A Cidade Constitucional: Capital da República 
Em 06 de Setembro de 2014, dei início a uma jornada de seis dias pelos apar...
14:30 – Supremo Tribunal Federal - Visita Guiada 
Depois de nossa chegada, nos dirigimos ao Supremo Tribunal Federal (STF)...
07/09/2014 – Domingo 
05:00 – Palácio da Alvorada 
Madrugada de domingo e todos os expedicionários aguardavam ansiosos o n...
08/09/2014 - Segunda-Feira 
08:30 – ESAF 
A cooperação técnica internacional – EurosociAL (Educación Fiscal y Cohesión Soc...
Sustentabilidade ambiental 
Paulo da ESAF apresentou a instituição e seus valores ecológicos. Destacou que a forma como fo...
19:00 - ESAF 
O Programa Nacional de Educação Fiscal - PNEF: Educação fiscal e preparo da cidadania 
Ronaldo Lunes, gerent...
09/09/2014 – Terça-feira 
09:00 – Controladoria Geral da União - CGU 
A abertura do seminário foi feita pelo Carlos Higino...
13:30 - Catedral de Brasília 
A catedral de Brasília é mágica. Ela tem conceito circular e é super moderna. Uma das grande...
14:30 - IV Seminário USP-UNB - Universidade de Brasília 
O direito achado na rua e nas instituições da cidade constitucion...
09:00 – VI Seminário USP - Comissão de Legislação Participativa- Política, sistema e 
mecanismos de participação 
Já em um...
13:30 – Cefor – Programas Desenvolvidos pelo Departamento e visita às instalações 
“O Cefor - Centro de Formação, Treiname...
11/09/2014 – Quinta-Feira 
09:00 – VI visita aos Vitrais da Sede da caixa Econômica Federal, espelho da Federação 
A sede ...
14:30 – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) - Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Aç...
Não tem como não amar o setor público depois dessa viagem. A causa pública parece ser o combustível que move cada funcioná...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatório cidade constitucional

101 visualizações

Publicada em

A Cidade Constitucional: Capital da República
Em 06 de Setembro de 2014, dei início a uma jornada de seis dias pelos aparelhos estatais
localizados no Distrito Federal - Brasília. Experiência única proporcionada pela Universidade de São
Paulo aos seus alunos para que desenvolvam conteúdos cognitivos e atitudinais sobre a gestão pública.
A fim de partilhar dessa experiência, apresento meu diário de viagem!

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
101
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório cidade constitucional

  1. 1. A Cidade Constitucional: Capital da República Em 06 de Setembro de 2014, dei início a uma jornada de seis dias pelos aparelhos estatais localizados no Distrito Federal - Brasília. Experiência única proporcionada pela Universidade de São Paulo aos seus alunos para que desenvolvam conteúdos cognitivos e atitudinais sobre a gestão pública. A fim de partilhar dessa experiência, apresento meu diário de viagem! 06/09/2014 - Sábado 13:30 Praça dos Três Poderes A chegada em Brasília é de aumentar o campo de visão de qualquer um. O conceito da cidade é extremamente aberto e não há barreiras que impeçam de olhar o horizonte. A praça dos três poderes situa-se entre os edifícios que abrigam cada um dos três poderes da república. A esquerda da praça, representando o poder judiciário, encontra-se o Supremo Tribunal Federal. A frente da praça, representando o poder legislativo, temos o Congresso Nacional. Por fim, a direita da praça, representando o poder executivo, o Palácio do Planalto. Sob vista aérea, as três edificações formam um triangulo entre si. O conceito da praça é bem maluco, no lugar de bancos e árvores, temos estátuas.
