SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
ASPECTOS DA FILOSOFIA ANTIGA E MEDIEVAL
By Dani Rubim
estudante
FILOSOFIA GREGA
 Nascimento da filosofia =
é a transição do pensamento mistico para o
pensamento racional - ligada ao surgimento
da polis(cidades-estados)
 A COSMOGONIA é o pensamento mitico =
deuses e forças misteriosas
 A COSMOLOGIA é o principio fundamental
das coisas
PRE-SOCRATICOS
 A cosmologia busca pelo principio fundamental das coisas
marcam os penSamentos “PRE-SOCRATICOS” e se destacam
2 filosofos:
 HERACLITO e PARMENIDES
 Seus pensadores são conhecido como SOFISTAS = sabios
 Sua maior contribuição foi: O ENSINO NAS CIDADES
GREGAS – faziam circulos de estudos de: dialetica, retoricas,
matematica, geogradia, astronomia, gramatica e musica.
 Os sofistas mais importantes foram:
PROTÁGORAS, GÓRGIAS, HIPIAS entre outros
HERÁCLITO 544 – 484 a.C.
 Nasceu em Éfeso na Jordania (hj conhecida como Turquia)
 Queria entender a multiplicidade do mundo real
 Para ele tudo era multavel
 Mundo marcado pela instabilidade e dinamismo
 “a harmonia atingida pelo ser é a sintese dos contrarios que
compoem o ser.
 Bem mais tarde seus pensamentos influenciaram Marx
FRASE:
“Para os que entram nos mesmos rios, correm outras
e novas aguas. Não se pode entrar duas vezes no
mesmo rio”
PARMÊNIDES 530 – 460 a.C.
 Viveu em Eléia, Magna Grecia (hj é a Italia)
 Criticava a noção de contradição de Heráclito
 Para ele o “ser é” ou o “ser não é”
 O ser é único, imutavel, infinito e imovel
 o movimento é uma ilusão do mundo sensível
 O verdadeiro so existe no mundo inteligivel
 Base para o conceito de identidade do ser e o pensar
FRASE:
“O que esta fora do Ser não é o Ser;
O Não Ser é nada;
O Ser, portanto é Um”
SOCRATES (470 – 399 a.C.)
FILOSOFIA DE SOCRATES (470 – 399 a.C.)
 Considerado um dos maiores filosofos da Grecia
 Não deixou escritos mas suas ideias foram passadas
por seus discipulos
 Foi obrigado a cometer suidicio, pois foi acusado de
traição e corromper a juventude ateniense e não
acreditar nos deuses da cidade
 A construção do conhecimento só é possivel ao
reconhecer a propria ignorancia para ai sim procurar
pelo saber.
FILOSOFIA DE SOCRATES (470 – 399 a.C.)
 Na epoca as palavras comuns
eram usadas de forma diferente
nos ensinamentos por filosofos:
EX: logos = conversa – mas para os
filosofos logos = conceito a
definição
 Socrates questionava:
 Qual é o logos de algo?
 Qual a sua definição, seu
conceito.
PLATÃO (428 – 347 a.C.)
FILOSOFIA DE PLATÃO (428 – 347 a.C.)
 Viveu em Atenas, era discipulo de Socrates
 Fundador de uma importante escola: a Academia
 Pensamento baseado no “Mito da Caverna”
 “Platão imagina uma caverna onde todos os seres humanos estão acorrentados e
voltados para o fundo da caverna, nessa posição, eles só enxergam um reflexo
das coisas que existem no mundo fora dela. Aquele homem que conseguisse fugir
de suas amarras poderia ver os objetos reais que estão fora da caverna”
 2 pensamentos:
 epistemologico (teoria das ideias – mito da caverna) e politico
 Divisão entre o mundo sensível e o mundo inteligivel
 Platão privilegiava o mundo das ideias/ inteligivel/real
ARISTOTELES (384-322 a.C)
FILOSOFIA DE ARISTOTELES
 Nasceu em Calcidica, filho de medico da corte de Felipe 2,
