. RESUMO A exclusão é problema social e é constantemente reproduzido pela sociedade  O combate a exclusão se da com:  O exercicio da cidadania, romper com a subordinação e a alienação, superar a descriminação e preconceitos, tudo isso associado a intervenções estatais  As pessoas excluidas devem perceber que podem superar a exclusão  Uma parcela da população é invisivel – a historia (a subjetividade socio-historica da pessoa e a sua propria alienação) acaba impedindo que ela seja incluida  Se as questões basicas não forem sanadas as demais não serão resolvidas  A sociedade mostra a felicidade como mercadoria e todos nos “compramos” essa ideia (sentimentos são comprados)  Para as politicas e a sociedade incluir é se enquadrar e não questionar = manter-se alienado  O certo é concientizar as pessoas (fazer com que ela chegue a conclusão de que aquilo é certo ou errado) = POTENCIAR A AÇÃO