SlideShare uma empresa Scribd logo

PERÍCIA_ENADE 2012

Unime Itabuna, aula de reforço realizada no dia 25.08.2012, Perícia Contábil.

1 de 12
Baixar para ler offline
AULA PREPARATÓRIA ENADE 2012 / EXAME SUFICÊNCIA CFC
Data: 25/08/12
Disciplina: Perícia Contábil

1 – QUESTÃO

Leia o trecho:

     A perícia contábil constitui o conjunto de procedimentos técnico-científicos
     destinados a levar à instância decisória elementos de prova necessários a subsidiar
     à justa solução do litígio ou constatação de um fato, mediante laudo pericial
     contábil e/ou parecer pericial contábil, em conformidade com as normas jurídicas e
     profissionais, e a legislação específica no que for pertinente. (NBC TP 01)

Em relação a esse assunto, é CORRETO afirmar que:

    A) A perícia contábil judicial pode ser realizada por um técnico de contabilidade
       devidamente registrado em Conselho Regional de Contabilidade.

    B) O contador deve solicitar verbalmente, ao Juízo, prorrogação para concluir seus
       trabalhos, quando da impossibilidade de cumprimento do prazo.

    C) O parecer pericial contábil serve para subsidiar, na esfera extrajudicial, o Juízo e
       as partes, bem como para analisar de forma técnica o laudo pericial.

    D) O parecer pericial contábil serve para subsidiar, na esfera judicial, o árbitro e as
       partes nas suas tomadas de decisão.

    E) Os livros e os documentos a serem compulsados constituem um dos fatores a serem
       considerados no planejamento da perícia.

2 – QUESTÃO

Um empregado foi registrado em 16 de janeiro de X6 e demitido em 30 de setembro do
mesmo ano, com dispensa de aviso prévio pelo empregador.

Considerando-se que a empresa antecipa 50% do 13º salário para todos os seus empregados,
no dia 30 de junho de cada ano, a rescisão contratual do empregado foi composta por quais
parcelas?

    A) Aviso prévio igual a 30 dias trabalhados, 9/12 de férias, 4/12 de 13º salário, 40% de
       multa do FGTS.

    B) Aviso prévio proporcional aos meses trabalhados, férias e 13º no valor do último
       salário, 40% de multa do FGTS.

    C) Saldo de Salário, Aviso Prévio Indenizado, 9/12 de férias indenizadas + 1/3 sobre férias,
       3/12 de 13º salário, 40% de multa do FGTS.

    D) Saldo de Salário, Aviso Prévio Indenizado, 10/12 de férias + 1/3 sobre férias, 4/12 de
       13º salário, 40% de multa do FGTS.

    E) Saldo de Salário, Férias de igual valor do último salário, metade do 13º salário, 40% de
       multa do FGTS.


                                                                                              1
3 – QUESTÃO

De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicáveis aos trabalhos de Perícia
Contábil, o Laudo Pericial Contábil é:
     A) A indagação e a busca de informações, mediante conhecimento do objeto da perícia
        solicitada nos autos.
     B) A investigação e a pesquisa sobre o que está oculto por quaisquer circunstâncias nos
        autos.
     C) A peça escrita elaborada pelo perito assistente, na qual ele deve registrar, de forma
        abrangente, o conteúdo da perícia e particularizar os aspectos e as minudências
        que envolvam o seu objeto e as buscas de elementos de prova necessários para a
        conclusão do seu trabalho.
     D) O documento escrito no qual o perito deve registrar, de forma abrangente, o conteúdo
        da perícia e particularizar os aspectos e as minudências que envolvam o seu
        objeto e as buscas de elementos de prova necessários para a conclusão do seu
        trabalho.

4 – QUESTÃO

De acordo com NBC TP 01 – Perícia Contábil, o planejamento deve ser elaborado com base nos
quesitos e/ou no objeto da perícia.

Em relação aos objetivos do planejamento da pericia, julgue os itens abaixo como Verdadeiros
(V) ou Falsos (F) e em seguida, assinale a opção CORRETA.
        ( ) Conhecer o objeto da perícia, a fim de permitir a adoção de procedimentos
        que conduzam à revelação da verdade, a qual subsidiará o juízo, o árbitro ou o
        interessado a tomar a decisão a respeito da lide.
        (    ) Definir a natureza, a oportunidade e a extensão dos exames a serem
        realizados, em consonância com o objeto da perícia, os termos constantes da
        nomeação, dos quesitos ou da proposta de honorários oferecida pelo Perito.
        (    ) Estabelecer condições para que o trabalho seja cumprido no prazo
        estabelecido.
        (   ) Identificar a legislação aplicável ao objeto da perícia.
        (   ) Identificar fatos que possam vir a ser importantes para a solução da
        demanda de forma que não passem despercebidos ou não recebam a atenção
        necessária.

A sequência CORRETA é:
A)   V, V, V, V, V.
B)   F, F, F, F, V.
C)   F, V, V, F, F.
D)   V, F, F, F, F.




                                                                                           2
5 – QUESTÃO
O laudo pericial contábil e o parecer pericial contábil, de acordo com a NBC TP 01 – Perícia
Contábil, devem conter em sua estrutura os seguintes itens, EXCETO:

   A) Conclusão, anexos, apêndices, assinatura do perito com sua categoria profissional e
      registro em Conselho Regional de Contabilidade.
   B) Conclusão, anexos, assinatura do advogado com seu parecer sobre a perícia e ajuste
      de parecer favorável às partes na Justiça.
   C) Identificação das diligências realizadas, transcrição e resposta aos quesitos para o
      laudo pericial contábil.
   D) Identificação do processo e das partes, síntese do objeto da perícia e metodologia
      adotada para os trabalhos periciais.


6 – QUESTÃO
O perito-contador deve declarar-se suspeito quando, após, nomeado, contratado ou
escolhido, verificar a ocorrência de situações que venham suscitar suspeição em função da
sua imparcialidade ou independência e, desta maneira, comprometer o resultado do seu
trabalho em relação à decisão.
Assinale a opção que apresenta uma situação que NÃO configura um caso de suspeição:
   A) A filha de uma das partes tem uma dívida em atraso com o perito-contador.
   B) O perito-contador é herdeiro presuntivo da esposa de uma das partes.
   C) O perito-contador não é especialista na matéria em litígio.
   D) Um dos litigantes é amigo íntimo do perito-contador.


7 – QUESTÃO
Quando houver divergência do laudo pericial contábil apresentado pelo perito-contador, o
perito-contador assistente deverá:
   A) Transcrever o quesito objeto de discordância, a resposta constante do laudo, seus
      comentários e, finalmente sua resposta devidamente fundamentada.
   B) Comunicar aos interessados a sua discordância e os seus comentários.
   C) Comunicar ao Juízo, as partes e ao perito contador, sua discordância e os seus
      comentários.
   D) Transcrever o quesito objeto de discordância, a respeito do laudo, seus comentários e
      finalmente sua resposta devidamente aceita pelo perito-contador.




                                                                                          3
8 – QUESTÃO

Na esfera judicial, o parecer pericial contábil serve para:
    A) Subsidiar o Juízo e as partes, bem como para analisar de forma técnica e científica o
       laudo pericial contábil.
    B) Subsidiar o Juízo e as partes sobre a responsabilidade da preparação e da redação do
       parecer pericial.
    C) Subsidiar as partes sobre a responsabilidade da preparação e da redação das
       recomendações inseridas no laudo pericial.
    D) Subsidiar o árbitro e as partes nas suas tomadas de decisão.