  2. 2. 14:30 – Supremo Tribunal Federal - Visita Guiada Depois de nossa chegada, nos dirigimos ao Supremo Tribunal Federal (STF), que representa o órgão máximo do poder judiciário no nosso país. O STF é a última instância para processos judiciais, onde são discutidos os temas mais complexos do mundo jurídico. Na visita guiada, descobrimos um fato curioso sobre o projeto de Brasília: cada uma das salas mais importantes dos prédios de cada poder é decorada predominantemente com uma cor da bandeira do Brasil. O STF recebeu a cor amarela, o Congresso Nacional a azul e o Palácio do Planalto recebeu a cor verde. 19:30 - Auditório ESAF - Apresentação da Metodologia A noite nos reunimos no auditório da ESAF para que os professores contassem mais sobre a disciplina e sobre a metodologia de ensino. O projeto idealizado pelo Professor Marcelo Nerling (do curso de Gestão de Políticas Públicas) e que agora conta com a participação do Professor Douglas Andrade (do curso de Educação Física e Saúde), tem como foco proporcionar o aprendizado através de conteúdos atitudinais e da experiência empírica de viver o que se estuda. Neste caso, vivemos Brasília por 6 dias, inspirados por Miguel de Cervantes que dizia “Aquele que lê muito e anda muito, vê muito e sabe muito”.
  3. 3. 07/09/2014 – Domingo 05:00 – Palácio da Alvorada Madrugada de domingo e todos os expedicionários aguardavam ansiosos o nascer do sol na alvorada. Na oportunidade pudemos observar o exercito patrulhando o palácio da alvorada. O frio matinal foi compensado pela bela vista do amanhecer de Brasília. 09:00 - Desfile Cívico Militar Depois de vermos o nascer do sol, nos dirigimos para a explanada dos ministérios onde ocorreu o desfile cívico militar. Uma super curiosidade sobre o desfile, vem desmistificar a visão de país que não tem atuação do exercito. Logo na abertura, passaram nos carros antigos soldados de guerra. E passaram também pelo desfile, soldados que trabalham em missão de paz em países carentes. Também tivemos homenagem às várias etnias e desfile aéreo que pintou o céu com fumaça e palavras que remetiam a nação. O ponto alto foi a passagem da presidenta que emocional muita gente e levantou um coro na platéia. O desfile ocorre todo 7 de setembro e contém arquibancadas disponíveis para o público.
  4. 4. 08/09/2014 - Segunda-Feira 08:30 – ESAF A cooperação técnica internacional – EurosociAL (Educación Fiscal y Cohesión Social), El Salvador e Honduras. Nesta edição do cidade constitucional, tivemos a presença de representantes do EurosociAL. EurosociAL é um programa de cooperação técnica da Comissão Européia para promoção da coesão social na América Latina. Sua missão é apoiar políticas públicas nacionais que têm como objetivo melhorar a coesão social. Recebemos o Dr. Reich, diretor substituto da EurosociAL, que nos contou mais sobre o programa, que se iniciou depois da segunda guerra mundial. Na ocasião, frisou-se também a importância de sermos cidadãos globais, que articulemos valores de respeito a soberania, dignidade e educação. Nesta edição, também contamos com a presença de representantes de El Salvador e Honduras, indicados pelo Programa EurosociAL II, no marco do Programa de Educação Fiscal da América Latina que vieram viver a experiência do cidade constitucional, para que possamos expandi-la. O recado da noite foi especialmente voltado a importância da cooperação técnica internacional; de tomarmos conhecimento do que está sendo feito por ai e nos aproximarmos, para que possamos replicar o que tem de legal nos países próximos e colaborar com causas importantes. Outro aprendizado importante é que sempre vale a pena fazer bons trabalhos para concorrer a prêmios. A ESAF faz premiações, o EurosociAL faz premiações… sempre vale a pena tentar.