foi estudar na Academia de Platão, se destacou. Ele voltou a
macednia e foi educar o futuro rei: Magno
 Fundou o Liceu – sua propria escola – em 340 a.C.
 Define a ciencia como conhecimento verdadeiro
 Sua filosofia tem 3 bases:
 Substancia, essencia e acidente
 Ato, potencia
 Materia, forma
FILOSOFIA DE ARISTOTELES
 Aristoteles rejeita o mundo de ideias de Platão
 une o mundo sensível e o inteligivel e o chama de
SUBSTANCIA (e dentro dela existem a essencia e o
acidente) – aquilo que é em si mesmo
 Para explicar as mudaças dos seres ele define a FORMA e a
MATERIA:
 FORMA – é aquilo que faz uma coisa ser o que ela é, essencia
comum, mesma especie
 MATERIA – principio indeterminado de que o mundo fisico é
composto, passividade e potencia
 POTENCIA / ATO DE POTENCIA – é a ausencia de perfeição,
movimento, necessario a ação de outro ser, esta se atualiza
FILOSOFIA DE ARISTOTELES
 Aristoteles supera Platao e Parmenides ao pensar em
conceitos universair – levando em consideração a
transformação da coisa individual.
 Outra ideia é ATO PURO ou CAUSA PRIMARIA:
 Ao relacionar as coisas ele define que tudo é criado por
outro ser, a não ser o objeto que inicia tudo este é imovel
é o puro ato não é potencia.
FILOSOFIA MEDIEVAL
 Começa no fim do Imperio romano no ano de 476
 FILOSOFIA PATRISTICA
 Defesa da fé; a razão e fé se relacionam, na verdade a razão é
subordinada à Fé!
 Principal filosofo: Santo Agotinho
 Influenciado pela filosofia Platonica
 FRASE: “Creio para poder entender”
 Retoma a ideia de mundo sensível e mundo das coisas
 Mas troca o mundo das ideias pelo conceito de ideias divinas
 Deus ilumina a razão e permite ao homem pensar de maneira correta
FILOSOFIA MEDIEVAL
 A ESCOLASTICA
 Filosofia cristã que dominou a era medieval
 Inicio sec. IX Teve seu apogeu em XVIII
 Central a aliança entre fé e razão
(mas a razao é serva da fé)
 PRINCIPAL FILOSOFO: São Tomas de Aquino
 Trabalha com traduções gregas de Aristoteles
 Criou a filosofia aristotelico-tomista
 A fé e a razão são compativeis
RESUMÃO
 a filosofia grega tem sua origem n fim da COSMOGONIA
(pensamento mitico) e o inicio da COSMOLOGIA (fundamento
das coisas)
 Os sofistas - filosofos pre-socraticos - expandiram o ensino.
 HERACLITO - diz que o mundo é instavel e mutavel.
 PARMENIDES - diz que só existe o mundo inteligivel, ou o ser é ou
não é
 SOCRATES - importante filosofo - é preciso desconstruir (ver a
ignorancia) para construir (ter o saber) isso é possivel atraves da
ironia(pergunta, desmontar o conhecimento anterior, ver a
ignorancia, criar nova ideia e construir o novo pensamento
RESUMÃO
 PLATAO - discipulo de Socrates - fundou a escola Academia e via
o mundo atraves do mundo /sensivel e o mundo das
ideias/inteligivel
 ARISTOTELES - discipulo de Platão - fundou a escola Liceu e
definiu a ciencia o conhecimento verdadeiro, juntou as ideias de
platao e as chamou de substancia do ser e o definiu o que é
materia (principio mundo fisico), FORMA (essencia),
POTENCIA (ausencia de perfeição) e o ATO PURO (inicio - o
que é perfeito)
RESUMÃO FILOSOFIA MEDIEVAL
2 PRINCIPAIS PENSADORES
 SANTO AGOSTINHO - filosofia patristica - união da razão e fé -
retornar a ideia de mundo sensivel e mundo ideal como o mundo
das ideias divinas
 SÃO TOMAS DE AQUINO - escolastica - a razão é serva da fé