9 – QUESTÃO
 A perícia deve ser planejada cuidadosamente, com vista ao cumprimento do prazo. Na
impossibilidade do cumprimento deste, deve o profissional antes do vencimento:
    A) Comunicar, de qualquer forma, a necessidade de suplementação de prazo.
    B) Entregar o trabalho no ponto em que estiver, pois não se pode requerer prazo
       suplementar.
    C)    Na entrega dos trabalhos, na data limite, requerer pessoalmente o prazo
         suplementar.
    D) Requerer prazo suplementar, sempre por escrito..


10 – QUESTÃO
Não havendo quesitos a serem respondidos, a perícia será orientada.
    A) Pelo Juízo e pela parte que solicitou a perícia.
    B) Pelo perito-contador e pelo perito-contador assistente.
    C) Pelo Juízo e pelo perito-contador.
    D) Pelo objeto da matéria, se assim decidir quem a determinou.

11 – QUESTÃO
De acordo com a NBC TP 01 – Perícia Contábil, os procedimentos de perícia contábil visam
fundamentar as conclusões que serão levadas ao laudo pericial contábil ou parecer pericial
contábil e abrangem, total ou parcialmente, segundo a natureza e a complexidade da
matéria, exame, vistoria, indagação, investigação, arbitramento, mensuração, avaliação e
certificação.
Relacione procedimentos de perícia contábil na primeira coluna com a respectiva descrição na
segunda coluna e, em seguida, assinale a opção CORRETA.




                                                                                          4
( ) Ato de atestar a informação trazida ao laudo pericial contábil
 (1) Exame                  pelo perito-contador, conferindo-lhe caráter de autenticidade
                            pela fé pública atribuída a este profissional.
                            ( ) Determinação de valores ou a solução de controvérsia por
 (2) Vistoria
                            critério técnico-científico.
                            ( ) Análise de livros, registros das transações e documentos.
 (3) Arbitramento
                            ( ) Diligência que objetiva a verificação e a constatação de
 (4) Certificação
                            situação, coisa ou fato, de forma circunstancial.
A sequência CORRETA é:
   A) 4, 3, 2, 1.
   B) 4, 3, 1, 2..
   C) 3, 4, 1, 2.
   D) 3, 4, 2, 1.

12 – QUESTÃO

Com relação ao comportamento dos peritos contadores, julgue as situações hipotéticas
apresentadas nos itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA.
I. Um perito-contador nomeado pelo juiz dirigiu ao juiz petição, no prazo legal, justificando
que não poderia realizar a perícia, por ter sido empregado de uma das partes, há menos
de 6 meses.
II.   Um perito-contador, nomeado em juízo para atuar em uma questão relativa a uma
dissolução de sociedade, após constatar que não dispunha dos recursos humanos e
materiais em sua estrutura profissional para assumir o encargo, informou verbalmente ao juiz
que iria aceitar o trabalho, mas que não teria condições de cumprir com os prazos
estabelecidos.
III.  Um perito-contador assistente, convidado por uma das partes, ao tomar
conhecimento de que a parte contrária era seu amigo íntimo, além de compadre,
comunicou sua recusa, devidamente justificada por escrito, com cópia ao juízo.
Nas três situações acima descritas, o comportamento do perito está de acordo com o disposto
na NBC PP 01 – Perito Contábil, que estabelece procedimentos inerentes à atuação do
contador na condição de perito, nos itens:
   A)   I e II, apenas.
   B)   I e III, apenas.
   C)   II e III, apenas.
   D)   I, II e III.


13 – QUESTÃO
Uma empresa apresentava um quadro societário de cinco sócios, com as seguintes
participações: sócio A: 20%; sócio B: 20%; sócio C: 20%; sócio D: 20%; e sócio E: 20%. O
sócio D foi excluído da sociedade pelos demais sócios, os quais arquivaram uma Alteração
Contratual na Junta Comercial, na qual constou em uma das cláusulas que os haveres do
sócio excluído estariam a sua disposição, cuja apuração de haveres teria sido realizada com
base em Balanço Patrimonial Especial. O sócio D ajuizou uma ação de apuração de haveres na


                                                                                                 5
qual pediu a avaliação dos bens da sociedade, com base em valores de mercado. O juiz
nomeou dois peritos. Para a avaliação dos bens imóveis, foi nomeado um perito
engenheiro e para a apuração dos haveres foi nomeado o perito-contador. O trabalho do
perito-contador utilizou os dados apresentados pela perícia de engenharia e os valores
do Balanço Patrimonial Especial juntados aos autos, para, por fim, elaborar um novo
Balanço Patrimonial Ajustado.
O Balanço Patrimonial Especial era assim representado:
                           Balanço Patrimonial Especial em 31.1.2011
              ATIVO                                                           R$
              Ativo Circulante                                         742.465,53
              Caixa                                                      3.466,40
              Bancos Conta Movimento                                    19.360,36
              Aplicações                                                51.656,48
              Estoques                                                 124.019,03
              Duplicatas a Receber                                     214.734,00
              Adiantamentos                                              8.728,57
              Impostos a Recuperar                                      35.834,51
              Despesas Pagas Antecipadamente                           284.666,18
              Ativo Não Circulante                                1.899.933,61
              Investimentos                                             14.814,87
              Imobilizado                                         1.884.292,23
              Intangível                                                  826,51
              Total do Ativo                                      2.642.399,14
              Passivo a Descoberto                                     389.219,93
              Capital Social Realizado                             -121.260,00
              Prejuízos Acumulados                                     510.479,93
              Total do Ativo + Passivo a Descoberto               3.031.619,07


              PASSIVO                                                         R$
              Passivo Circulante                                  2.366.717,69
              Fornecedores                                        1.332.217,17
              Empréstimos Bancários                                     20.000,00
              Obrigações Sociais a Recolher                            234.200,21
              Impostos e Taxas a Recolher                              678.683,18
              Obrigações Trabalhistas                                   52.086,21
              Provisões                                                 37.324,65
              Adiantamento de Clientes                                  12.206,27
              Passivo Não Circulante                                   664.901,38
              Empréstimos de Longo Prazo                               451.765,96
              Impostos Federais Parcelados                             213.135,42
              Total do Passivo                                    3.031.619,07




                                                                                    6
Os bens imóveis avaliados pela perícia de engenharia foram agrupados conforme a seguir:

                                                     Valor antes da    Valor após
             DESCRIÇÃO                               Avaliação         avaliação
             Ativo Não Circulante                       1.899.933,61 2.456.701,90
             Investimentos                                 14.814,87       714.944,89
             Propriedades para Investimento                13.769,98       713.900,00
             Participações em Sociedade de Crédito          1.044,89         1.044,89
             Imobilizado                                1.884.292,23 1.740.930,50
             Máquinas e Equipamentos                    1.884.292,23 1.740.930,50
             Intangível                                       826,51          826,51
             Marcas e Patentes                                826,51          826,51

O perito-contador realizou os ajustes necessários a um novo Balanço Patrimonial, no qual
os haveres do sócio excluído ficaram apurados em:

   A) R$ 33.509,67.