  5. 5. Sustentabilidade ambiental Paulo da ESAF apresentou a instituição e seus valores ecológicos. Destacou que a forma como foi construída a estrutura da ESAF, possibilita uma enorme economia de energia elétrica. Além de participar de seminários sobre sustentabilidade e levar esses valores para o setor público em geral. 14:00 – ENAP A Rede Nacional de Escolas de Governo, o Sistema da União e a Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal O funcionário da ENAP Paulo Marques apresentou o trabalho da ENAP como formadora de profissionais. O público é majoritariamente funcionários da administração pública e geralmente as turmas são fechadas para cursos específicos às necessidades dos profissionais. A cooperação internacional na ENAP O funcionário da ENAP Luis Henrique de Andrade apresentou o trabalho da ENAP de cooperação internacional. A Cooperação Técnica Internacional (CTI) iniciou no mundo no pós-guerra. Hoje ampliou-se o escopo de trabalho e já é adotada como postura de vários países. Faz parte de suas atribuições apoiarem a promoção de “desenvolvimento de capacidades, entendido como a identificação, mobilização e expansão de conhecimentos e competências disponíveis no país parceiro, com vistas à conquista da autonomia local para o desenho e implementação de soluções endógenas para os desafios do desenvolvimento” (Andrade, 2014). De forma geral, essa apresentação veio reforçar a apresentação que tivemos na ESAF com o pessoal do EurosociAL, de Honduras e El Salvador, que instiga a cooperação e envolvimento com outros países.
  6. 6. 19:00 - ESAF O Programa Nacional de Educação Fiscal - PNEF: Educação fiscal e preparo da cidadania Ronaldo Lunes, gerente do programa, veio nos apresentar o Programa Nacional de Educação Fiscal que tem por objetivo: a) sensibilizar o cidadão para a função socioeconômica do tributo; b) Levar conhecimentos aos cidadãos sobre administração pública; c) Incentivar o acompanhamento pela sociedade da aplicação dos recursos públicos; d) Criar condições para uma relação harmoniosa entre o Estado e o cidadão. O programa é super importante e o público alvo são estados e os municípios que devem pronunciar o interesse em receber o programa. Administração tributária e educacional: Exemplos de aproximação pela Receita Federal do Brasil Quem nos brindou com essa apresentação foi o DR. Antônio, jovem rapaz auditor da receita federal, que promoveu um debate com nós alunos, buscando entender o porquê da aversão que muitos brasileiros têm a pagar impostos e se existiriam alternativas ao imposto no país. Completamente instigante.
  7. 7. 09/09/2014 – Terça-feira 09:00 – Controladoria Geral da União - CGU A abertura do seminário foi feita pelo Carlos Higino Ribeiro de Alencar, secretario executivo da CGU que deu o panorama da corrupção mundial. Disse que corrupção não é exclusiva do Brasil. Apresentou alguns dados da corrupção em outros países e as medidas de prevenção á corrupção que a CGU tem tomado. Depois tivemos uma apresentação sobre o arquivo público, sua importância e sua relação com a lei de acesso a informação. Depois tivemos um a palestra sobre observatório dos gastos públicos, o professor trouxe a polêmica lei do período eleitoral que tira dos sites dados importantes sobre o orçamento que acaba por impedir o controle social.
  8. 8. 13:30 - Catedral de Brasília A catedral de Brasília é mágica. Ela tem conceito circular e é super moderna. Uma das grandes atrações é a parede da catedral. Podemos “conversar com as paredes”, O gênio do Niemeyer projetou a curvatura e o material da parede de tal forma que seja possível a propagação perfeita das ondas sonoras. Portanto, se você falar num canto da parede, quem estiver no outro canto irá te ouvir.
  9. 9. 14:30 - IV Seminário USP-UNB - Universidade de Brasília O direito achado na rua e nas instituições da cidade constitucional Nessa tarde, tivemos o prazer de conhecer José Geraldo de Souza Jr., reitor da UNB no período de 2008 e 2012, formado em direito e escritor do livro O Direito Achado na Rua. Sua apresentação fez um apanhado histórico para explicar o fenômeno da criminalização dos movimentos sociais. A criminalização começou quando Washington Luis declarou que a questão social é questão de polícia, tratando os movimentos de forma repressiva e com ideal de higienização da cidade. As ruas eram uma ameaça. Hoje sabemos que a rua é local de encontros sociais. O Zé Geraldo é um fofíssimo!!! Uma honra conhecê-lo. Ele cita 50 autores em 10 minutos com uma humildade que nenhum título de doutorado concede. Foi maravilhoso! 16:00 - VII Seminário USP-MS – Políticas públicas, saúde e esporte Neste momento, recebemos representantes do MS, que vieram contar sobre as intervenções em diversas áreas problemas: Doenças Crônicas Não Transmissíveis & Violência e Acidentes. Também apresentaram programa como: Saúde Escolar, Juventude Vida e Academia da saúde. Todos os programas são muito legais e aguçam a curiosidade do gestor a respeito de como é feita a coordenação entre os entes federativos. 10/09/2014 – Quarta-Feira 08:15 – Bosque dos Constituintes O bosque dos constituintes tem um Q de magia. Imagine só ir a um lugar onde tem várias árvores raras plantadas por gente que tem seu nome na história do país. Assim é o bosque dos constituintes. Cada expoente do Brasil, cada constituinte, cada presidente e figura pública notória plantou sua árvore ali. O Funcionário responsável pelo bosque nos falava em baixo da árvore plantada por Ulisses Guimarães. Era como se ele estivesse ali entre nós.