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Filosofia - Idealismo Alemão e outros
Filosofia - Idealismo Alemão e outrosFilosofia - Idealismo Alemão e outros
Filosofia - Idealismo Alemão e outros
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
 
Nietzsche
NietzscheNietzsche
Nietzsche
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
 
História da Filosofia
História da FilosofiaHistória da Filosofia
História da Filosofia
 
Filosofia analitica
Filosofia analiticaFilosofia analitica
Filosofia analitica
 
Aula02 - Metafísica
Aula02 - MetafísicaAula02 - Metafísica
Aula02 - Metafísica
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélica
 
Aristóteles
AristótelesAristóteles
Aristóteles
 
Sócrates
SócratesSócrates
Sócrates
 
Aulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platãoAulas de filosofia platão
Aulas de filosofia platão
 
Período helenístico
Período helenísticoPeríodo helenístico
Período helenístico
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Schopenhauer: a vontade irrracional
Schopenhauer: a vontade irrracionalSchopenhauer: a vontade irrracional
Schopenhauer: a vontade irrracional
 
Ciencias humanas
Ciencias humanasCiencias humanas
Ciencias humanas
 
Os pré-socráticos
Os pré-socráticosOs pré-socráticos
Os pré-socráticos
 
Introdução à filosofia
Introdução à filosofiaIntrodução à filosofia
Introdução à filosofia
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
 
Aristóteles
AristótelesAristóteles
Aristóteles
 
Metafísica em aristóteles
Metafísica em aristótelesMetafísica em aristóteles
Metafísica em aristóteles
 

Semelhante a 2 filosofia antiga e medieval filosofia

Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição HumanaEvolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição HumanaIuri Guedes
 
1 aula - fil. impressão.pptx
1 aula - fil. impressão.pptx1 aula - fil. impressão.pptx
1 aula - fil. impressão.pptxjosuelsilva19
 
Captulo13 Em busca da Verdade
Captulo13 Em busca da VerdadeCaptulo13 Em busca da Verdade
Captulo13 Em busca da VerdadeMarcos Mororó
 
Cap 3 os mestres do pensamento - postar
Cap 3   os mestres do pensamento - postarCap 3   os mestres do pensamento - postar
Cap 3 os mestres do pensamento - postarJosé Ferreira Júnior
 
Trabalho de história filosofia grega
Trabalho de história  filosofia gregaTrabalho de história  filosofia grega
Trabalho de história filosofia gregaCarolina Alves
 
Capítulo 13 em busca da verdade
Capítulo 13   em busca da verdadeCapítulo 13   em busca da verdade
Capítulo 13 em busca da verdadeEdirlene Fraga
 
Humanismo 1 slides 20.03.2014
Humanismo 1 slides 20.03.2014Humanismo 1 slides 20.03.2014
Humanismo 1 slides 20.03.2014PrSergio Silva
 
Evolução histórica da reflexão sobre a condição humana
Evolução histórica da reflexão sobre a condição humanaEvolução histórica da reflexão sobre a condição humana
Evolução histórica da reflexão sobre a condição humana19121992
 

Semelhante a 2 filosofia antiga e medieval filosofia (20)

Filosofia clássica 1
Filosofia clássica 1Filosofia clássica 1
Filosofia clássica 1
 
A origem da filosofia
A origem da filosofia A origem da filosofia
A origem da filosofia
 
VisãO Geral da Filosofia
VisãO Geral da FilosofiaVisãO Geral da Filosofia
VisãO Geral da Filosofia
 
Antropologia
Antropologia Antropologia
Antropologia
 
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição HumanaEvolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
Evolução Histórica da Reflexão sobre a Condição Humana
 
1 aula - fil. impressão.pptx
1 aula - fil. impressão.pptx1 aula - fil. impressão.pptx
1 aula - fil. impressão.pptx
 
Captulo13 Em busca da Verdade
Captulo13 Em busca da VerdadeCaptulo13 Em busca da Verdade
Captulo13 Em busca da Verdade
 
Cap 3 os mestres do pensamento - postar
Cap 3   os mestres do pensamento - postarCap 3   os mestres do pensamento - postar
Cap 3 os mestres do pensamento - postar
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
Trabalho de história filosofia grega
Trabalho de história  filosofia gregaTrabalho de história  filosofia grega
Trabalho de história filosofia grega
 
Antropologia Filosófica
Antropologia FilosóficaAntropologia Filosófica
Antropologia Filosófica
 
Capítulo 13 em busca da verdade
Capítulo 13   em busca da verdadeCapítulo 13   em busca da verdade
Capítulo 13 em busca da verdade
 
Antropologia
Antropologia Antropologia
Antropologia
 
Antropologia modificado
Antropologia modificadoAntropologia modificado
Antropologia modificado
 
Antropologia modificado
Antropologia modificadoAntropologia modificado
Antropologia modificado
 
Periodos da filosofia
Periodos da filosofiaPeriodos da filosofia
Periodos da filosofia
 
Humanismo 1 slides 20.03.2014
Humanismo 1 slides 20.03.2014Humanismo 1 slides 20.03.2014
Humanismo 1 slides 20.03.2014
 