   B) R$ 167.548.36

   C) R$ 491.340,38

   D) R$ 639.833,49

14 – QUESTÃO

Levando-se em consideração os procedimentos da Perícia Contábil, afirma-se que:
   A) A certificação é o ato de atestar informações trazidas ao Laudo Pericial
      Contábil, estabelecendo valores.
   B) A mensuração é o conjunto de dados que busca trazer informações mediante
      entrevista e verificação da situação.
   C) A vistoria é a diligência que objetiva a verificação e a constatação de situação,
      coisa ou fato, de forma circunstancial.
   D) O arbitramento é a quantificação física para a solução de controvérsia por
      critérios qualitativos.

15 – QUESTÃO
Quando nomeado em Juízo e reconhecer não estar capacitado a desenvolver o objeto do
trabalho, o Perito Contador deverá:
   A) Aceitar o trabalho devido a sua responsabilidade profissional.
   B) Comunicar as partes, por escrito, a razão de seu impedimento.
   C) Declarar sua impossibilidade na primeira audiência do processo.
   D) Dirigir petição ao Juízo, no prazo legal, justificando sua escusa.



                                                                                        7
16 – QUESTÃO

O Juiz indeferirá a perícia quando:

    I. – a prova do fato não depender de conhecimento especial técnico.
    II. – carecer de conhecimento técnico ou científico.
    III. – for desnecessária em vista de outras provas produzidas.
    IV. – não houver cumprimento do encargo no prazo estipulado.
    V. – a verificação for impraticável.

    As alternativas CORRETAS são:

      A)   I,    III   e    V.
      B)   I,    IV    e    V.
      C)   II,   III   e   IV.
      D)   II,   IV    e    V.


17 – QUESTÃO

Em relação ao prazo estipulado pelo Juiz para a entrega de laudos:
    A) A parte poderá intimar o Perito para comparecimento em audiência para prestar
        esclarecimento sobre o laudo.
    B) O Perito não podendo apresentar o laudo dentro do prazo, o Juiz conceder-lhe-á, por
        uma vez, a prorrogação, segundo o seu prudente arbítrio.
    C) O Perito poderá apresentar laudo em cartório, no prazo fixado pelo Juiz, no prazo de
        vinte dias antes da audiência de instrução e julgamento.
    D) Os Peritos e assistentes técnicos oferecerão seus pareceres no prazo comum de vinte
        dias.

18 – QUESTÃO

O Parecer Pericial Contábil será datado, rubricado e assinado pelo:
    A) Perito contador, que nele fará constar a sua categoria profissional de Contador e o seu
        número de registro em Conselho Regional de Contabilidade.
    B) Perito-contador assistente, que nele fará constar a sua categoria profissional de
        Contador e o seu número de registro em Conselho Regional de Contabilidade.
    C) Perito-contador e perito-contador assistente, que nele fará constar a sua categoria
        profissional de Contador e o seu número de registro em Conselho Regional de
        Contabilidade.
    D) Perito-contador assistente, juntamente com o advogado da parte, que nele fará
        constar suas categoria profissional de Contador e Advogado respectivamente, com o
        n.º de seu registros no Conselho de Classe.




                                                                                            8
19 – QUESTÃO

De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade, a hipótese em que o sigilo profissional
poderá ser rompido é:
   A) Depois de concluído os trabalhos e entregue o Laudo Pericial.
   B) Quando em defesa de sua conduta técnica profissional autorizado por quem de
       direito.
   C) Quando ocorrer o desligamento do perito-contador, antes do trabalho ser concluído.
   D) Se o perito-contador, por qualquer razão for substituído pelo juiz.


20 – QUESTÃO

O arbitramento, como procedimento de Perícia Contábil, é:
   A) A determinação de valores ou a solução de controvérsia por critérios aleatórios.
   B) A determinação de valores ou a solução de controvérsia por critério técnico.
   C) Diligência que objetiva a quantificação do valor.
   D) O ato de estabelecer a quantificação de direitos.

21 – QUESTÃO

Os procedimentos de Perícia Contábil visam:
   A) Relacionar os livros, os documentos e os dados de que necessitem.
   B) Os fatores relevantes na execução dos trabalhos.
   C) O conjunto de procedimentos técnicos e científicos.
   D) Fundamentar as conclusões que serão levadas ao Laudo Pericial Contábil.


22 – QUESTÃO
Por ocasião das diligências a serem executadas no trabalho pericial, o Perito-Contador e o
Perito-Contador Assistente, devem:
   A) Comunicar aos advogados das partes qualquer dificuldade na execução dos trabalhos.
   B) Estabelecer seus honorários, mediante avaliação dos serviços, incluindo todas as
       diligências a serem realizadas.
   C) Examinar os livros contábeis e fiscais, bem como as fichas financeiras dos empregados,
       e interpretar a legislação vigente.
   D) Relacionar os livros, os documentos e os dados de que necessitem, solicitando-os, por
       escrito, em termo de diligência.




                                                                                           9
23 – QUESTÃO

De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade NBC TP 01 – Perícia Contábil, o
planejamento deve considerar os seguintes fatores relevantes na execução dos trabalhos,
EXCETO:
    A) A forma de reajuste e parcelamento de honorários, se houver.
    B) Os serviços especializados, necessários para a execução do trabalho.
    C) O conhecimento detalhado dos fatos concernentes à demanda.
    D) O tempo necessário para a elaboração do trabalho.


24 – QUESTÃO
Visando fundamentar as conclusões que serão levadas ao Laudo Pericial, além de exame e
vistoria, os procedimentos de perícia contábil são em ordem de procedência:
    A) Execução, indagação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação.
    B) Indagação, investigação, arbitramento, execução, avaliação e certificação.
    C) Indagação, investigação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação.
    D) Indagação, investigação, execução, mensuração, avaliação e certificação

25 – QUESTÃO
Segundo a Norma Brasileira de Contabilidade o contrato de honorários na Perícia Extrajudicial
e na Perícia Arbitral deve ser elaborado com base no:
    A) Valor estimado da causa.
    B) Planejamento realizado.
    C) Valor do honorário dos advogados das partes.
    D) Valor arbitrado pelo Juiz.


26 – QUESTÃO
O parecer pericial contábil, quando judicial e arbitral deve ser:
    A) Encaminhado por petição protocolada.
    B) Entregue pessoalmente.
    C) Entregue pelo correio.
    D) Encaminhado via cartório.




                                                                                          10
27 – QUESTÃO

Os procedimentos de perícia contábil visam fundamentar as conclusões que serão levadas ao
laudo pericial contábil ou parecer pericial contábil, e abrangem total ou parcialmente, segundo
a natureza e a complexidade da matéria, exame, vistoria, indagação, investigação,
arbitramento, mensuração, avaliação e certificação. A indagação corresponde:
A) A diligência que objetiva a verificação e a constatação de situações de forma
    circunstancial.
B) A busca de informações mediante entrevista com conhecedores do objeto da perícia.
C) A determinação de valores ou a solução de controvérsia por critério técnico.
D) A análise de livros, registros das transações e documentos.

