HIROSHIMA:
A PROBLEMÁTICA DA REPRESENTAÇÃO
E A INFLUÊNCIA DA LITERATURA
Autora: Daniela Israel
Orientador: Dr. Daniel Cont...
Metodologia
[...] toda obra literária é antes de mais nada uma
espécie de objeto, de objeto construído; e é grande
o PODER...
Hiroshima
Fundada em 1589.
Localizada a 670 km ao sul de Tóquio.
Com uma população de 350.000, representava,
até 1945, o c...
PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
[...] o LONGO SILÊNCIO SOBRE O PASSADO, longe de conduzir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
[...] ORGANIZAÇÃO...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
1944
Iwo Jima
1945
Explosão
da Bomba
1945 - 1952
Lei da Imprensa
1960
Decreto dos
3 Princípios Nucleares
1963
Notas de Hir...
Alguns apontamentos
Hiroshima, o primeiro centro urbano a
vivenciar a experiência de uma explosão
atômica, assumiu o statu...
Referências Bibliográficas
CANDIDO, A. Direito e Literatura. In: ___. Vários escritos. São Paulo/Rio de Janeiro:
Duas Cida...
HIROSHIMA:
A PROBLEMÁTICA DA REPRESENTAÇÃO
E A INFLUÊNCIA DA LITERATURA
Autora: Daniela Israel
Orientador: Dr. Daniel Cont...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

HIROSHIMA: A problemática da representação e a influência da literatura

235 visualizações

Publicada em

Material apresentado em 21/10 durante a XI SEPesq - Semana de Pesquisa e Extensão da UniRitter em 2015.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
235
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