Evolução histórica da reflexão sobre a condição humana
Evolução histórica da reflexão sobre a condição humanaEvolução histórica da reflexão sobre a condição humana
Evolução histórica da reflexão sobre a condição humana
 
Aula 1 fls em
Aula 1 fls emAula 1 fls em
Aula 1 fls em
 

Mais de Daniele Rubim

2 filosofia antiga e medieval filosofia
2 filosofia antiga e medieval   filosofia2 filosofia antiga e medieval   filosofia
2 filosofia antiga e medieval filosofiaDaniele Rubim
 
Atualização da profissao fundamentos do serviço social
Atualização da profissao   fundamentos do serviço socialAtualização da profissao   fundamentos do serviço social
Atualização da profissao fundamentos do serviço socialDaniele Rubim
 
Teorias e teorias de familia heloisa
Teorias e teorias de familia   heloisaTeorias e teorias de familia   heloisa
Teorias e teorias de familia heloisaDaniele Rubim
 
Socialização e familia maria amalia
Socialização e familia   maria amaliaSocialização e familia   maria amalia
Socialização e familia maria amaliaDaniele Rubim
 
Luta pela sobrevivencia jerusa
Luta pela sobrevivencia   jerusaLuta pela sobrevivencia   jerusa
Luta pela sobrevivencia jerusaDaniele Rubim
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia ariesDaniele Rubim
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia ariesDaniele Rubim
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoDaniele Rubim
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoDaniele Rubim
 
Estatuto da criança e do adolescente 1º parte
Estatuto da criança e do adolescente   1º parteEstatuto da criança e do adolescente   1º parte
Estatuto da criança e do adolescente 1º parteDaniele Rubim
 
A história da criança no brasil
A história da criança no brasilA história da criança no brasil
A história da criança no brasilDaniele Rubim
 
Antes de adam smith economia
Antes de adam smith   economiaAntes de adam smith   economia
Antes de adam smith economiaDaniele Rubim
 
Pensadores karl marx - economia
Pensadores   karl marx - economiaPensadores   karl marx - economia
Pensadores karl marx - economiaDaniele Rubim
 
Pensadores tomas e ricardo - economia
Pensadores   tomas e ricardo - economiaPensadores   tomas e ricardo - economia
Pensadores tomas e ricardo - economiaDaniele Rubim
 
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k huntHistória do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k huntDaniele Rubim
 
Psicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao socialPsicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao socialDaniele Rubim
 
Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Daniele Rubim
 
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1Daniele Rubim
 
6 etica e cidadania filosofia
6 etica e cidadania   filosofia6 etica e cidadania   filosofia
6 etica e cidadania filosofiaDaniele Rubim
 

Mais de Daniele Rubim (20)

2 filosofia antiga e medieval filosofia
2 filosofia antiga e medieval   filosofia2 filosofia antiga e medieval   filosofia
2 filosofia antiga e medieval filosofia
 
Atualização da profissao fundamentos do serviço social
Atualização da profissao   fundamentos do serviço socialAtualização da profissao   fundamentos do serviço social
Atualização da profissao fundamentos do serviço social
 
Teorias e teorias de familia heloisa
Teorias e teorias de familia   heloisaTeorias e teorias de familia   heloisa
Teorias e teorias de familia heloisa
 
Socialização e familia maria amalia
Socialização e familia   maria amaliaSocialização e familia   maria amalia
Socialização e familia maria amalia
 
Luta pela sobrevivencia jerusa
Luta pela sobrevivencia   jerusaLuta pela sobrevivencia   jerusa
Luta pela sobrevivencia jerusa
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia aries
 
A historia da criança e da familia aries
A historia da  criança e da familia   ariesA historia da  criança e da familia   aries
A historia da criança e da familia aries
 
Eca
EcaEca
Eca
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicano
 
O menor no brasil republicano
O menor no brasil republicanoO menor no brasil republicano
O menor no brasil republicano
 
Estatuto da criança e do adolescente 1º parte
Estatuto da criança e do adolescente   1º parteEstatuto da criança e do adolescente   1º parte
Estatuto da criança e do adolescente 1º parte
 
A história da criança no brasil
A história da criança no brasilA história da criança no brasil
A história da criança no brasil
 
Antes de adam smith economia
Antes de adam smith   economiaAntes de adam smith   economia
Antes de adam smith economia
 