28 – QUESTÃO
O laudo pericial contábil e ou parecer pericial contábil deve ter por limite:

    A)   Os livros e documentos a serem analisados.
    B)   Os próprios objetivos da perícia deferida ou contratada.
    C)   Os quesitos quando formulados.
    D)   Os serviços especializados necessários para a execução dos trabalhos.


29 – QUESTÃO

Segundo as Normas Brasileiras de Contabilidade a execução da perícia quando incluir a
utilização de equipe técnica, deve ser realizada sob a orientação e supervisão do:

    A)   Perito-Contador indicado pela ré.
    B)   Perito-Contador indicado pela autora.
    C)   Perito-Contador que assume a responsabilidade pelos trabalhos.
    D)   Juiz e advogados das partes.

30 – QUESTÃO

Segundo o Código de Processo Civil o Perito cumprirá escrupulosamente o encargo que lhe foi
cometido, independentemente de termo de compromisso. Os Assistentes Técnicos são de
confiança:

    A)   Do Juízo, sujeitos a impedimento ou suspeição.
    B)   Do Juízo, não sujeitos a impedimento ou suspeição.
    C)   Da parte, sujeitos a impedimento e suspeição.
    D)   Da parte, não sujeitos a impedimento ou suspeição.




                                                                                            11
31 – QUESTÃO
O Perito e o Assistente Técnico só estarão obrigados a prestar esclarecimentos ao Juiz, quando
intimados a comparecer à audiência, formulando as perguntas, sob a forma de quesitos,
quando intimados:
     A)    5 dias antes da audiência.
     B)   30 dias antes da audiência.
     C)   15 dias antes da audiência.
     D)   10 dias antes da audiência.


32 – QUESTÃO
Das alternativas abaixo, são procedimentos de perícia contábil, exceto:
A)   Juramento.
B)   Vistoria.
C)   Indagação.
D)   Mensuração

33 – QUESTÃO
Prazo para apresentação da escusa do perito-contador:
A)   Dentro de cinco dias contados da intimação ou do impedimento superveniente.
B)   De acordo com a decisão do Juiz.
C)   Dentro de quinze dias contados da intimação ou do impedimento superveniente.
D)   Não existe prazo definido para apresentação da escusa.

34 – QUESTÃO

No processo judicial, o Contador pode funcionar como perito do juízo ou como perito-
contador assistente das partes. Em relação ao perito do juízo, os honorários periciais são:

A) De responsabilidade exclusiva do donatário.
B) De responsabilidade da parte que houver requerido o exame, ou pelo autor, quando
   requerido por ambas as partes ou determinado de ofício pelo juiz.
C) De responsabilidade parcial do donatário.
D) Não há que se falar em honorários, por ser o perito do juízo componente do quadro
   regular da justiça, contratado mediante salário.

35 – QUESTÃO

O perito-contador que prestar informações inverídicas, responderá pelos prejuízos que causar
à parte, ficando inabilitado a atuar em outras perícias por:

A)   Um ano.
B)   Dois anos.
C)   Três anos.
D)   Seis anos.


Fontes: Provas de ENADE e Exames de Suficiência já realizados.


                                                                                           12

Recomendados

2+ +perícia+contábil+-+conceitos+e+introdução
2+ +perícia+contábil+-+conceitos+e+introdução2+ +perícia+contábil+-+conceitos+e+introdução
2+ +perícia+contábil+-+conceitos+e+introduçãoClarissa Schoppan
 
Manual de Pericia Contábil
Manual de Pericia ContábilManual de Pericia Contábil
Manual de Pericia Contábilgui1888
 
Palestra Perícia Contábil
Palestra Perícia ContábilPalestra Perícia Contábil
Palestra Perícia ContábilAntonio Quirino
 
Estrutura laudo pericial revista amazonia
Estrutura laudo pericial   revista amazoniaEstrutura laudo pericial   revista amazonia
Estrutura laudo pericial revista amazoniacontaexata
 
Nbctp01 - Perícia Contábil
Nbctp01 -  Perícia Contábil Nbctp01 -  Perícia Contábil
Nbctp01 - Perícia Contábil Souza Neto
 
Nbcpp02 - Perícia Contábil
Nbcpp02 - Perícia Contábil Nbcpp02 - Perícia Contábil
Nbcpp02 - Perícia Contábil Souza Neto
 
Perícia Judicial Contábil
Perícia Judicial ContábilPerícia Judicial Contábil
Perícia Judicial ContábilCaroline Knoth
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 2 - Perícia Contábil
Aula 2 - Perícia ContábilAula 2 - Perícia Contábil
Aula 2 - Perícia ContábilSouza Neto
 
Aula 1 - Perícia Contábil
Aula 1 - Perícia ContábilAula 1 - Perícia Contábil
Aula 1 - Perícia ContábilSouza Neto
 
Nbc pp 01 - Perícia Contábil
Nbc pp 01  - Perícia Contábil Nbc pp 01  - Perícia Contábil
Nbc pp 01 - Perícia Contábil Souza Neto
 
Pericia contábil modulo - 1
Pericia contábil   modulo - 1Pericia contábil   modulo - 1
Pericia contábil modulo - 1Junior Tusta
 
Livro cartilha pericia_contabil
Livro cartilha pericia_contabilLivro cartilha pericia_contabil
Livro cartilha pericia_contabilMonalliza88
 
Laudo pericial modelo
Laudo pericial modeloLaudo pericial modelo
Laudo pericial modeloPaulo H Bueno
 
AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...
AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...
AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...Souza Neto
 
2021 - Impugnação de honorários periciais
2021 - Impugnação de honorários periciais2021 - Impugnação de honorários periciais
2021 - Impugnação de honorários periciaisConsultor JRSantana
 
Laudo insalubridade pref santana livramento
Laudo insalubridade pref santana livramentoLaudo insalubridade pref santana livramento
Laudo insalubridade pref santana livramentoPaulo H Bueno
 
Conteudo Curso De Perícia Judicial
Conteudo  Curso De Perícia JudicialConteudo  Curso De Perícia Judicial
Conteudo Curso De Perícia JudicialJoão Luis Aguiar
 
211 páginas dos peritos do tse
211 páginas dos peritos do tse211 páginas dos peritos do tse
211 páginas dos peritos do tseRadar News
 
Edital do Concurso da PGE-PE
Edital do Concurso da PGE-PEEdital do Concurso da PGE-PE
Edital do Concurso da PGE-PEblogdoelvis
 
06448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v3
06448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v306448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v3
06448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v3Fernandoperisse
 
O TCE e o rolo na educação socialista
O TCE e o rolo na educação socialistaO TCE e o rolo na educação socialista
O TCE e o rolo na educação socialistaJamildo Melo
 
Tjrn critérios genéricos do exame psicológicooo
Tjrn   critérios genéricos do exame psicológicoooTjrn   critérios genéricos do exame psicológicooo
Tjrn critérios genéricos do exame psicológicoooLeandro Santos da Silva
 
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia Marta Chaves
 
TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...
TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...
TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...MatheusSantos699
 

Mais procurados (19)

Aula 2 - Perícia Contábil
Aula 2 - Perícia ContábilAula 2 - Perícia Contábil
Aula 2 - Perícia Contábil
 
Aula 1 - Perícia Contábil
Aula 1 - Perícia ContábilAula 1 - Perícia Contábil
Aula 1 - Perícia Contábil
 
Nbc pp 01 - Perícia Contábil
Nbc pp 01  - Perícia Contábil Nbc pp 01  - Perícia Contábil
Nbc pp 01 - Perícia Contábil
 
Pericia contábil modulo - 1
Pericia contábil   modulo - 1Pericia contábil   modulo - 1
Pericia contábil modulo - 1
 
Livro pericia
Livro periciaLivro pericia
Livro pericia
 
Livro cartilha pericia_contabil
Livro cartilha pericia_contabilLivro cartilha pericia_contabil
Livro cartilha pericia_contabil
 
Laudo pericial modelo
Laudo pericial modeloLaudo pericial modelo
Laudo pericial modelo
 
AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...
AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...
AVALIAÇÃO DO PERFIL PROFISSIONAL DO PERITO CONTÁBIL DESCRITO NA NBC PP 01 SOB...
 