HIROSHIMA: A problemática da representação e a influência da literatura

  1. 1. HIROSHIMA: A PROBLEMÁTICA DA REPRESENTAÇÃO E A INFLUÊNCIA DA LITERATURA Autora: Daniela Israel Orientador: Dr. Daniel Conte Mestrado em Processos e Manifestações Culturais Universidade FEEVALE
  2. 2. Metodologia [...] toda obra literária é antes de mais nada uma espécie de objeto, de objeto construído; e é grande o PODER HUMANIZADOR desta construção, ENQUANTO CONSTRUÇÃO. (CANDIDO, 2004, p. 177)
  3. 3. Hiroshima Fundada em 1589. Localizada a 670 km ao sul de Tóquio. Com uma população de 350.000, representava, até 1945, o centro universitário e militar do país. Durante a Segunda Guerra Mundial, era a sede do batalhão do pilotos kamikazes.
  4. 4. PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS
  5. 5. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba
  6. 6. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa
  7. 7. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa [...] o LONGO SILÊNCIO SOBRE O PASSADO, longe de conduzir ao esquecimento, é a RESISTÊNCIA QUE UMA SOCIEDADE CIVIL IMPOTENTE OPÕE AO EXCESSO DE DISCURSOS OFICIAS. (POLLAK, 1989, p. 5)
  8. 8. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares
  9. 9. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares [...] ORGANIZAÇÃO DA PALAVRA comunica-se ao nosso espírito e o leva, primeiro, a se organizar; e seguida, A ORGANIZAR O MUNDO. (CANDIDO, 2004, p. 179)
  10. 10. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima
  11. 11. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima Escrito por Ôe Kenzaburo. Apresenta uma visão de Hiroshima abandonada pelo governo e relata as experiências dos sobreviventes, seu sofrimento e seu silêncio. A linguagem literária é clara e objetiva. O eixo central da história é o conceito sobre o “Outro”. (GONÇALVES, 2011, p. 110)
  12. 12. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas
  13. 13. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas [...] a busca pela preservação material surge como um “forte elemento simbólico, talvez até uma forma de magia que, ao restabelecer uma parte pequena mas emocionalmente carregada de um PASSADO PERDIDO, de algum modo RESTABELECE O TODO”. (HOBSBAWM, 1998, p. 23)
  14. 14. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra
  15. 15. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra Chuva Negra é uma obra híbrida que mistura romance e depoimentos. O destaque da obra está na relação entre o Eu e o Outro: o eu, vítima da bomba atómica, e o outro, os japoneses não vítimas. “Chuva Negra diz a ‘nós' (não vítimas) o que ‘nós’ somos enquanto seres humanos, então é porque aqui se encontra um romance que narra as semelhanças entre nós e as vítimas e não as diferenças.” (GONÇALVEZ, 2011, p. 49)
  16. 16. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra 1973 Gen Pés Descalços
  17. 17. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra 1973 Gen Pés Descalços “A série foi baseada em MINHA EXPERIÊNCIA PESSOAL sobre a bomba. As cenas de família, as personagens e vários episódios que aparecem em Gen são pessoas e eventos reais que EU VI, DOS QUAIS OUVI FALAR OU QUE EU MESMO VIVENCIEI.” (NAKAZAWA, 2003, p. 13).
  18. 18. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra 1973 Gen Pés Descalços
  19. 19. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra 1973 Gen Pés Descalços 1994 Nobel de Literatura 1996 UNESCO
  20. 20. 1944 Iwo Jima 1945 Explosão da Bomba 1945 - 1952 Lei da Imprensa 1960 Decreto dos 3 Princípios Nucleares 1963 Notas de Hiroshima 1966 Preservação das Ruínas 1969 Chuva Negra 1973 Gen Pés Descalços 1994 Nobel de Literatura 1996 UNESCO [...] representar é “uma maneira própria de estar no mundo, a SIGNIFICAR SIMBOLICAMENTE um estatuto e UMA POSIÇÃO. (CHARTIER, 2002, p. 73) HALL ensina que a representação é parte essencial do processo pelo qual um significado é produzido e disseminado aos membros de uma cultura, e que a representação envolve ESSENCIALMENTE O USO DA LINGUAGEM, de sinais e imagens que representam coisas.
  21. 21. Alguns apontamentos Hiroshima, o primeiro centro urbano a vivenciar a experiência de uma explosão atômica, assumiu o status de “cidade vítima”, e construiu no entorno de suas ruinas o Museu Memorial da Paz. Entre os fatores que colaboraram para construção de sua identidade, estão suas PRÓPRIAS FORMAS DE REPRESENTAR: a manutenção das ruínas, as obras literárias e o sentimento japonês de “vítima da guerra”.
  22. 22. Referências Bibliográficas CANDIDO, A. Direito e Literatura. In: ___. Vários escritos. São Paulo/Rio de Janeiro: Duas Cidades, Ouro sobre Azul, 2004. CHARTIER, Roger. À beira da falésia. A História entre certezas e inquietude. Porto Alegre: Ed. Da Universidade/UFRGS, 2002. COMPAGNON, A. A literatura. In: ___. O Demônio da Teoria. Literatura e senso comum. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999. ENCARTE INSTITUCIONAL MUSEU MEMÓRIAL DA PAZ DE HIROSHIMA. Disponível em: <http://www.pcf.city.hiroshima.jp/virtual/img/pamphlet/Portuguese.pdf>. Acesso em: 15 jul. 2015. GONÇALVES, Ana Cristina. A Representações de Hiroshima: a problemática da representação a partir de Gen pés Descalços. 2011. 124p. Dissertação (Mestrado em língua, literatura e cultura japonesa), Faculdade de filosofia, letras e ciências humanas. Departamento de Letras Orientais. Universidade de São Paulo, 2011. HERSEY, John. Hiroshima. 2.ed. Companhia das Letras. São Paulo: 2002. HOBSBAWM, Eric. Sobre a História. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. IBUSE, Masuji. Chuva Negra. São Paulo: Estação Liberdade, 2011. NAKAZAWA, Keiji. Gen Pés Descalços. Tradução de Suara Bastas e José Maruoka. São Paulo: Conrad Editora do Brasil, 2001. OE, Kenzaburo. Hiroshima Notes. Tradução de David L. Swain e Toshi Yonezawa. New York: Grove Press, 1981. POLLAK, Michael. Memória e identidade social. In: Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 5, n. 10, 1992.. _____, Michael. Memória, Esquecimento e silêncio. In: Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 2, n. 3, 1989. RUTH, Benedict. O Crisântemo e a Espada. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, 1972.
  23. 23. HIROSHIMA: A PROBLEMÁTICA DA REPRESENTAÇÃO E A INFLUÊNCIA DA LITERATURA Autora: Daniela Israel Orientador: Dr. Daniel Conte Mestrado em Processos e Manifestações Culturais Universidade FEEVALE daniela_israel@uniritter.edu.br

×