Pensadores karl marx - economia
Pensadores   karl marx - economiaPensadores   karl marx - economia
Pensadores karl marx - economia
 
Pensadores tomas e ricardo - economia
Pensadores   tomas e ricardo - economiaPensadores   tomas e ricardo - economia
Pensadores tomas e ricardo - economia
 
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k huntHistória do pensamento econômico   cap 1 - introdução e k hunt
História do pensamento econômico cap 1 - introdução e k hunt
 
Psicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao socialPsicologia social exclusao social
Psicologia social exclusao social
 
Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2Psicanalise- psicologia social2
Psicanalise- psicologia social2
 
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
A evolução, multideterminação e processo grupal- psicologia social1
 
6 etica e cidadania filosofia
6 etica e cidadania   filosofia6 etica e cidadania   filosofia
6 etica e cidadania filosofia
 

Último

LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 

Último (20)

LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 

2 filosofia antiga e medieval filosofia

  • 1. ASPECTOS DA FILOSOFIA ANTIGA E MEDIEVAL By Dani Rubim estudante
  • 2. FILOSOFIA GREGA  Nascimento da filosofia = é a transição do pensamento mistico para o pensamento racional - ligada ao surgimento da polis(cidades-estados)  A COSMOGONIA é o pensamento mitico = deuses e forças misteriosas  A COSMOLOGIA é o principio fundamental das coisas
  • 3. PRE-SOCRATICOS  A cosmologia busca pelo principio fundamental das coisas marcam os penSamentos “PRE-SOCRATICOS” e se destacam 2 filosofos:  HERACLITO e PARMENIDES  Seus pensadores são conhecido como SOFISTAS = sabios  Sua maior contribuição foi: O ENSINO NAS CIDADES GREGAS – faziam circulos de estudos de: dialetica, retoricas, matematica, geogradia, astronomia, gramatica e musica.  Os sofistas mais importantes foram: PROTÁGORAS, GÓRGIAS, HIPIAS entre outros
  • 4. HERÁCLITO 544 – 484 a.C.  Nasceu em Éfeso na Jordania (hj conhecida como Turquia)  Queria entender a multiplicidade do mundo real  Para ele tudo era multavel  Mundo marcado pela instabilidade e dinamismo  “a harmonia atingida pelo ser é a sintese dos contrarios que compoem o ser.  Bem mais tarde seus pensamentos influenciaram Marx FRASE: “Para os que entram nos mesmos rios, correm outras e novas aguas. Não se pode entrar duas vezes no mesmo rio”
  • 5. PARMÊNIDES 530 – 460 a.C.  Viveu em Eléia, Magna Grecia (hj é a Italia)  Criticava a noção de contradição de Heráclito  Para ele o “ser é” ou o “ser não é”  O ser é único, imutavel, infinito e imovel  o movimento é uma ilusão do mundo sensível  O verdadeiro so existe no mundo inteligivel  Base para o conceito de identidade do ser e o pensar FRASE: “O que esta fora do Ser não é o Ser; O Não Ser é nada; O Ser, portanto é Um”
  • 6. SOCRATES (470 – 399 a.C.)
  • 7. FILOSOFIA DE SOCRATES (470 – 399 a.C.)  Considerado um dos maiores filosofos da Grecia  Não deixou escritos mas suas ideias foram passadas por seus discipulos  Foi obrigado a cometer suidicio, pois foi acusado de traição e corromper a juventude ateniense e não acreditar nos deuses da cidade  A construção do conhecimento só é possivel ao reconhecer a propria ignorancia para ai sim procurar pelo saber.
  • 8. FILOSOFIA DE SOCRATES (470 – 399 a.C.)  Na epoca as palavras comuns eram usadas de forma diferente nos ensinamentos por filosofos: EX: logos = conversa – mas para os filosofos logos = conceito a definição  Socrates questionava:  Qual é o logos de algo?  Qual a sua definição, seu conceito.
  • 9. PLATÃO (428 – 347 a.C.)