2021 - Impugnação de honorários periciais
2021 - Impugnação de honorários periciais2021 - Impugnação de honorários periciais
2021 - Impugnação de honorários periciais
 
Laudo insalubridade pref santana livramento
Laudo insalubridade pref santana livramentoLaudo insalubridade pref santana livramento
Laudo insalubridade pref santana livramento
 
Conteudo Curso De Perícia Judicial
Conteudo  Curso De Perícia JudicialConteudo  Curso De Perícia Judicial
Conteudo Curso De Perícia Judicial
 
211 páginas dos peritos do tse
211 páginas dos peritos do tse211 páginas dos peritos do tse
211 páginas dos peritos do tse
 
Tce rn servidor_2015
Tce rn servidor_2015Tce rn servidor_2015
Tce rn servidor_2015
 
Edital do Concurso da PGE-PE
Edital do Concurso da PGE-PEEdital do Concurso da PGE-PE
Edital do Concurso da PGE-PE
 
06448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v3
06448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v306448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v3
06448 09 relatorio_da_auditoria_gcoelho_v3
 
O TCE e o rolo na educação socialista
O TCE e o rolo na educação socialistaO TCE e o rolo na educação socialista
O TCE e o rolo na educação socialista
 
Tjrn critérios genéricos do exame psicológicooo
Tjrn   critérios genéricos do exame psicológicoooTjrn   critérios genéricos do exame psicológicooo
Tjrn critérios genéricos do exame psicológicooo
 
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Perícia
 
TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...
TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...
TCE-PE condena João Paulo a ressarcir R$ 18 milhões aos cofres públicos do Re...
 

Destaque

Modelo de laudo pericial trabalhista
Modelo de laudo pericial trabalhistaModelo de laudo pericial trabalhista
Modelo de laudo pericial trabalhistaCelso Daví Rodrigues
 
Laudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer TécnicoLaudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer TécnicoRobson Santos
 
FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2
FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2
FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2António Neto
 
Prática de Perícia Contábil - 3° edição
Prática de Perícia Contábil - 3° ediçãoPrática de Perícia Contábil - 3° edição
Prática de Perícia Contábil - 3° ediçãoIOB News
 
Economia aula 1 - introduzindo a economia
Economia   aula 1 - introduzindo a economiaEconomia   aula 1 - introduzindo a economia
Economia aula 1 - introduzindo a economiaFelipe Leo
 
Petição de habilitação em processo
Petição de habilitação em processoPetição de habilitação em processo
Petição de habilitação em processoAnderson Favacho
 
Pedido Habilitacao Modelo
Pedido Habilitacao ModeloPedido Habilitacao Modelo
Pedido Habilitacao Modeloguest3bbab5
 
Atos de Ofício - Petição Inicial
Atos de Ofício - Petição InicialAtos de Ofício - Petição Inicial
Atos de Ofício - Petição InicialPreOnline
 
Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)BSuelly
 

Destaque (12)

Modelo de laudo pericial trabalhista
Modelo de laudo pericial trabalhistaModelo de laudo pericial trabalhista
Modelo de laudo pericial trabalhista
 
Laudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer TécnicoLaudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer Técnico
 
FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2
FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2
FORMULÁRIOS CUSTAS PROCESSUAIS.compacto2
 
Prova crc 09.2011
Prova crc 09.2011Prova crc 09.2011
Prova crc 09.2011
 
Prática de Perícia Contábil - 3° edição
Prática de Perícia Contábil - 3° ediçãoPrática de Perícia Contábil - 3° edição
Prática de Perícia Contábil - 3° edição
 
Peticao inicial
Peticao inicialPeticao inicial
Peticao inicial
 
Economia aula 1 - introduzindo a economia
Economia   aula 1 - introduzindo a economiaEconomia   aula 1 - introduzindo a economia
Economia aula 1 - introduzindo a economia
 
Petição de habilitação em processo
Petição de habilitação em processoPetição de habilitação em processo
Petição de habilitação em processo
 
Pedido Habilitacao Modelo
Pedido Habilitacao ModeloPedido Habilitacao Modelo
Pedido Habilitacao Modelo
 
Atos de Ofício - Petição Inicial
Atos de Ofício - Petição InicialAtos de Ofício - Petição Inicial
Atos de Ofício - Petição Inicial
 
Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)
 
Modelo parecer social
Modelo  parecer socialModelo  parecer social
Modelo parecer social
 

Semelhante a PERÍCIA_ENADE 2012

Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48Thiago Chaim
 
SLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptx
SLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptxSLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptx
SLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptxCarneiroDirceu
 
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48Thiago Chaim
 
1o exame de_suficiencia_questoes
1o exame de_suficiencia_questoes1o exame de_suficiencia_questoes
1o exame de_suficiencia_questoesFernando Machado
 
MAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docx
MAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docxMAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docx
MAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docxGT ASSESSORIA ACADÊMICA
 

Semelhante a PERÍCIA_ENADE 2012 (7)

Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
Exame Suficiência CFC 2018/2 Prova Branca Questão 48
 
SLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptx
SLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptxSLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptx
SLIDES_Aula_01_Auditoria_2021.1.pptx
 
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48
Exame Suficiência CFC 2017 Questão 48
 
1o exame de_suficiencia_questoes
1o exame de_suficiencia_questoes1o exame de_suficiencia_questoes
1o exame de_suficiencia_questoes
 
4071675.ppt
4071675.ppt4071675.ppt
4071675.ppt
 
MAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docx
MAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docxMAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docx
MAPA – CCONT – PERÍCIA, ARBITRAGEM E ATUÁRIA.docx
 
