UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM ?
Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual,
o profissional e a formação universitária
Prof...
O Cenário Nacional
A transformação tecnológica colocou em risco os axiomas tradicionais da
indústria audiovisual, principa...
O Mercado Audiovisual local
O aposento da película cinematográfica, a difusão democrática da imagem
digital, aliadas a FORM...
O Mercado Audiovisual local
As empresas do RS, acompanhando a tendências nacional, mudaram
processos, estruturas e atualiz...
O Mercado Audiovisual local
Para enfrentar esse novo status quo o mercado audiovisual gaúcho
percebeu a necessidade latent...
O Perfil do Profissional
!
Fonte:	
  UNIVERSIDADE	
  FEDERAL	
  DO	
  RIO	
  GRANDE	
  DO	
  SUL.	
  Centro	
  de	
  Estudos...
Apontamentos Iniciais
É possível perceber que, ainda que formação superior não seja vista como
diferença fundamental na co...
Trabalho integrante da pesquisa:
REFLEXOS E REFRAÇÕES:
A funcionalidade do mercado
audiovisual brasileiro.
O objetivo geral desta investigação é identificar as latências na formação
acadêmica dos profissionais atuantes no mercado a...
Trabalhos inéditos pelo alunos de Iniciação Científica:
O ASSISTENTE DE DIREÇÃO NO TRÂNSITO
ENTRE CINEMA E A PUBLICIDADE: D...
Outros trabalhos apresentados em 2015 pelos alunos:
NA BUSCA POR UM NOVO CINEMA: As
transformações estéticas e narrativas ...
Referências
BERTOMEU,	
  João	
  Vicente	
  Cegato.	
  Criação	
  em	
  filmes	
  publicitários.	
  São	
  Paulo:	
  Cengac...
 
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM ?
Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual,
o profissional e a formação universitária
Prof...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, o profissional e a formação universitária

152 visualizações

Publicada em

Material apresentado na XI SEPesq - Semana de Pesquisa e Extensão da UniRitter.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
152
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, o profissional e a formação universitária

  1. 1.   UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM ? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, o profissional e a formação universitária Profa. Daniela Israel
  2. 2. O Cenário Nacional A transformação tecnológica colocou em risco os axiomas tradicionais da indústria audiovisual, principalmente por SIMPLIFICAR O PROCESSO DE PRODUÇÃO, o ACESSO AO CONTEÚDO e possibilitar que o espectador veja os filmes “sem as restrições de meios e veículos impostas”. (DE LUCA, 2009, p. 15)
  3. 3. O Mercado Audiovisual local O aposento da película cinematográfica, a difusão democrática da imagem digital, aliadas a FORMAS MAIS ECONÔMICAS DE PRODUÇÃO resultaram no fim de antigas funções e a necessidade de uma REFORMULAÇÃO DE CARGOS E PROCESSOS DE TRABALHO.
  4. 4. O Mercado Audiovisual local As empresas do RS, acompanhando a tendências nacional, mudaram processos, estruturas e atualizaram equipamentos.
  5. 5. O Mercado Audiovisual local Para enfrentar esse novo status quo o mercado audiovisual gaúcho percebeu a necessidade latente de realizar uma revisão conceitual sobre o perfil da mão de obra necessária.
  6. 6. O Perfil do Profissional ! Fonte:  UNIVERSIDADE  FEDERAL  DO  RIO  GRANDE  DO  SUL.  Centro  de  Estudos  Internacionais  sobre  Governo.  Plano  de   Desenvolvimento  do  APL  do  Audiovisual.  Porto  Alegre,  2014    
  7. 7. Apontamentos Iniciais É possível perceber que, ainda que formação superior não seja vista como diferença fundamental na contratação de um profissional (57%), e que pese mais a experiência prática (80%), os empresários reconhecem que são as universidades que legitimam os novos profissionais para a entrada no mercado. O papel da universidade se transforma, e assim em vez de ser o suporte básico para difusão do conhecimento, passa a atuar como protagonista na construção de redes de contatos entre contratados e contratantes.
  8. 8. Trabalho integrante da pesquisa: REFLEXOS E REFRAÇÕES: A funcionalidade do mercado audiovisual brasileiro.
  9. 9. O objetivo geral desta investigação é identificar as latências na formação acadêmica dos profissionais atuantes no mercado audiovisual formados nos cursos de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda e que trabalham ou almejam trabalhar em produtoras audiovisuais.
  10. 10. Trabalhos inéditos pelo alunos de Iniciação Científica: O ASSISTENTE DE DIREÇÃO NO TRÂNSITO ENTRE CINEMA E A PUBLICIDADE: Desafios da função na produção audiovisual gaúcha   A MARCA DA NOVA GERAÇÃO DE CINEASTAS: Uma reflexão sobre a primeira metade da década de 2010 no cinema gaúcho    REDATOR PUBLICITÁRIO E DIRETOR DE CENA: direito autoral, quem tem direito? !
  11. 11. Outros trabalhos apresentados em 2015 pelos alunos: NA BUSCA POR UM NOVO CINEMA: As transformações estéticas e narrativas do cinema produzido no RS e a nova geração de cineastas   A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA: Um estudo sobre a sequencia de aberturas e seu papel nas narrativas audiovisuais japonesas   DO JAPÃO AO BRASIL: a trajetória das animações japonesas   SEMIÓTICA E TEORIA DA COMUNICAÇÃO: através da ótica meta-simbólica do filme interestelar
  12. 12. Referências BERTOMEU,  João  Vicente  Cegato.  Criação  em  filmes  publicitários.  São  Paulo:  Cengace  Learning,   2010.       BONA,  Nivea  Canalli.  Publicidade  e  propaganda:  da  agência  à  campanha.  CuriLba:  Ibpex,  2007.       CENTRO  UNIVERSITÁRIO  RITTER  DOS  REIS.  Porto  Alegre,  Faculdade  de  Comunicação  Social.   Disponível  em:  <hVp://www.uniriVer.edu.br/graduacao/publicidade_propaganda>  Acesso  em:  03   abr  2015.       DE  LUCA,  Luiz  Gonzaga  Assis.  A  Hora  do  Cinema  Digital:  DemocraAzação  e  Globalização  do   Audiovisual.  São  Paulo:  Imprensa,  2009.       UNIVERSIDADE  FEDERAL  DO  RIO  GRANDE  DO  SUL.  Centro  de  Estudos  Internacionais  sobre   Governo.  Plano  de  Desenvolvimento  do  APL  do  Audiovisual.  Porto  Alegre,  2014.       VERGARA,  Sylvia  Constant.  Projetos  e  relatórios  de  pesquisa  em  administração.  6.  ed.  São  Paulo:   Atlas,  2005.  
  13. 13.   UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM ? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, o profissional e a formação universitária Profa. Daniela Israel

×