  10. 10. 09:00 – VI Seminário USP - Comissão de Legislação Participativa- Política, sistema e mecanismos de participação Já em um dos anexos do Congresso Nacional, fomos conhecer de perto como funcionam as comissões legislativas. Fomos, em especial, na comissão participativa. 10:00 – Simulação do Trabalho das Comissões Para sentirmos na pele o que e legislar. Deram dois temas para que votassem assim como os deputados fazem diariamente e simulamos a discussão e votação. Os tema foram: a) realização de audiências públicas para discussão da legalização da machona e b) redução da maioridade penal. Fui eleita presidente da sessão,, e elegemos um vice e relatores e redatores do projeto. ser presidente da comissão é o mesmo que ser mediador de reunião… você só passa palavra, organiza a ordem das ações… nada muito legal. Mas estar o resto é sensacional!! Quando iniciamos a discussão dos projetos, encarnamos o legislador que existe em cada um de nos e defendemos com muita sabedoria, educação e paixão nossos posicionamentos. É muito emocionante. Caiu por terra todo preconceito com posicionamento conservador, atrasado e etc. Por que neste momento estamos olhando nos olhos de quem esta proferindo as palavras mais retrogradas possíveis e vendo que atrás daquelas palavras o que existe é apenas um ser humano expressando sua opinião, seja ela acertada ou equivocada. Legisladores não são eleitos por serem sábios, não devemos esperar disso deles, mas devemos esperar que seja possível que os projetos sejam deliberados da melhor forma possível.
  11. 11. 13:30 – Cefor – Programas Desenvolvidos pelo Departamento e visita às instalações “O Cefor - Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados planeja e executa as atividades relacionadas à educação legislativa, bem como ao recrutamento, seleção e desenvolvimento de pessoas na Câmara dos Deputados” (Câmara). Hoje conta com um curso de mestrado também. Uma oportunidade interessante que o CEFOR oferece é a possibilidade de estagiar no legislativo. Varias oportunidades legais. O principal para mim foi desmistificar que os deputados estão só pelo poder e dinheiro na câmara, pois eles passam sim por um processo de formação, adquirem conhecimento sim do processo legislativo e a cada ano que passa se apropriam mais do jogo político. 16:45 – Visita Guiada Congresso Nacional – Casas e Plenários Enfim, a casa do povo. O congresso nacional contém a câmara dos deputados e o senado. Visitamos apenas o senado porque a região dos deputados estava em reforma e fechada ao público. Chegamos em um dia muito agitado no senado pois estava acontecendo a discussão da CPI da Petrobras, a imprensa toda estava lá, nos telões nas áreas coletivas passava a filmagem da sessão, muuuuitttoo legal mesmo. Andava e respirava política, Brasil, futuro do país… Não tem explicação. É importante ressaltar que as sessões são abertas, qualquer um pode entrar e assistir.