Livro pericia
Livro periciaLivro pericia
Livro pericia
 

PERÍCIA_ENADE 2012

  • 1. AULA PREPARATÓRIA ENADE 2012 / EXAME SUFICÊNCIA CFC Data: 25/08/12 Disciplina: Perícia Contábil 1 – QUESTÃO Leia o trecho: A perícia contábil constitui o conjunto de procedimentos técnico-científicos destinados a levar à instância decisória elementos de prova necessários a subsidiar à justa solução do litígio ou constatação de um fato, mediante laudo pericial contábil e/ou parecer pericial contábil, em conformidade com as normas jurídicas e profissionais, e a legislação específica no que for pertinente. (NBC TP 01) Em relação a esse assunto, é CORRETO afirmar que: A) A perícia contábil judicial pode ser realizada por um técnico de contabilidade devidamente registrado em Conselho Regional de Contabilidade. B) O contador deve solicitar verbalmente, ao Juízo, prorrogação para concluir seus trabalhos, quando da impossibilidade de cumprimento do prazo. C) O parecer pericial contábil serve para subsidiar, na esfera extrajudicial, o Juízo e as partes, bem como para analisar de forma técnica o laudo pericial. D) O parecer pericial contábil serve para subsidiar, na esfera judicial, o árbitro e as partes nas suas tomadas de decisão. E) Os livros e os documentos a serem compulsados constituem um dos fatores a serem considerados no planejamento da perícia. 2 – QUESTÃO Um empregado foi registrado em 16 de janeiro de X6 e demitido em 30 de setembro do mesmo ano, com dispensa de aviso prévio pelo empregador. Considerando-se que a empresa antecipa 50% do 13º salário para todos os seus empregados, no dia 30 de junho de cada ano, a rescisão contratual do empregado foi composta por quais parcelas? A) Aviso prévio igual a 30 dias trabalhados, 9/12 de férias, 4/12 de 13º salário, 40% de multa do FGTS. B) Aviso prévio proporcional aos meses trabalhados, férias e 13º no valor do último salário, 40% de multa do FGTS. C) Saldo de Salário, Aviso Prévio Indenizado, 9/12 de férias indenizadas + 1/3 sobre férias, 3/12 de 13º salário, 40% de multa do FGTS. D) Saldo de Salário, Aviso Prévio Indenizado, 10/12 de férias + 1/3 sobre férias, 4/12 de 13º salário, 40% de multa do FGTS. E) Saldo de Salário, Férias de igual valor do último salário, metade do 13º salário, 40% de multa do FGTS. 1
  • 2. 3 – QUESTÃO De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicáveis aos trabalhos de Perícia Contábil, o Laudo Pericial Contábil é: A) A indagação e a busca de informações, mediante conhecimento do objeto da perícia solicitada nos autos. B) A investigação e a pesquisa sobre o que está oculto por quaisquer circunstâncias nos autos. C) A peça escrita elaborada pelo perito assistente, na qual ele deve registrar, de forma abrangente, o conteúdo da perícia e particularizar os aspectos e as minudências que envolvam o seu objeto e as buscas de elementos de prova necessários para a conclusão do seu trabalho. D) O documento escrito no qual o perito deve registrar, de forma abrangente, o conteúdo da perícia e particularizar os aspectos e as minudências que envolvam o seu objeto e as buscas de elementos de prova necessários para a conclusão do seu trabalho. 4 – QUESTÃO De acordo com NBC TP 01 – Perícia Contábil, o planejamento deve ser elaborado com base nos quesitos e/ou no objeto da perícia. Em relação aos objetivos do planejamento da pericia, julgue os itens abaixo como Verdadeiros (V) ou Falsos (F) e em seguida, assinale a opção CORRETA. ( ) Conhecer o objeto da perícia, a fim de permitir a adoção de procedimentos que conduzam à revelação da verdade, a qual subsidiará o juízo, o árbitro ou o interessado a tomar a decisão a respeito da lide. ( ) Definir a natureza, a oportunidade e a extensão dos exames a serem realizados, em consonância com o objeto da perícia, os termos constantes da nomeação, dos quesitos ou da proposta de honorários oferecida pelo Perito. ( ) Estabelecer condições para que o trabalho seja cumprido no prazo estabelecido. ( ) Identificar a legislação aplicável ao objeto da perícia. ( ) Identificar fatos que possam vir a ser importantes para a solução da demanda de forma que não passem despercebidos ou não recebam a atenção necessária. A sequência CORRETA é: A) V, V, V, V, V. B) F, F, F, F, V. C) F, V, V, F, F. D) V, F, F, F, F. 2
  • 3. 5 – QUESTÃO O laudo pericial contábil e o parecer pericial contábil, de acordo com a NBC TP 01 – Perícia Contábil, devem conter em sua estrutura os seguintes itens, EXCETO: A) Conclusão, anexos, apêndices, assinatura do perito com sua categoria profissional e registro em Conselho Regional de Contabilidade. B) Conclusão, anexos, assinatura do advogado com seu parecer sobre a perícia e ajuste de parecer favorável às partes na Justiça. C) Identificação das diligências realizadas, transcrição e resposta aos quesitos para o laudo pericial contábil. D) Identificação do processo e das partes, síntese do objeto da perícia e metodologia adotada para os trabalhos periciais. 6 – QUESTÃO O perito-contador deve declarar-se suspeito quando, após, nomeado, contratado ou escolhido, verificar a ocorrência de situações que venham suscitar suspeição em função da sua imparcialidade ou independência e, desta maneira, comprometer o resultado do seu trabalho em relação à decisão. Assinale a opção que apresenta uma situação que NÃO configura um caso de suspeição: A) A filha de uma das partes tem uma dívida em atraso com o perito-contador. B) O perito-contador é herdeiro presuntivo da esposa de uma das partes. C) O perito-contador não é especialista na matéria em litígio. D) Um dos litigantes é amigo íntimo do perito-contador. 7 – QUESTÃO Quando houver divergência do laudo pericial contábil apresentado pelo perito-contador, o perito-contador assistente deverá: A) Transcrever o quesito objeto de discordância, a resposta constante do laudo, seus comentários e, finalmente sua resposta devidamente fundamentada. B) Comunicar aos interessados a sua discordância e os seus comentários. C) Comunicar ao Juízo, as partes e ao perito contador, sua discordância e os seus comentários. D) Transcrever o quesito objeto de discordância, a respeito do laudo, seus comentários e finalmente sua resposta devidamente aceita pelo perito-contador. 3
  • 4. 8 – QUESTÃO Na esfera judicial, o parecer pericial contábil serve para: A) Subsidiar o Juízo e as partes, bem como para analisar de forma técnica e científica o laudo pericial contábil. B) Subsidiar o Juízo e as partes sobre a responsabilidade da preparação e da redação do parecer pericial. C) Subsidiar as partes sobre a responsabilidade da preparação e da redação das recomendações inseridas no laudo pericial. D) Subsidiar o árbitro e as partes nas suas tomadas de decisão. 9 – QUESTÃO A perícia deve ser planejada cuidadosamente, com vista ao cumprimento do prazo. Na impossibilidade do cumprimento deste, deve o profissional antes do vencimento: A) Comunicar, de qualquer forma, a necessidade de suplementação de prazo. B) Entregar o trabalho no ponto em que estiver, pois não se pode requerer prazo suplementar. C) Na entrega dos trabalhos, na data limite, requerer pessoalmente o prazo suplementar. D) Requerer prazo suplementar, sempre por escrito.. 10 – QUESTÃO Não havendo quesitos a serem respondidos, a perícia será orientada. A) Pelo Juízo e pela parte que solicitou a perícia. B) Pelo perito-contador e pelo perito-contador assistente. C) Pelo Juízo e pelo perito-contador. D) Pelo objeto da matéria, se assim decidir quem a determinou. 11 – QUESTÃO De acordo com a NBC TP 01 – Perícia Contábil, os procedimentos de perícia contábil visam fundamentar as conclusões que serão levadas ao laudo pericial contábil ou parecer pericial contábil e abrangem, total ou parcialmente, segundo a natureza e a complexidade da matéria, exame, vistoria, indagação, investigação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação. Relacione procedimentos de perícia contábil na primeira coluna com a respectiva descrição na segunda coluna e, em seguida, assinale a opção CORRETA. 4