  • 10. FILOSOFIA DE PLATÃO (428 – 347 a.C.)  Viveu em Atenas, era discipulo de Socrates  Fundador de uma importante escola: a Academia  Pensamento baseado no “Mito da Caverna”  “Platão imagina uma caverna onde todos os seres humanos estão acorrentados e voltados para o fundo da caverna, nessa posição, eles só enxergam um reflexo das coisas que existem no mundo fora dela. Aquele homem que conseguisse fugir de suas amarras poderia ver os objetos reais que estão fora da caverna”  2 pensamentos:  epistemologico (teoria das ideias – mito da caverna) e politico  Divisão entre o mundo sensível e o mundo inteligivel  Platão privilegiava o mundo das ideias/ inteligivel/real
  • 11.
  • 13. FILOSOFIA DE ARISTOTELES  Nasceu em Calcidica, filho de medico da corte de Felipe 2, foi estudar na Academia de Platão, se destacou. Ele voltou a macednia e foi educar o futuro rei: Magno  Fundou o Liceu – sua propria escola – em 340 a.C.  Define a ciencia como conhecimento verdadeiro  Sua filosofia tem 3 bases:  Substancia, essencia e acidente  Ato, potencia  Materia, forma
  • 14. FILOSOFIA DE ARISTOTELES  Aristoteles rejeita o mundo de ideias de Platão  une o mundo sensível e o inteligivel e o chama de SUBSTANCIA (e dentro dela existem a essencia e o acidente) – aquilo que é em si mesmo  Para explicar as mudaças dos seres ele define a FORMA e a MATERIA:  FORMA – é aquilo que faz uma coisa ser o que ela é, essencia comum, mesma especie  MATERIA – principio indeterminado de que o mundo fisico é composto, passividade e potencia  POTENCIA / ATO DE POTENCIA – é a ausencia de perfeição, movimento, necessario a ação de outro ser, esta se atualiza
  • 15. FILOSOFIA DE ARISTOTELES  Aristoteles supera Platao e Parmenides ao pensar em conceitos universair – levando em consideração a transformação da coisa individual.  Outra ideia é ATO PURO ou CAUSA PRIMARIA:  Ao relacionar as coisas ele define que tudo é criado por outro ser, a não ser o objeto que inicia tudo este é imovel é o puro ato não é potencia.
  • 16. FILOSOFIA MEDIEVAL  Começa no fim do Imperio romano no ano de 476  FILOSOFIA PATRISTICA  Defesa da fé; a razão e fé se relacionam, na verdade a razão é subordinada à Fé!  Principal filosofo: Santo Agotinho  Influenciado pela filosofia Platonica  FRASE: “Creio para poder entender”  Retoma a ideia de mundo sensível e mundo das coisas  Mas troca o mundo das ideias pelo conceito de ideias divinas  Deus ilumina a razão e permite ao homem pensar de maneira correta
  • 17. FILOSOFIA MEDIEVAL  A ESCOLASTICA  Filosofia cristã que dominou a era medieval  Inicio sec. IX Teve seu apogeu em XVIII  Central a aliança entre fé e razão (mas a razao é serva da fé)  PRINCIPAL FILOSOFO: São Tomas de Aquino  Trabalha com traduções gregas de Aristoteles  Criou a filosofia aristotelico-tomista  A fé e a razão são compativeis
  • 18. RESUMÃO  a filosofia grega tem sua origem n fim da COSMOGONIA (pensamento mitico) e o inicio da COSMOLOGIA (fundamento das coisas)  Os sofistas - filosofos pre-socraticos - expandiram o ensino.  HERACLITO - diz que o mundo é instavel e mutavel.  PARMENIDES - diz que só existe o mundo inteligivel, ou o ser é ou não é  SOCRATES - importante filosofo - é preciso desconstruir (ver a ignorancia) para construir (ter o saber) isso é possivel atraves da ironia(pergunta, desmontar o conhecimento anterior, ver a ignorancia, criar nova ideia e construir o novo pensamento
  • 19. RESUMÃO  PLATAO - discipulo de Socrates - fundou a escola Academia e via o mundo atraves do mundo /sensivel e o mundo das ideias/inteligivel  ARISTOTELES - discipulo de Platão - fundou a escola Liceu e definiu a ciencia o conhecimento verdadeiro, juntou as ideias de platao e as chamou de substancia do ser e o definiu o que é materia (principio mundo fisico), FORMA (essencia), POTENCIA (ausencia de perfeição) e o ATO PURO (inicio - o que é perfeito)
  • 20. RESUMÃO FILOSOFIA MEDIEVAL 2 PRINCIPAIS PENSADORES  SANTO AGOSTINHO - filosofia patristica - união da razão e fé - retornar a ideia de mundo sensivel e mundo ideal como o mundo das ideias divinas  SÃO TOMAS DE AQUINO - escolastica - a razão é serva da fé