  12. 12. 11/09/2014 – Quinta-Feira 09:00 – VI visita aos Vitrais da Sede da caixa Econômica Federal, espelho da Federação A sede da caixa econômica é lindíssima por dentro e por fora. Tem um conceito circular e seus vitrais esplendorosos representam os estados e regiões do país. É um privilégio essa visão. 10h 30 - Banco Central No banco central tivemos duas palestras. Uma da caixa econômica sobre o Programa Caixa Melhores Práticas, que premia e divulga práticas financiadas pela caixa que tiveram impacto positivo onde foram aplicados. Programa muito legal que mais uma vez, reforça a idéia de que concorrer a prêmios é muito inteligente, pois a caixa reencaminha o projeto para ganhar outros prêmios nacionais e internacionais. Depois, tivemos palestra com funcionários do Banco Central, que apresentaram o Programa de Educação Fiscal e Educação Financeira, contaram como funciona o programa e o objetivo, que é tornar as pessoas mais responsáveis sobre suas finanças pessoas e sobre os gastos públicos.
  13. 13. 14:30 – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) - Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE – Formação pela Escola O Auge do amor imperou na FNDE. Fomos recebidos com tanto carinho e entusiasmo que deu aquela sensação de que somos de fato o futuro do país. na palestra com o fofíssimo Alberto, um cara da Paz, conhecemos as ações educacionais da FNDE e o próprio FNDE. O FNDE é uma autarquia vinculada ao Ministério da Educação que tem por finalidade arrecadar fundos a serem investidos em políticas educacionais. Alguns programas que recebem repasses do FNDE é o Programa Nacional do Livro Didático - PNLD, o Programa Nacional Biblioteca da Escola - PNBE, o Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE, Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar - PNATE, Programa Caminho da Escola, Financiamento Estudantil (FIES), Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e Infraestrutura Escolar. Também temos o Plano de Ações Articuladas (PAR) que coloca a disposição dos entes, instrumentos eficazes de avaliação e de implementação de políticas visando à melhoria da qualidade da educação, sobretudo da educação básica pública. Ao final passou um vídeo belíssimo e emocionantíssimo. 18:00 – V Seminário USP - Ministério da Justiça - Tráfico de pessoas; política sobre drogas; proteção e defesa do consumidor Para fecharmos a programação, fomos ao Ministério de Justiça, que exala constituição. Nossa primeira palestra foi sobre as políticas de combate ao tráfico de pessoa, iniciando com um panorama do tráfico de pessoa no Brasil. Tocamos em temas pontuais como combate ao tráfico de pessoas na época da copa do mundo e grandes eventos e como o ministério da justiça tem atuado nesse sentido. Depois partimos para políticas de drogas. Por fim, ouvimos as políticas pró direito do consumidor.
  14. 14. Não tem como não amar o setor público depois dessa viagem. A causa pública parece ser o combustível que move cada funcionário público que nos falou. O amor pela causa comum, por valores e pela constituição é algo que podemos sim encontrar no Estado. Engana-se quem pensa que Estado é quadrilha institucionalizada, pois entre rios e desafios existe um monte de gente lutando por um pais melhor e mais justo. Brasília é muito estranho para quem mora em São Paulo e muito distante da nossa realidade, uma vez que você necessariamente precisa ter um carro para se locomover (transporte público muito precário, calçadas não existem em alguns lugares, ciclovias existem mas em trechos absurdos), tudo é muito longe de tudo, mas mesmo assim, é encantadora... Se esquecermos dos termos práticos cotidianos e tivermos dinheiro para o taxi, será uma experiência incrível. Gostaria de agradecer primeiramente ao Professor Nerling, por tirar nós alunos da sala de aula (e quanto mais eu vivo, mais eu valorizo sua iniciativa), também pelo estimulo a cooperação e expansão do projeto, para que mais pessoas no mundo sejam contempladas com a experiência. Agradeço ao professor Douglas por todo o trabalho, dedicação e acolhimento fraterno. Agradeço a todos os servidores públicos que se dispuseram a compartilhar de suas experiências para nos falar. Ao Niemeyer por ter construído Brasília desse jeito tão incomum. A ESAF por ter nos acolhido de braços abertos e tão bem. Aos nossos amigos latinos americanos por ter enriquecido nossa viagem com a diversidade de cultura. A todos os meus colegas de GPP por serem excelentes companheiros de viagem e amigos indispensáveis. A todos, meu muitíssimo Obrigada!

×