  • 5. ( ) Ato de atestar a informação trazida ao laudo pericial contábil (1) Exame pelo perito-contador, conferindo-lhe caráter de autenticidade pela fé pública atribuída a este profissional. ( ) Determinação de valores ou a solução de controvérsia por (2) Vistoria critério técnico-científico. ( ) Análise de livros, registros das transações e documentos. (3) Arbitramento ( ) Diligência que objetiva a verificação e a constatação de (4) Certificação situação, coisa ou fato, de forma circunstancial. A sequência CORRETA é: A) 4, 3, 2, 1. B) 4, 3, 1, 2.. C) 3, 4, 1, 2. D) 3, 4, 2, 1. 12 – QUESTÃO Com relação ao comportamento dos peritos contadores, julgue as situações hipotéticas apresentadas nos itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA. I. Um perito-contador nomeado pelo juiz dirigiu ao juiz petição, no prazo legal, justificando que não poderia realizar a perícia, por ter sido empregado de uma das partes, há menos de 6 meses. II. Um perito-contador, nomeado em juízo para atuar em uma questão relativa a uma dissolução de sociedade, após constatar que não dispunha dos recursos humanos e materiais em sua estrutura profissional para assumir o encargo, informou verbalmente ao juiz que iria aceitar o trabalho, mas que não teria condições de cumprir com os prazos estabelecidos. III. Um perito-contador assistente, convidado por uma das partes, ao tomar conhecimento de que a parte contrária era seu amigo íntimo, além de compadre, comunicou sua recusa, devidamente justificada por escrito, com cópia ao juízo. Nas três situações acima descritas, o comportamento do perito está de acordo com o disposto na NBC PP 01 – Perito Contábil, que estabelece procedimentos inerentes à atuação do contador na condição de perito, nos itens: A) I e II, apenas. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) I, II e III. 13 – QUESTÃO Uma empresa apresentava um quadro societário de cinco sócios, com as seguintes participações: sócio A: 20%; sócio B: 20%; sócio C: 20%; sócio D: 20%; e sócio E: 20%. O sócio D foi excluído da sociedade pelos demais sócios, os quais arquivaram uma Alteração Contratual na Junta Comercial, na qual constou em uma das cláusulas que os haveres do sócio excluído estariam a sua disposição, cuja apuração de haveres teria sido realizada com base em Balanço Patrimonial Especial. O sócio D ajuizou uma ação de apuração de haveres na 5
  • 6. qual pediu a avaliação dos bens da sociedade, com base em valores de mercado. O juiz nomeou dois peritos. Para a avaliação dos bens imóveis, foi nomeado um perito engenheiro e para a apuração dos haveres foi nomeado o perito-contador. O trabalho do perito-contador utilizou os dados apresentados pela perícia de engenharia e os valores do Balanço Patrimonial Especial juntados aos autos, para, por fim, elaborar um novo Balanço Patrimonial Ajustado. O Balanço Patrimonial Especial era assim representado: Balanço Patrimonial Especial em 31.1.2011 ATIVO R$ Ativo Circulante 742.465,53 Caixa 3.466,40 Bancos Conta Movimento 19.360,36 Aplicações 51.656,48 Estoques 124.019,03 Duplicatas a Receber 214.734,00 Adiantamentos 8.728,57 Impostos a Recuperar 35.834,51 Despesas Pagas Antecipadamente 284.666,18 Ativo Não Circulante 1.899.933,61 Investimentos 14.814,87 Imobilizado 1.884.292,23 Intangível 826,51 Total do Ativo 2.642.399,14 Passivo a Descoberto 389.219,93 Capital Social Realizado -121.260,00 Prejuízos Acumulados 510.479,93 Total do Ativo + Passivo a Descoberto 3.031.619,07 PASSIVO R$ Passivo Circulante 2.366.717,69 Fornecedores 1.332.217,17 Empréstimos Bancários 20.000,00 Obrigações Sociais a Recolher 234.200,21 Impostos e Taxas a Recolher 678.683,18 Obrigações Trabalhistas 52.086,21 Provisões 37.324,65 Adiantamento de Clientes 12.206,27 Passivo Não Circulante 664.901,38 Empréstimos de Longo Prazo 451.765,96 Impostos Federais Parcelados 213.135,42 Total do Passivo 3.031.619,07 6
  • 7. Os bens imóveis avaliados pela perícia de engenharia foram agrupados conforme a seguir: Valor antes da Valor após DESCRIÇÃO Avaliação avaliação Ativo Não Circulante 1.899.933,61 2.456.701,90 Investimentos 14.814,87 714.944,89 Propriedades para Investimento 13.769,98 713.900,00 Participações em Sociedade de Crédito 1.044,89 1.044,89 Imobilizado 1.884.292,23 1.740.930,50 Máquinas e Equipamentos 1.884.292,23 1.740.930,50 Intangível 826,51 826,51 Marcas e Patentes 826,51 826,51 O perito-contador realizou os ajustes necessários a um novo Balanço Patrimonial, no qual os haveres do sócio excluído ficaram apurados em: A) R$ 33.509,67. B) R$ 167.548.36 C) R$ 491.340,38 D) R$ 639.833,49 14 – QUESTÃO Levando-se em consideração os procedimentos da Perícia Contábil, afirma-se que: A) A certificação é o ato de atestar informações trazidas ao Laudo Pericial Contábil, estabelecendo valores. B) A mensuração é o conjunto de dados que busca trazer informações mediante entrevista e verificação da situação. C) A vistoria é a diligência que objetiva a verificação e a constatação de situação, coisa ou fato, de forma circunstancial. D) O arbitramento é a quantificação física para a solução de controvérsia por critérios qualitativos. 15 – QUESTÃO Quando nomeado em Juízo e reconhecer não estar capacitado a desenvolver o objeto do trabalho, o Perito Contador deverá: A) Aceitar o trabalho devido a sua responsabilidade profissional. B) Comunicar as partes, por escrito, a razão de seu impedimento. C) Declarar sua impossibilidade na primeira audiência do processo. D) Dirigir petição ao Juízo, no prazo legal, justificando sua escusa. 7
  • 8. 16 – QUESTÃO O Juiz indeferirá a perícia quando: I. – a prova do fato não depender de conhecimento especial técnico. II. – carecer de conhecimento técnico ou científico. III. – for desnecessária em vista de outras provas produzidas. IV. – não houver cumprimento do encargo no prazo estipulado. V. – a verificação for impraticável. As alternativas CORRETAS são: A) I, III e V. B) I, IV e V. C) II, III e IV. D) II, IV e V. 17 – QUESTÃO Em relação ao prazo estipulado pelo Juiz para a entrega de laudos: A) A parte poderá intimar o Perito para comparecimento em audiência para prestar esclarecimento sobre o laudo. B) O Perito não podendo apresentar o laudo dentro do prazo, o Juiz conceder-lhe-á, por uma vez, a prorrogação, segundo o seu prudente arbítrio. C) O Perito poderá apresentar laudo em cartório, no prazo fixado pelo Juiz, no prazo de vinte dias antes da audiência de instrução e julgamento. D) Os Peritos e assistentes técnicos oferecerão seus pareceres no prazo comum de vinte dias. 18 – QUESTÃO O Parecer Pericial Contábil será datado, rubricado e assinado pelo: A) Perito contador, que nele fará constar a sua categoria profissional de Contador e o seu número de registro em Conselho Regional de Contabilidade. B) Perito-contador assistente, que nele fará constar a sua categoria profissional de Contador e o seu número de registro em Conselho Regional de Contabilidade. C) Perito-contador e perito-contador assistente, que nele fará constar a sua categoria profissional de Contador e o seu número de registro em Conselho Regional de Contabilidade. D) Perito-contador assistente, juntamente com o advogado da parte, que nele fará constar suas categoria profissional de Contador e Advogado respectivamente, com o n.º de seu registros no Conselho de Classe. 8
  • 9. 19 – QUESTÃO De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade, a hipótese em que o sigilo profissional poderá ser rompido é: A) Depois de concluído os trabalhos e entregue o Laudo Pericial. B) Quando em defesa de sua conduta técnica profissional autorizado por quem de direito. C) Quando ocorrer o desligamento do perito-contador, antes do trabalho ser concluído. D) Se o perito-contador, por qualquer razão for substituído pelo juiz. 20 – QUESTÃO O arbitramento, como procedimento de Perícia Contábil, é: A) A determinação de valores ou a solução de controvérsia por critérios aleatórios. B) A determinação de valores ou a solução de controvérsia por critério técnico. C) Diligência que objetiva a quantificação do valor. D) O ato de estabelecer a quantificação de direitos. 21 – QUESTÃO Os procedimentos de Perícia Contábil visam: A) Relacionar os livros, os documentos e os dados de que necessitem. B) Os fatores relevantes na execução dos trabalhos. C) O conjunto de procedimentos técnicos e científicos. D) Fundamentar as conclusões que serão levadas ao Laudo Pericial Contábil. 22 – QUESTÃO Por ocasião das diligências a serem executadas no trabalho pericial, o Perito-Contador e o Perito-Contador Assistente, devem: A) Comunicar aos advogados das partes qualquer dificuldade na execução dos trabalhos. B) Estabelecer seus honorários, mediante avaliação dos serviços, incluindo todas as diligências a serem realizadas. C) Examinar os livros contábeis e fiscais, bem como as fichas financeiras dos empregados, e interpretar a legislação vigente. D) Relacionar os livros, os documentos e os dados de que necessitem, solicitando-os, por escrito, em termo de diligência. 9
  • 10. 23 – QUESTÃO De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade NBC TP 01 – Perícia Contábil, o planejamento deve considerar os seguintes fatores relevantes na execução dos trabalhos, EXCETO: A) A forma de reajuste e parcelamento de honorários, se houver. B) Os serviços especializados, necessários para a execução do trabalho. C) O conhecimento detalhado dos fatos concernentes à demanda. D) O tempo necessário para a elaboração do trabalho. 24 – QUESTÃO Visando fundamentar as conclusões que serão levadas ao Laudo Pericial, além de exame e vistoria, os procedimentos de perícia contábil são em ordem de procedência: A) Execução, indagação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação. B) Indagação, investigação, arbitramento, execução, avaliação e certificação. C) Indagação, investigação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação. D) Indagação, investigação, execução, mensuração, avaliação e certificação 25 – QUESTÃO Segundo a Norma Brasileira de Contabilidade o contrato de honorários na Perícia Extrajudicial e na Perícia Arbitral deve ser elaborado com base no: A) Valor estimado da causa. B) Planejamento realizado. C) Valor do honorário dos advogados das partes. D) Valor arbitrado pelo Juiz. 26 – QUESTÃO O parecer pericial contábil, quando judicial e arbitral deve ser: A) Encaminhado por petição protocolada. B) Entregue pessoalmente. C) Entregue pelo correio. D) Encaminhado via cartório. 10
  • 11. 27 – QUESTÃO Os procedimentos de perícia contábil visam fundamentar as conclusões que serão levadas ao laudo pericial contábil ou parecer pericial contábil, e abrangem total ou parcialmente, segundo a natureza e a complexidade da matéria, exame, vistoria, indagação, investigação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação. A indagação corresponde: A) A diligência que objetiva a verificação e a constatação de situações de forma circunstancial. B) A busca de informações mediante entrevista com conhecedores do objeto da perícia. C) A determinação de valores ou a solução de controvérsia por critério técnico. D) A análise de livros, registros das transações e documentos. 28 – QUESTÃO O laudo pericial contábil e ou parecer pericial contábil deve ter por limite: A) Os livros e documentos a serem analisados. B) Os próprios objetivos da perícia deferida ou contratada. C) Os quesitos quando formulados. D) Os serviços especializados necessários para a execução dos trabalhos. 29 – QUESTÃO Segundo as Normas Brasileiras de Contabilidade a execução da perícia quando incluir a utilização de equipe técnica, deve ser realizada sob a orientação e supervisão do: A) Perito-Contador indicado pela ré. B) Perito-Contador indicado pela autora. C) Perito-Contador que assume a responsabilidade pelos trabalhos. D) Juiz e advogados das partes. 30 – QUESTÃO Segundo o Código de Processo Civil o Perito cumprirá escrupulosamente o encargo que lhe foi cometido, independentemente de termo de compromisso. Os Assistentes Técnicos são de confiança: A) Do Juízo, sujeitos a impedimento ou suspeição. B) Do Juízo, não sujeitos a impedimento ou suspeição. C) Da parte, sujeitos a impedimento e suspeição. D) Da parte, não sujeitos a impedimento ou suspeição. 11
  • 12. 31 – QUESTÃO O Perito e o Assistente Técnico só estarão obrigados a prestar esclarecimentos ao Juiz, quando intimados a comparecer à audiência, formulando as perguntas, sob a forma de quesitos, quando intimados: A) 5 dias antes da audiência. B) 30 dias antes da audiência. C) 15 dias antes da audiência. D) 10 dias antes da audiência. 32 – QUESTÃO Das alternativas abaixo, são procedimentos de perícia contábil, exceto: A) Juramento. B) Vistoria. C) Indagação. D) Mensuração 33 – QUESTÃO Prazo para apresentação da escusa do perito-contador: A) Dentro de cinco dias contados da intimação ou do impedimento superveniente. B) De acordo com a decisão do Juiz. C) Dentro de quinze dias contados da intimação ou do impedimento superveniente. D) Não existe prazo definido para apresentação da escusa. 34 – QUESTÃO No processo judicial, o Contador pode funcionar como perito do juízo ou como perito- contador assistente das partes. Em relação ao perito do juízo, os honorários periciais são: A) De responsabilidade exclusiva do donatário. B) De responsabilidade da parte que houver requerido o exame, ou pelo autor, quando requerido por ambas as partes ou determinado de ofício pelo juiz. C) De responsabilidade parcial do donatário. D) Não há que se falar em honorários, por ser o perito do juízo componente do quadro regular da justiça, contratado mediante salário. 35 – QUESTÃO O perito-contador que prestar informações inverídicas, responderá pelos prejuízos que causar à parte, ficando inabilitado a atuar em outras perícias por: A) Um ano. B) Dois anos. C) Três anos. D) Seis anos. Fontes: Provas de ENADE e Exames de Suficiência já realizados. 12